Direito Previdenciário - Blogs A Tribuna

Comentários

Feed RSS para comentários sobre este post.

O URL de TrackBack deste post é: http://atdigital.com.br/direitoprevidenciario/2013/01/aposentadoria-por-tempo-de-contribuicao-3/trackback/

  1. Olá Dr. Pardal…Fui ontem no INSS para saber o tempo que falta para se aposentar,o responsável do setor de concessão disse-me que tenho 27 anos 08 meses e 21 dias garantidos,como lhe falei anteriormente eu tenho o PPP onde diz que é habitual e permanente e que trabalho com óleo e graxa a 13 anos e 05 meses,sendo que essa pessoa que me atendeu disse que tenho 05 anos de tempo a mais,mas que não vale porque eu sou insalubre desde 1999,eu completo 53 anos agora dia 10 de maio de 2013,quando eu completar 53 anos eu posso me aposentar? Vai ser necessário entrar na justiça para valer o tempo insalubre…Em 10 de maio eu vou estar com 28 anos e 01 mês…Posso me aposentar? Obrigado e um grande abraço!!!!!

    Comentário por Ubirajara dos Santos — 01/17/2013 em 7:38

  2. Oi, Ubirajara, o tempo necessário para se aposentar por tempo de contribuição completa 35 anos, com qualquer idade; e tempo especial convertido para comum acrescenta 40% deste período. Assim, se integrar 35 anos de contribuição, poderá se aposentar.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 01/19/2013 em 13:58

  3. Prezado Sérgio, boa tarde.
    E no caso do magistério público, o que mudou com relação à idade e ao tempo para a aposentadoria de homens e mulheres que atuam em sala de aula? Continuam valendo o tempo de 25 anos para mulher e 30 para homens ou isso mudou? E se o tempo de contribuição for fora do magistério? Como calculo?
    Att.
    Paulo César

    Comentário por Paulo César — 01/24/2013 em 20:19

  4. Oi, Paulo César, a aposentadoria especial do professor continua em 30 anos para os professores e 25 para as professoras. Mas é preciso ser o tempo todo em atividade do magistério e não existe conversão para tempo comum. O cálculo é da mesma forma da aposentadoria comum, com o acréscimo de cinco anos no tempo de contribuição para o cálculo do fator previdenciário.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 01/25/2013 em 21:57

  5. boa tarde:
    Pardal, ano que vem terei 35 anos de contribuição e 50 anos de idade. devo me aposentar ou esperar a mudança para o cálculo 85/95 anos? sendo que trabalho numa siderúrgica e até 2008 trabalhei numa área ezposto a ruídos acima de 90Db. os 40% até 1998 podem ser aplicados até 2008 pela justiça após aposentado? abraço e sucesso.

    Comentário por fabian cesar — 01/26/2013 em 18:01

  6. Oi, Fabian, não tenho como prever se haverá ou não a aprovação da fórmula 95 e assim, não tenho como falar o que seria melhor, aposentar já ou esperar. Quanto ao tempo especial, você depende das informações das empresas empregadoras (antigo SB40 ou atual PPP) para confirmar a exposição habitual e permanente aos agentes nocivos.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 01/28/2013 em 0:36

  7. bom dia pardal!!
    o filho tem direito a pensão por morte dos pais até qual idade?
    como se exerce o direito de pensão infinita se não se casar?
    (ouvi dizer que tem uma pensão q se casar a filha perde o direito)

    Comentário por bruna — 02/07/2013 em 11:09

  8. Oi, Bruna, eu já respondi em Aposentadoria por Idade.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 02/08/2013 em 1:32

  9. Olá Pardal,
    estou tentando ajudar meu pai a se aposentar. Ele trabalhou por 14 anos, 8 meses e 29 dias em uma siderurgica e o INSS não fez a conversão. Trabalhou como pescador de 1974 a 1993, tirando o tempo concomitante restam 4 anos e 2 meses e ainda numa refinaria de sal por 5 anos. Total de contribuição 25 anos e 3 meses. Meu questionamento é: O INSS é obrigado a converter o periodo que trabalhou na siderurgia? Caso converta, basta apenas conseguir os 30 anos de contribuição ou tem outra coisa para dar cumprimento? quando se fala em comprovação de carência, como consigo comprovar?

    Para piorar quando ele foi solicitar a aposentadoria, os agentes perderam sua carteira de trabalho. Posso pedir perdas e danos ou acha que é perda de tempo?

    Desde já agradeço sua ajuda.

    Sds,

    Keila Ferreira

    Comentário por Keila Ferreira da Silva — 02/13/2013 em 18:52

  10. Oi, Keila, a aposentadoria especial exige 25 anos de trabalho com exposição habitual e permanente aos agentes nocivos, comprovando tais condições através das informações das empresas empregadoras (antigo SB40, atual PPP); o tempo especial comprovado pode ser convertido para tempo comum com a multiplicação por 1,4. A aposentadoria por tempo de contribuição exige para o homem 35 completos de contribuição (a proporcional aos 30 não existe mais). A aposentadoria por idade exige 65 anos de idade para o homem, com o mínimo de 15 anos de contribuição; para esta não se converte especial em comum. Sobre perdas e danos, depende do que a perda das carteiras represente e da confirmação da responsabilidade.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 02/13/2013 em 20:49

  11. Caro Pardal, estou trabalhando atualmente e não contribuo ao INSS sobre dez salários mínimos. Posso contribuir de outra forma ao INSS para completar a contribuição sobre dez mínimos?

    Comentário por Herculano — 02/14/2013 em 17:11

  12. Oi, Herculano, não pode não, porque ainda existe na lei uma forma de cálculo para atividades principal e secundária muito prejudicial aos trabalhadores. Por isso, o melhor é conseguir o teto com uma fonte contributiva só.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 02/14/2013 em 20:04

  13. Caro Pardal, agradeço pela atenção.

    Comentário por Herculano — 02/14/2013 em 21:15

  14. Muito Obrigada.

    Comentário por Keila Ferreira da Silva — 02/15/2013 em 16:01

  15. Boa noite caro Pardal, quero aqui tirar uma duvida meu pai trabalhou de mecânico de automóveis e contribuiu por 28 anos hoje ele tem 63 anos de idade pergunto ao senhor se ele tem direito a algum tipo de aposentadoria?

    Desde já fico muito Grato

    Comentário por alexsandro — 02/19/2013 em 2:09

  16. Dr. Sergio Pardal Freudenthal, bom dia!

    Enviei este comentário/dúvida em outro post seu mas como deu um erro no envio, estou reenviando, desculpas se estiver duplicado.

    Tenho 35 anos de contribuição ao INSS. Pretendo esperar mais um pouco
    para me aposentar, com a esperança de melhorar um pouco o valor da aposentadoria.
    Gostaria que, por gentileza, me tirasse uma dúvida: Desde 1994 contribui a maior parte pelo teto sendo que 5 anos contribui sobre 6 salários mínimos. Levando em consideração que o teto, hoje, de R$ 4.154,00 corresponde a 6 salários. Pergunto: o tempo que contribuí sobre 6 salários (de 2000 até 2004) é considerado teto para calculo atual da aposentadoria(calculo da média desde 1994)?

    Comentário por Carlos — 02/19/2013 em 10:19

  17. Oi, Alexsandro, a aposentadoria especial, com 25 anos de exposição habitual e permanente aos agentes nocivos, exige a comprovação através das informações das empresas empregadoras (antigo SB40, atual PPP); a aposentadoria por tempo de contribuição exige 35 anos completos para homem; e a aposentadoria por idade (talvez a mais provável para você) é concedida aos 65 anos de idade para o homem, com o minimo de 15 anos de contribuição.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 02/19/2013 em 16:35

  18. Oi, Carlos, conforme eu já respondi para você, o limite do INSS não obedece ao referencial do salário mínimo, para saber como ficará a sua aposentadoria o melhor é fazer a simulação no site do INSS e depois resolver as dúvidas. Você pode fazer uma comparação entre os valores em que você contribuiu e os limites então vigentes do INSS.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 02/19/2013 em 16:42

  19. Obrigado Dr. Sérgio Pardal.

    Vou fazer a simulação, é um pouco trabalhoso mas dá para fazer pois tenho todos os contra-cheques.
    Apenas mais uma dúvida, trabalhei 4 anos em 2 empregos entre 1994 e o dia de hoje. Gostaria de saber se coloco, na simulação, o total da contribuição mensal dessa época que ultrapassava o teto ou tenho que simular com valores, desses 4 anos, limitados ao teto?

    Comentário por Carlos — 02/20/2013 em 9:20

  20. Oi, Carlos, o valor é sempre limitado ao teto, e atividades diversas não se somam, existe a atividade principal e a secundária.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 02/21/2013 em 1:44

  21. Olá, sou professora do magisterio a 30 anos irei completar 50 anos de idade no final do ano.Nunca requeri minha licença premia.Gostaria de saber se posso pedir minha aposentadoria?
    Obrigado.

    Comentário por Maria — 03/22/2013 em 12:25

  22. Oi, Maria, a sua licença-prêmio não gozada não irá influir em nada na aposentadoria. Não existe mais a contagem em dobro da licença não usufruída. Talvez o melhor seja gozar as licenças antes de se aposentar.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 03/22/2013 em 17:32

  23. Gostaria de saber se minha prima com 53 anos e 18 anos de contribuição até 1995, pode se aposentar?

    Comentário por CÁTIA — 03/25/2013 em 1:40

  24. Oi, Cátia, a aposentadoria por idade do INSS exige 60 anos de idade para a mulher e o mínimo de 15 anos de contribuição em qualquer tempo.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 03/25/2013 em 1:52

  25. Tenho 30 anos de contribuiçao já completos, e 46 anos de idade.consigo me aposentar com o valor integral?

    Comentário por Vera — 04/05/2013 em 19:48

  26. Oi, Vera, você pode se aposentar com o cálculo da média dos maiores salários que representem 80% de todos de julho de 1994 até o início do benefício multiplicada pelo fator previdenciário, calculando considerando a idade e a expectativa de sobrevida. Você pode fazer uma simulação no site do INSS.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 04/07/2013 em 0:50

  27. BOA NOITE PROF , MINHA FILHA TRABALHA NA ÁREA MÉDICA EM TRÊS EMPREGO PORTANTO DESCONTA TRÊS VEZES O INSS COMO CALCULAR O TEMPO PARA SUA APOSENTADORIA .

    Comentário por LUIZ CLÁUDIO RIBEIRO — 04/12/2013 em 20:25

  28. Oi, Luiz Cláudio, infelizmente existe uma forma de cálculo, computando atividade principal e atividades secundárias, bastante prejudicial aos segurados. Se ela mantiver os três empregos pelo mesmo período, completando as exigências para a aposentadoria, ocorrerá a soma. Assim, se em algum dos empregos ela já estiver contribuindo pelo máximo, deve comunicar aos outros para não ter descontado o INSS e contribuir em apenas uma atividade.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 04/13/2013 em 14:36

  29. Boa Noite..
    Prof. Trabalhei em hospital(SETOR ABERTO) como enfermeira e professora de tecnico de enfermagem de 96 a 2000.Em 2001 iniciei em setor fechado(hemodialise),continuei como professora.Sai da empresa de hemodialise em 2007.continuei como professora. Em 2009 voltei a trabalhar em setor fechado(hemodialise)ate hoje. Parei de lecionar em 2011.Duvidas: Tenho direito na contagem de tempo de setor fechado? posso aposentar com 25 anos de contribuição?

    claudia

    Comentário por claudia c Donato — 04/16/2013 em 22:12

  30. Sr. Sergio Pardal, gostaria de saber como e que o INSS trabalha com as contribuição no ato em que a pessoa vai se aposentar. Por exemplo no passado eu ganhava de 4 a 8 salarios minimos durante 15 anos. Depois baixou atualmente ganho 2 salario. Se hoje fosse dar entrada em minha aposentadoria por tempo de contribuição quanto seria meu salario.

    Comentário por MARCOS JOSE JOSE MARTINS DE OLIVEIRA — 04/17/2013 em 9:01

  31. Oi, Claudia, o tempo especial depende das informações das empresas empregadoras (antigo SB40, atual PPP). A especial para professoras só se aplica em educação infantil e fundamental e médio. Se as informações do hospital confirmarem a exposição habitual e permanente aos agentes nocivos, este temo especial pode ser convertido para comum multiplicando por 1,2.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 04/17/2013 em 20:37

  32. Oi, Marcos, a média que serve como base para os benefícios utiliza os maiores salários que representem 80% de todos entre julho de 1994 e o início do benefício, e no caso da aposentadoria por tempo de contribuição, a média é multiplicada pelo fator previdenciário, na grande maioria das vezes um redutor do valor final.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 04/17/2013 em 21:08

  33. Ola meu amigo. admirei muito eu trabalho, todas essas duvidas sanada, nao é qualquer um que faria isto. e se puder, ficaria muito feliz se me tirasse duas duvidas. a primeira: meu pai tem 61 anos de idade e 15 anos de contribuição so que ele nao sabe se compensa esperar os 65 anos ou se pode aposentar como produtor rural. ele tem uma terrinha há algum tempo, o que ele poderia fazer para aposentar como produtor rural?

    segunda duvida:
    queria saber se alguem com mais de dez anos de contribuição ficar doente e precisar encostar se poderia? esta pessoa tem mais de 2 anos q nao contribui, ou seja 120 meses assim sei q perde a qualidade de segurado, mas se ele voltar a pagar ele tem a garantia por mais dois anos ou nao? ou tera q contribuir mais 10 anos para adquirir essa vantagen de 02 anos?

    Comentário por alana — 04/19/2013 em 21:51

  34. Oi, Alana, a primeira dúvida: para seu pai se aposentar por idade como rural ele teria que ter trabalhado como rural os 15 anos de carência e estar nesta situação quando requerer a aposentadoria; a segunda dúvida: se ela tinha mais de dez anos de contribuição sem a perda da qualidade de segurada, manteria tal qualidade por 24 meses; se já perdeu a qualidade de segurada, para readquirir teria que contribuir um terço do período de carência, mas isto não dá direito a benefício em relação à doença que já existia quando voltou a contribuir. O tempo de graça por 24 meses só se contribuir novamente por 120 meses sem perder a qualidade de segurada.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 04/20/2013 em 11:29

  35. Obrigada Pardal, foi isto que imaginei e entendi quanto à segunda duvida. quanto à primeira, meu pai tem uma pequena fazenda e produz pouco leite mas produz, assim se ele provar que tem a fazenda a mais de 15 anos, mesmo que trabalhou na cidade, mas que produz na mesma, poderá aposentar como produtor rural? desde ja agradeço

    Comentário por alana — 04/20/2013 em 22:55

  36. Tenho 48 anos e 7 meses. Meu tempo de contribuição fecha em 30 anos no próximo mes de junho. Caso meu cálculo esteja errado, e ainda falte poucos dias ou até mesmo mes, o valor da aposentadoria seria drasticamente alterado, ou seja a base seria outra, ou o cálculo seria proporcional, excluindo-se os poucos dias. Tenho interesse na aposentadoria pois preciso da retirada do FGTS para assuntos emergentes, mas não gostaria de prejudicar o valor integral que tenho direito, fosse qual fosse.

    Comentário por Clarice Duarte Teixeira — 04/24/2013 em 8:11

  37. Boa tarde Pardal,

    Tenho 49 anos e sem contar o periodo insalubre que trabalhei em contato com produtos quimicos (08 anos) tenho 33 anos de tempo, se considerar o fator nesses 08 anos, ja poderia aposentar por tempos de contribuiçao

    Comentário por EDILSON nUNES — 04/25/2013 em 17:50

  38. Oi, Clarice, sem completar os 30 anos de contribuição o INSS não vai conceder a sua aposentadoria, porque a aposentadoria proporcional exige um pedágio que ultrapassaria o tempo para aposentadoria integral. De qualquer forma, quando requerer o benefício, você pode informar que a sua pretensão é a aposentadoria integral, lembrando que o fator previdenciário é um redutor que será utilizado, mesmo com o tempo integral. Completado o tempo, você pode telefonar no 135 agendando o pedido.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 04/25/2013 em 23:59

  39. Oi, Edilson, se com a conversão do tempo especial em comum, multiplicando por 1,4 você conseguir atingir os 35 anos de contribuição, pode se aposentar, sim.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 04/26/2013 em 14:05

  40. estou em beneficio desde 2007 por ausilio doença conta como tempo de serviço contribuo desde 1976 servi quartel por 10 meses tenho 57 anos as cpts foram perdidas tenho BO das perdas como que faço para comprovbar ao inss o tempo se serviço para me aposentar

    Comentário por aulo miguel ogliari — 04/29/2013 em 17:35

  41. Caro Pardal
    completo agora em junho 35 anos de contribuição, das quais os ultimos 16 anos como ME individual, tenho 51 anos, eu posso aposentar? Se sim, esta aposentadoria é integral ou proporcional?
    OBRIGADO

    Comentário por Marcos Popin — 04/29/2013 em 21:20

  42. Oi, Aulo, o auxílio-doença conta como tempo de contribuição se houver contribuição antes, quando afastou estava trabalhando ou contribuindo, e depois, quando receber alta deve ter pelo menos um mês de contribuição.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 04/30/2013 em 20:26

  43. Oi, Marcos, com 35 anos completos de contribuição você pode se aposentar com qualquer idade. Ocorre que a aposentadoria é calculada com a média dos maiores salários que representem 80% de todos de julho de 1994 até o início do benefício, multiplicada pelo fator previdenciário que leva em conta a idade e a expectativa de sobrevida.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 04/30/2013 em 21:40

  44. Sr Sergio Pardal tenho 57 anos 32 anos e 7 meses de contribuiçao mais 10 mes de serviço militar(cervi quartel) estou em beneficio desde 2007 posso pedir aposentadoria perdi a carteira de trabalho como que eu fazo para comprovar tempo de contribuiçao vale vale o cnis.cadastro nacional de informaçoes sociais fornecido pelo inss.

    Comentário por aulo miguel ogliari — 04/30/2013 em 23:12

  45. eu tenho 55 anos de idade já trabalho a a 34anos trabalhei 6.6 meses numa impressa estou 17 anos na atual fiz o meu ppe fui regeitado pelo inss mas vou compretar 35 anos em fevereiro 35 anos de trabalho qual seria minha perda o ganho o que vc me aconselha a fazer

    Comentário por luiz paulo — 05/01/2013 em 10:05

  46. Oi, Aulo, os contratos na carteria que você perdeu podem ser comprovados por documentos da época; se constar no CNIS, ótimo.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/01/2013 em 12:50

  47. Oi, Luiz Paulo, a perda será apenas no fator previdenciário. Vale esperar completar os 35 anos, aposentar e solicitar uma cópia completa do processo administrativo para que um advogado especialista e de sua confiança possa avaliar se cabe transformação através de ação judicial.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/01/2013 em 12:52

  48. Olá Pardal, tenho 16 anos de contribuição e 65 anos de idade, eu receberia quanto de aposentadoria, seria um salario minimo??

    Comentário por Ademir Barbato de Souza — 05/01/2013 em 13:18

  49. Oi, Ademir, seria 85% da média dos maiores salários que representem 80% de todos de julho de 1994 até o início do benefício, sendo o divisor mínimo desta média 60% do mesmo período, ou seja, provavelmente o seu benefício será de um salários mínimo.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/01/2013 em 18:54

  50. Sr. Sérgio Pardal, tenho 30 anos de contribuição e 45 anos de idade, trabalhei 05(cinco) anos sem registro. A Empresa na qual trabalhei foi vendida e depois de muitos anos abriu falência como os novos proprietários. Posso pagar esses 05(cinco) anos de uma vez e me aposentar pela proporcional?? ou preciso completar 55anos de idade Como proceder??? Obrigado!

    Comentário por Claudio Wilson Oliveira — 05/01/2013 em 21:13

  51. olá pardal, tenho 38 anos de contribuição, sou funcionário publico e 51 anos de idade, isto porque trabalhei em area de risco e feito a conversão de especial para comum, chega a este tempo, posso me aposentar com salario integral, sem nenhuma perda.

    Comentário por Francisco Evandro s. Mota — 05/02/2013 em 17:02

  52. Oi, Claudio, não é possível pagar cindo anos de uma vez e não existe aposentadoria proporcional. A aposentadoria por tempo de contribuição exige para o homem 35 anos completos de contribuição, com qualquer idade. A idade é utilizada no cálculo do fator previdenciário, redutor do benefício. Assim, você deverá contribuir os próximos 5 anos.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/02/2013 em 17:04

  53. Oi, Francisco, depende de onde você vai se aposentar, se é servidor público já não terá como converter tempo especial para comum porque não existe previsão na lei. Assim, teria que recalcular o seu tempo. De qualquer forma, servidores que ingressaram antes de 15/12/98, podem se aposentar pelo último salário e com paridade de reajuste pelas regras de transição.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/04/2013 em 1:16

  54. boa noite, tenho 50 anos tenho 31 anos de contribuição , gostaria de saber com que idade posso me aposentar com valor integral. Quero saber também se os 12 meses de quartel entram no calculo do tempo.

    obrigado e parabéns pelo site e pelos retornos

    Att
    Jose Carlos

    Comentário por jose carlos pereira rodrigues — 05/04/2013 em 22:26

  55. Oi, José Carlos, o tempo de exército entra sim na contagem de tempo, mas é preciso apresentar a certidão do exército. A aposentadoria por tempo de contribuição exige 35 anos completos de contribuição e ainda tem a incidência do fator previdenciário, contabilizando idade e expectativa de sobrevida, enquanto redutor do valor da aposentadoria. A grande dúvida quanto a buscar a aposentadoria com a média integral é em quanto tempo se recupera o que deixa de receber no período de espera. Eu falo sobre isto em alguns posts deste espaço. De qualquer forma, você deve aguardar completar os 35 anos para então, observando a lei que estará vigente, resolver o que fazer.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/05/2013 em 10:34

  56. Ola, por favor preciso da sua orientação. trabalho na CEF há 29 anos e tenho 8 meses de licença premio . Não suporto mais trabalhar no banco e pedi o meu direito a tirar em dias os meses que tenho direito na licença premio (assim completaria o tempo que preciso para me aposentar pelo INSS), mas o banco se nega a me dar este beneficio alegando que não tem outro empregado pra ficar no meu lugar. O banco tem este direito , eu sou obrigada a aceitar isto??
    Existe alguma multa para o banco? Como por exemplo pagamento em espécie em dobro ? Eu não tenho direito adquirido para que esta licença premio conte como tempo de serviço em dobro? Tenho que procurar um advogado trabalhista para resolver isto? Obrigada

    Comentário por celia brdini — 05/05/2013 em 13:37

  57. Outra duvida, mesmo que não seja em dobro eu posso usar esses 8 meses como tempo de serviço para antecipar minha aposentadoria pelo INSS ?
    Ex: completo 30 anos contribuição INSS em agosto/2014 e já tenho hoje 52 anos. Entao em dezembro/2013 usando a licença premio eu poderia me aposentar? Isto eh um direito automático ou o banco tem que concordar com isto? A quem devo me reportar para que estes 8 meses entre como tempo de serviço?

    Comentário por celia b — 05/05/2013 em 14:21

  58. Oi, Célia, infelizmente contar o tempo de licença-prêmio não gozada em dobro não é mais possível nem para os servidores públicos. Sobre a possibilidade do banco negar o gozo do direito você precisa procurar um advogado trabalhista para ajuizar a devida reclamação. Eu sempre acho que nos casos trabalhistas o melhor caminho é o sindicato dos trabalhadores; costumeiramente o jurídico do sindicato conhece bem o problema que você enfrenta.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/05/2013 em 19:23

  59. Oi, Célia a sua licença-prêmio só está relacionada ao banco em que você trabalha, o INSS não tem nenhuma responsabilidade. Portanto, com o gozo da licença-prêmio o tempo será computado, com as contribuições que o banco terá que fazer; o tempo só vale depois.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/05/2013 em 19:25

  60. Professor,
    Boa tarde ! Tenho 35 anos de idade e 18 anos de contribuição ao Inss, porque começei a trabalhar aos 14 anos com carteira assinada . Agora estou desempregado ( na verdade sou procurador do meu pai em uma empresa ) e quero contribuir para o INSS por fora, qual seria a melhor opção pagar uma aliquota de 11% ou de 20% , e também pergunto na minha situação é melhor aposentar por idade ou por tempo de contribuição .

    Comentário por ALEXANDRE MAGNUS — 05/06/2013 em 17:37

  61. Oi, Alexandre, para ter direito a aposentadoria por tempo de contribuição é preciso contribuir com 20%, e a melhor forma de aposentadoria depende de suas contribuições e de um bom cálculo.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/06/2013 em 23:21

  62. Sr. Sergio,

    Boa tarde!

    Tenho 53 anos de idade com 30 anos e 9 meses de contribuição INSS, posso me aposentar? ainda trabalho e não tenho interesse em parar. O que realmente quer dizer estes 40% de pedágio para aposentar-me na proporcionalidade, estou dentro deste quadro ou não?

    Comentário por Valter Moreira — 05/07/2013 em 12:19

  63. Boa Tarde! Tenho 59 anos, e 24 anos de contribuição pago ao INSS. Continuo trabalhando há 4 anos na mesma empresa, gostaria de saber se se ao completar 60 anos, minha aposentadoria sai sem dá entrada, ou preciso dá entrada na mesma. E também saber o critério do valor da aposentadoria. Agradeço a atenção.

    Comentário por Elima Maria da S Loureiro — 05/08/2013 em 12:22

  64. vou completar 50 anos agora em agosto tenho 35 e cinco de comtribuiçao ja poço me aposentar

    Comentário por silvio rodrigues pereira — 05/08/2013 em 18:30

  65. Oi, Valter, na prática a aposentadoria proporcional não existe mais porque o pedágio de 40% já ultrapassa o tempo necessário para a aposentadoria por tempo de contribuição, com 35 anos completos. Portanto, para você se aposentar falta, pelo menos, 4 anos e 3 meses de contribuição.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/08/2013 em 20:33

  66. Oi, Elima, os benefícios voluntários, como a aposentadoria por idade, só são concedidos quando são solicitados. Tal benefício e calculado em 70% da média com mais 1% para cada ano de contribuição, sendo a média dos maiores salários que representem 80% de todos de julho de 1994 até o início do benefício, sendo o divisor mínimo de tal média em 60% do mesmo período. No site do INSS você pode fazer uma simulação.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/08/2013 em 20:55

  67. Oi, Silvio, com 35 anos completos de contribuição para o INSS pode se aposentar com qualquer idade, o problema é o fator previdenciário (FP), que leva em conta a idade e a expectativa de sobrevida e será um redutor para o benefício. Você pode fazer uma simulação no site do INSS e pode também ver alguns textos meus neste blog demonstrando o que representa o FP e que na grande maioria das vezes vale a pena se aposentar quando se completam as exigências.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/08/2013 em 21:09

  68. Olá Sergio!

    Tenho 48 anos, sou Policial Militar ha 25 anos e 3 meses, to no conselho de disciplina, querem me excluir da da policia militar. Pergunto tenho direito a me aposentar, pois antes de entrar na policia militar trabalhei na agricultura até os 23 anos de idade. tenho como averbar a agricultura para poder me aposentar.

    Comentário por luiz antonio weirich — 05/09/2013 em 11:11

  69. boa tarde,

    estou prestes a me aposentar, vou continuar trabalhando, é obrigatorio comunicar a empresa quando me aposentar~ou não é necessario?

    Comentário por José Augusto — 05/09/2013 em 12:30

  70. Olá, ouvi falar que existe uma lei que a mulher que tem 50 anos e não consegue um emprego pode se aposentar. qual é a lei e onde encontro…
    Desde já agradeço.

    Comentário por Antonia Queiroz — 05/09/2013 em 12:33

  71. Boa tarde!
    Gostaria de esclarecer uma duvida acerca da seguinte questão.
    Determinado funcionário público municipal se aposenta aos 55 anos de idade no ano de 2003, com 35 anos de contribuição. O mesmo opta em continuar trabalhando na mesma instituição, mas com cargo em comissão, visando melhorar a renda familiar. Após aposentado, e ter contribuido 35 anos para a previdencia, o mesmo continuará a contribuir nesse seu novo cargo? se caso continuar, esse tempo será incorporado em sua aposentadoria, quando decidir parar de trabalhar?

    Comentário por Carlos Henrique — 05/09/2013 em 12:49

  72. Boa tarde,

    Minha mãe vai completar no ano que vem 60 anos,e ela paga o INSS por 8 anos 20% sobre o salário minimo.Ela vai poder e aposentar? Desde já agradeço.

    Att.

    Carol

    Comentário por Carolina Nascimento da Silva — 05/09/2013 em 13:59

  73. Pardal, sou profesora concursada pelo município e portadora de deficiência física(nao pelas cotas)tenho 24anos e 11 meses de contribuição pelo INSS e 46 anos.Posso me aposentar pela nova lei do deficiente físico ou tenho que esperar a lei do funcionário público ser aprovada pelo senado?Agradeço a resposta.Minha deficiência é por polio.

    Comentário por nilce hagel — 05/09/2013 em 21:09

  74. Olá, gostaria de esclarecer uma dúvida… tenho 22 anos de contribuição e 38 de idade. Posso me aposentar por tempo de serviço qdo completar 30 anos de contribuição? Estarei com 45 anos… por isso questiono se o fator previdenciário vai me prejudicar… Comecei a contribuir na previdência em abril/1987. O que vc poderia me orientar? Agradeço a atenção!

    Comentário por Dani — 05/09/2013 em 23:59

  75. Oi, me carlos tenho 43 anos sou pescador. tenho 23 anos de contribuição gostaria de saber se tenho direito pra aposentadoria especial devido muitos anos nesse serviço adquirir reumatismo e problema de vista não podendo exercer corretamento meu trabalho oque devo fazer.

    Comentário por Antonio Sousa — 05/10/2013 em 10:22

  76. oi gostaria de saber, eu tenho 27anos de contribuicao de inss se eu posso me aponsentar pela proporcional ou nao minha idade e 55 anos ,

    Comentário por cristina maria martins de paiva — 05/10/2013 em 19:18

  77. Oi, Luiz, se você comprovar através de documentação o tempo rural poderá obter uma certidão e averbar na polícia militar.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/10/2013 em 19:46

  78. Oi, José Augusto, não é necessário avisar a empresa e não existe qualquer impedimento de seguir trabalhando, com exceção da aposentadoria especial que impediria de continuar submetido a condições especiais de trabalho.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/10/2013 em 19:47

  79. Oi, Antonia, infelizmente não vai conseguir encontrar tal lei porque não existe.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/10/2013 em 19:47

  80. Oi, Carlos, se o cargo em comissão não estiver vinculado ao regime próprio de previdência social do servidor público poderá exercer e estará contribuindo para o INSS, caso contrário – com vinculação ao mesmo regime próperio – nem poderá exercer o cargo. Aposentado no regime próprio de servidor público e contribuindo para o regime geral (INSS) também poderá se aposentar neste último.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/10/2013 em 19:50

  81. Oi, Cartolina, a aposentadoria por idade do INSS, aos 60 anos para as mulheres, exige um mínimo de contribuições de 15 anos.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/10/2013 em 19:56

  82. Oi, Nilce, a especial para deficiente é no regime geral, ainda não será aplicada para os servidores públicos.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/10/2013 em 20:03

  83. Oi, Dani, você poderá se aposentar quando completar 30 anos de contribuição, mas o fator previdenciário prejudicará bastante o valor do benefício. Como ainda falta algum tempo, as leis ainda podem mudar. De qualquer forma, o melhor é contribuir com o maior valor possível porque a média se faz com os maiores salários que representem 80% de todos de julho de 1994 até o início do benefício.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/10/2013 em 20:18

  84. Oi, Antonio, se você está incapacitado para o trabalho, não é aposentadoria especial, e sim auxílio-doença e talvez a aposentadoria por invalidez. Você deve requerer o benefício no INSS e passar pela perícia médica.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/10/2013 em 20:53

  85. Oi, Cristina, para se aposentar por tempo de contribuição a mulher precisa ter 30 anos completos; não existe mais a proporcional e a regra de transição não tem mais aplicação.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/10/2013 em 21:07

  86. 0la sr pardal tenho 50 de idade e 31 anos de contribuiçao dez anos de afastamento mas posso pedir aposentadoria por contribuiçao com exito

    Comentário por antonio assis da fonseca — 05/11/2013 em 23:16

  87. Oi, Antonio, a aposentadoria por tempo de contribuição exige 35 anos completos para o homem, e o tempo de gozo de auxílio-doença conta como tempo de contribuição se o trabalhador estava trabalhando e contribuindo antes de se afastar e retorna ao trabalho quando recebe alta.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/12/2013 em 13:46

  88. Olá professor, tenho 53 anos e 25 anos de contribuiçao, pois parei alguns anos quando meus filhos nasceram. Posso fazer as contribuiçoes em atraso para poder me aposentar mais brevemente?

    Comentário por BEATRIZ SILVEIRA — 05/13/2013 em 2:14

  89. BOM DIA
    SR PARDAL
    SEMPRE TRABALHEI E CONTRIBUI COM UM SALARIO MINIMO DE CINCO ANOS PARA CA ESTOU CONTRIBUINDO COM DOIS SALARIOS POSSO ME APOSENTAR RECEBENDO DOIS SALARIOS VOU COMPLETAR 60 ANOS MES QUE VEM

    Comentário por celia regina — 05/13/2013 em 10:33

  90. Olá, Dr. Pardal,

    Gostaria de saber se é possível pedir a desaposentadoria de aposentadado por tempo de contribuição quando a pessoa não se aposentou com idade suficiente?? Pergunto isso para saber se é possível aplicar a situação em que a pessoa se aposenta com 35 anos de contribuição e 50 de idade e apos a aposentadoria continue trabalhando.

    Comentário por priscila — 05/13/2013 em 11:54

  91. Ola Sr. Pardal,

    Completei 50 anos de idade em abril 2013 e restam a partir de hoje ( 13/05/2013 ) 21 dias apra completar 35 anos de contribuição. Jpa fui ao Inss para tirar o CNIS e está tudo registrado la, as empresa nas quais trabalhei e o tempo de serviço tudo certinho. Entao completando esse tempo restante já poderei me aposentar neh ? Se sim ,nao vou eperar ter mais idade porque de uma hora pra outra podem mudar as regras ,mesmo que eu caia no fator previdenciario.

    Comentário por Sérgio S M. Barros — 05/13/2013 em 15:15

  92. Pardal, boa tarde! Tenho 48 anos de idade e faltam 2 meses para completar 30 anos de contribuições. Na sua opinião, a lei pode mudar neste curto tempo que falta? Eu deveria me aposentar agora? Agradeço sua ajuda.

    Comentário por Sandra — 05/13/2013 em 16:05

  93. Oi pardal, tenho 31 anos de contribuição e 51 anos de idade, quanto tempo falta prá aposentar.

    Comentário por Helô — 05/14/2013 em 14:38

  94. Oi, Beatriz, não é nem muito fácil nem muito interessante pagar contribuições do passado. Se estava inscrita como autônoma e pagou pelo menos um mês, é possível pagar o passado, mas fica muito caro e dá algum trabalho. Voce teria que ir ao INSS e manifestar a sua condição de devedora para que façam as contas. Veja quando você parou de contribuir e se valeria a pena contribuir daqui para a frente, os próximos 5 ou 7 anos.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/14/2013 em 15:07

  95. Oi, Célia, a média para o seu cálculo será feita pelos maiores salários que representem 80% de todos entre julho de 1994 e o início do benefício e assim os últimos 5 anos não serão suficientes para atingir o média que você deseja. Porém, é bom observar que também não vale a pena continuar contribuindo por muito mais tempo e ficar sem se aposentar. Você pode fazer uma simulação de quanto será a sua aposentadoria no site do INSS.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/14/2013 em 15:09

  96. Oi, Priscila, a desaposentação é uma luta judicial ainda não resolvida, e pode ser pedido por qualquer trabalhador que, já aposentado, continuou trabalhando e contribuindo, e teria direito a um benefício mais favorável do que o que ele recebe.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/14/2013 em 15:14

  97. Boa tarde!
    Venho por meio deste pedir informcão,sobre aposentadoria,fui operado de hernia de disco L5 e S1 e estou realizando novos exames com possibilidades de me submeter a uma cirurgia (artrodese),então eu gostaria desaber se tenho direito requerer aposentadoria por este problema de saúde,e se com o tempo de contribuição que tenho de 24 grupo de 12 contribuições.

    Comentário por José Carlos dos anjos — 05/14/2013 em 15:15

  98. Oi, Sérgio, provavelmente não valeria a pena esperar mais nada, a não ser completar os 35 anos de contribuição. Se houver a aprovação da lei sobre a fórmula 95, para você ainda restariam 5 anos para se aposentar sem o fator previdenciário. Basta fazer a conta para ver se valeria a pena esperar…
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/14/2013 em 15:17

  99. Oi, Sandra, acho difícil alguma mudança em tão pouco tempo, e ainda faltariam 3 anos e meio para alcançar a fórmula 85 (para as mulheres). Faça as contas, mas provavelmente o melhor e se aposentar quando completar as exigências.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/14/2013 em 15:19

  100. Pardal, bom dia. Tenho 54 anos e 8 meses e 35 de contribuição. É melhor esperar completar os 55 anos para pedir aposentadoria.

    Comentário por jose luiz cabrel — 05/15/2013 em 8:23

  101. Sr.Pardal,tenho 57 anos, quero me aposentar por idade. Contribui com o INSS por oito anos, mas ja fazem 20 anos que não contribuo.
    Se eu começar a pagar agora, o que eu ja paguei conta para completar os 15 anos exigidos…

    Comentário por arnaldo simao — 05/15/2013 em 10:10

  102. pardal oque é aposentadoria especial? meu pai é autonomo e paga essa tal de aposentadoria especial, ele tem 25 anos de contribuição e 63 anos de idade com isso ele se aposenta mais rapido ? att

    Comentário por joao paulo souza — 05/15/2013 em 12:43

  103. Olá, tenho 41 anos e gostaria de saber se é possível se aposentar nessa idade? Penso que se eu pagar o valor do montante que falta eu me aposentar seja possível, ou não? Mesmo pagando é obrigatório uma idade mínima de 48 anos, independente do valor que pago mensalmente para o INSS?
    Muito obrigada pela atenção,

    Comentário por Luciana Maciel — 05/15/2013 em 13:27

  104. Oi, Helô, a aposentadoria por tempo de contribuição para mulher exige 30 anos de contribuição com qualquer idade. O que a idade conta é no cálculo, em razão do fator previdenciário. Você pode fazer uma simulação no site do INSS.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/15/2013 em 20:07

  105. wanderley nascimento
    sr. pardal , tenho 33anos de serviço e 51 anos de idade .gostaria de saber que daria para mim aposentar . sou vigia tenho o ppp sera queda para fazer a convençao .

    Comentário por wanderley nascimento — 05/15/2013 em 20:14

  106. Oi, José Carlos, se você está contribuindo atualmente, pode requerer auxílio-doença e depois converter para aposentadoria por invalidez, passando pela perícia médica do INSS.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/15/2013 em 20:15

  107. oi gostaria de saber que meu amigo de trabalho anda perguntando que se ele pode se aposentar denovo ele tem 63 anos , ele ja esta aposentado pelos anos de serviço mais ele quer se aposentar pela idade tabem para ganhar 2 salarios sera que teria como ? gostaria de saber o mais rapido possivel obrigado

    Comentário por lucas da silva — 05/15/2013 em 20:15

  108. Oi, José Luiz, haverá alguma mudança, mas não muito significativa. Faça uma simulação no site do INSS e poderá ver a diferença.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/15/2013 em 20:39

  109. Oi, Arnaldo, é isto mesmo, se você já cntribuiu 8 anos, faltam 7 para você completar o mínimo necessário. Como com certeza será muito difícil fazer uma boa média, você deve contribuir sobre um salário mínimo.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/15/2013 em 20:43

  110. Oi, João Paulo, ninguém “paga essa tal de aposentadoria especial”; é um benefício por tempo de serviço com o tempo reduzido em razão das condições de trabalho insalubres, periculosas ou penosas. É bastante difícil para o autônomo provar tais condições. Para ele a aposentadoria mais provável e favorável será por idade, daqui a dois anos.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/15/2013 em 21:10

  111. Oi, Luciana, você pode se aposentar com qualquer idade, quando completar 30 anos de contribuição (para a mulher), e não se pode pagar de uma vez, é mês a mês. Neste benefício, o que a idade influi é no cálculo, com o fator previdenciário.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/15/2013 em 21:14

  112. Oi, Wanderley, se você tem os 33 anos de trabalho como vigia armado, com PPP e tudo o mais, solicite a aposentadoria especial para o INSS, que deverá considerar como especial somente até 1995. Assim, com a conversão, é possível se aposentar por tempo de contribuição e depois você pode ajuizar uma ação tentando converter o benefício em especial.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/15/2013 em 21:34

  113. tenho 50 anos . e falta ainda 19 anos para que eu possa me aposentar . eu posso pagar estes 19 e me aposentar

    Comentário por luis — 05/16/2013 em 11:38

  114. olá tenho 53 anos, tenho 20 anos de contribuição e; mais 10 anos de rural tenho os talões de nota que são a prova. será que eu aposento.

    Comentário por aparecida de Fatima vieira marcolino — 05/16/2013 em 14:58

  115. Minha sogra foi dar entrada em sua aposentadoria por tempo de serviço, mas foi informada que faltava mais ou menos 2 anos de contribuição, na época (2011) ela estava com 64 anos.
    Hoje ela está com 66 anos, e tem dúvida se é melhor pagar o que falta de contribuição para aposentar por TS ou, se aposenta por idade. Vimos no noticiário algo dizendo que o INSS estava concedendo aposentadoria por tempo de serviço para pessoas com mais de 60 anos, mesmo faltando alguma contribuição. Isso procede?
    O que você acha melhor?
    Muito obrigada.
    Gilda.

    Comentário por Gilda Barros — 05/16/2013 em 15:11

  116. Oi, Lucas, nenhum seguro social paga para o mesmo segurado duas aposentadorias. Assim, sendo aposentado pelo INSS seu amigo não tem direito a outro benefício.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/17/2013 em 12:31

  117. Oi, Luis, se você pensa em pagar “estes 19 anos” de uma vez só, é claro que não pode. Você, com 50 anos, deve pagar pelo menos os próximos 15 para se aposentar por idade.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/17/2013 em 12:55

  118. Oi, Aparecdia, só requerendo no INSS, com toda a documentação, você saberá o que é possível.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/17/2013 em 13:11

  119. Oi, Gilda, alguma informação está errada: a aposentadoria por idade para a mulher é aos 60 anos, ou seja, a sua sogra já havia passado 4 anos. O que deve ter ocorrido é que faltavam 2 anos para completar o tempo mínimo de contribuições que é 15 anos. Verifique se ela tem mais do que 15 anos de contribuição, inclusive porque a aposentadoria por tempo de contribuição exige para a mulher 30 anos completos. São duas aposentadoria diferentes, por idade e por tempo de contribuição.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/17/2013 em 13:14

  120. Oi Pardal, muito obrigada por sua resposta. A questão é que ela pensa que se aposentar por Tempo de Serviço, o benefício seria melhor (maior), por isso ela não pediu aposentaria por idade. Faltam mais ou menos 2 anos para completar os 30, e a dúvida é se ela paga o restante ou deixa pra lá e se aposenta por idade. Outra questão é que ao longo da vida ela possuiu 3 carteiras de trabalho e 2 foram extraviadas, isso atrapalha? É possível que o INSS forneça um extrato das contribuições pagas?
    E a última pergunta, se ela se aposentar por idade, ela consegue receber esses 6 anos que já passaram?
    Desde já agradecemos, obrigada pelo seu site!
    Bom fim de semana,
    Gilda.

    Comentário por Gilda Barros — 05/17/2013 em 20:48

  121. Trabalhei 9 anos numa empresa privada e mais 22 anos como servidora pública. Já averbei os 09 anos da empresa privada na instituição pública, que totaliza 31 anos de contribuição. Fiz 51 anos em março. Já posso me aposentar ou terei que trabalhar até 55 anos? Existe regra de transição para quem começou a trabalhar antes de 1998. Aguardo reposta. Obrigada

    Comentário por Belisária Maria Pires — 05/18/2013 em 0:36

  122. Sr. tenho 59 anos e 30 de contribuição posso requere a aposentadoria.
    grato

    Comentário por Antonio C. — 05/18/2013 em 15:32

  123. Oi, Belisária, a regra de transição é para a aposentadoria pelo último salário e com paridade de reajustes; para quem tiver 20 anos de serviço público quando for se aposentar, é preciso ter 30 de serviço e 55 de idade; se quando for se aposentar já contar com 25 anos de serviço público, cada ano a mais de contribuição significaria um ano a menos na idade. Portanto, falta para você completar 25 anos de serviço público, em três anos.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/19/2013 em 13:47

  124. Oi, Antonio, para os homens a aposentadoria por tempo de contribuição exige 35 anos completos, e para a aposentadoria por idade são 65 anos de idade com o mínimo de 15 anos de contribuição.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/19/2013 em 13:55

  125. Obrigada doutor Sergio Pardal, suas informações foram muito esclarecedoras!

    Comentário por Belisaria Maria Pires — 05/19/2013 em 19:19

  126. irei completar 60 anos dia 20n de dezembro. e tenho 5 anos de contribu~ção possso me aposentar quando?

    Comentário por maria iza alves da silva — 05/19/2013 em 23:47

  127. Oi, Maria, para se apoentar por idade aos 60 anos teria que ter pelo menos 15 anos de contribuição. Portanto, e você estiver contribuindo atualmente, poderá se aposentar daqui a dez anos, se continuar contribuindo.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/20/2013 em 12:39

  128. Srº sergio pardal estou correndo atras dos documentos que é o ppp tenho 50 anos eu consigo me aposentar somente com tempo de contribuição? este documento ppp ainda esta valendo pra se aposentar? ate obrigado

    Comentário por celio garcia de oliveira — 05/20/2013 em 16:38

  129. Boa Tarde Sr. Sérgio Pardal!

    Pedi ao INSS – CNIS, de acordo com os dados ali inseridos, tenho 34 anos de contribuição. Em 1999 já tinha 21 anos de contribuição.
    Vou fazer 53 anos de idade em Janeiro/2014
    Posso pedir minha aposentadoria proporcional?
    Como será feito esse calculos, pois até 2006, todas minhas contribuíçoes foram pelo valor integral

    Comentário por Aparecido Donizeti da Paz — 05/20/2013 em 17:19

  130. Oi, Célio, o PPP é próprio para a apossentadoria especial, que exige 25 anos de atividade com exposição habitual e permanente aos agentes nocivos a saúde e a integridade física.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/20/2013 em 17:32

  131. Oi, Aparecido, não existe mais aposentadoria proporcional e as regras de transição são praticamente inaplicáveis. Se você completou os 30 com mais o pedágio de 40% (quase mais cinco anos) e pretende o benefício no salário mínimo, seria a única razão para se aposentar de imediato, na chamada proporcional. Em qualquer outro valor, é preciso completar os 35 anos, sob pena de, com quase isto, receber 70% do valor.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/20/2013 em 17:43

  132. Olá tenho 18 anos de trabalho insalubre, mais 5 anos normal, tenho 46 anos de idade convertendo os 18 anos chega a 30 anos de contribuição poderia juntar o tempo que trabalhei na roça anteriormente p/ completar os 35 anos. (Minha mãe é aposentada rural)

    Comentário por Dirceu — 05/20/2013 em 21:25

  133. Oi, Dirceu, depende de provar estes cinco anos de trabalho rural.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/21/2013 em 12:40

  134. Meu marido tem 56 anos de idade, tem 24 anos de contribuição efetiva mais 2 anos auxilio doença e 13 anos de aposentadoria invalidez acidentaria, pode solicitar aposentadoria tempo de contribuição. Somando tudo 38 + 56 = 94 anos. Começou a pagar INSS em 1975 e contribui até 1998 quando entrou de auxilio doença.

    Comentário por ana viana — 05/21/2013 em 17:23

  135. Comecei a pagar o INSS a pouco tempo e fizeram o cálculo de 135,60 o qual achei um valor alto.
    Existe um mínimo que possa pagar?Se eu Se algum dia para pagar a previdência sei que perco o direito mas perco tb o direito por idade?

    Comentário por Juliana Santos — 05/22/2013 em 15:05

  136. boa tarde
    Sergio faz 11 mês que sofri um acidente de moto o problema e que eu sinto dor mas e uma dor suportável mas não consigo ficar muito tempo em pe nem sentada minha pergunta e sera que posso pedir minha aposentadoria tenho 14 anos e seis meses de contribuição
    sera que eu conseguiria
    desde ja obrigado

    Comentário por maria do carmo — 05/22/2013 em 17:13

  137. Boa noite Pardal
    Tenho 25 de contribuição e 47 anos, fiquei 5 anos sem contribuir, continuo contribuindo, posso pagar estes 5 anos retroativos para quando chegar os 53 anos fechar os 35 anos de contribuição e se aposentar.

    Comentário por Celso Rosa — 05/22/2013 em 19:54

  138. boa noite profeçor. min aposentei em 1995. con 4 salario minimo. agora estor con 2 imeio. que fazer para reaver estas perdas. obrigado.

    Comentário por zacarias — 05/22/2013 em 21:05

  139. Oi, Ana, se o seu marido está aposentado por invalidez não pode requerer outra aposentadoria. Este tempo de afastamento (auxílio-doença e aposentadoria por invalidez) só seria contado como tempo de contribuição se ele recebesse alta e voltasse a trabalhar e contribuir pelo menos um mês. E na aposentadoria por tempo de contribuição entra o fator previdenciário reduzindo o valor.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/22/2013 em 22:27

  140. Oi, Juliana, a contribuição do individual é de 20% do seu salário, entre o salário mínimo e o teto máximo. Você pode contribuir apenas com 11% do salário mínimo, mas não teria direito a aposentadoria por tempo de contribuição e ficaria sempre no salário mínimo, inclusive com qualquer benefício em um salário mínimo.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/22/2013 em 23:30

  141. Oi, Maria do Carmo, se você estiver contribuindo no momento, deveria ter solicitado auxílio-doença desde o acidente com a moto; se você está recebendo este benefício deve aguardar as perícias médicas até que a perícia entenda que você ficou inválida. Se você não estiver contribuindo no momento, então não terá direito a nada.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/22/2013 em 23:34

  142. Oi, Celso, se você contribuía como autônomo e retornou a contribuir da mesma forma, poderá pagar a parcela que falta, mas deverá procurar o INSS para ver o cálculo e a forma de pagamento, e muitas vezes não vale a pena.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/22/2013 em 23:40

  143. Oi, Zacarias, por enquanto não é possível, desde 1992 não existiu nenhuma ação sobre a defasagem, as perdas das aposenadoria e pensões, que tenha vitória no STF. É melhor pressionar o Congresso, mandar cartas para a presidenta Dilma e escrever para os jornais; as perdas foram iguais para todo mundo e nenhuma ação tem atualmente chance de vitória.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/22/2013 em 23:42

  144. trabalho com carteira assinada desde 02/05/83, em cartório particular sendo que 1988 o estado encampou o cartório e tornando-se todos funcionário público,já contribui 30 anos de serviço. gostaria de saber se já posso me aposentar.sendo que tenho 30 anos de contribuição mais não tenho idade prevista de 55 anos,pois tenho 48anos de idade. e o que devo fazer para me aposentar.

    Comentário por bernadeth santos da silva — 05/23/2013 em 7:51

  145. Sr Sergio
    Quanto ao retorno ao trabalho para dar baixa na carteira já sabemos. Se no acidente de trabalho conta o tempo como contribuição conforme existe inclusive na página do INSS tempo de contribuição para aposentadoria consta o seguinte:
    período em que o segurado esteve recebendo benefício por incapacidade por acidente do trabalho, intercalado ou não;

    Comentário por Ana Viana — 05/23/2013 em 8:38

  146. Bom dia Sergio, queria saber sobre acumulo de pgts ao inss, tenho 2 empresas e tenho 2 pro labores, e mais duas RPA, recibo de pagto de autonomo em outras duas empresas, somando todas contribuiçoes e RPA meu salario de contribuição para o INSS passa dos 4.000 reais isso conta para calculo de valores ao se aposentar ou simplesmente estou jogando dinheiro fora??
    tenho 42 anos e faltam pelos calculos do INSS 8 anos e meio para me aposentar com 35 anos de contribuição.

    Comentário por Luciano M D — 05/23/2013 em 8:51

  147. prof: Tenho 59 anos de idade e 31 anos de contribuição .estive no INSS para cálculo da minha aposentadoria o valor foi aproximadamente 2.35000 devido o fator se eu esperar até fevereiro do ano que vem ,aposentarei por idade e este valor sobe para 2.809,00.Gostaria de saber:
    1- se devo esperar.
    2 -se devo contribuir mais uma ano
    3 -se este 1% a acrescido sobre cada ano a mais de contribuição seria sobre um salário (67,00),ou sobre o valor que eu vou receber que seria mais ou menos (280,00). Grata.

    Comentário por jade valent — 05/23/2013 em 11:37

  148. Sérgio, Fiz 35 anos de contribuição e tenho 54 anos, assim já posso me aposentar. A dúvida é: faz mais de dois anos que entrei com uma ação contra o INSS pedindo aposentadoria levando em conta o tempo ruralista, não reconhecido pelo INSS e em primeira instância foi reconhecido. o INSS recoreu e agora aguarda a segunda instância. Pergunto; posso me aposentar agora normalmente e quando sair a decisão da justiça for favoravel a mim onde teria até valores atrasados para receber o que fazer? vou receber este atrasado ou perco tudo.

    Comentário por Abrao Oliveria Silva — 05/23/2013 em 12:00

  149. Oi, Bernadeth, sendo servidora pública, existe a exigência de idade mínima de 55 anos. Existe a regra de transição que permitiria se aposentar com 48 anos (mulher) mas com o pedágio de 20% do tempo que faltava em 15/12/1998 para a aposentadoria integral e 40% para a proporcional. Os valores dos benefícios nesta regra de transição não são muito favoráveis.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/23/2013 em 13:28

  150. Oi, Ana, é muito difícil receber auxílio por acidente do trabalho quando não se está empregado, trabalhando. Em condições de desemprego é mais difícil provar o nexo causal, inclusive porque poderia suscitar uma reclamção trabalhista de reintegração. De qualquer forma, se na página do INSS dizem que tal tempo conta, intercalado ou não, ótimo!
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/23/2013 em 13:42

  151. Oi, Luciano, infelizmente você está jogando dinheiro fora, só vale o limite e ainda complica na soma. O melhor é conseguir uma fonte apenas no limite máximo, em uma das suas empresas, e informar todos os outros para que não seja descontado o seu INSS. Lembre que a contribuição do segurado/trabalhador não deve ultrapassar o limite, mas o empregador/contratando paga 20% sobre tudo.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/23/2013 em 13:45

  152. Oi, Jade, 1- deve esperar completar os 60 anos; 2 – não precisa contribuir mais um ano; 3 – o cálculo é feito em 70% da média com mais 1% para cada ano de contribuição com o máximo de 100%, ou seja, no seu caso não muda nada.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/23/2013 em 13:53

  153. Oi, Abrão, pode se aposentar sem qualquer problema, não interfere em nada na ação judicial. Apenas avise ao seu advogado para que no caso de vitória na ação, ele saiba como fazer o cálculo de execução.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/23/2013 em 13:54

  154. Não conseguimos entender, se aposentadoria invalidez é temporaria, atingido tempo de carência e tempo de contribuição somando o periodo do auxilio doença e aposentadoria invalidez acidentária, por que não pode ser solicitado aposentadoria por tempo de contribuição se no próprio site do inss diz que sendo invalidez acidentaria conta como tempo de contribuição intercalado ou não?
    Porque entra fator previdenciário??

    Comentário por ana viana — 05/23/2013 em 15:03

  155. Ola Pardal, primeiramente, vc eh 10, parabens pelo trabalho desenvolvido.

    Gostaria de saber tenho uns 10 hectares de terra desde 1989, nessa terra tenho um gadinho pouco, sendo umas 10 cabeças, faço plantações para mim mesmo, nunca tive funcionário registrado, apenas tenho um amigo que mora la para olhar o gado mas sem vinculo empregatício. em 2003 vendi essa terrinha e em 2004 recebi outra por doação e até o momento a tenho. compro vacina para minhas vaquinhas e só. não tenho renda ou melhor lucros com essa terra. assim queria saber se posso aposentar como rural, inserido no INCiso 2º alinea II como segurado especial?

    Comentário por Arnaldo Alves Fernandes — 05/23/2013 em 15:19

  156. Boa tarde prof: tenho 52 anos e 30 anos completo de TS gostaria de saber se já posso aposentar-me,no meu calculo junto a previdência deu uma msg, pedagio p/apos.proporcional 03anos 10m e 13dias
    o que significa? tempo a cumprir p/apos.prop.0a0m0d? quero continuar a trabalhar posso?
    obrigada.

    Comentário por sonia b dos santos — 05/23/2013 em 15:21

  157. Dr. Sérgio. Muito obrigado pelo esclarecimento. Que o Sr. seja abençoado com as benças de Deus pela disposição que tem em ajudar as pessoas. Não esquecerei da sua ajuda.

    Comentário por Abrão — 05/23/2013 em 15:47

  158. prof. gostaria de saber se posso aposentar pela proporcional, tenho 29 anos e 02 meses de contribuição e 56 anos de idade.

    Comentário por Maria Aparecida S.Marcato — 05/23/2013 em 16:32

  159. Sérgio, Fiz 35 anos de contribuição e tenho 45 anos, assim já posso me aposentar.
    QUANTO TEMPO FALTA?

    Comentário por HELIO LESSA — 05/23/2013 em 18:48

  160. Bom noite Sérgio,
    Gostaria de sua ajuda no que tange a aposentadoria por idade de meu pai, ele tem 69 anos e perdeu as CFTs e a atendente do INSS informou que ele teria que ir nas empresas que trabalhou pedir uma declaração, acontece que muitas fecharam as portas e pelo avançar do tempo não temos como contactar os proprietários, existe outro meio?
    Em tempo o INSS não aceitou a RAIS.
    Grato pela atenção.

    Comentário por Allemander — 05/23/2013 em 18:48

  161. Oi, Ana, eu não entendo é a sua dúvida: na aposentadoria por tempo de contribuição o fator previdenciário é obrigatório, reduzindo o valor do benefício, porque assim diz a lei. Na aposentadoria por invalidez o cálculo é mais favorável, sem a incidência do fator previdenciário que é um redutoR.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/23/2013 em 18:57

  162. Oi, Arnaldo, atualmente todos os segurados devem estar contribuindo, ou seja, se como segurado especial você não efetuou contribuições, não terá direito a benefícios. Você teria que procurar o INSS e resolver a inscrição e as contribuições.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/23/2013 em 19:02

  163. Oi, Sonia, para as mulheres a aposentadoria por tempo de contribuição exige 30 anos completos, com qualquer idade. A aposentadoria proporcional nem pode ser considerada. A concessão da aposentadoria não exige a rescisão contratual, e assim, você pode continuar trabalhando quanto tempo quiser.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/23/2013 em 19:03

  164. Oi, Maria Aparecida, não existe mais a aposentadoria proporcional. A aposentadoria por tempo de contribuição exige para a mulher 30 anos completos, com qualquer idade.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/23/2013 em 19:17

  165. Oi, Helio, a aposentadoria por tempo de contribuição no INSS exige 35 anos completos de contribuição com qualquer idade. No site do INSS você pode fazer uma simulação para saber o valor.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/23/2013 em 19:21

  166. Oi, Allemander, sem as carteiras de trabalho é preciso ter documentos da época, como cópia do livro de registros das empresas empregadoras.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/23/2013 em 19:23

  167. Olá Sergio! Sou Rilda, professora tenho 48 anos e 26 anos de contribuição pelo regime próprio de aposentadoria, gostaria de saber se posso aposentar-me proporcionalmente ou integral?

    Comentário por RILDA ANGELA DA SILVA — 05/23/2013 em 19:27

  168. Pardal,
    tenho 51 anos, 31 anos de contribuição, trabalhei em uma empresa por 24 anos, em um setor trabalhei por 8 anos em impressoras laser, na qual o esta trabalhamos em área exposta sem alguma proteção nos ouvidos, e os técnicos desta impressoras falaram que esta operava com ruidos acima de: 90 decibés e também com TONNER sem nenhuma proteção. Quando fui demitido, pedi o formulário do PPP e a firma me negou, o que fazer agora ??

    Comentário por Marcos Lobo — 05/23/2013 em 23:58

  169. Certo Pardal, porém sempre trabalhei na cidade, devo ter em média uns 20 anos de contribuição com carteira assinada tem uns dois anos q nao mais contribuo pois tento aposentar. hj tenho 62 anos e ai posso como contribuinte especial rural?

    Comentário por Arnaldo Alves — 05/24/2013 em 9:07

  170. Obrigado pela atenção

    Comentário por Allemander — 05/24/2013 em 10:55

  171. Bom dia Sergio Pardal, gostaria de tirar uma dúvida, tenho 60 anos e só tenho 10 anos de contribuição, gostaria de saber se posso pagar os 5 anos restantes de uma vez para q eu possa me aposentar?
    Desde já agradeço.

    Comentário por Maria Rocha — 05/24/2013 em 11:05

  172. Bom dia,

    Gostaria de um esclarecimento, tenho 57 anos e 35 de contribuição, é vantagem aposentar agora ou esperar um melhor momento, se é que ele vai vir.

    Grato

    Comentário por Lima — 05/24/2013 em 11:30

  173. obrigada professor pelo excelente trabalho.

    Comentário por sonia b dos santos — 05/24/2013 em 15:33

  174. Olá, é possivel se aposentar por idade proporcional quem tem 60 anos de idade e 10 anos de contribuição??

    Comentário por Karin — 05/24/2013 em 17:14

  175. Boa noite!
    Tenho 31 anos de contribuição e 43 de idade. Quando eu poderei me aposentar?
    Se eu continuar trabalhando poderei pedir uma revisão após quanto tempo?

    Grato

    Comentário por Mauricio Souza — 05/24/2013 em 19:10

  176. Oi, Rilda, o regime próprio que você fala deve ser como servidora pública, então você deve consultar o instituto sobre as regras de transição, porque provavelmente está próximo de completar as necessidades da regra de transição, mas com um resultado bastante reduzido de benefício. Para as regras de transição que dispõe o benefício pelo valor do último salário e com paridade de reajustes, é preciso somar o tempo de serviço com a idade e completar 85, sem diferença para as professoras.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/24/2013 em 19:51

  177. Oi, Marcos, se o seu despedimento não foi há mais de dois anos, você deve entrar com uma reclamação trabalhista contra a empresa exigindo o PPP; se já se passaram dois anos, ficará bem mais difícil.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/24/2013 em 20:11

  178. Oi, Arnaldo, para se aposentar por idade como rural é preciso estar nesta atividade quando requerer o benefício e ter no mínimo 15 anos de contribuição como tal.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/24/2013 em 20:20

  179. Oi, Maria, não pode não. O tempo de contribuição exige pagamento mês a mês ou prova da dívida, por exemplo um contrato de trabalho que o empregador não contribuiu.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/24/2013 em 20:23

  180. Oi, Lima, faça os cálculos pela simulação no site do INSS e veja as diferenças possíveis. Na grande maioria das vezes o que o trabalhador deixa de receber no benefício levará muito tempo para recuperar com a diferença no valor.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/24/2013 em 20:25

  181. Oi, Karin, não existe aposentadoria proporcional, a aposentadoria por idade para as mulheres exige 60 anos de idade e no mínimo 15 anos de contribuição. Assim, só resta contribuir por mais cinco anos.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/24/2013 em 20:44

  182. Oi, Maurício, a aposentadoria por tempo de contribuição no INSS exige 35 anos completos de contribuição com qualquer idade. Não existe qualquer revisão no benefício após qualquer tempo, mesmo se continuar trabalhando; a desaposentação para receber benefício mais favorável é uma tentativa através de ações judiciais e não tem previsão legal.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/24/2013 em 20:46

  183. Sou funcionária do município a 15 anos, tenho 45 anos e comecei a pagar o carne do INSS como autónoma em outra atividade que tenho, além do que possuo ainda 5 anos de contribuição de empregos anteriores ao CP.Pergunto. Poderei também me aposentar pelo INSS?? Ainda assim poderei averbar os 5 anos de carteira sem que isso comprometa essa possível aposentadoria??? E qual tipo de aposentadoria eu teria direito?? Desde já agradeço pelo esclarecimento.

    Comentário por Monica lemos — 05/25/2013 em 11:20

  184. Oi, Monica, se você quiser se aposentar no INSS e no regime próprio de sua prefeitura, deverá manter as contribuições em cada regime. Nos dois regimes existem as aposentadorias por tempo de contribuições e por idade, além dos benefícios para riscos inesperados, como auxílio-doença e aposentadoria por invalidez.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/25/2013 em 16:44

  185. Olá professor! Quero saber sobre a minha aposentadoria se tenho direito, deixei de pagar a contribuição do INSS a mais de 8 anos, trabalhei 25 anos como torneiro mecânico tendo o direito a salubridade já estou com 62 anos eu posso continuar a pagar? Ou não é preciso? Por gentileza passar me as informações.
    Grato: Joaquim.

    Comentário por Joaquim Lino de Jesus — 05/25/2013 em 21:06

  186. oi Professor Sergio, tenho 65 anos, trabalhei como professora em escola publica por 12 anos pagando mais de 1 salario minimo e paguei 3 anos no INSS em cima de 1 salario minimo como será feito o calculo da minha aposentadoria, seria 85% da média dos maiores salários que representem 80% de todos de julho de 1994 até o início do benefício, sendo o divisor mínimo desta média 60% do mesmo período?

    Comentário por jussara santos — 05/26/2013 em 13:57

  187. SERGIO PARDAL F.

    Gostaria de um esclarecimento tenho 57 e 35 anos de contribuição e 4 anos de insalubre é vantagem se aposentar agora.

    Comentário por Nildo Isauro de jesus — 05/26/2013 em 19:34

  188. Oi, Joaquim, para ter direito a aposentadoria especial você deve comprovar a exposição habitual e permanente aos agentes nocivos de forma habitual e permanente, através de informações das empresas empregadoras (antigo SB40, atual PPP). Para a aposentadoria por tempo de contribuição são necessários 35 anos completos e para a aposentadoria por idade, aos 65 anos para o homem, são necessários no mínimo 15 anos de contribuição. Observe que a média para todos os benefício é dos maiores salários que representem 80% de todos de julho de 1994 até o início do benefício, sendo o divisor mínimo em 60% do mesmo período. Para a aposentadoria por tempo de contribuição ainda entra o fator previdenciário. Se você estava contribuindo até agora, seria interessante seguir contribuindo até os 65 anos para completar uma boa média.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/26/2013 em 20:13

  189. Oi, Jussara, provavelmente os 15 anos de contribuição que você tem são para o INSS, e assim a sua conta está corretíssima, serão 85% da média como você descreve.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/26/2013 em 20:22

  190. Oi, Nildo, você pode fazer uma simulação no site do INSS e verificar; conforme falo em alguns posts deste blog, na grande maioria das vezes o dinheiro que você deixa de receber adiando a aposentadoria levaria muito tempo para recuperar com a diferença no benefício.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/26/2013 em 20:28

  191. Gostaria de um esclarecimento tenho 54 anos e
    tenho 12 de anos de contribuição pelo INSS e o
    meu pai era pescador já falecido que saber se eu tenho direito do meu pai,.

    Obs O meu pai contribui com a pesca.

    Lidia

    Comentário por Lidia Zelia de Jesus — 05/27/2013 em 10:24

  192. Oi, Lidia, o direito à aposentadoria especial como pescador só teria o trabalhador em si, sem qualquer transmissão deste direito aos filhos. Assim, com 54 anos de idade e 14 de contribuição, você ainda não tem direito a se aposentar. Poderá se aposentar aos 60 anos, por idade, tendo no mínimo 15 anos de contribuição.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/27/2013 em 12:55

  193. Olá Dr Pardal! Tenho 44 anos e 28 anos e 3 meses de TB , minha dúvida é : Se a lei 85 95 for aprovada , serei obrigada a me adequar a ela e esperar ainda mais tempo para me aposentar , ou basta cumprir os 30 anos mesmo passando pelo FP . OBRIGADA

    Comentário por Fernanda Matheus — 05/27/2013 em 13:22

  194. Boa tarde, gostaria de saber uma mulher que tem 12 anos de contribuição e 55 anos de idade tem possibilidade de requerer aposentadoria?

    Comentário por TAINARA — 05/27/2013 em 14:42

  195. Ola Sergio.

    EU TENHO 24 ANOS E JÁ TRABALHEI 9 ANOS COM REGISTRO NA CARTEIRA E CONTRIBUI COM O INSS NO MESMO PERÍODO,SAI DA OUTRA EMPRESA EM MARÇO/2013 AGORA ESTOU EM OUTRO EMPREGO MAIS COM UM CONTRATO DE TRABALHO E SÓ VOU SER REGISTRADO EM OUTUBRO, GOSTARIA DE SABER SE EU DEVO PAGAR O INSS AUTÔNOMO DE 11% MAIS EM CIMA DE QUE VALOR, DURANTE ESSE TEMPO SEM REGISTRO.

    Daniel

    Comentário por DANIEL SILVA — 05/27/2013 em 15:32

  196. Oi, Fernanda, a lei da fórmula 95/85 não prevê a somatória como exigência para a concessão do benefício, e sim apenas a isenção da aplicação do fator previdenciário. Portanto, mesmo que lei seja aprovada, completando os 30 anos você poderá se aposentar.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/27/2013 em 19:19

  197. Oi, Tainara, a aposentadoria por idade para as mulheres exige 60 anos de idade e o mínimo de 15 anos de contribuição.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/27/2013 em 19:40

  198. Oi, Daniel, se você está trabalhando através de um contrato de prestação de serviços para uma empresa, a contratante estará descontando 11% da sya remuneração e desta forma você não precisa contribuir mais nada. De qualquer forma, entre março e outubro deste ano são poucos meses para valer a preocupação.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/27/2013 em 19:43

  199. Dr. Pardal tenho uma duvida gostaria que me respondece se posivel trabalhei numa enpresa de 1989 a 1991 recebia um valor no holerite de isalubridade quando fui demitido não me entregaram o ppp agora quando pedi o mesmo eles me entregaram um B.O dizendo que ouve um incendio no arquivo morto da empresa e eles não tem nenhum documento da epoca, o setor que eu trabalha foi desativado a muito tempo.A duvida é a empresa é obrigada aprovidenciar o ppp ou não o que fazer?

    Comentário por Dirceu Rosa — 05/27/2013 em 20:04

  200. Oi, Dirceu, as obrigações da empresa têm prazo para serem exigidas. Assim, será difícil exigir agora.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/27/2013 em 20:25

  201. Olá, Sr. Sérgio! Sou professora com carteira assinada desde o ano de 83. Atualmente, atuo na área de supervisão pedagógica. Acontece que , como sou cardiopata, durante meu tempo de serviço, já fui submetida a “duas cirurgia cardíacas” e, fiquei afastada do trabalho ,durante as duas cirurgias. Esse tempo que fiquei afastada, conta para minha aposentadoria ou terei que pagar com o trabalho? Tenho algum direito especial, uma vez que minha cardiopatia era da classe funcional 3? Obrigada.

    Comentário por Thereza Dondoni — 05/28/2013 em 0:28

  202. Dr. Sergio, desconsidere o e-mail acima, estou de beneficio desde 2010, fui cortado pelo INSS, mais entrei na Justiça Federal, passei um ano esperando a decisão, foi favorável ao meu retorno, conforme Laudo da Perita Federal, não tenho condições para atividade Laboral, já tenho 3 anos de Beneficio, com esse Laudo, receitas e atestados do Psiquiatra, mesmo estando de Beneficio posso pedir minha aposentadoria por INVALIDEZ, tenho 52 anos, e 33 de contribuição. aguardo resposta e muito obrigado pela a atenção.

    Comentário por paulo de araujo rego — 05/28/2013 em 8:58

  203. Pelo que eu sei a empresa não esta descontando nada, ela só me paga o valor que eu combinei com ela pelo serviços prestados.

    Comentário por DANIEL SILVA — 05/28/2013 em 9:06

  204. Bom dia Sr. Sergio, tenho 49 anos vou completar 50 anos agora em Junho, já tenho em registro 33 anos de trabalho sem contar com alei de 1998, provavelmente tenho alguns anos de insalubridade gostaria de saber se posso entrar com munha aposentadoria por tempo integral e se vou receber próximo ao teto considerando que pago em cima do mesmo, que é R$ 4.112,00.

    AGUARDO SEU RETORNO,

    Comentário por jose Ednilson — 05/28/2013 em 11:05

  205. oi professor gostaria de saber se quando eu completar as 180 contribuições que são 15 anos ja posso deixar de pagar o carne e esperar ate completar os 60 anos Obs: sabendo que ja contribui 10 anos e tenho 49 anos.

    Comentário por tatiane barbosa — 05/28/2013 em 12:00

  206. Boa tarde! Tenho 47 anos de idade e 25 anos de contribuição. Em 1988 foi quando comecei a contribuir, em 1995 até hoje eu tenho pago além das 12 competências a competência 13. De 1988 até 1994 eu não paguei a competência 13. Daqui há alguns anos quando eu for me aposentar por tempo de contribuição, quais os problemas que eu terei? Não terei o 13º salário?

    Comentário por Simone — 05/28/2013 em 15:24

  207. eu gotaria de saber ja tenho 30 anos de contribuição 55 anos de idade e ganho 3,000.00 mil reais si eu dar entrada guanto vou receber de aposentadoria por favor

    Comentário por maria is bertin — 05/28/2013 em 16:18

  208. Sou funcionaria desde 01/02/1985,na Prefeitura municipal fui efetivada em 1991 atraves de concurso publico como Tecnico de Administração e por ultimo em 2009 fiz concurso para evoluir na carreira como Auditor de Tributos, quando é que eu tenho direito para me aposentar na integralidade e quando tenho direito ao meu abono de permanência.

    Muito obrigada pela atenção.

    Comentário por Cristina — 05/28/2013 em 17:58

  209. Gostaria de saber quanto tempo ainda tenho que pagar o INSS, uma vez que já paguei 25 anos e pretendo me aposentar com 25 anos de contribuição(proporcional) pois trabalho desde 1977, fiquei alguns anos sem contribuir mas já estou pagando novamente a l ano e 5 meses, sei que tem um pedágio, uma vez que em 16/12/1998,eu já havia pago 20 anos…Só me confirme se ainda tenho que pagar 2 anos???

    Comentário por ELENI BORGES — 05/28/2013 em 23:10

  210. Caro Dr Pardal tenho 27 anos de serviço na policia militar d sp, mas fui demitido a uma semana. pergunta: onde entro c o pedido de aposentadoria ?

    Comentário por clesio jose pires — 05/29/2013 em 0:56

  211. Bom dia ,gostaria de saber se o tempo que trabalhei como torneiro mecanico de 1978 a 1985 é especial através da profissão e se tenho que apresentar algum documento.

    Comentário por Eurico nes dos Santos — 05/29/2013 em 9:54

  212. Obrigada, Dr. Pardal.

    Achei interessante a noticia que saiu no TRF1, justamente sobre isso.
    Segue o link para conhecimento.
    http://portal.trf1.jus.br/portaltrf1/comunicacao-social/imprensa/noticias/jurisprudencia-permite-desaposentacao-a-segurado-do-inss.htm

    Comentário por priscila — 05/29/2013 em 14:37

  213. Olá,Pardal,tenho 48 anos e trabalho como professora há 28 anos,preciso esperar os 50 anos para me aposentar.

    Comentário por Lauricelia — 05/29/2013 em 17:39

  214. Boa tarde Sergio!
    Bom meu pai trabalhou 13 anos com carteira, assinada,mas depois não continuou pagando INSS, mas hoje encontra em quadro em que não tem condições de trabalhar. Tenho duvidas se ele conseguiria o benefício de se aposentar?Pois esta passado por um tratamento cronico.
    Obrigada

    Comentário por Taíza Ferreira — 05/29/2013 em 17:41

  215. Oi, Thereza, eu entendo que o tempo de afastamento deve ser computado da mesma forma que o tempo em atividade, mas o INSS provavelmente não aceitará como tempo especial de professora. De qualquer forma, se você já completou 30 anos de contribuição, o tempo de afastamento será contado como tempo comum, com direito a aposentadoria por tempo de contribuição.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/29/2013 em 21:00

  216. Oi, Paulo, na ação judicial em que você requereu o retorno do benefício auxílio-doença, poderia também ter requerido a conversão em aposentadoria por invalidez. De qualquer forma, tal conversão só ocorrerá após passar em perícia médica do INSS. Portanto, você precisa observar bem a decisão da justiça para pensar em requerer a conversão. Provavelmente a ação que você moveu foi sem advogado, o que sempre dificulta muito o resultado.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/29/2013 em 21:04

  217. Oi, Daniel, se o seu contrato de prestação de serviços está legalmente relacionado no departamento pessoal da empresa, ela seria obrigada a pagar o INSS, 20% dela e descontando 11% de você.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/29/2013 em 21:05

  218. Oi, José Ednilson, a aposentadoria por tempo de contribuição exige 35 anos completos; se você provar o tempo especial (informações das empresas empregadoras, antigo SB40, atual PPP), ele poderá ser multiplicado por 1,4 para a contagem do tempo. E o cálculo é feito pela média dos maiores salários que representem 80% de todos de julho de 1994 até o início do benefício, o que fica abaixo do teto atual, e é multiplicada pelo fator previdenciário, levando em conta a idade e a expectativa de sobrevida, sempre reduzindo o valor final. Ou seja, completando 35 anos de contribuição poderá se aposentar, mas o valor ficará bem abaixo do teto atual.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/29/2013 em 21:09

  219. Oi, Tatiane, a aposentadoria por idade, aos 60 anos para a mulher, realmente exige o mínimo de 15 anos de contribuição, e assim, você poderia parar de pagar e aguardar a idade; porém, existe outros benefícios do INSS mais importante e que exigem a qualidade de segurado, tem que estar contribuindo para ter direito a auxílio-doença, aposentadoria por invalidez ou pensão por morte. Os benefícios que não são com data certa, exigem a qualidade de segurado.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/29/2013 em 21:28

  220. Oi, Simone, só contribuem sobre o 13º salário os empregados, e isto não significa um mês a mais. Portanto, o segurado contribuinte individual não deve pagar sobre o 13º porque ele não existe e não será contado. Para os empregados, a contribuição sobre o 13º é somada à de dezembro, só não podendo ultrapassar o limite máximo. Mesmo para o contribuinte individual, que não contribui 13 vezes por ano, todos os benefícios de prestação continuada, aposentadoria e auxílios, pagam o 13º salário.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/29/2013 em 21:48

  221. Oi, Maria, no site do INSS você pode fazer uma simulação do valor da sua aposentadoria; eu não faço cálculos, apenas os comento.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/29/2013 em 21:49

  222. Oi, Cristina, as regras de transição para os servidores públicos exigem que você complete 30 anos de contribuição com mais 20% do tempo que faltava em 15/12/98, além dos 48 anos de idade, para ter direito à aposentadoria; só então pode requerer o abono de permanência ao invés de se aposentar. Para se aposentar pelo último salário e com paridade, existem as regras de transição das emendas 41/03 e 47/05; com 55 anos de idade e 30 de contribuição é preciso ter 20 anos de serviço público e 10 na carreira; com a somatória idade e contribuição alcançando 85, são necessários 25 anos de serviço público e 15 na carreira.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/29/2013 em 22:42

  223. Boa noite,em 28Jun2010 foi apurado pelo INSS meu tempo de contribuição 31anos 11meses 3dias,
    vou completar 55 anos em 01out2013. Pergunto se a partir de Outubro posso entrar com meu pedido de aposentadoria por tempo de contribuição, mesmo sabendo do fator previdenciario. Obrigado.

    Comentário por Minoru Wakimoto — 05/29/2013 em 23:58

  224. Oi, Eleni, a aposentadoria proporcional não existe mais desde 1998. O “pedágio” é calculado em 40% do tempo que faltava em 15/12/98, e assim, se faltavam apenas 5 anos para você completar, o pedágio é de mais 2 anos. Com 25 completos, faltam apenas os 2 de pedágio. Provavelmente o benefício será de um salário mínimo.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/30/2013 em 0:26

  225. Olá

    preciso de ajuda, não sei a quem devo procurar
    a minha mãe trabalhou 30 anos como professora de escola publica, e com muito esforço terminou a faculdade de pedagogia a 2 anos. ela resolveu se aposentar, o que ela teria pra receber???
    e de quanto seria a aposentadoria por mês?

    pq ela não recebeu.

    Comentário por edinete azevedo — 05/30/2013 em 10:57

  226. Bom dia!
    Dr.Pardal.
    No ano de 2014 vou completar 35 anos de contribuição p/inss e 50 anos de idade,compareci no INSS o atendente me informou que eu tenho que esperar completar 53 anos de idade.para ter o beneficio.
    Procede essa informação,ou ele esta equivado,pelo que o Sr.tem comendado a idade não é o problema para ser aposentar.
    Vou ter que entrar na justiça?
    Para ter os meus direitos.

    Comentário por osvaldo teixeira — 05/30/2013 em 11:14

  227. Olá, dr Pardal… admirada com a atenção que dá a todas as dúvidas aqui postadas. Parabéns!
    Bom, preciso tbém dos seus conhecimentos: Meu sogro tem 18 anos de contribuição, faz alguns anos que parou pois começou a cuidar de uma pequena cantina em casa. Ele pode se aposentar antes por tempo de contribuição ou tem que esperar completar seus 65 anos???

    Grata

    Comentário por Suellyn — 05/30/2013 em 11:23

  228. Oi, Clesio, não dá para entrar com pedido de aposentadoria em lugar nenhum. Na Polícia Militar você precisaria ter 30 anos completos para se aposentar, lembrando que vale tempo de fora anterior que tenha sido averbado. Já no INSS são necessários 35 anos completos de contribuição. O tempo da PM pode ser levado para o INSS, mas vale como tempo comum.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/30/2013 em 12:45

  229. Oi, Eurico, para garantir como tempo especial é preciso ter as informações das empregas empregadoras (antigo SB40, atual PPP). Na impossibilidade de tal documento é possível tentar judicialmente apenas com o título da atividade em carteira, mas não é muito fácil.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/30/2013 em 13:15

  230. Olá, meu pai recebia aposentadoria por idade como rural, ele abriu uma firma em seu nome mas não chegou a exercer atividade. A previdência cortou a aposentadoria por ele ter a firma. É possível recorrer dessa decisão? É irreversível? Foi feito uma defesa alegando que a firma está inativa e não tem atividade mesmo assim foi indeferido o pedido recebimento da aposentadoria.

    Comentário por Sergio — 05/30/2013 em 14:48

  231. Oi, eu tenho 35 anos, sou professora da rede municipal, já contribuí com o inss durante 16 anos e vou pedir demissão do município. Gostaria de saber se posso pedir aposentadoria com um salário mínimo?

    Comentário por Regi Cavalcante — 05/30/2013 em 19:30

  232. Boa Noite,
    Sr. Pardal.

    1ª PERGUNTA.

    Minha esposa trabalha como faxineira terceirizada no INCA á 14 anos no setor de laboratório.

    Gostaria de saber se o INSS vai aceitar o PPP como insalubridade.

    2ª PERGUNTA

    Ela solicitou junto ao inss o CNIS, e não apareceu uma Empresa que ela trabalhou 3 anos, com registro na carteira profissional.

    Gostaria de saber se ela é que tem que comprovar este tempo de contribuição ou o INSS vai aceitar este tempo de trabalgo.

    PS. Ela não esta encontrando mais esta empresa, no Rio de Janeiro. Porque ela e de São paulo.

    Agradeço desde já,
    Fico no aguardo desta resposta.
    Paulo.robcampos@hotmail.com

    Comentário por PAULO CAMPOS — 05/30/2013 em 20:50

  233. Quer dizer que eu terei que completar os 30 anos de contribuição?…Se eu quizer aposentar com 25 anos de contribuição mais o pedágio de 2 anos, que daria 27 anos de contribuição não poderei aposentar?…quanto ao valor sempre paguei sobre 3 salários mínimos,receberei apenas um salário mínimo quando aposentar?…eu sei que calculam sobre os 80 maiores salários de contribuição foi o que me informaram no INSS…e descontam o fator previdenciário caso queira aposentar proporcionalmente…mudou o sistema novamente???

    Comentário por ELENI BORGES — 05/30/2013 em 21:57

  234. Oi, Lauricelia, se você é professora da rede pública, vinculada a um regime próprio de previdência, deverá esperar os 50 anos para se aposentar pelo último salário mantendo a paridade de reajuste. Para se aposentar pela média, seria preciso fazer a conta do tempo de professora até 15/12/98, de acordo com a regra de transição das ECs 20/95, 41/03 e 47/05. Se for professora da rede privada, inscrita no INSS, não existe limite de idade, mas sim o fator previdenciário, redutor no cálculo.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/30/2013 em 22:32

  235. Oi, Taíza, infelizmente não é possível conseguir qualquer benefício sem a qualidade de segurado. Talvez a melhor saída seja completar os 15 anos de contribuição, pagando mês a mês, para se aposentar por idade, 65 anos para os homens.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/30/2013 em 22:37

  236. Oi, MInoru, a aposentadoria por tempo de contribuição exige 35 anos completos de contribuição, com qualquer idade. O fator previdenciário é utilizado nos cálculos com base na idade e na expectativa de sobrevida.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/30/2013 em 23:13

  237. Oi, Edinete, provavelmente sua mãe, como professora da rede pública, está vinculada a um regime próprio de previdência social dos servidores públicos, e assim, em algumas regras de transição pode se aposentar pelo último salário e mantendo a paridade de reajustes. O melhor caminho para saber tudo o que é necessário é consultar o instituto de previdência a que ela está vinculada. Se ela já requereu o benefício e foi negado, apenas uma consulta no processo administrativo possibilita saber o porquê.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/31/2013 em 11:14

  238. Oi, Osvaldo, com 35 anos completos de contribuição você pode se aposentar com qualquer idade. Provavelmente o servidor achou que você queria se aposentar agora, pela proporcional com pedágio, e então seria exigência a idade de 53. Completados os 35 de contribuição você terá direito ao benefício com a idade que estiver. Lembre que no cálculo existe o fator previdenciário (FP), que leva em conta a idade e a expectativa de sobrevida.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/31/2013 em 11:16

  239. Oi, Suellyn, a aposentadoria por tempo de contribuição exige para o homem 35 anos completos, e a aposentadoria por idade, aos 65 anos para homem, exige o mínimo de 15 anos de contribuição. Para ter garantias como auxílio-doença, aposentadoria por invalidez e pensão por morte, ele deveria estar contribuindo sempre como autônomo, contribuinte individual, e para a aposentadoria por idade ele já tem o tempo mínimo de contribuição, mas tem que esperar os 65 anos de idade.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/31/2013 em 11:24

  240. Oi, Sergio, alguma coisa está errada: a aposentadoria por idade, seja rural ou urbano, não impede que o aposentado trabalhe em qualquer coisa; a aposentadoria por invalidez seria cassada se ele estivesse trabalhando, e o benefício assistencial de um salário mínimo (LOAS) pode ser cassado se ele tiver qualquer fonte de renda. Nesta última hipótese caberia um recurso provando que não teve qualquer renda, mas fica difícil explicar como e por que alguém em estado de miséria (para receber benefício da LOAS) abriria uma firma.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/31/2013 em 11:38

  241. Boa tarde, gostaria de saber qual o procedimento deve ser feito para um autonomo contribuir?

    Comentário por TAINARA — 05/31/2013 em 12:36

  242. Oi, Regi, com 16 anos de contribuição para o INSS você poderá pedir aposentadoria por idade quando completar 60 anos. A aposentadoria por tempo de contribuição para a mulher exige 30 anos completos, e se for professora a exigência é de 25 anos como professora. Assim, se você tem 35 anos de idade e 16 de contribuição, falta muito tempo para qualquer aposentadoria.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/31/2013 em 12:44

  243. Oi, Paulo, 1º o INSS vai aceitar se o PPP comprovar a exposição habitual e permanente aos agentes nocivos, e a certeza você só terá depois que o INSS examinar; 2º sempre é bom ter mais algum documento comprovando o tempo de trabalho, como o termo de rescisão de contrato, algum extrato do FGTS, mas se a carteira está íntegra, sem qualquer rasura, o INSS terá que aceitar o tempo.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/31/2013 em 12:47

  244. Oi, Tainara, é só telefonar no INSS e se inscrever.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/31/2013 em 12:55

  245. Boa tarde, em agosto completo 30 anos
    de contribuição tenho 46 anos posso
    me aposentar?
    desde ja agradeço

    Comentário por APARECIDA DE FATIMA GALLO — 05/31/2013 em 13:25

  246. Oi, Eleni, não mudou nada desde 1999 no INSS. Se você tinha 20 anos de contribuição em 15/12/98, para a proporcional seriam 27 anos e não 25; o cálculo então seria 70% da média dos maiores salários que representam 80% de todos de julho de 94 ao início do benefício multiplicada pelo fator previdenciário (FP), um redutor. Portanto, seria 70% da média já reduzida pelo FP; e a lei que instituiu este cálculo é de 1999.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/31/2013 em 13:55

  247. Oi, Aparecida, pode sim, quando completar 30 anos de contribuição poderá se aposentar com qualquer idade. É importante que veja o cálculo do benefício, com a média dos maiores salários que representem 80% de todos de julho de 1994 ao início do benefício multiplicada pela fator previdenciário, este levando em conta a sua idade e a expectativa de sobrevida.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 05/31/2013 em 13:57

  248. óla Sergio Pardal bôa tarde.
    eu tenho uma duvida que na verdade é de uma família amiga minha.
    um casal que tem um filho inválido, então está aposentado,
    o marido está aposentado por tempo de serviço,
    a esposa dele tem 65 anos, e só trabalhou uma vez com carteira registrada por um periodo de mais ou menos 1 ano.
    éla pode se aposentar, nesta situação?
    Eles me alegaram que se a esposa aposentar ,o filho perde a aposentadoria,eles tem varios filhos e netos que moram juntos com eles.

    o que o senhor pode me esclareceer neste assunto?

    por favor! ficarei grato.
    Edmilson de betim-MG

    Comentário por Edmilson Santos — 05/31/2013 em 16:46

  249. Oi, Edmilson, com um ano de contribuição e esposa do seu amigo não terá direito a benefício nenhum do INSS. É preciso observar como se deu a aposentadoria do filho inválido, se ele contribuía ou se recebe benefício assistencial. Talvez o impedimento seria da esposa receber benefício da LOAS, Lei Orgânica de Assistência Social, se este for o do filho inválido.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/01/2013 em 14:08

  250. Drº Pardal,
    Gostaria de saber mesmo depois de aposentado pela proporcional, eu posso continuar a pagar o INSS, até formar a integral ???
    Pois quero voltar a ser camelô, estou ganhando mais do que ser empregado de firma …

    Comentário por Marcos Lobo — 06/01/2013 em 20:22

  251. oi tenho 43 anos e tenho 19 de contribuição trabalho de vigilante desde 1995 tenho direito a aposentadoria especial trabalhei na lavoura ate os vinte e quatro anos pois posso provar meu pai tinha sitio ate 2008 posso contar este tempo como tempo de serviço pois pode cantar de 1980 a 1995 posso comprovar 12 anos cera que o inss vai me dar este tempo o tenho que entrar na justiça para conseguir estes anos se consegui o tempo de lavoura e tempo especial posso dar entrada na aposentadoria pois soma 38 anos de contribuição

    Comentário por julmar monteiro delfino — 06/01/2013 em 22:40

  252. Oi, Marcos, a desaposentação, até o presente momento, é algo incerto; a sua intenção, aposentar e seguir contribuindo para um benefício melhor, não tem previsão legal, e assim seria um chute muito incerto.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/02/2013 em 14:52

  253. Oi, Julmar, o tempo rural para ser contabilizado como tempo de contribuição deve ser comprovado por documentos da época, não basta a propriedade do sítio. Já o tempo especial como vigilante armado, o INSS só admite até 28/04/1995, valendo brigar por este tempo na justiça. Juntando toda a documentação necessária, inclusive as informações das empresas empregadoras sobre a atividade de vigilante armado, você deve requerer o benefício, e se houver a negativa, solicite uma cópia completa do processo administrativo e procure um advogado especialista e de sua confiança para avaliar a possibilidade de ajuizamento de ação.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/02/2013 em 15:10

  254. Olá,Pardal, Bom dia!
    entrei com a minha aposentadoria pelo tempo de contribuição que inclusive passou deu 36 anos e tenho 53 anos, Só que achei pouco o valor de minha aposentadoria de 2.586,00 é possível melhora esse valor? ainda não recebi nada salário e não saquei FGTS. tá tudo lá o que vc acha pego esse salário? vou continuar trabalhar por mais talvez 5 anos aguardo resposta…

    Comentário por Edmilson dos Santos Ferreira — 06/03/2013 em 11:03

  255. Boa tarde! Tenho 43 anos e 25 anos de contribuição, pelo visto faltam apenas 05 anos p/ me aposentar ou aos 25 anos de contrib. tb consigo? Meu salário hoje é de 2000,00 – será que pego o valor do meu último salário?

    Obrigada.

    Comentário por Luciana Prestes — 06/03/2013 em 13:23

  256. Boa tarde Dr.
    Trabalhei 17 anos como operário padrão, e estou completando 19 anos de magistério e estou com 54 anos. Já posso requerer minha aposentadoria? Tenho que esperar completar os 30 anos de magistério?

    Comentário por Anselmo de Oliveira — 06/03/2013 em 15:51

  257. Boa tarde Sr. Pardal, tenho 51 anos e seis meses de idade e 30 anos de serviço. Devo solicitar a aposentadoria ou esperar completar 52 anos coforme
    fator prividenciário?

    Comentário por ivonete ceconello — 06/03/2013 em 16:09

  258. Boa noite!

    Meu pai se aposentou por invalidez, porém ele tem 10 anos de contribuição sobrando. Minha mãe tem 5 anos de carteira assinada e esse ano fará 60 anos. Os 10 anos sobrando do meu pai podem ser transferidos pra minha mãe para que pudesse se aposentar por idade?

    Comentário por Marcelo — 06/03/2013 em 17:14

  259. Oi, Edmilson, existe um cálculo para ver se vale a pena esperar. Faça uma simulação no site do INSS como se tivesse mais 5 anos de idade e de contribuição. Multiplique então o resultado da aposentadoria atual por 65, 5 anos e os 13ºs, e divida o resultado pela diferença; saberá então quantos meses levará para recuperar o que não recebeu nos 5 anos. Na maioria das vezes o resultado é muito ruim.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/03/2013 em 18:25

  260. Oi, Luciana, presumo que você contribui para o INSS, e assim, só é possível se aposentar por tempo de contribuição com 30 anos completos e com qualquer idade. De qualquer forma, a aposentadoria não será no valor do último salário, e sim na média dos maiores salários que representem 80% de todos de julho de 1994 até o início do benefício multiplicada pelo fator previdenciário.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/03/2013 em 20:44

  261. Olá Pardal boa noite, trabalhei em uma empresa 6 anos e 6 meses (de 07/08/1989 a 14/02/1996) exposto a agentes físicos (ruídos que variavam de 91,47 decibéis a 98 decibéis) e recebia adicional de insalubridade 20% nível grau médio) pregunto?
    Na conversão do tempo real para tempo fictício isto equivale a quanto tempo para a redução do tempo de contribuição?

    Comentário por Jesus Nazario Toledo Medeiros — 06/03/2013 em 20:53

  262. Boa noite Dr Sérgio!

    Trabalho desde 1/03/1977 como professor de um curso técnico em Eletrônica , exercendo as funções de Diretor Técnico e professor de 87 a 2002 e a partir de março de 2002 até hoje sou o Diretor Geral da Instituição , que além dos cursos técnico , oferecemos tbém do infantil ao médio. Importante que mesmo sendo Diretor continuo ministrando algumas aulas técnicas. Tenho 55 anos e 4 mêses e 36 anos e 2 mêses de contibução na mesma empresa (particular de ensino. Depois dessas informações todas , como fica o meu caso de aposentadoria , é recomendável ou não pedi-la agora ?

    Abs e parabéns pelo seu belo trabalho de orientação.

    Geraldo

    Comentário por GERALDO IVAN DO AMARAL — 06/03/2013 em 20:57

  263. Oi, Anselmo, para se aposentar como professor tem que ter os 30 anos como professor, não existe nem conversão deste tempo para tempo comum.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/03/2013 em 21:06

  264. Oi, Ivonete, eu acho que a diferença é muito pequena, mas você pode consultar a tabela do fator previdenciário no site do INSS.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/03/2013 em 21:10

  265. Oi, Marcelo, é claro que não! As contribuições do segurado só pertencem a ele, inclusive para garantir a sobrevivência de seus dependentes através da pensão por morte.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/03/2013 em 21:13

  266. trabalho desde 1975em2008 fiquei doente,voltei ao trabalho,fiquei doente os medicosda firma mandaram recorrer,recorria eo inss me mandavaembora. entrei na justiça federal e ganhei acausa.posso dar entrada na aposentadoria?

    Comentário por laelson de oliveira tavares — 06/03/2013 em 21:13

  267. Oi, Jesus, o tempo especial devidamente comprovado pode ser multiplicado por 1,4 para converter para comum.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/03/2013 em 21:35

  268. Oi, Geraldo, você já tem tempo mais do que suficiente para se aposentar; para saber se vale a pena, você pode fazer uma simulação no site do INSS. Se o tempo todo for admitido como especial de professor, melhora um pouco no fator previdenciário. O principal que você deve observar é o quanto deixaria de receber, por exemplo, se aguardar mais cinco anos para se aposentar. Normalmente demoraria muito mais tempo para recuperar tal valor, com a pequena diferença no benefício.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/03/2013 em 21:41

  269. Olá Dr. Pardal
    Me aposentei como professora com 26 anos 04 meses e 10 dias, pensei que me aposentaria com salario integral mais naõ fiquei com 1 salario minino possa perdir a revisaõ do beneficio? pois acho que o scaclculos foram feitos errados o que devo fazer.;

    Comentário por Sydeia Oloiveira Xavier — 06/03/2013 em 22:27

  270. tenho 51 ano e 6 meses de idade e 32 anos e 8 meses de contribuição,estou desempregado quero saber se tenho que contribuir como facultativo ate chegar aos 35 anos de contribuição sabendo que o tempo que falta é de 28 meses

    Comentário por ronaldo paes — 06/03/2013 em 22:32

  271. Oi, Laelson, tudo depende do que disse a sentença e se foi confirmada pelos tribunais. A melhor informação você teria com o seu advogado. Se você ajuizou a ação sem advogado fica sempre mais difícil.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/03/2013 em 22:49

  272. Oi, Sydeia, se você se aposentou pelo INSS, a média é feita sobre os maiores salários que representem 80% de todos de julho de 1994 até o início do benefício, multiplicada pelo fator previdenciário, mesmo para os professores. O melhor seria procurar um advogado especialista e de sua confiança para avaliar sua aposentadoria.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/03/2013 em 22:57

  273. Oi, Ronaldo, se quiser se aposentar por tempo de contribuição, terá que completar os 35 anos.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/03/2013 em 22:57

  274. Bom dia Dr Sérgio !

    Obrigado pela sua resposta tão rápida, porém ainda fica uma dúvida: durante todo esse período ( 1977 a 2013) exerci o cargo de professor da área técnica, tenho os mesmos direitos ( acréscimo de 5 anos para a melhoria do FP) dos demais professores?

    Obrigado mais uma vez !

    Abs

    Geraldo

    Comentário por GERALDO MIVAN DO AMARAL — 06/04/2013 em 8:23

  275. Oi, Geraldo, comprovando 30 anos de atividades em função exclusiva do magistério deve ter sim o cálculo como professor, acrescentando 5 anos no cálculo do FP. Pode ser que a aceitação pelo INSS dê algum trabalho…
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/04/2013 em 10:30

  276. Boa tarde, eu estou fazendo um trabalho de aula sobre aposentadoria, porém não estou entendendo a questão de: “quem pode se aposentar pelo que”. Quero dizer, um servidor público pode se aposentar pelo INSS? Ou apenas trabalhadores com carteira assinada, autônomos, empregados domésticos etc (quem trabalha para algum setor privado)?
    E no caso de quem trabalhou tanto para o setor privado quanto para o setor público? Deve optar entre uma das aposentadorias? INSS ou a aposentadoria do servidor público?
    E também com relação a pagar o INSS, é obrigatório?
    Obrigada!

    Comentário por Priscila — 06/04/2013 em 18:27

  277. Olá,gostaria de esclarecer uma dúvida,tenho 7 anos e seis meses de contribuição,tenho 54 anos,e gostaria de saber quanto tempo ainda tenho que contribuir para me aposentar por idade,e como faço para contribuir. Eu devo ir a uma agencia do INSS ? Muito obrigada …

    Comentário por shirley espinosa dos santos — 06/05/2013 em 0:45

  278. TRABALHEI EM UMA FIRMA DE COSTUREIRA,NO PERILDO DE 1 DE FEVEREIRO DE 74 A 31 DE JULHO DE 78,DE PRIMEIRO DE JUNHO DE 92 A 30 DE OUTUBRO DE 94,DE 2 DE JANEIRO DE 96 A 10 DE FEVEREIRO DE 2010,VOLTEI A TRABALHAR EM 22 DE NOVEMBRO DE 2010 E CONTINUO TRABALHANDO,MAIS UMA CONTRIBUI~ÇÃO DE 4 MESES,,TENHO 53 ANOS,JÁ POSSO ME APOSENTAR?

    Comentário por REGINALUCIA SOUZA MARQUES — 06/05/2013 em 17:00

  279. Olá Sergio, minha avó tem 60 anos e quer se aposentar, mais só teve uns dois anos de contribuição para o INSS, ela é do lar, quantos anos de contribuição ela precisa ter para poder se aposentar, sabendo que ela já atingiu a idade de pegar a aposentadoria? E tem a possibilidade de pagar esses boletos adiantados, de uma vez só?

    No aguardo,

    Att
    Débora Nascimento

    Comentário por Débora Cardoso do Nascimento — 06/05/2013 em 22:40

  280. Oi, Priscila, cada um pode se aposentar no regime ao qual está filiado. Os servidores públicos podem estar vinculados a regimes próprios, por exemplo, os servidores do Estrado de São Paulo são vinculados ao SPPREV e não ao INSS. Todos os trabalhadores da iniciativa privada, e até alguns servidores públicos, são vinculados ao INSS, que administra o Regime Geral. Pagar o INSS é obrigatório para todos que estão trabalhando e os que não estão trabalhando também podem contribuir para somar tempo se quiserem. O trabalhador deverá se aposentar no regime ao qual está vinculado no momento da aposentadoria. Os tempos podem ser transferidos de um regime para outro, não sendo tempo concomitante. Nos casos de quem trabalhou no serviço público e na iniciativa privada pode ocorrer as duas aposentadorias, um bom exemplo são professores, que podem atuar ao mesmo tempo na rede pública e privada e se aposentar nos dois regimes.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/05/2013 em 22:44

  281. Oi Shirley, a inscrição no INSS eu acho que se resolve até por telefone, no 135. Você terá que completar 15 anos de contribuição para poder se aposentar por idade, mesmo que passe um pouco dos 60 anos de idade.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/05/2013 em 22:51

  282. Oi, Reginalucia, a aposentadoria por tempo de contribuição do INSS exige para a mulher 30 anos completos de contribuição com qualquer idade; já aposentadoria por idade, aos 60 anos para as mulheres, exige um mínimo de 15 anos de contribuição.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/05/2013 em 23:12

  283. Oi, Débora, para se aposentar por idade, o INSS exige 60 anos de idade para a mulher, e no mínimo 15 anos de contribuição. As contribuições devem ser pagas mês a mês, e não de uma vez só.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/05/2013 em 23:37

  284. quero saber,por gentileza,se eu nunca trabalhei autônomo,e sim de carteira assinada,ha possibilidade de eu pagar os atrasados??????e se eu for me aposentar com 1 salário minimo,quanto devo contribuir como autonomo?obrigado..

    Comentário por julio cesar gomes — 06/06/2013 em 1:09

  285. Trabalhei 14 anos de cozinheira de uma fazenda sem ser fixada sem contribuir com INSS tem como fazer um acordo com o dono e ele pagar multa.E todos os atrasados ?? me da uma ideia ai.

    Comentário por Marta Ines — 06/06/2013 em 11:41

  286. boa noite meu prezado pardal, me tire uma duvida trabalho a mais ou menos 17anos com carteira assinada em empresa privada e agora passei a ser funcionário publico a minha duvida e a seguinte. como já trabalhei 17anos me faltaria só 13 anos com funcionários publico para me aposentar.

    Comentário por douglas salgado — 06/06/2013 em 19:14

  287. oi pardal.comecei a trabalhar em 1972 ate 1991 nesse período ficaram 08 anos sem contribuir após esse período contribui mais 08 anos no total foram 19 anos de contribuição hoje com 57 anos posso pedir aposentadoria e pagar os anos restante que faltam para me aposentar?

    Comentário por maria jose bezerra lima — 06/06/2013 em 21:19

  288. Boa noite Pardal.
    Gostaria de saber se meu pai pode se aposentar com benefício integral. Ele tem 36 anos de contribuição e em outubro completa 59 anos. Ele tem 20 anos como motorista de caminhão com viagem internacional, isso influencia em alguma coisa?

    Antecipo agradecimentos.

    Comentário por Andréia Nunes Oliveira — 06/07/2013 em 0:19

  289. Oi, Julio, não dá para pagar o passado. Para se aposentar com um salário mínimo deve contribuir sobre um salário mínimo. Se você pretende se aposentar por tempo de contribuição (35 anos) deve contribuir em 20%; se pretende se aposentar por idade (65 anos de idade com o mínimo de 15 anos de contribuição) pode contribuir com somente 11%.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/07/2013 em 13:26

  290. -Boa tarde professor, tenho uma dúvida: há 17 anos eu contribuo , desses 17 anos, 13 anos são no período noturno, quero saber se tem alguma influencia na aposentadoria ?
    -Trabalho em uma industria de calçados !

    Comentário por Paulo Cicero Rodrigues — 06/07/2013 em 13:41

  291. meu esposo se aposentou há 2 anos e 3 meses, com 15 anos de serviço público(professor) e 20 anos de técnico de voleibol em vários clubes, acontece que agora o regime de previdencia daqui que chama_se IPAMB,LIGOU PARA ELE IR LÁ, POIS ELE TERÁ QUE ele terá que voltar a trabalhar mais 5 anos, pois ele teria que ter 20 anos de serviço público para a aposentadoria ser integral, minha pergunta é se é legal e pq só agora o chamaram para informar e quais são seus reais direitos.

    Comentário por REGINA COELY OLIVEIRA DA SILVA — 06/07/2013 em 14:07

  292. Oi, Marta, é difícil o INSS aceitar este tipo de acordo; talvez a saída seja uma reclamação trabalhista para garantir o vínculo e as contribuições através de decisão judicial, e mesmo assim o INSS costuma agir com muita má vontade para aceitar tal tempo.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/07/2013 em 19:42

  293. Oi, Douglas, no serviço público, além dos 35 anos de contribuição necessários (e não 30), ainda é preciso ter 60 anos de idade quando for se aposentar.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/07/2013 em 20:05

  294. Pardal, boa a noite!!! Meu pai esta cheio de dúvidas, ele tem 33 anos de serviços e tem hoje 49 anos, a empresa q ele está poderá mandar ele embora antes da aposentadoria? Caso ele queira se aposentar daqui a 2 anos, o valor é integral? Grata.

    Comentário por Lilian de Paula — 06/07/2013 em 22:12

  295. Olá Pardal tudo bem, ouvi dizer que para pegar a aposentadoria por tempo de contribuição integral, sem fator previdenciário,é necessário ter 90 anos de idade e contribuição somados esta informação procede?

    Comentário por Jesus — 06/07/2013 em 23:37

  296. Boa noite Pardal, gostaria muito que você tirasse uma duvida, faço 49 anos mês que vem, e possuo 27 anos de carteira assinada, fui demitida e me informei no INSS que posso contribuir por mais 03 anos como autônoma para completar os 30 anos de contribuição necessários para aposentar, mas eu terei 52 anos daqui a 3 anos e fui informada que posso me aposentar por tempo de contribuição (30 anos) mas como não tenho 60 anos ao me aposentar com os 30 anos de contribuição a renda cairá cerca de 40%, gostaria de saber se isso é verdade, ou seja, que não importa para o INSS o quanto você tem de contribuição, para ter aposentadoria integral o que importa é a idade. Muito obrigado.

    Comentário por Cecilia Alice de Lima — 06/08/2013 em 0:35

  297. Olá Pardal, esqueci de dizer que não sou funcionária pública e que fui informada junto ao INSS que a contribuição que me falta para completar os 30 anos deverá ser de no mínimo 20% do salário mínimo, isto também é verdade?

    Comentário por Cecilia Alice de Lima — 06/08/2013 em 0:39

  298. Oi Pardal!
    Estou em uma polêmica, completei 31 anos de contribuição e 50 anos de idade, a duvida é quanos anos em média eu terei que trabalhar para aposentadoria integral, e se valeria a pena esperar.
    Grata

    Comentário por mª de Fátima s. v. dos Santos — 06/08/2013 em 8:32

  299. Bom dia Sérgio. Minha dúvida esta relacionada a aposentadoria por tempo de serviço e idade. Meu pai é funcionário público desde 03/07/1978 na funcia de vigia, e no proximo mês vai completar 35 anos de serviço. Quais serão seus direitos adquiridos, ele receberá algo sobre esse tempo de serviço ou apenas os salarios fixos. Aguardo a resposta.

    Comentário por monica vasconcelos — 06/08/2013 em 10:14

  300. Oi, Maria José, a aposentadoria por idade exige 60 anos para a mulher, com o mínimo de 15 anos de contribuição. Assim, você poderá solicitar o seu benefício quando completar 60 anos.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/08/2013 em 16:59

  301. Oi, Andréia, o tempo de motorista pode ser especial se houver informações das empresas empregadoras, como motorista de caminhão, e contaria mais tempo, multiplicado por 1,4; mesmo sem o tempo especial, ele já tem direito a aposentadoria, mas com o cálculo utilizando o fator previdenciário. Você pode fazer uma simulação do valor do benefício no site do INSS.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/08/2013 em 18:34

  302. Oi, Paulo, infelizmente não tem influência nenhuma na aposentadoria, a não ser o adicional no salário sobre o qual se contribui.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/08/2013 em 18:39

  303. Oi, Regina, o que pode ter acontecido é que ele se aposentou pelas regras de transição (35 anos de contribuição e 60 de idade) para ter direito ao último salário e paridade de reajuste, e assim teria mesmo que ter 20 anos de serviço público.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/08/2013 em 18:43

  304. Pardal, tinha duas carteiras de trabalho, uma foi perdida devido a um acidente de transito, puxei o CNIS em uma loja da previdência, e todos os dados constam no sistema, posso solicitar aposentadoria somente com a última carteira.

    Comentário por Sergio Sozzi — 06/08/2013 em 19:16

  305. Oi, Lilian, ele só poderá se aposentar com 35 anos completos de contribuição, e o cálculo utiliza o fator previdenciário, que, levando em conta a idade e a expectativa de sobrevida, reduz bastante o valor. Você pode fazer uma simulação do valor do benefício no site do INSS.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/08/2013 em 19:37

  306. Oi, Jesus, não é verdade, não, o que acontece é que o fator previdenciário se modifica todo ano, tendo como divisor a expectativa de sobrevida, que cresce todo ano na tabela do IBGE. Se você consultar a tabela atual do fator previdenciário verá os momentos em que se atinge o um.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/08/2013 em 19:41

  307. Oi, Cecilia, na aposentadoria por tempo de contribuição, 30 anos para a mulher, a média de contribuições é multiplicada pelo fator previdenciário, que eleva em conta o tempo de contribuição, a idade e a expectativa de sobrevida. Na aposentadoria por idade, 60 anos para a mulher, o fator previdenciário só é considerado se for favorável. No site do INSS você pode fazer a simulação do cálculo do benefício.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/08/2013 em 20:15

  308. Oi, Cecilia, é verdade, sim, para ter direito a aposentadoria por tempo de contribuição, a contribuição do autônomo é 20%, tendo a base entre o salário mínimo e o limite máximo do INSS.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/08/2013 em 20:16

  309. Oi, Maria de Fátima, realmente é uma polêmica. Pela lei atual não valeria a pena esperar porque o dinheiro que você deixaria de receber no tempo em que aguardaria uma valor melhor levaria muito tempo para ser recuperado com a diferença conseguida. Pode ser que seja aprovado um projeto de lei isentando do fator previdenciário os que alcançarem a fórmula 95/85, que seria a soma da idade com o tempo de contribuição para homem/mulher. No seu caso, se fosse aprovada a lei, em dois anos você teria a integralidade, mas a dúvida continua: será tal lei aprovada??
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/08/2013 em 20:34

  310. Oi, Monica, se ele é servidor público vinculado a um regime próprio de previdência social, não o INSS, para receber o valor do último salário e com paridade de reajustes, ele deverá ter 35 anos de serviço e 60 anos de idade, ou a soma da idade e do tempo de serviço alcançando 95.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/08/2013 em 20:40

  311. Oi, Sergio, se o CNIS do INSS aponta o tempo corretamente, você pode se aposentar só com a última carteira, porém, se você tiver algum documento que auxilie a comprovar, guarde, se conseguir uma cópia do livro de registro das empresas que constavam na carteira perdida, guarde.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/08/2013 em 20:49

  312. Não entendi.

    Comentário por Jesus Nazario Toledo Medeiros — 06/08/2013 em 21:04

  313. Oi, Jesus, procure no site do INSS a tabela do fator previdenciário, apresentando a idade e o tempo de contribuição e o resultado. E observe que esta tabela se modifica todo ano com a alteração da expectativa de sobrevida.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/08/2013 em 21:12

  314. tenho 23 anos de contribuiçao especial porque trabalhei em industria inclusive 16 anos em platarforma
    tenhocomo me aposentar proporcional,porque estou desempregado ha quase 1 ano.

    Comentário por fabricio antonio barreto velasco — 06/10/2013 em 4:07

  315. Sr. Pardal não sei como calcular o fator previdenciário já tentei, mas não consegui. Tem como calcular e me enviar.
    Tenho 31 anos de contribuição: 9 anos empresa privada que já foi averbado no serviço público e mais 22 anos de serviço publico. Tenho 51 anos de idade. Aguardo resposta. Obrigada

    Comentário por Belisaria Maria Pires — 06/10/2013 em 10:50

  316. BOM DIA , DR SERGIO TENHO ATUALMENTE 45 ANOS , TENHO 13 ANOS E 11 MESES DE CONTRIBUICAO , TRABALHO SEM REGISTRO A 16 ANOS NA MESMA EMPRESA , ELES NAO RECOLHERAM O INSS , O Q DV FAZER PARA PROVAR JUNTO AO INSS ESTE PERIODO , PARA ME APOSENTAR , DESDE JA AGRADEÇO FCO NO AGUARDO

    Comentário por RONALDO SOUZACRUZ — 06/10/2013 em 11:49

  317. Prezado, Sergio
    Eu tenho 62 anos e 32 anos de contribuição, gostaria de saber se eu posso pedir aposentadoria proporcional…?
    Eu também não entendi como funciona essa regra de 40%, a regra segue abaixo:

    *mais um adicional de 40% sobre o tempo que faltava em 16 de dezembro de 1998 para completar 30 anos de contribuição.

    Por exemplo eu até 1998 tinha 20 anos de contribuição…como eu ficaria para me aposentar hoje?

    Desde já agradeço.

    Comentário por Pedro Jose Pereira — 06/10/2013 em 12:51

  318. Oi, Fabricio, não existe aposentadoria proporcional, para se aposentar na especial é preciso ter 25 anos completos de exposição habitual e permanente aos agentes nocivos comprovada pelas informações das empregas empregadoras (antigo SB40, atual PPP).
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/10/2013 em 13:44

  319. Oi Pardal, eu trabalhei em uma empresa durante 9 anos e sempre contribui com o INSS, fui desligado dessa empresa em março de 2013, agora eu trabalho em uma outra empresa, mais não fui registrado porque eu estou recebendo meu seguro desemprego que a ultima parcela sera paga no mês de agosto, eu recebo pelo serviços prestados mais essa empresa não desconta o INSS, gostaria de saber se durante esse tempo qual é a melhor forma de se pagar ou se devo pagar o INSS autônomo e também gostaria de saber quantos por % devo pagar e se essa porcentagem é sobre o salario minimo. Aguardo a resposta.

    Comentário por Daniel Barros — 06/10/2013 em 13:51

  320. Oi, Belisaria, no site do INSS você pode fazer a simulação, mas se você está no serviço público e vinculada a um regime próprio não existirá fator previdenciário. Provavelmente você estará nas regras de transição das emendas constitucionais.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/10/2013 em 13:56

  321. Oi, Ronaldo, a única saída e processar a empresa empregadora e através da reclamação trabalhista resolver o vínculo empregatício e as contribuições previdenciárias.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/10/2013 em 14:05

  322. Oi, Pedro, se você tinha 20 anos em 1998, faltavam 10 para a aposentadoria proporcional, e você teria que pagar ainda mais 4 anos; seriam 34 anos de contribuição para receber 70% do salário-de-benefício, enquanto com 35 anos receberia 100% (vale lembrar que o salário-de-benefício é a média multiplicada pelo fator previdenciário). No seu caso é melhor completar os 35 anos de contribuição com 65 de idade e você terá a melhor oportunidade para se aposentar.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/10/2013 em 14:11

  323. tenho 46 anos e 31 de contribuição ao inss quando eu tiver 50 anos poderei me aposentar ou terei que trabalhar ate os 57 anos totalizando 42 anos de contribuição

    Comentário por nilton matos — 06/10/2013 em 17:41

  324. Caro Sergio, sou professora universitaria em uma autarquia municipal. Meu regime é celetista tenho 31 anos de contribuição e 53 de idade. Pergunto: com base no fator previdenciário seria melhor esperar até completar os 55 anos para me aposentar?

    Comentário por Márcia Braga — 06/10/2013 em 19:56

  325. Oi, Nilton, com 35 anos completos de contribuição você pode se aposentar com qualquer idade, devendo observar o cálculo com a utilização do fator previdenciário.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/10/2013 em 21:14

  326. Oi, Márcia, entre no site do INSS e faça uma simulação de quanto seria a sua aposentadoria hoje; acrescente dois anos de idade e dois anos de contribuição e veja o resultado que seria; multiplique o primeiro resultado por 26 (dois anos e dois 13º) e divida o resultado pela diferença que existirá entre o valor que seria daqui a dois anos e o primeiro. Assim, você saberá em quanto tempo recupera o que deixaria de receber em dois anos.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/10/2013 em 21:37

  327. Olá Pardal,

    Suponhamos que eu tenha 30 anos de contribuição no Regime geral e tenho 25 anos de contribuição no Regime próprio. Para me aposentar pelo tempo de contribuição no Regime Geral eu posso levar apenas os 5 anos do Regime próprio, ou tenho que levar a certidão de todo tempo que contribui do me próprio.

    Comentário por José Drancisco paiva — 06/10/2013 em 22:05

  328. Sou professora universitária de uma instituição particular desde 1979 até os dias atuais (34 ANOS DE SERVIÇO).Tenho 56 anos.Pergunta:
    1. Posso parar de contribuir( deixar meu emprego) e esperar os 60anos para me aposentarou devo estar contribuindo na época de solicitar a aposentadoria?
    2.De 79 a 98 o tempo de contribuição deve ser acrescido de 20%.O INSS reconhece administrativamente esse direito?
    3. Esse acréscimo de tempo reduz o impacto do fator previdenciário?Obrigada

    Comentário por maria lourença nunes faria — 06/10/2013 em 22:25

  329. Oi,José, em primeiro lugar é bom entender que tempo concomitante não pode ser averbado; além disso, nos regimes próprios só é possível requerer certidão de tempo para averbar no regime geral se ocorrer a exoneração do cargo público; e ocorrendo a exoneração não teria razão para manter qualquer tempo no regime próprio, já que não teria direito a nenhum benefício.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/10/2013 em 23:04

  330. Oi, Maria Lourença, com mais de 30 anos de contribuição você pode solicitar a sua aposentadoria por tempo de contribuição, e mesmo com o fator previdenciário causando alguma redução, não valeria a pena esperar mais 4 anos para se aposentar; o INSS não reconhece o tempo de professor para conversão, mas é possível ajuizar uma ação exatamente para reduzir o impacto do fator previdenciário, ainda sem jurisprudência definida.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/10/2013 em 23:11

  331. Caro Sergio Pardal, bom dia.

    Hoje tenho 37 anos e 6 meses de contribuiçao e 57 anos e seis meses de idade.
    em 1999 estava com 23 anos de contribuiçao e 43 anos de idade (o pedagio de 40% que exigia a lei em 1999 ja esta cumprido.
    tenho direito a aposentadoria sem aplicaçao do fator previdenciario ?

    Comentário por ROOSEVELT — 06/11/2013 em 8:49

  332. Comecei em 1970

    Por alguns anos trabalhei em regime especial ( Ja tenho todos os SB40)

    Fiquei 9 anos sem contibuir com a Previdencia 2000 a 2008, voltando em 2009 até agora

    Já tenho tempo para aposentadoria, essa época que nao contribuí, pode influenciar no valor da aposentadoria??

    Comentário por ANTONIO LUIZ CUNHA — 06/11/2013 em 11:06

  333. BOM DIA PROFESSOR,TENHO 53ANOS DE IDADE,E 35 ANOS DE CONTRIBUIÇÃO.
    Meu salário é de 3225,00 reais.
    Qual será o valor da minha aposentadoria.

    Att.

    Comentário por Rodiney Pinto — 06/11/2013 em 11:50

  334. tenho 60 anos e 33 de contribuiçao ja me aposento

    Comentário por adalberto ap da silveira — 06/11/2013 em 12:12

  335. Grata pelo retorno, vou fazer a simulação.

    Comentário por Márcia Braga — 06/11/2013 em 15:25

  336. Boa tarde, Pardal

    Sabe me dizer se posso pagar o INSS retroativo, e pedir revisão da aposentadoria.

    O individuo se aposentou faltando 05 anos para se aposentar por tempo de contribuição, se ele pagar estes meses retroativos pode solicitar a revisão da aposentadoria.
    Pois com este Processo ficou recebendo somente um salario minimo.

    Comentário por NEIA — 06/11/2013 em 16:26

  337. filho de deus as resposta e tudo uma enrolacao simplesmente me diga tenho trinta trinta anoos de contribuicao e 49 anos estou muito cansado pois trabalhei 08 anos sem registro me diga posso me aposentar sim ou nao.boa noite filho de deus.

    Comentário por dirceu lis — 06/11/2013 em 21:08

  338. ola , boa noite . bom meu pai tem 35 anos de contribuicao ele e pescador , ele ja pode da entrada na aposentadoria ?

    Att, Vanuza

    Comentário por VANUZA XAVIER OLIVEIRA HARRY — 06/11/2013 em 23:00

  339. Bom dia Sergio. Sou psicologa e contribuo há 20 anos pagando 20% sobre o salário mínimo. O que seria uma boa sugestão para melhorar o valor a receber na aposentadoria? Posso passar a pagar sobre dois salários, por exemplo? Se for o caso é preciso formalizar ou simplesmente dobrar a contribuição? Grata.

    Comentário por Patricia Garcia — 06/12/2013 em 6:55

  340. Bom dia.

    Dei entrada no pedido de aposentadoria por tempo de contribuição, o INSS indeferiu mediante alegação que até a data de 16/12/98, foi comprovado apenas 17 anos 06 meses e 16 dias, e o tempo apurado até a data da entrada do requerimento é de 31 anos 08 meses e 15 dias, pergunto, neste caso não caberia a aposentadoria proporcional? já que ate a data da entrada do requerimento foi apurado 31 anos 08 meses?

    Comentário por SEVERINO JOSE DOS SANTOS — 06/12/2013 em 8:43

  341. olá!
    Tenho 47 anos e 25 anos de sala de aula sem parar.
    Poço me aposentar? Essa aposentadoria se for válida é integral? Como é a base de cálculo?Quando nos aposentamos pelo INSS com o passar do tempo nosso salário vai reduzindo? Como funciona isso? Estou cheia de dúvidas, aguardo sua resposta, obrigada!

    Comentário por luiza dihl — 06/12/2013 em 13:58

  342. Boa tarde Pardal,
    Tenho 62 anos de idade. Tenho aproximadamente um total de 25 anos de contribuição. Fechei uma umpresa na qual contribuí por 12 anos. Pergunto: para me aposentar por idade, tenho que continuar contribuindo e se tenho, como devo fazer?
    Grato

    Comentário por Alides Maldonado — 06/12/2013 em 15:44

  343. Pardal,

    Minha esposa contribuiu entre 08/1973 e 12/1979 para o INSS, hoje tem 55 anos, quando atingir os 60 anos pode requerer aposentadoria por idade? Ou terá que contribuir como “facultativo” até atingir as 180 contribuições?

    Comentário por Erico Jose — 06/12/2013 em 16:47

  344. sou dona de casa, contribuinte individual, e parei de contribuir desde 11/1997, estou com 60 anos. Desde janeiro/2013 paguei os 5(cinco) anos que o inss permite pagar. para fechar minha carência fica faltando ainda 1 ano e 6meses. como faço para pagar esse periodo que o sistema não deixa. O site do inss fala sobre uma decisão judicial. como faço esse pedido. desde já agradeço.

    Comentário por jeane bernardo pinheiro — 06/12/2013 em 16:54

  345. Dr. Pardal, atualmente eu contribuo com 1 salário mínimo e meio trabalhando de carteira assinada, como tenho outra renda se eu contribuir simultaneamente como autônomo sobre o valor de um salário mínimo por uns 3 anos até eu completar 53 anos ou mais, isto terá alguma influência no valor final da minha aposentadoria, eu acredito que sim pois passaria a contribuir sobre 2 salários mínimos e meio, mas gostaria de saber a opinião de um especialista.
    Hoje estou com 49 anos e 35 anos e 3 meses de contribuição (com a conversão de 6 anos e 6 meses que trabalhei com insalubridade 20% grau médio).

    Comentário por Jesus Nazario Toledo Medeiros — 06/12/2013 em 17:29

  346. minha irmã tem 47 anos de idade e trabalha á 25 anos como agente de serviços gerais em uma escola publica estadual,sendo que 15 anos ela recebe insalubridade por limpar sala de dentista.quanto tempo falta para ela se aposentar ?ELA DISSE QUE SE PUDESSE APOSENTAR AGORA COM SALARIO MINIMO SE APOSENTARIA .O QUE O SENHOR ACHA?

    Comentário por NEIDE COSTA — 06/12/2013 em 17:48

  347. OI. Sou aposentado pelo INSS por 1 salário mínimo. Agora estou com câncer,… então.. tenho direito a pedir os 25% de de acréscimo na minha aposentadoria??? # Aguardo pela resposta!

    Comentário por Leonardo — 06/12/2013 em 19:14

  348. DR. primeiro devo ajuizar a açãO, para ter acrescido os 20% do tempo relativo a 1979 até 1998 e depois peço a aposentadoria ou posso pedir a aposentadoria e depois entrar com a ação?

    Comentário por maria lourença nunes faria — 06/12/2013 em 22:35

  349. Dr. Pardal, tenho 57 anos de idade, e 35 anos de contribuição. Recentemente passei em um concurso público e estou trabalhando em uma prefeitura. Gostaria de saber se posso pedir minha aposentadoria por tempo de contribuição e continuar trabalhando no serviço público. Obrigado

    Comentário por Rômulo Almeida — 06/13/2013 em 18:53

  350. Oi, Roosevelt, existe uma tese de que cumprindo as regras de transição não teria a incidência do fator previdenciário, mas o INSS não vai admitir e provavelmente os tribunais também não. De qualquer forma, se você se aposentar agora, poderia ajuizar uma ação, mas não pode achar que será fácil.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/13/2013 em 19:23

  351. Oi, Antonio, os benefícios voluntários, como a aposentadoria por tempo de contribuição, utiliza a média dos maiores salários que representem 80% de todos de julho de 1994 até o início do benefício, mas tem como divisor mínimo desta média 60% do mesmo período. Isto pode influenciar no cálculo.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/13/2013 em 19:36

  352. Oi, Rodiney, no site do INSS você pode fazer uma simulação do valor do seu benefício.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/13/2013 em 19:43

  353. Oi, Adalberto, a aposentadoria por tempo de contribuição do INSS para o homem exige 35 anos de contribuição, e a aposentadoria por idade ocorre aos 65 anos para o homem.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/13/2013 em 19:44

  354. Oi, Neia, não é possível nem pagar retroativo, e muito menos conseguir uma revisão com tal contribuição, sinto muito.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/13/2013 em 19:52

  355. Oi, Dirceu, não, não pode se aposentar, faltam 5 anos de contribuição.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/13/2013 em 20:45

  356. Oi, Vanuza, se ele tem 35 anos completos de contribuição, pode se aposentar sim.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/13/2013 em 20:48

  357. Sr. Sérgio

    tenho 30 anos de contribuição e vou no dia 18/06 solicitar meu beneficio no Inss, confirmei meu tempo com o extrato Cnis. Tem um detalhe que me preocupa, na minha carteira de trabalho a data de rescisão de uma empresa está 08/06/1986 no extrato do Cnis informa 08/07/1986, posso ter algum problema quando da avaliação do analista do Inss.

    Comentário por Maria Ap. Augusto — 06/13/2013 em 21:32

  358. meu marido completa 35 anos de contribuicao e 54 anos de idade ele podera se aposentar com o valor que esta ganhando hoje na carteira

    obrigado

    Comentário por rosa dalla lana de almeida — 06/13/2013 em 22:12

  359. Olá Pardal boa noite.
    1- gostaria de saber se o inss tem um prazo legal para julgar um recurso.
    2- Entrei com pedido de aposentadoria por tempo de contribuição em 11/2012 com 49 anos e 32 anos e 7 meses de contribuição e apresentei o PPP só que a empresa forneceu este documento com com as informações incorretas (era 6 anos e 6 meses e a empresa só reconheceu 6 meses) e o inss indeferiu o pedido.
    3- Entrei com o recurso contestando a decisão pq em minha carteira prof. estava registrado que eu percebia insalubridade 20% grau nível médio.
    4- Agora eu consegui o ppp com as informações atualizadas mas o recurso ainda não foi julgado.
    5- Quero saber se eu ir em uma agencia do inss eu posso anexar o ppp com as informações corretas no processo antes do julgamento deste recurso ou tenho que esperar o julgamento?
    Obs. entrei sem advogado, será que preciso ter um para agilizar o processo?

    Comentário por Jesus Nazario Toledo Medeiros — 06/13/2013 em 22:31

  360. Olá, tenho 57 anos, contribui para a previdência como CLT entre os anos de 1977 a 1996( por 19 anos). Desde então não contribui mais, até que de jan/11 a jan/13 contribui novamente via contrato CLT. Este “buraco” nas contribuições tem alguma implicação?
    Pretendo contribuir novamente, agora como PJ, via pró-labore, no valor referente ao teto, por mais 8 anos, completando a idade mínima (65).
    Com 65 anos terei direito a 70% de benefício, é correto calcular mais 1% por ano de contribuição então eu teria direito a 70% + 19% + 2% + 8% = 99% ? Por fim, o cálculo é em relação aos últimos 7 anos?
    Tenho grande interesse nestes esclarecimentos, caso precise de mais algum detalhe deixo meu fone para contatos.
    Muito obrigado

    Comentário por Duarte Braz Filho — 06/13/2013 em 22:31

  361. Boa noite Pardal minha mãe ja se aposentou com um salário mínimo mas ouviu falar na tv que quem contribuiu 19 anos como autônoma tem diretio de receber em dobro a aposentadoria a partir de agora isso é verdade?
    Obrigado!

    Comentário por Júlio Paiva — 06/14/2013 em 0:03

  362. Bom dia Dr. Pardal, gostaria de sua ajuda no seguinte assunto…tenho 32 anos de contribuição..destes 32, 12 anos foram trabalhados em serviços com ruidos acima de 90 decibeis,quanto tempo estes 12 anos reduzem no meu tempo de contribuição…estes 12 anos foram anteriores a 1998, me disseram que a cada 5 anos trabalhados reduz 1 ano no tempo de contribuição..isto procede?/

    Comentário por marcos lopes — 06/14/2013 em 10:23

  363. Oi, Patricia, para aumentar o seu salário-de-contribuição atualmente basta aumentar, a dúvida é se valerá a pena. A média para todos os benefícios é sobre os maiores salários que representem 80% de todos desde julho de 1994 ao início do benefício, portanto, os últimos 19 anos de contribuição sobre um salário mínimo já estão dentro do Período Básico de Cálculo. Seria bom apontar quando deverá ocorrer a sua aposentadoria e fazer uma projeção da média.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/14/2013 em 14:21

  364. Oi, Severino, o problema é que a aposentadoria proporcional acabou exatamente em 15/12/1998, com o pedágio inviabilizando a partir daí. Portanto, só poderá se aposentar com 35 anos completos.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/14/2013 em 14:23

  365. Oi, Luiza, com 25 anos de sala de aula você pode se aposentar sim, mas sofrerá a redução causada pelo fator previdenciário. No site do INSS você pode fazer uma simulação do valor do benefício, informando os salários, tempo e a condição de professora. Realmente existe uma defasagem entre o índice oficial da inflação e o verdadeiro, e isto se reflete nos reajustes de cada ano. Se inflação estiver bem pequena as perdas também são pequenas.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/14/2013 em 14:37

  366. Oi Alides, você não é obrigado a continuar contribuindo para se aposentar por idade aos 65 anos, mas pode melhorar a média, se for o caso, e se perder a qualidade de segurado, mais de um ano sem contribuir, não terá direito aos benefícios por doença, invalidez ou morte.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/14/2013 em 14:40

  367. Oi, Erico, a aposentadoria por idade, aos 60 anos para a mulher, exige 15 anos de contribuição no mínimo. Portanto, vale contribuir como facultativo.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/14/2013 em 14:46

  368. Oi, Jeane, provavelmente não se consegue uma decisão judicial neste sentido antes de um ano e meio. Talvez o melhor seja pagar mês a mês o que falta.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/14/2013 em 14:47

  369. Boa tarde,

    Fui Policial militar De sp entra 1977 a 1944 onde pedi as contas do estado pq tinha uma outra atividade economica.Conversando com um advogado o mesmo me informou que teria direito a um acrecimo de 5 anos somando 22 anos pq exercia na época uma atividade de risco a terceiros.Me informou que poderia ir a previdencia requerer esses 5 anos a mais pq sairia do regome estatitario e passaria pra o previdenciario que no dispotisitivo legal 53831/64 Q no caso caberia atividade de rrisco a terceiros.Pediu pra solicitar a certidão de tempo de serviço e a declaração de perfil profissiográfico previdenciario que nesse momento esta em minhas mãos.Isso realmente se aplica no meu caso?

    Aguardo informações!!

    Comentário por jose aparecido — 06/14/2013 em 14:51

  370. Oi, Jesus, infelizmente não é bem assim; o INSS vai considerar uma atividade secundária a sua nova contribuição e a influência no cálculo da aposentadoria é praticamente nulo. O melhor seria conseguir aumento salarial na carteira, ficar com uma fonte de contribuição só.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/14/2013 em 14:55

  371. Oi, Neide, sua irmã deve ser servidora pública, vinculada a um regime próprio de previdência, e neste caso ainda falta regulamentar a aposentadoria especial, se este tempo dela estará classificado como especial e se caberia a conversão para tempo comum. De imediato não me parece possível ela se aposentar, nem mesmo para ganhar um salário mínimo.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/14/2013 em 22:07

  372. Oi, Leonardo, os 25% de acréscimo só ocorrem na aposentadoria por invalidez, quando o inválido necessita de acompanhamento permanente de outra pessoa, ou seja, é incapaz de qualquer ato só.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/14/2013 em 22:10

  373. Oi, Maria Lourença, não cabe uma ação judicial para “ter acrescido os 20%”. Você teria que solicitar aposentadoria no INSS com a devida documentação para considerar um período como especial e então convertê-lo, e com a negativa do INSS – ou com a concessão do benefício diminuído -, solicitar uma cópia completa do processo administrativo e, através de um advogado especialista e de sua confiança, ajuizar a devida ação.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/14/2013 em 22:15

  374. Ola Pardal gostaria de uma informação minha esposa trabahou mais de 15anos e tem idade de 48anos devido a um acidente de seu filho a 5 anos atraz teve que para de trabalhar gostaria de saber se devemos continuar contribuindo ao INSS ou esperar mais proximo dos 60anos,

    Comentário por silvio — 06/14/2013 em 22:21

  375. Oi, Rômulo, se a sua aposentadoria será pelo INSS, poderá ser servidor público sem qualquer problema, e inclusive depois se aposentar aos 70 anos pelo novo regime próprio.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/14/2013 em 22:47

  376. Oi, Maria Aparecida, provavelmente o INSS está contando o aviso prévio, que foi indenizado ao invés de cumprido. Está correto e é um mês a mais para você.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/14/2013 em 22:56

  377. Oi, Rosa, a aposentadoria por tempo de contribuição paga a média dos maiores salários que representem 80% de todos de julho de 1994 até o início do benefício multiplicada pelo fator previdenciário, sempre um redutor. No site do INSS você pode fazer uma simulação do valor do seu benefício.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/14/2013 em 23:03

  378. Oi, Jesus, no processo administrativo você não precisa de advogado, mas deve acompanhar o processo com bastante atenção; existem prazos para o INSS julgar no campo administrativo, mas do mesmo jeito que eles atrasam bastante, você pode tentar juntar documentação nova. Para agilizar o processo a sua presença e participação pode ser o bastante, mas muitos advogados atuam também nesta área.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/14/2013 em 23:06

  379. Caro Pardal
    Gostaria de saber, se é verdade, que devemos dar entrada na aposentadoria,na data do aniversário.Estou fazendo 30 anos de contribuição, agora em agosto 2013,vou fazer 50 anos, em novembro, devo esperar,meu aniversário?

    Comentário por Maria Francisca — 06/14/2013 em 23:09

  380. Oi, Duarte, o percentual é este mesmo, 70% mais 1% para cada ano de contribuição, mas a média é dos maiores salários que representem 80% de todos de julho de 1994 até o início do benefício, sendo o divisor mínimo desta média em 60% do mesmo período.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/14/2013 em 23:10

  381. Oi, Júlio, quanta bobagem este povo fala na tv! O trabalhador pode contribuir 35 anos como autônomo, se foi sobre o salário mínimo, será isto que ele irá receber.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/14/2013 em 23:19

  382. Oi, Marcos, o tempo especial, devidamente comprovado pelas informações das empresas empregadoras (antigo SB40, atual PPP) pode ser multiplicado por 1,4 para somar com o tempo comum.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/14/2013 em 23:28

  383. sou funcionário publico federal ha 44 anos, tenho 65 anos de idade,estou querendo pedir a aposentaduria mais fico com medo de ter meu salario reduzido,isso pode ocorrer,trabalho em hospital faço serviços externos, sou extatutario,por favor me esclareça meu caro amigo Pardal.

    Comentário por jose claudino — 06/15/2013 em 13:42

  384. Oi, José Aparecido, não conheço a tese que você está apresentando, e acho muito difícil que seja viável, inclusive porque a PM não vai elaborar o PPP. Acho bastante inviável, em todo caso, cada um é dono das suas ideias.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/15/2013 em 13:49

  385. Oi, Silvio, sempre é bom estar contribuindo, inclusive porque os benefícios para doença, invalidez ou morte só existem com a qualidade de segurado. Se pretender um benefício maior do que o salário mínimo vale observar que a média se faz pelos maiores salários que representem 80% de todos de julho de 1994 ao início do benefício, sendo, para os benefícios voluntários, o divisor mínimo da média em 60% do mesmo período. Assim, para um benefício de valor mais elevado é preciso contribuir alto por longo tempo.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/15/2013 em 14:23

  386. Oi, Maria Francisca, a diferença de um ano de idade no fator previdenciário não é tão significante, inclusive porque em novembro sai a tabela da expectativa de sobrevida do IBGE, alterando o fator previdenciário.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/15/2013 em 14:28

  387. Oi,José Claudino, com 44 anos de serviço público e 65 anos de idade, seria impossível você não se aposentar pelo último salário. Isto não significa que não pode haver a retirada de algum adicional. Você deve consultar o ministério ao qual está ligado para ter certeza do que será o valor da aposentadoria.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/15/2013 em 15:00

  388. Dr Sergio,
    So a reservista não serve para o inss como domento de comprovação do serviço militar para efeito de aposentadoria?.

    Trabalhei de 1985 a 2005 na area periculos comprovado no ppp, todo este periodo pode ser mutiplicado por 1,4 para transformar em tempo comun ou só ate 1998.

    Comentário por Donativo de Brito — 06/15/2013 em 20:27

  389. Obrigado pela resposta Agradeço!! :D

    Comentário por Leonardo — 06/15/2013 em 21:03

  390. Sou funcionária pública com 22 anos de contribuição e 41 de idade. Posso me aposentar e assumir outro cargo público?

    Comentário por Maria Elza da Silva — 06/16/2013 em 9:27

  391. Boa tarde Dr Pardal
    Tenho 33 anos de registro em carteira sendo que os 20 utimos são insalubres
    gostaria de saber se ja posso aposentar tenho 50 anos

    Comentário por EDSON MATOS — 06/16/2013 em 12:22

  392. Oi, Donativo, o tempo de exército depende da certidão de tempo de serviço que você pode solicitar, e o tempo que o INSS admitir como especial poderá ser convertido com a multiplicação por 1,4 sempre, até os dias de hoje.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/16/2013 em 13:20

  393. Oi, Maria Elza, com 22 anos de contribuição e 41 de idade não vejo qualquer possibilidade de se aposentar.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/16/2013 em 13:47

  394. Oi Edson, o tempo em exposição habitual e permanente aos agentes nocivos, comprovado pelas informações das empresas empregadoras, pode ser multiplicado por 1,4 para somar com o tempo comum, mas é bom lembrar que na aposentadoria por tempo de contribuição a média é multiplicada pelo fator previdenciário, levando em conta a idade e a expectativa de sobrevida, sendo, na maior parte das vezes, um redutor.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/16/2013 em 14:05

  395. Boa noite ! Prof. Preciso de sua juda

    Por favor, tenho 51 anos e 34,4 de INSS pago recolhidos pelo maximo. Um calculo estimativo no INSS eu receberia +-R$ 2.400,00. Mas agora fique desempregado faltando 10 meses para os 35 anos. Que valor posso recolher, facultativo para fechar meus 35 anos e não reduzir este estimado de R$ 2.400,00

    Comentário por Ricardo Fernandes — 06/16/2013 em 21:07

  396. Tenho um filho portador de necessidades especiais e quero me dedicar mais a ele, portanto gostaria de saber,sobre a minha aposentdoria, tenho 51 anos sou professora do estado desde 1991, recebi a sexta parte o ano passado,tenho 4 anos e 7 meses em carteira, posso pedir minha aposentadoria proporcional? Grata!

    Comentário por Magali Macedo — 06/16/2013 em 21:57

  397. Bom dia Pardal eu trabalhei por 10 dez longo anos em uma empresa mais a firma que eu trabalhei não queria me registrar como posso proceder para conseguir estes 10 anos para que possa entrar futuramente num processo de aposentadoria?

    Comentário por Gelson — 06/16/2013 em 22:00

  398. Mestre, obrigado pela resposta.
    Me tire mais esta dúvida. No meu caso trabalheie na area periculosa comprovado no ppp, de 1985 a 2005, que dá 20 anos isto veze 1,4 dar 28 anos e de 2005 ate hoje 2013 fora da area periculosa que 8 anos, ja que pode ser multiplicado por 1,4 ate hose o tempo trabalhado na area periculosa, siguinifica que ficaria 28+8= 36 anos de contribuição. É isto mesmo.
    agurado
    Donativo

    Comentário por Donativo de Brito — 06/17/2013 em 6:56

  399. Boa Tarde
    Gostaria que me informasse o seguinte tenho 11 anos de contribuiçao de 1970 a 1981 estou com 60 anos poderia começar a pagar quanto voce me aconselharia a pagar.

    Comentário por gilmar oliveira da fonseca — 06/17/2013 em 12:38

  400. boa tarde,prof. estou precisando muinto desta orientaçao, tenho 27 anos de contribuiçao sobre teto de 1 salario , tenho 42 anos de idade,vale a pena pagar sobre um teto salarial maior esses ultimos 8 anos que falta?

    Comentário por ailton aguiar crisi — 06/17/2013 em 12:56

  401. Boa Tarde, vou completar 35 anos de contribuição e tenho 49 anos de idade, gostaria de saber se vale a pena aposentar, sabendo-se do fator previdenciario que reduz cerca de 40%, poderei pedir revisão ou não terei mais esse direito. Obridado.

    Comentário por ELISEU DAMASCENO SILVA FILHO — 06/17/2013 em 13:21

  402. Olá Dr. Pardal, vou completar 50 anos no mês que vem, tenho 28 anos de contribuição, sei que tenho que completar 30 e com o FP, trabalhei 7 anos como telefonista em hospital e 21 anos como administrativo em outro hospital, tenho direita à algum redutor nos dois casos, pois não tenho mais condiçãode trabalhar. (motivo de saúde e casa).

    Obrigada

    Carmen

    Comentário por CARMEN PINTO MAIA DA COSTA — 06/17/2013 em 13:29

  403. Oi, Ricardo, 20% das contribuições serão desprezadas, as menores, assim, se você sempre recolheu pelo máximo, pode contribuir deste últimos dez meses em 20% do salário mínimo que não vai afetar em nada.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/17/2013 em 13:34

  404. Oi, Magali, infelizmente não existe qualquer aposentadoria proporcional; se você é professora do Estado, pode se aposentar com 25 anos de atividade e 50 de idade. Já 4 anos e 7 meses de contribuição para o INSS não dá direito a benefício algum, para se aposentar por idade aos 60 anos para a mulher, é necessário ter 15 anos de contribuição no mínimo.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/17/2013 em 13:38

  405. Oi, Gelson, você deve procurar um advogado trabalhista de sua confiança e processar a empresa exigindo todos os seus direitos, inclusive o registro e a contribuição previdenciária; preste atenção porque você só tem dois anos a partir da rescisão de contrato para ajuizar a ação.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/17/2013 em 13:39

  406. Oi, Donativo, depende de o INSS reconhecer como especial tal tempo.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/17/2013 em 13:50

  407. Olá,

    Pardal, Tenho 53 anos de idade e 31anos e 2 meses de Contribuição ao INSS, com esse tempo posso me aposentar?
    Desde já agradeço a ajuda.

    Comentário por João Roberto Neves — 06/17/2013 em 15:19

  408. Esclarecer uma duvida entrei para requerer benefícios do meu marido que já recebei a aposentadoria normal, mas ele teve um AVC ficou na cama quase 1 ano e precisei renovar no banco, e gerente do banco me disse que só poderia ser ele meu marido, então entrei na justiça, mas agora ele ja esta bem, andando, falando normal, eu posso ir ate o banco para ele receber normal a aposentadoria ou vai ser negado por causa que eu entrei na justiça para receber, essa é minha duvida o sr, poderia me esclarecer, por favor, estou precisando muito. Obrigado abraços

    Maria Merces

    Comentário por merces — 06/17/2013 em 22:17

  409. BOA NOITE, TENHO UMA PERGUNTA: COMO O INSS TRATA A LICENÇA MATERNIDADE PARA EFEITO DE CONTAGEM DE TEMPO PARA APOSENTADORIA POR TEMPO DE SERVICO, POIS SOLICITEI UMA CONTAGEM E ACHO QUE FORAM DESCONTADOS OS 4 MESES QUE ESTIVE DE LICENÇA… TENHO 50 ANOS E 27-A, 3-M E 28D DE CONTRIBUIÇAO. OBRIGADA!

    Comentário por VERONICA MARIA — 06/18/2013 em 0:28

  410. Sergio, obrigado por responder mas ainda estou confuso, quero me aposentar por idade, aos 65 e não sei como aplicar o critério de calcular considerando desde 1994 ou usar o fator previdenciário?? Tenho um belo “buraco” nas contribuições entre 1996 e 2010 (sem contribuir) e isso afeta tremendamente qualquer média. Como minimizar isso? Penso em contribuir a partir de agora por 8 anos com o valor do teto. É uma boa conduta ou voce pode sugerir outra? Será necessário a orientação específica de um advogado? se sim posso contar com você para isso?

    muito obrigado

    Duarte

    Comentário por Duarte Braz Filho — 06/18/2013 em 10:59

  411. Olá Prof. Pardal, boa tarde.
    Apreciaria sua opinião sobre uma aposentadoria de uma enfermeira que trabalhou em dois hospitais concomitantemente. Gostaria de saber como é feita a contagem do tempo especial nos dois hospitais. A contagem seria em dobro, ou só se consideraria um ambiente só. Agradeço desde já por sua atenção

    Comentário por Luiz Carlos Coutinho — 06/18/2013 em 14:34

  412. Oi, Gilmar, você deve pagar 11% do salário mínimo porque no tempo que você terá que contribuir não dará para fazer uma boa média. Para receber benefício de um salário mínimo não tem porque contribuir com valor maior.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/18/2013 em 15:36

  413. Oi, Ailton, a média se fará sobre os maiores salários que representem 80% de todos de julho de 1994 até o início do benefício, e como até agora você contribuiu sobre um salário mínimo será difícil fazer uma média maior.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/18/2013 em 15:37

  414. Oi, Eliseu, não dá para saber o que pode acontecer, você deve fazer cálculos, faça simulação no site do INSS e simule também somando 5 anos na idade e na contribuição e verá a diferença. Valerá a pena esperar, e deixar de receber, para ter um valor maior?? Tudo depende dos seus cálculos.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/18/2013 em 15:43

  415. Pardal! Agradeço a resposta rápida, só queria acrescentar com relação à segunda aposentadoria, tbém sou professora da rede municipal há 9 anos, como é concomitante,o que seria viável, juntar esses 4 anos e 7 meses no Estado que estou desde 1991 ou na Prefeitura de Osasco desde 2004? Gostaria ainda de saber o seguinte, como estou desde 1991 no estado, mas como recebi a sexta parte somente o ano passado, para a secretaria este ano estaria completando somente 21 anos (nunca afastei/somente algumas licenças terceiros, mas remunerados)?
    Grata!

    Comentário por Magali — 06/18/2013 em 15:58

  416. Oi, Carmen, o tempo especial para as mulheres se multiplica por 1,2 para converter para comum, mas é preciso ter as informações das empresas empregadoras (antigo SB40, atual PPP).
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/18/2013 em 16:01

  417. Oi, João, a aposentadoria por tempo de contribuição do INSS exige para o homem 35 anos completos, com qualquer idade.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/18/2013 em 16:08

  418. Oi, Maria Merces, a melhor coisa seria consultar o seu advogado e ver o que determina a decisão da ação que você ajuizou, mas provavelmente não haverá qualquer problema com ele recuperar a administração do seu benefício.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/18/2013 em 16:25

  419. Oi, Veronica, a lei é omissa, mas eu entendo que o tempo deve ser contado. Se você solicitou a contagem, deve questionar se o período do gozo do salário-maternidade foi ou não contado.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/18/2013 em 16:29

  420. Ola, meu pai tem 22 anos contribuição e vai fazer 58 anos e nao aquenta mais fazer esfoço com a perna ele senti muita dor voce saberia me enformar o melhor jeito para eu aposentar ele.
    obrigado

    Comentário por Bruno Caetano — 06/18/2013 em 16:31

  421. Oi, Duarte, como a média exige o mínimo de 60% do período entre julho de 1994 e o início do benefício, assim, talvez os 8 anos não façam uma boa média. O telefone do meu escritório é 13 – 3219-8301.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/18/2013 em 16:42

  422. trabalho como professora mas nao tendo 30 anos de sala de aula mas tendo 50 anos de idade eu consigo me aposentar mesmo que nao integral?

    Comentário por mirian souza — 06/18/2013 em 18:55

  423. Caro Dr. Pardal. Minha mulher trabalhou na iniciativa privada contribuindo durante 24 anos e alguns meses. Recentemente assumiu um cargo público do Estado passando para outro regime previdenciário. Gostaria de saber se ela pode continuar a contribuir ao inss o tempo restante para se aposentar por tempo de contribuição. Ela tem 53 anos e apenas 3 meses no novo cargo público. Caso não seja permitido, o que ela deve fazer?

    Comentário por Anderson nascimento — 06/18/2013 em 19:02

  424. Boa noite!
    Entrei com pedido de aposentadoria especial, o INSS negou, foi para uma junta e me concederam o beneficio, o INSS recorreu. Procurei um advogado que ficou com meus documentos e disse que eu tinha direito a aposentadoria, me aposentou por tempo de contribuilçao pela lei 9876, (não sei o que quer dizer,so que hoje recebi uma carta do outro processo pedindo mais alguns documentos, pensei que quando ele deu entrada nesse processo, o outro havia sido encerrado, ate pq não entrei com recurso no prazo de 30 dias como eles pedem, estou sem saber como agir,

    Comentário por Debora Alves — 06/18/2013 em 22:30

  425. Olá, tenho 45 anos,ingressei através de concurso no magistério municipal em 1988 e atuei em sala de aula como professora até 2003, quando, por motivo de saúde precisei readaptar por uma ano.Em 2005 prestei novo concurso, também pelo mesmo município e assumi o cargo de coordenadora pedagógica efetiva, ou seja, 25 anos de contribuição recolhendo 12% para a previdência municipal dentro do mesmo plano de carreira. Possuo cardiopatia grave e venho apresentando alguns problemas de saúde.É possível eu conseguir algum tipo de aposentadoria especial integral, sem ser por invalidez, somente pelo tempo de contribuição e sem precisar ter 50 anos de idade?

    Obrigada pela atenção

    Comentário por mirian dias — 06/19/2013 em 10:09

  426. Bom dia, eu e meu mardo gostaríamos de saber o seguinte faltam 8 anos para ele se aposentar e como ele começou como ajudante depois mudou para torneiro mecânico e nos últimos 8 anos esta como programador de produção pelo o que ouvimos dos amigos do trabalho que já pediram a aposentadoria falar sua aposentadoria não vai ser seu salario integral, existe alguma coisa a se fazer….. pagar alguma contribuição como complemento sei lá alguma coisa para que sua aposentadoria chegue ao salario de hoje R$ 4000,00.Obrigada!

    Comentário por Adriana Sampaio — 06/19/2013 em 10:39

  427. Bom Dia! minha filha trabalhou como professora 18 anos em uma escola particular, infelizmente perdeu o emprego em dezembro de 2012,ela pretende continuar contribuindo como professor é possível? se até o presente momento não encontrou trabalho na área da educação.

    Comentário por Soraya Lima — 06/19/2013 em 11:43

  428. Prezado !
    Agradeço sua atenção em me atender.

    Em setembro faço 30 anos de contribuição , tenho 44 anos. Já poderei solicitar aposentadoria?Tenho dois períodos de licença maternidade.

    Comentário por Aldeny Pereira da Graça — 06/19/2013 em 12:23

  429. Boa Tarde! Meu Pai deu entrada na aposentadora em 2010 pedido especial entre 1970 a 1988 e no ano passado foi concedida a aposentadoria, na concessão vi que meu pai ganhou como insalubre de 1970 a 1988, em 2010 completou 36 anos de contribuição e que em 1998 completou 31 anos, tudo devido ao trabalho insalubre. Minha duvida é a seguinte, meu pai tem direito de receber o tempo de 1998 até 2010, pelo fato de ter completado mais de trinta anos em 1998?

    Comentário por João Paulo — 06/19/2013 em 15:33

  430. Oi,

    Gostaria de saber se me aposento com 48 anos, hoje tenho 40 anos e 22 anos de contribuição, a lei da aposentadoria diz que tenho que ter 30 anos de contribuição e 55 anos de idade.
    Como fica minha situação, haja visto que vou ter o tempo de contribuição e nao vou ter a idade?
    Obrigada.

    Comentário por Christyane Palacio dos Santos — 06/19/2013 em 15:52

  431. Oi, sergio pardal meu pai tem mais de viente anos pago de inss, e ele nao consegue se aposentar, e ele ja tem cesenta e cinco anos. ele perdeu a sestidao de nascimento, mas pode se aposentar, com sertidao de casamento. e ele quando conseguir vai receber o tempo que nao recebeu. boa tarde.

    Comentário por luana alves — 06/19/2013 em 16:03

  432. obrigado por me responder ,mas quero fazer outra pergunta .a servidora publica não pode aposentar com 30 anos de contribuição ,se ela não tiver 55 anos de idade?

    Comentário por NEIDE COSTA — 06/19/2013 em 19:52

  433. Sou funcionária pública desde 1985 em regime de cargo comissionado (28 anos e 4 meses). Até 1994 não era descontado do meu salário a contribuição ao INSS e nenhum outro fundo de previdência. Hoje tenho 46 anos. Meu salário neste órgão era pouco mais de um salário mínimo até o ano 2000. A partir de 2001 passei ao cargo de Secretária de Administração e hoje tenho um salário bruto de três mil reais (cinco anos que recebo este salário). Por gentileza responda-me as seguintes perguntas:
    1 – Quando completar 30 anos que trabalho neste órgão poderei me aposentar ou só quando completar 30 anos de contribuição?
    2 – Meu benefício será integral?
    3 – Posso me aposentar proporcional? Qual seria o valor? Existe um site para se calcular o benefício do servidor público?
    Parabenizo-o pelos esclarecimentos.
    Muito Obrigada!

    Comentário por Marizete da Silva Melo — 06/19/2013 em 21:08

  434. caro sr sergio ,seria possivel me enviar a tabela do fator previdenciario atual
    grato

    Comentário por alvaro e cabrini — 06/19/2013 em 21:14

  435. Trabalhei 13 anos em um jornal ganhando insalubridade. Parei de trabalhar por 9 anos e voltei a trabalhar ganhando também insalubridade e isso já faz 9 anos. Muda alguma coisa para tempo de serviço?

    Comentário por Margareth Vieira — 06/19/2013 em 22:17

  436. Tenho 2 empregos, um durante o dia/40 horas semanais (por 11 anos) e outro em um hospital 12 horas/noite (dia sim, dia não por 14 anos). Como fica a contagem de tempo para o INSS, já que desconta INSS dos dois serviços?
    Att.

    Alvair

    Comentário por Alvair Barbosa — 06/19/2013 em 22:29

  437. Oi, Luiz Carlos, o tempo é um só, podem ser somados os salários, sem ultrapassar o teto, se durante todo o tempo aconteceram os dois empregos. O mesmo tempo não pode ser contado em dobro.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/19/2013 em 22:54

  438. Oi, Magali, não tenho como saber em qual regime seria mais favorável ou sobre a contagem do tempo.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/19/2013 em 23:06

  439. Oi, Bruno, se ele está contribuindo atualmente, deve solicitar auxílio-doença, passar na perícia médica do INSS e talvez se aposentar por invalidez; fora isso, só aos 65 anos de idade ou com 35 anos de contribuição.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/19/2013 em 23:08

  440. OI, Mirian, a aposentadoria da professora pelo INSS exige 25 anos de contribuição, com qualquer idade, se for na rede pública, seria necessário, além dos 25 anos de professora, 50 anos de idade.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/19/2013 em 23:42

  441. Oi,Pardal,tenho 24 anos e trabalhei em uma empresa durante 9 anos, fui desligado em março/2013, e agora estou recebendo o seguro desemprego, e atualmente eu estou trabalhando em uma outra empresa no memento sem registro e essa empresa não
    contribui com o meu INSS, só após o meu registro que sera em setembro, gostaria de saber se devo pagar essa contribuição individual, e se caso eu não pagar eu vou ter algum problema futuramente?

    Comentário por Daniel Barros — 06/20/2013 em 8:14

  442. Bom dia Dr. Sergio Pardal,

    Faltam 09 meses para me aposentar.
    Será que quando faltarem apenas 04, posso pagar mensalmente as 04 últimas para já iniciar Janeiro aposentado?

    Sempre trabalhei em indústrias e nunca como autonomo. É possivel?

    Obrigado e um grande abraço!!

    Comentário por JOSEMAR GONÇALO DE ALMEIDA — 06/20/2013 em 10:42

  443. Oi Dr. Pardal,
    Cortou um pouco a mensagem anterior.
    Será que quando faltarem apenas 04 (quatro) meses para me aposentar posso pagar mês a mês para iniciar o beneficio em Janeiro/2014?

    Obrigado

    Comentário por JOSEMAR GONÇALO DE ALMEIDA — 06/20/2013 em 10:56

  444. Oi, Anderson, como servidora pública vinculada a um regime próprio ela não pode contribuir para o INSS com facultativa. Assim, poderá completar o tempo no INSS se puder ter qualquer atividade além do serviço público.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/20/2013 em 12:04

  445. Oi, Debora, no processo administrativo não precisa de advogado, mas é preciso que você converse com o seu advogado na ação judicial para definir o que fazer nos dois processos.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/20/2013 em 12:27

  446. Oi, Mirian, infelizmente o tempo de professor só vale se completasse 25 anos como professora. Agora, são as regras para todo mundo.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/20/2013 em 13:50

  447. Oi, Adriana, não é possível qualquer complemento de contribuição para melhorar a média, inclusive porque ela é feita pelos maiores salários que representem 80% de todos de julho de 1994 até o início do benefício. Além disso, outra contribuição seria considerada atividade secundária, sem grandes participações nos cálculos. A melhor coisa teria sido um aumento salarial, ou seja, uma contribuição só, e por bastante tempo.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/20/2013 em 13:53

  448. Oi, Soraya, infelizmente não é possível contribuir como professora. Ela pode contribuir como facultativa ou contribuinte individual, mas não vale como tempo especial de professor.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/20/2013 em 14:05

  449. Poderá sim, Aldeny, e lembre do cálculo com o fator previdenciário.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/20/2013 em 14:07

  450. Agradeço a sua atenção.Você poderia me responder ao contribuir como facultativa ou individual, os 18 anos que ela contribuiu vão ficar perdidos? se ela contribuisse com 20% ajudaria para obter a aposentadoria com 30 anos de contribuição?

    Comentário por SORAYA MORAES LIMA — 06/20/2013 em 19:56

  451. Oi, João, acho que você quer saber se ele poderia receber a aposentadoria desde o tempo em que tinha direito, mas os benefícios só são devidos a partir do momento em que são solicitados.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/20/2013 em 19:58

  452. Oi, Cristyane, no INSS a aposentadoria por tempo de serviço da mulher pode ocorrer aos 30 anos de contribuição com qualquer idade. A idade mínima existe apenas para os servidores públicos. No INSS a idade é levada em conta no cálculo do fator previdenciário.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/20/2013 em 20:03

  453. Oi, Luana, ele vai receber a aposentadoria desde o dia em que solicitou. Basta provar que tem mais de 15 anos de contribuição e 65 de idade.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/20/2013 em 20:04

  454. Oi, Neide, se entrou no serviço público antes de 1991 pode se aposentar pela regra de transição, a mulher com o mínimo de 48 anos, com o pedágio sobre o tempo de contribuição e com valor reduzido.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/20/2013 em 20:14

  455. Oi, Marizete, os 30 anos de serviço público devem servir para você se aposentar, mesmo sem contribuições, se estiverem comprovados no serviço público; sendo servidora pública antes de 1998, poderá utilizar as regras de transição para se aposentar pelo último salário. As regras de transição também permitem que se aposente mais cedo, mas com o mínimo de 48 anos além do pedágio sobre o tempo que faltava em 1998, e ainda perdendo 5% para cada ano que falta para atingir a regra nova, 55 anos como idade mínima.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/20/2013 em 20:27

  456. Oi, Alvaro, no site no INSS você encontra o fator previdenciário e outras informações.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/20/2013 em 20:28

  457. Oi, Margareth, a aposentadoria especial exige 25 anos de trabalho com exposição habitual e permanente aos agentes nocivos, mesmo que não seja um período contínuo, devendo ser comprovado por informações das empresas empregadoras (antigo SB40, atual PPP). Para a mulher o tempo especial pode ser convertido para comum multiplicando por 1,2.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/20/2013 em 20:32

  458. Oi, Alvair, o tempo é um só, não dá para contar duas vezes. Se você tiver os dois empregos o tempo todo, o que acontece é a soma dos salários, mas o tempo é um só.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/20/2013 em 20:33

  459. Se uma atual professora trabalhou e pagou a contribuição por 13 anos em empresa privada e trabalha ha 10 como professora do estado, quantos anos mais ela deve trabalhar para se aposentar considerando idade atual 49 anos e sua primeira contribuição em janeiro de 1981?

    Comentário por jose valentin gazola — 06/20/2013 em 20:35

  460. Oi, Daniel, durante o recebimento do seguro-desemprego você não deve contribuir para o INSS, este tempo não contará como tempo de contribuição, mas se você contribuir não estará desempregado, e assim não poderia receber o seguro.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/20/2013 em 20:55

  461. Oi, Josemar, não é possível pagar de uma vez só, é preciso pagar mês a mês.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/20/2013 em 21:04

  462. Oi, Josemar, não entendi ainda, você sempre pode pagar mês a mês.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/20/2013 em 21:09

  463. Oi, Soraya, nenhum tempo está perdido, e se ela quiser se aposentar por tempo de contribuição, deverá sim contribuir em 20% e completar 30 anos de contribuição.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/20/2013 em 22:08

  464. Oi, José, como professora da rede pública, vinculada a um regime próprio, ela deverá ter 25 anos de contribuição (somado também o do INSS se não for concomitante) e 50 anos de idade.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/20/2013 em 22:10

  465. Oi,Pardal, mais se eu continuar recebendo o seguro desemprego e continuar trabalhando normalmente sem pagar o INSS, e depois ser registrado, eu perco esse tempo que eu não contribui, vai fazer falta ou gerar algum problema futuramente na hora de se aposentar?

    Comentário por Daniel Barros — 06/21/2013 em 9:16

  466. Ola,meu nome é Isaura Antonio Guarezi tenho 62 anos de idade e 10 anos de contribuição comprovada. Me informaram no INSS que para ter direito ao beneficio, tem que ter no minimo 15 anos de contribuição. Existe algum decreto ou artigo dizendo sobre um desconto de 20% nesses 15 anos???

    Comentário por Fernanda Guarezi — 06/21/2013 em 9:21

  467. Oi,Pardal, mais se eu continuar recebendo o seguro desemprego e continuar trabalhando normalmente sem pagar o INSS, e depois ser registrado, eu perco esse tempo que eu não contribui, vai fazer falta ou gerar algum problema futuramente na hora de se aposentar?
    O que o Dr. pode me aconselharia a faze a respeito desses tempo sem contribuir?

    Comentário por Daniel Barros — 06/21/2013 em 9:54

  468. bom dia.. Sergio , olha minha mae , ja tem mais de 15 anos de contribuiçao , ela tem 51 anos de idade,, a 3 anos atraz ela teve cancer na tireoide (pescoço) , passou por duas cirurgias , por erro medico , e hoje , ela sofre de varios problemas devido a essa doença , teria alguma chance dela se aposentar com essa idade , e com 15 anos de contribuiçao? pois ela hoje trabalha com muita dificuldade .

    Comentário por suely pinheiro — 06/21/2013 em 11:51

  469. Boa tarde professor,
    Em Agosto vou entrar com o pedido de aposentadoria Integral 30a TC e 52 de idade vou continuar a trabalhar normal.
    1- em Novembro tem ajuste no FP devo aguardar ou não?
    2- quanto ao reconhimento do FGTS e Acertos trabalhistas apos aposentadoria é normal? perco alguma coisa?
    3- tenho que informar a empresa da aposentadoria ?.
    Agradeço obrigada.

    Comentário por Sônia Santos — 06/21/2013 em 15:26

  470. prestei 10 meses de serviço , militar conta tempo para aposentadoria em tempo de dobro

    Comentário por aulo miguel ogliari — 06/21/2013 em 19:49

  471. 3 ANOS DE CONTRIBUIÇÃO A MAIS DE 15ANOS NÃO CONTRIBUO HOJE ESTOU MUITO DOENTE ESSE TEMPO DE CONTRIBUIÇÃO CADUCA

    Comentário por MARIA VERA LUCIA DE SA — 06/23/2013 em 13:08

  472. Oi, Daniel, pode até fazer falta na hora de aposentar, mas se quiser contribuir neste período não pode receber o seguro-desemprego.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/23/2013 em 16:35

  473. Oi, Fernanda, não existe nenhum decreto ou artigo com qualquer desconto no período de carência; o que existia era uma regra de transição desde 1991, mas já acabou. Completando 60 anos em 2011, e daí para a frente, o tempo mínimo de contribuição é 15 anos.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/23/2013 em 16:36

  474. Oi, Daniel, é só optar, ou recebe o seguro-desemprego ou registra o emprego na data certa contando tempo para a aposentadoria.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/23/2013 em 16:41

  475. Oi, Suely, a aposentadoria por idade para a mulher é aos 60 anos, com o mínimo de 15 anos de contribuição. Se atualmente a sua mãe estiver contribuindo, ela deve requerer auxílio-doença e até aposentadoria por invalidez, mas sem estar contribuindo não tem direito a nada.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/23/2013 em 16:50

  476. Oi, Sônia, o novo fator previdenciário só vai prejudicar o seu cálculo já que o divisor da fórmula é a expectativa de sobrevida, que só tende a aumentar; na aposentadoria você poderá sacar o FGTS, mas verbas trabalhistas apenas se a empresa despedir, se o contrato continua não há nada a receber; não é necessário avisar a empresa.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/23/2013 em 18:45

  477. Oi, Aulo, não conta em dobro não, conta apenas o tempo que é.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/23/2013 em 19:05

  478. Oi, Maria Vera, não é bem que “caduca”, se você completar mais 12 anos de contribuição pode se aposentar por idade aos 60 anos, mas em relação a sua condição de saúde no momento, não existe qualquer serventia para a contribuição antiga.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/23/2013 em 19:25

  479. oi, trabalhei 18 anos e cinco meses,em uma empresa,fui demitido parei de contribuir durante 6 anos, gostaria de saber si esse 6 anos q/parei
    continua valendo para a aposentadoria?sim ou não.

    Comentário por michel sarmento — 06/23/2013 em 20:03

  480. Oi, Michel, tempo sem contribuição não vale.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/23/2013 em 20:18

  481. oi, trabalhei 18 anos e cinco meses,em uma empresa,fui demitido parei de contribuir para o inss durante 6 anos, voltei a contribuir, em 1º de maio de 2011,gostaria de saber se esses 6 anos q/ parei de contribuir estão perdidos, ou preciso contribuir esses 6 anos para minha a posentadoria?,sim ou não obrigado e boa noite.

    Comentário por michel sarmento — 06/23/2013 em 20:31

  482. Olà dr. pardal, tenho 49 anos de idade,tenho 22 anos e 8 meses de contribuição para o INSS,sendo que tenho insalubridade,gostaria de saber quanto tempo falta para a minha aposentadoria. obrigado e boa noite.

    Comentário por erik silva — 06/23/2013 em 20:45

  483. Oi, Michel, tempo sem contribuição não conta para a aposentadoria e não dá para contribuir para trás. Ou seja, como eu já disse, não, não contam para a sua aposentadoria.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/23/2013 em 20:54

  484. Oi, Erik, a aposentadoria especial exige 25 anos de atividade com exposição habitual e permanente aos agentes nocivos comprovada através de informações das empresas empregadoras (antigo SB40, atual PPP). Não exige idade mínima e não se aplica o fator previdenciário no cálculo.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/23/2013 em 21:01

  485. Boa noite. Por gentileza gostaria de saber o seguinte: Agora em julho faço 57 anos, tenho 23 anos pagos (registrada), atualmente pago como autônoma faxina… (eu ñ sabia q tinha q ter o registro na prefeitura e por causa disso ñ pude pagar os 04 anos e pouco dos atrasados (+- 2007 a 2010) mas continuo desde 2011 a pagar como autônoma, 1a.pergunta: Devo continuar a pagar, mesmo sem esse registro? 2a. ou paro de pagar? 3a. Nessa nova lei… eu poderei me aposentar com 60 anos, e meus 23 anos de registro? Desde já muito obrigada. Ester.

    Comentário por Ester Cotrin — 06/24/2013 em 0:27

  486. Mestre
    Bom, li a resposta que o inss deu a um pessoa que lhe escreveu. no caso dele o inss não considerou o tempo que ele tinha periculoso apatir d 1999 para multiplicar por 1,4. Porque?, pois vc tirou uma duvida que eu tinha a respeito deste tema onde vc me respondeu que vale ate hoje, a conversão do tem periculoso em tempo comum.

    Comentário por Donativo de Brito — 06/24/2013 em 7:01

  487. Olá Dr. Sergio,
    O detalhe é que neste periodo todo que contribui, fiquei 2 anos sem trabalhar.
    Como faltam 09 meses para completar os 35 anos no CNIS, gostaria de saber se posso pagar o retroativo mes a mes no carnê ref. os 09 meses que faltam para completar os 35 anos e antecipar a aposentaria.

    Obrigado e desculpe a má expressão.

    Comentário por JOSEMAR GONÇALO — 06/24/2013 em 8:11

  488. Pode me orientar ,estou com 48 anos e 25 anos trabalhados, e estou trabalhando, posso me aposentar? e oque influencia no meu trabalho hoje.

    Comentário por ANA MARIA ALVES COSTA — 06/24/2013 em 10:52

  489. Prezado Dr.Sergio
    Depois de 12 anos e 02 meses de serviço na iniciativa privada, ingressei no serviço público estadual do RS em 06/01/91 e completo 60 anos de idade em 14/04/2014, data que eu achava que poderia me aposentar pelas regras da Emenda Constitucional 41, porém o meu empregador diz que é necessário 25 anos de serviço público, contrariando a EC 41 que prevê 20 anos de serviço público. Afinal quem estás com a razão? Grato

    Comentário por Jairo Silveira — 06/24/2013 em 15:25

  490. Meu pai trabalha desde 1978 ate hoje e já deu o tempo de 35 anos de contribuição e tbm 53 anos,
    ele foi pra pedir a aposentadoria mais eles falaram q ele tem que trabalhar mais 5 anos pq nesse período de 1978 a 2013 ele trocou algumas vezes de trabalho somando 5 anos sem trabalhar neste período ele queria saber se tem como ele pagar de uma veiz os tempos q ficou pra trás e aposentar-se de uma veiz , tem como???

    Comentário por Hudson Guilherme — 06/24/2013 em 16:15

  491. Oi, Ester, a aposentadoria por idade, aos 60 anos para a mulher, exige o mínimo de 15 anos de contribuição, mas o cálculo se faz em 70% da média mais 1% para cada ano de contribuição. Assim, se a sua média de contribuições for maior do que um salário mínimo, cada ano terá compensação no cálculo; sendo a média em um salário mínimo não haveria influência do tempo de contribuição. De qualquer forma, sempre é bom lembrar que os benefícios relacionados a doença, invalidez ou morte só são pagos quando o trabalhador tem a qualidade de segurado. ou seja, está contribuindo.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/24/2013 em 18:33

  492. Oi, Donativo, desde 1995 o INSS não está aceitando a periculosidade como razão da aposentadoria especial. É isto que está acontecendo, e a luta da aposentadoria especial ainda vai longe.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/24/2013 em 18:37

  493. Oi, Josemar, você pode pagar mês a mês nos próximos 9 meses, e se completados os 35 anos, então poderá se aposentar. Não vejo em que você chamaria de antecipar a aposentadoria.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/24/2013 em 18:40

  494. Oi, Ana Maria, a aposentadoria por tempo de contribuição exige para a mulher 30 anos completos; e por idade seria aos 60 anos, com o mínimo de 15 anos de contribuição. Portanto, ainda falta tempo para você se aposentar. A lei atualmente não exige rescisão do contrato de trabalho para a aposentadoria.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/24/2013 em 18:54

  495. Oi, Jairo, não sei quem é o seu empregador, mas está equivocado: 25 anos de serviço público é para a aplicação da EC47, de 2005, com a somatória da idade com o tempo de contribuição. No seu caso, a aplicação da EC 41, com 20 anos de serviço público a exigência é 35 anos de contribuição e 60 de idade, não valendo a somatória.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/24/2013 em 19:14

  496. Oi, Hudson, não dá para pagar de uma vez não.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/24/2013 em 19:18

  497. Tenho 56 anos de idade e trinta anos de contribuição. Já tenho agendado a ida ao INSS para requerer a aposentadoria. Só que agora bateu a duvida: Quanto vou perder do meu salario? Devo pedir a aposentadoria ou espero completar os 60 anos? O que você me orienta? Por favor, estou muito triste com a possibilidade de não me aposentar agora.

    Comentário por Maria — 06/24/2013 em 20:46

  498. Boa noite,

    Comecei a trabalhar em 1989, mas de lá pra cá, deixei de contribuir por um longo período (12 anos) e gostaria de corrigir isso, para que eu possa me aposentar com os 35 anos de contribuição. É possível corrigir essa lacuna? De que forma posso fazer?

    Comentário por Rubens — 06/24/2013 em 21:20

  499. sou funcionario publico municipal, tenho 53 de idade e sou contribuinte com 36 anos e 4 meses sendo 33 anos e 2 meses como servidor publico e o resto como INSS.

    so conseguirei aposentar em 10 Dez 2015, como disse o recursos humanos da prefeitura onde trabalho isso é correto?

    Comentário por jurandy agnan — 06/25/2013 em 2:51

  500. Prof. Sergio, por favor me tire uma dúvida: Ingressei no regime clt em 1978 numa empresa, ai depois disto tive outros empregos, mas viajei etive várias lacunas sem pagar o inss, hoje tenho 53 anos, uns 17 anos já bem contribuidos e venho pagando no código de autonoma 1007, vinha pagando um valor de 400 a 600 reais, pq foi me dito q seria um cálculo dos ultimos 120 meses, ma..agora ouvi dizer que NAO, que estou botando $ fora, pois seria o cálculo dos últimos 5 anos..então uma vez que tenho 53 devo começar a pagar um valor alto somente quando tiver 55 anos até os 60..isto procede??? quando o sr. acha que devo pagar hoje?? para continuar com o vinculo???desde já, muito obrigada

    Comentário por Rejane Severo Duarte — 06/25/2013 em 10:57

  501. Pardal,

    Quero lhe agradecer pelas informações prestadas.
    Me aposentei ontem,(24/06) por tempo de contribuição ( 35 anos e 50 de idade ) deu tudo certo , foi tranquilo.

    Comentário por Sérgio S M. Barros — 06/25/2013 em 11:25

  502. Pardal, bom dia!

    trabalhei 5 anos em 1995 em uma escola particular e quando sai a nova escola que trabalhei perdeu a minha carteira de trabalho.a empresa que trabalhei fechou e nao tive mais contato com os proprietarios.
    como posso comprovar o tempo de trabalho ou mesmo saber se a mesma recolhou os beneficios.
    nao tenho o documentos da epoca da rescisao.

    obrigado pela atenção

    Comentário por silvio Namorato — 06/25/2013 em 11:53

  503. Oi, Maria, no site do INSS você pode fazer uma simulação do valor do seu benefício; de qualquer forma haverá alguma perda em relação ao fator previdenciário, mas nem sempre vale a pena esperar e deixar de receber por um período.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/25/2013 em 12:17

  504. Oi, Rubens, pagar o passado é difícil e caro; o melhor é voltar a contribuir e programar a aposentadoria por tempo de contribuição, 35 anos completos, ou por idade com 65 anos.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/25/2013 em 12:18

  505. Boa tarde!

    Uma pessoa recebe a Concessão de Aposentadoria, porém ela esta empregada e encostada pelo o INSS como a Empresa ou funcionário deve agir?

    Comentário por Rosilene Lopo da Costa — 06/25/2013 em 14:49

  506. mas uma dúvida, trabalhei numa empresa que decretou falencia e ficou sem repassar a previdencia alguns anos, mas eu tenho todos os comprovantes de recolhimento, isso pode dar algum empedimento junto a previdencia?

    Comentário por Sônia Santos — 06/25/2013 em 15:11

  507. Olá, completo 48 anos de idade em julho , complketando já tenho direito a aposentadoria proporcional. para integral falta 1 ano…devo esperar ou corro o risco de ter mudanças na idade e tempo de contribuição?

    Comentário por Valeria Bueno — 06/25/2013 em 15:18

  508. Boa tarde Sr. PARDAL!
    Estou com 47 anos e, daqui a 02 meses completarei 30 anos de contribuição. Gostaria de dar entrada para assim poder sacar o meu FGTS, pois tenho várias dívidas para quitar. Minha dúvida é: se houver mudança nas regras, se atingirá a todos os funcionários da inciciativa privada ou somente àqueles que começarão a contribuir agora? Abraços e obrigada.

    Comentário por MARCIA — 06/25/2013 em 15:22

  509. Olá Sr. Sérgio Pardal, gostaria de tirar uma dúvida, sou servidor público, meu cargo está para aprovar uma aposentadoria especial que se consiste em 30 anos de serviço sem limite de idade para se aposentar com proventos integrais, sendo que destes 30 anos, pode-se trabalhar 20 anos na carreira e ter 10 anos de contribuição do INSS averbados. Pois bem, quando eu ingressei no serviço público eu não tinha nenhum tempo para averbar, minha dúvida é a seguinte: Nesse caso, se aprovada essa aposentadoria especial, eu poderia trabalhar esses 20 anos no cargo público e pagar durante esse período a contribuição ao INSS por 10 anos, e após pagar esses 10 anos averbálos no serviço público para ter direito a me aposentar passados os 20 anos trabalhados no cargo ? Lembrando que neste caso a contribuição ao INSS seria paga concomitantemente ao tempo em que estaria trabalhando e contribuindo ao regime próprio do serviço público. Obrigado, se caso eu puder, qual porcentagem eu teria que contribuir ao INSS ?

    Comentário por Bruno Prates — 06/25/2013 em 23:25

  510. ola boa noite sergio pardal , mimtira uma duvida, 61 de idade e 31 anos de contribuição no inss ,30 anos de ppp ,mais comecei a trabalhar em risco abitual antes de1999 ,tenho direito a aposentadora especial. abraços

    Comentário por alexandro — 06/26/2013 em 1:26

  511. Por gentileza, gostaria de saber qual as exigencias maximas para aposentadoria com o valor teto maximo mensal?

    Comentário por Isabel Cristina Martins — 06/26/2013 em 9:48

  512. Bom dia Sr. Pardal, gostaria que o sr por favor me tirasse uma dúvida. Eu trabalhei pela prefeitura de maio/1986 a fevereiro/1987, mas sem registro, eu consegui o livro de ponto onde consta meu registro manualmente, gostaria de saber se existe possibilidade de eu contribuir para o inss esse período e qual seria o valor aproximado.

    Comentário por Cecilia Alice de Lima — 06/26/2013 em 11:08

  513. Bom dia

    Pardal

    Gostaria de tirar uma duvida do senhor. Meu pai trabalhou de 79 a 84 de agricultor com os pais deles e de 84 a 97 de motorista com carteira assinada,no entanto já faz quase 15 anos que ele se aposentou e ontem a previdência pediu para ele comprovar o tempo que ele trabalhou que ele trabalhou de carteira assinada,quero ver com voce se tem possibilidade de cancelar o beneficio dele depois de tanto tempo

    Comentário por Luiz — 06/26/2013 em 13:20

  514. Boa tarde,
    uma dúvida, trabalhei numa empresa que decretou falencia e ficou sem repassar a previdencia alguns anos, mas eu tenho todos os comprovantes de recolhimento, isso pode dar algum empedimento junto a previdencia?agora em julho ja vou dar entrada com o pedido de aposentadoria por TC.
    obrigada.

    Comentário por Sônia Santos — 06/26/2013 em 13:42

  515. Olá Professor.

    tenho 52 anos, com 33 anos de contribuição, mas no período de 1980 a 1989, trabalhei como cobrador e fiscal de ônibus em linhas rodoviária. (intermunicipal. Que me direito uma acréscimo no calculo? Neste caso como proceder.

    Comentário por ELIAS DE OLIVEIRA — 06/26/2013 em 13:43

  516. BOA TARDE! Sr. PARDAL EU TENHO 52 ANOS, E PAGO INSS DESDE 1979, SÓ QUE FIQUEI ALGUNS ANOS SEM PAGAR, GOSTARIA DE SABER SE POSSO APOSENTAR COM 25 ANOS DE CONTRIBUIÇÃO.

    Comentário por MARGARETH VELLOSO — 06/26/2013 em 14:37

  517. Oi, Jurandy, para se aposentar pelo último salário e com paridade de reajuste, precisará, com a somatória de sua idade e o tempo de contribuição alcançando 95.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/26/2013 em 17:54

  518. Oi, Rejane, a média é sobre os maiores salários que representem 80% de todos de julho de 1994 até o início do benefício, tendo os benefícios voluntários o divisor mínimo desta média em 60% do mesmo período. Portanto, todas as fórmulas que “disseram” estão erradas, para ter uma boa média, tem que contribuir bem em 80% de todos os meses entre julho de 1994 e o início do benefício.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/26/2013 em 18:04

  519. Oi, Silvio, você deveria ter procurado documentos comprovando quando perdeu a carteira de trabalho. Sem qualquer documento não haverá tempo. Você pode consultar no INSS o Cadastro Nacional das Informações Sociais, CNIS, para ver se algum tempo tem a devida contribuição, mas tem pouca coisa anterior a 1994.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/26/2013 em 18:07

  520. Oi, Rosilene, se ela está recebendo auxílio-doença, terá que optar, evidentemente pelo mais favorável; em relação à empresa, nada muda, voltará ao trabalho quando estiver apta.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/26/2013 em 18:11

  521. Oi, Sônia, a responsabilidade contributiva é do patrão. Se você prova que tinha o contrato de trabalho, tem que valer o tempo.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/26/2013 em 19:33

  522. Oi, Valeria, em razão do pedágio, já não cabe a aposentadoria proporcional.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/26/2013 em 19:34

  523. Oi, Marcia, não tem nenhuma mudança acontecendo, e se acontecer ninguém pode prever como será.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/26/2013 em 20:24

  524. Oi, Bruno, o servidor público vinculado a um regime próprio não pode contribuir para o INSS como facultativo. Além disso, tempo concomitante não se soma.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/26/2013 em 20:54

  525. Oi, Alexandro, para ter direito a aposentadoria especial é preciso ter 25 anos de trabalho submetido de forma habitual e permanente aos agentes nocivos à saúde ou à integridade física, com a comprovação por informações das empresas empregadoras (antigo SB40, atual PPP).
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/26/2013 em 20:57

  526. Oi, Isabel, não existem as fórmulas que você gostaria: talvez se aposentar por idade aos 60 anos, com 30 anos de contribuição pelo teto máximo…
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/26/2013 em 21:01

  527. Oi, Cecilia, não é possível porque a responsabilidade de contribuir não seria sua, e sim do patrão. Mesmo com contribuição, para ter tempo de trabalho sem vínculo contado no INSS é preciso entrar com reclamação trabalhista contra o patrão exigindo o vínculo e os pagamentos decorrentes, inclusive o previdenciário.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/26/2013 em 21:05

  528. OI, Luiz, não dá para avaliar o que pode acontecer, mas para cancelar benefício o INSS tem provar que houve fraude e má-fé.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/26/2013 em 21:09

  529. Oi, Elias, nem fiscal nem cobrador tem aposentadoria especial.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/26/2013 em 21:11

  530. Oi, Margareth, a aposentadoria por tempo de contribuição exige 30 anos completos para a mulher; a aposentadoria por idade, aos 60 anos para a mulher, exige no mínimo 15 anos de contribuição.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/26/2013 em 21:16

  531. minha esposa tem 46 anos de idade e 31 de contribuição ela pode requerer a aposentadoria

    Comentário por ricardo ramos — 06/27/2013 em 9:04

  532. Tenho 50 anos 30 de contribuição e cinco de agricultor, tenho direito de aposentr hoje?
    Obrigado Dr.

    Comentário por Luiz Alberto — 06/27/2013 em 12:40

  533. Oi, Ricardo, a aposentadoria por tempo de contribuição para a mulher exige 30 anos de contribuição com qualquer idade. No site do INSS você pode fazer uma simulação do valor do benefício.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/27/2013 em 12:40

  534. Oi, Luiz Alberto, se você comprova os 5 anos de trabalho rural e não são concomitantes com o tempo de contribuição, completa os 35 anos exigidos.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/27/2013 em 13:44

  535. Boa tarde, Pardal

    No proximo dia 02/07/13 tenho agendado no INSS para verificação do tempo de contribuição, pela minha contagem completo o tempo no dia 03/07/13, minha duvida: sairei do atendimento aposentado? ou tenho que aguardar o processamento da folha de pagamento cair na Receita Federal através do SEFIP? Um abraço.

    Comentário por Leonardo de Andrade Rodrigues — 06/27/2013 em 14:32

  536. minha amiga tem 61 anos, trabalhou 3 anos no banco minas caixa(banco do estado de minas gerais) com carteira assinada e depois continuou pagando o inss por mais dez anos e nesse tempo, depois de sair da minas caixa, entrou num colegio do estado e tambem trabalhou por mais 7 anos.Gostaria de saber se ela pode averbar os 3 anos que trabalhou no banco do estado pro colegio, assim formando o tempo minimo de 10 anos de estado para se aposentar no estado e continuar pagando o inss e se aposentar depois novamente mais pra frente pela previdencia privada?

    Comentário por silvana das graças de assis — 06/27/2013 em 14:37

  537. Pardal, boa tarde, desses 30anos de contribuição, 09 meses foram prestados no Estado com cargo comissionado, esse repasse é para INSS? a contagem de tempo é normal? obrigada pelas respostas.

    Comentário por Sônia Santos — 06/27/2013 em 14:47

  538. Boa tarde, gostaria de saber se posso requerer aposentadoria por tempo de contribuição, possuo 29 anos e 7 meses e tenho em 51 anos e 10 meses de idade, porém estou em auxílio doença até 31 de julho de 2013. Posso ainda dentro do período de auxílio doença pedir a aposentadoria por tempo de contribuição? Qual seria o percentual pago pela previdência? Fiz a simulação no site do INSS e a informação é que não existe pedágio para eu cumprir, pois já foi cumprido. Agradeço as informações.

    Comentário por Lucinéa Franco — 06/27/2013 em 15:01

  539. Ola, boa noite,

    Minha mãe trabalhou na decada de 60, porem perdeu a sua CTPS e não consegue contato com as empresas devido as mesma terem falidos, porem ja foi na caixa, jucesp e INSS e não conseguiu respostas.
    As empresas consta no site da jucesp porem sem maiores detalhes, apenas com a data de constituição.
    Como faço para buscar essas contribuições para que sejam somadas…
    Ela tem 62 anos e 10 anos que constam como contribuição junto ao INSS, porem faltam as empresas conforme relatado acima.

    Desde ja agradeço sua atenção.

    Comentário por Ricardo da Conceição — 06/27/2013 em 20:25

  540. boa noite sr pardal tenho 20 anos de contribuição e mais 9 anos de serviço publico, é possivel averbar meu tempo de servidora publica pela previdencia e pedir minha aposentadoria sendo q tenho 50 anos de idade
    obrigado

    Comentário por maria leny pereira da silva carvalho — 06/27/2013 em 23:49

  541. Pardal, tenho praticamente 69 anos e com mais de 40 anos no serviço publico como professor. Gostaria saber se é obrigado gozar licença premio para poder me aposentar. Nunca gozei licença prêmio. Se for obrigado, então, não me aposentarei antes dos 70 anos aí então minha aposentadoria seria compulsória. Responda-me o que fazer.

    Comentário por Eliezer Fernandes da Silva — 06/28/2013 em 5:42

  542. Caro Pardal, Bom Dia.
    Fiz uma consulta e me foi informado 34 anos 10 meses e 07 dias.Tenho 53 anos e estou fora do Mercado de Trabalho. Pretendo pagar via carnê. Pergunto: Vale a pena pagar sob o valor máximo ou esses dois meses não farão diferença no meu benefício se eu pagar relativo ao mínimo?

    Comentário por EDSON PEREIRA — 06/28/2013 em 9:54

  543. ola minha mãe tem pericia médica marcada para 27 de julho de 2013 em pedido de auxilio doença ela ja esta encostada durante um ano e ja passou por tres pericias onde foi aprovada .só que em 31 de agosto de 2013 ela completa a idade para aposentar como trabalhadora rural com 55 anos.não sei o que fazer deixo ela fazer essa pericia lembrando que ela esta recebendo ou espero agosto pra aposentar ela

    Comentário por katia campi — 06/28/2013 em 11:16

  544. Olá Pardal, tudo certo? Uma dúvida, tenho 35 anos e 8 meses de contribuição, mas só tenho 49 anos, posso me aposentar? Com fator previdenciário vale a pena requerer a aposentadoria? Obrigado!

    Comentário por Fauser Ramacciotti Zavarco — 06/28/2013 em 13:01

  545. Oi, Leonardo, eu acho que você deveria ter esperado completar o tempo, mas não sei como o INSS receberá o seu pedido; a burocracia e seus meandros não é o meu forte.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/28/2013 em 14:01

  546. Oi, Silvana, no banco ela não era servidora pública, ou seja, mesmo sendo banco do estado, o tempo não vale como mínimo de serviço público.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/28/2013 em 14:02

  547. Olá , tenho 50 anos de idade e estou completando neste mês de junho/13 30 anos de contribuição,
    como em setembro completo 51 anos, é melhor esperar para dar entrada na aposentadoria até eu completar os 51 anos ou não existe diferença?

    Comentário por tania cristina — 06/28/2013 em 17:08

  548. Tenho 30 anos de contribuição sobre um salário comercial e 53 anos, posso pedir minha aposentadoria?
    Obrigada;

    Comentário por Gabriela Ribeiro Reis — 06/29/2013 em 11:00

  549. Dr. Sérgio Pardal , tenho 29 anos de contribuição e 50 anos de idade e cartas do PPP referente a 21 anos e possivel a aposentadoria.

    Comentário por adalberto — 06/29/2013 em 12:58

  550. Caro Dr. Sérgio,

    Tenho 50 anos de idade,31 anos de contribuição e tenho direito a 3 anos de insalubridade. Já tenho direito a aposentadoria integral. No entanto, tenho dúvidas de quanto será a incidência do fator previdenciário. Será que vale a pena eu pedir a aposentadoria já?
    Obrigada pela atenção.

    Maria

    Comentário por Maria Lins — 06/29/2013 em 16:06

  551. Olá Dr.Pardal: Sou funcionária pública municipal pro regime estatutário desde 06/2010 e atualmente tenho 48 anos, 25 anos e 5 meses de contribuição e em dezembro de 1998 tinha 10 anos de contribuição. Se fiz as contas direito teria que pagar um pedágio de 06 anos, o que levaria minha contribuição atual para 19, logo não teria direito a aposentadoria proporcional. Nas simulações do INSS aparece que faltam 4 anos 8 meses e 24 dias. Afinal,posso ou não me aposentar proporcionalmente?? Por enquanto obrigada,
    Juçara

    Comentário por Juçara Marques — 06/29/2013 em 16:40

  552. Amigo quero fazer uma pergunta sobre aposentadoria: Queria saber se contribuindo com o inss durante 30 anos, tenho 25 anos e se eu fosse pagar o inss tudo de uma só vez o valor de trinta anos eu com a idade q estou conseguiria me aposentar pois paguei o inss contribuindo 30 anos só q tudo de uma vez consegueria me aposentar com todos os beneficios do inss se sim quanto mais ou nenos receberia pelo Inss? Obrigado pela Atenção e tenha um bom Dia!

    Comentário por Francisco Apinages Pinto — 06/30/2013 em 12:14

  553. Oi, Sônia, provavelmente a contribuição foi para o INSS, mas você deve solicitar informações do Estado, e se foi depois de 1994 o INSS deve ter no CNIS, Cadastro Nacional de Informações Sociais.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/30/2013 em 14:38

  554. Oi, Lucinéia, o pedágio que você teria cumprido seria para a aposentadoria proporcional, pagando apenas 70% da média multiplicada pelo fator previdenciário. Se a sua média é superior a um salário mínimo, então é preciso completar os 30 anos de contribuição para não perder muito. De qualquer forma, para requerer a aposentadoria por tempo de contribuição será necessário sair do auxílio-doença, para que este período de afastamento seja considerado é preciso pelo menos uma contribuição no retorno à atividade.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/30/2013 em 14:42

  555. Oi, Ricardo, infelizmente não existe qualquer maneira de buscar tempo sem qualquer prova.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/30/2013 em 15:03

  556. Oi, Maria Leny, no período de carência, tempo mínimo de contribuições, só se contam contribuições para o INSS, e assim, para se aposentar por idade, aos 60 anos, tem que ter o mínimo de 15 anos de contribuição para o INSS. Tempo de fora averbado serve para somar para a aposentadoria por tempo de contribuição e para o cálculo do benefício por idade.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/30/2013 em 15:13

  557. Oi, Elizer, não entendo que seja obrigado a gozar a licença-prêmio, mas atingindo os 70 anos da aposentadoria compulsória, terá perdido o direito de gozar o benefício, e atualmente não vale como tempo em dobro da fins de aposentadoria, e além disso, você já tem muito tempo de atividade como professor.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/30/2013 em 15:20

  558. Oi, Edson, com certeza dois meses não farão diferença no cálculo do benefício.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/30/2013 em 15:30

  559. Oi, Katia, para se aposentar como rural ele deve estar nesta atividade atualmente. De qualquer forma, enquanto o INSS mantiver o auxílio-doença é melhorar esperar.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/30/2013 em 15:32

  560. Oi, Fauser, você pode se aposentar, e com certeza o fator previdenciário será um redutor (você pode fazer uma simulação no site do INSS). Ocorre que o valor que você deixa de receber enquanto aguarda uma aposentadoria melhor, demora muito tempo para ser recuperado pela diferença alcançada. Em alguns textos deste blog eu falo deste assunto.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/30/2013 em 15:38

  561. Oi, Tania, no site do INSS você pode fazer uma simulação e ver a diferença alterando a idade ou verificando a tabela do fator previdenciário.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/30/2013 em 16:36

  562. Oi, Gabriela, pode sim, com 30 anos completos de contribuição, você pode se aposentar com qualquer idade. No site do INSS você pode, inclusive, fazer uma simulação do valor do benefício.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/30/2013 em 17:42

  563. Oi, Adalberto, o tempo especial devidamente comprovado pode ser multiplicado por 1,4 para somar com o tempo comum, se completar 35 aos terá direito a se aposentar.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/30/2013 em 17:43

  564. Oi, Maria, com 30 anos completos de contribuição, você tem direito a aposentadoria com qualquer idade, mas com a incidência do fator previdenciário. No site do INSS você pode fazer uma simulação do valor.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 06/30/2013 em 17:53

  565. olá, Sergio Pardal,
    sou func. publico a dez anos, e recebo insalubridade e anteriormente em empresas privada trabalhei 15 anos, destes 6 anos foram insalubre\periculosidade, tenho o ppp da empresa.posso aumentar esse tempo de 15 anos convertendo solicitando a ctc para averbar
    Trabalhei também em 1985 numa prefeitura durante um ano e o contrato foi anulado e fui demitido pelo prefeito que assumiu no ano seguinte,e em 1986 trabalhei em uma empresa comercio mais de um ano registrado, so que no inss,cef, rais nao consta nada.. posso conseguir reconhecer esse tempo através da justiça? sou portador de deficiencia auditiva posso ter aposentadoria especial… posso soloicitar ou mandado de injunção..

    Comentário por od sousa — 06/30/2013 em 17:58

  566. Dr. Sergio Pardal – bom dia,

    Em Abril de 2014 completarei 35 anos de contribuição e terei na época 50 anos e 09 meses.
    É verdade que o INSS no calculo do Fator Previdenciario, arredonda a idade para menor, ou seja 50 anos ao invés de considerar 50,9 anos?

    Obrigado
    Josemar

    Comentário por Josemar Gonçalo — 07/01/2013 em 7:05

  567. Oi, Juçara, se atualmente você não está contribuindo para o INSS e é servidora pública desde 2010, provavelmente não terá direito a qualquer regra de transição. Portanto, a sua aposentadoria no serviço público, exigirá o mínimo de 10 anos de serviço público, e 30 de contribuição com 55 de idade, e sem qualquer aposentadoria proporcional.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/01/2013 em 10:14

  568. Oi, Francisco, não existe pagamento de uma vez só, apenas são admitidas as contribuições mês a mês, coincidindo o tempo com cada uma delas.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/01/2013 em 10:47

  569. Oi, Od, no serviço público a aposentadoria especial ainda está sendo regulamentada. O tempo de INSS, com a certidão expedida por este, não estará com a conversão, que só pode ser conseguida através de ação judicial. Quanto a especial pela deficiência auditiva, a nova aposentadoria especial também está sendo regulamentada. De qualquer forma, no atual momento, tudo dependeria de ações judicias que não são rápidas.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/01/2013 em 11:05

  570. OK, Muito Obrigado!

    Comentário por Fauser Zavarco — 07/01/2013 em 11:12

  571. Olá Dr. Sergio
    Em Abril de 2014 completarei 35 anos de contribuição e terei na época 50 anos e 09 meses.
    É verdade que o INSS no calculo do Fator Previdenciario, arredonda a idade para menor, ou seja 50 anos ao invés de considerar 50,9 anos?

    Obrigado
    Josemar

    Comentário por Josemar Gonçalo — 07/01/2013 em 12:02

  572. Boa tarde, Sérgio. Hoje estou com 35 anos de contribuição e 57 anos. Sei que para me aposentar será aplicado o tal do redutor que levará um bom percentual. No entanto houve um período profissional durante o qual eu trabalhei como eng. elétrico. Para esse período é previsto por Lei um tempo especial. Sei que para cada ano trabalhado a mais terei direito a 5% sobre o salário beneficio. Fui ao INSS para pedir a conversão e me informaram que só poderia requisitar tal conversão quando eu solicitar a aposentadoria. Isso parece meio ilógico. Faz sentido? É isso mesmo?

    Obrigado, Sidney

    Comentário por Sidney Alquezar de oliveira — 07/01/2013 em 14:23

  573. Oi, Sidney, a conversão do tempo especial em comum rende 40% a mais no tempo, não tem nada de 5% no salário-de-benefício. Para ter tal tempo como especial é preciso provar a exposição habitual e permanente ao agente nocivo, eletricidade por exemplo, através de informações das empresas empregadoras (antigo SB40, atual PPP). Quando você for requerer a sua aposentadoria, deverá levar esta documentação e fazer a contagem contabilizando o tempo especial, e tal contagem, com conversão e tudo o mais, só acontece no requerimento do benefício.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/01/2013 em 18:24

  574. olá,sou professora efetiva e gostaria d tb contribuir a previdencia,vc me aconselha a contribuir c autonoma,ou não? obg

    Comentário por van — 07/01/2013 em 19:27

  575. Oi, Van, os servidores públicos que estão vinculados a um regime próprio, como você, só pode contribuir para o INSS se estiver trabalhando em atividade que possa; não pode, pode exemplo, contribuir como segurado facultativo.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/01/2013 em 22:42

  576. Boa noite!

    Tenho 30 anos de contribuição de carteira assinada os cinco anos que faltam para 35 anos, eu posso pagar por conta própria? como seria? e para ficar recebendo uma aposentadoria em torno deR$ 2500,00, quanto eu teria que recolher para o INSS?
    É PERMITIDO?

    Comentário por MANUEL PAULO DAS NEVES — 07/02/2013 em 0:08

  577. Caro sr. PARDAL, bom dia !
    Completei 50 anos de idade e trabalho em uma empresa do ramo de eletrodomésticos, onde completarei 28 anos ininterruptos este ano. Gostaria de saber se estou na estabilidade.
    Desde já, agradeço.

    Comentário por MARIA JOSÉ de ALMEIDA — 07/02/2013 em 7:16

  578. b dia,desculp + ñ entend se posso ou ñ contribuir c autonoma?obg

    Comentário por van — 07/02/2013 em 8:53

  579. b tard,desculp + ñ entend se posso ou ñ contribuir c autonoma e qd um autonomo pod se aposentar ? obg

    Comentário por van — 07/02/2013 em 12:52

  580. mas ela pediu para averbar os 3 anos para o estado e ainda nao retornaram a resposta da sessao.tem jeito de anular o pedido de averbaçao e deixar no inss mesmo?porque senao ela podera perder o tempo, nao é?

    Comentário por silvana das graças de assis — 07/02/2013 em 13:53

  581. Oi, Manuel, você pode contribuir como segurado facultativo, pagando 250% sobre o valor que você quiser, entre um salário mínimo e o limite (atual R$ 4.159). O cálculo da aposentadoria por tempo de contribuição se faz pela média dos maiores salários que representem 80% de todos de julho de 1994 até o início do benefício multiplicada pelo fator previdenciário, que leva em conta o tempo de contribuição, a idade e a expectativa de sobrevida.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/02/2013 em 14:50

  582. Oi, Maria José, infelizmente não existe estabilidade para os “pré-aposentáveis” por lei; apenas algumas categorias tem em seus acordos ou convenções coletivas esta garantia. Assim, procure o seu sindicato de classe.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/02/2013 em 14:56

  583. Oi, Van, você só pode contribuir como autônoma se for em uma atividade que você possa realizar sem qualquer problema no serviço público. Como facultativa não pode.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/02/2013 em 14:58

  584. Oi, Van, como eu já disse, você deverá se inscrever como autônoma no INSS com uma atividade que possa ser feita sem causar problema na sua atividade no serviço público. Por exemplo, um juiz não pode vender pareceres jurídicos. O autônomo se aposenta da mesma forma que qualquer segurado.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/02/2013 em 15:17

  585. Boa noite sr pardal
    tenho44 anos sou autonomo ha dois anos com minha firma cadastrada no mei (micro impreendedor individual)
    tenho 19anos de carteira assinada.
    Gostaria de saber qual o valor teria de contribuir como autonomo para me aposentar com 2 salario minimo e por quanto tempo

    Comentário por marcos alexandre pereira — 07/02/2013 em 21:34

  586. ola! tenho paralisia em um braço e em uma perna isso desde muito novo, ja fiz uma cirurgia na perna esquerda pra alongar o tendao mais o braço nao fiz ja trabalho a mais de 15 anos com carteira assinada. Posso dar entrada na aposentadoria tenho 37 anos. prazer aguardo resposta.

    Comentário por ricardo meneses — 07/02/2013 em 21:42

  587. Oi, Manuel, você pode contribuir como segurado facultativo, pagando 250% sobre o valor que você quiser, entre um salário mínimo e o limite (atual R$ 4.159).

    250% ou 25%? – qual o percentual?

    Comentário por MANUEL PAULO DAS NEVES — 07/02/2013 em 23:19

  588. Olá Dr. Sergio,
    completarei 35 anos de contribuição no próximo dia 26/Julho e tenho 50 anos e farei 51 anos daqui a 03 meses.

    Saberia informar se o INSS no calculo do Fator Previdenciario, arredonda a idade para menor exatos 50 ou considera 50,9 anos?

    Nesse caso perderia no cáluculo apenas uma diferença de 03 meses correto?

    Obrigado e parabéns pelo Blog

    Comentário por Jose Marcos Almeida — 07/03/2013 em 9:27

  589. bom dia, estou com uma duvida pois a um ano e meio sofri um acidente de trabalho tendo uma ruptura de tendão do pe direito, e ate hoje estou afastado do trabalho fazendo tratamento, de fisioterapia pois minha perna atrofiou e não tenho mais movimentos do pe e agora meu joelho e minha coxa estão inchando bom enfim você pode me ajudar pois gostaria de saber se tenho direito a me aposentar ou a empresa que eu trabalho pode pedir minha aposentadoria, pois tenho 46 anos e devo ter uns 23 anos de contribuição.
    e como sua motorista de caminhão e tenho que subir e descer varias vezes da caçamba do caminhão segundo meu medico corro o risco de ter outra lesão e a firma não tem motorista de veículos pequenos.
    fico grato e estou no aguardo de sua resposta obrigado.

    Comentário por marcelo ribeiro rubino — 07/03/2013 em 10:46

  590. Bom dia!
    Não sei se já existe nas resposta acima um igual o meu caso.
    Completo 64 anos dia 08/07, sou contribuinte autonomo e recolhia desde 1894 sobre 03 salarios,nos ultimos 3,6 anos, pelo teto. Tenho carteira com registro entre 06/1967 a 11/2006. Devo entrar logo com o pedido, ou espero mais um ano ate completar 65 anos?
    Abraços e obrigado.

    Comentário por Roberto Silva — 07/03/2013 em 11:40

  591. minha amiga ja pediu para averbar os 3 anos para o estado e ainda nao retornaram a resposta da sessao,tem jeito de cancelar o pedido de averbaçao e deixar no inss mesmo?porque senao ela podera perder o tempo, nao é?

    Comentário por silvana das graças de assis — 07/03/2013 em 15:37

  592. DR. PARDAL,
    Tenho 55 anos e 38 anos de contribuição. Só que o fator previdenciario reduz em 40% o valor do beneficio. Gostaria de saber se posso me aposentar por tempo de contribuição e continuar trabalhando. Ou se a empresa pode me mandar pra rua quando souber que estou aposentado.

    Obrigado por esse canal de comunicação e orientação.

    Comentário por AUGUSTO RAMOS — 07/03/2013 em 16:21

  593. com quantos anos de idade e de contribuição posso me aposentar como contribuinte individual?

    Comentário por van — 07/03/2013 em 16:47

  594. Caríssimo Pardal, primeiro parabenizar seu esforço de responder as questões.

    O meu caso: faço 60 anos mês que vem, em agosto. Tenho 21 anos de contribuição. Entretanto, após ter sido demitida há 4 anos atrás exatamente, não contribui mais.
    Aí eu pergunto : se eu pedir a aposentadoria estando inativa a quatro anos, esse tempo inativo entra na média do calculo das contribuições como R$0,00? Ou ele não entra no cáculo?
    Quero saber, será que vale a pena eu contribuir mais um oi dois anos?
    obrigado.

    Comentário por flavia — 07/03/2013 em 17:18

  595. boa noite,minha mae trabalhou 18anos.qual e o valor que ela vai receber quando se aposentar?bjssss

    Comentário por Maria Helena Silva — 07/03/2013 em 19:18

  596. Tenho 22 anos de contribuição. Completando 35 anos de contribuição terei direito em pedir aposentadoria?
    Outra questão esta com relação ao beneficio que vou receber. Devo nestes últimos anos elevar o valor da contribuição para ter um benefício melhor?

    Comentário por fernando Jácome — 07/03/2013 em 21:09

  597. Olá Dr. Pardal , tenho algumas dúlvidas, tenho uns 21 anos de contribuição, trabalhei 10 anos em hospital , tenho direiro a alguma redução por insalubridade? e tenho 41 anos. com quantos anos e com que tempo de trabalho posso me aposentar integralmente e proporcionalmente.
    agradeço por me responder . Hélia

    Comentário por HÉLIA M. BARBOSA — 07/04/2013 em 8:55

  598. Oi, Marcos, como a média para os benefícios previdenciários levará em conta os salários de 80% do seu tempo de trabalho, você deverá contribuir com o valor que você pretende na média por 80% de todo o período. Aos 65 anos de idade você poderá se aposentar, tendo pelo menos 15 anos de contribuição e calculando o benefício em 70% da média mais 1% para cada ano de contribuição.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/04/2013 em 11:24

  599. Oi, Ricardo, mesmo que você esteja com deficiência que seja considerada grave, o mínimo de tempo de trabalho e contribuição será 25 anos. Na aposentadoria por idade, a redução é em 5 anos, ou seja, poderá se aposentar aos 60 anos de idade. Se você estiver contribuindo atualmente pode requerer o auxílio-doença enquanto estiver incapacitado ou mesmo aposentadoria por invalidez, dependendo da perícia médica.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/04/2013 em 11:29

  600. Oi, Manuel, desculpe o erro de digitação, nenhum nem outro, é 20% sobre o salário.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/04/2013 em 11:38

  601. Oi, José Marcos, realmente eu não sei como é feita a conta no INSS, porque as tabelas que a gente consulta só trabalha com inteiros. É possível que o INSS também calcule assim e você sairia perdendo. Consulte o INSS através do site e disponibilize.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/04/2013 em 11:48

  602. Oi, Marcelo, se a perícia médica do INSS entender que você não terá como voltar para uma atividade que garanta suas condições de vida, terá que aposentar você por invalidez. É claro que a posição da empresa também é importante e você deve pedir que eles oficiem diretamente para o INSS.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/04/2013 em 11:59

  603. Oi, Roberto, você já deve estar com o fator previdenciário acima de 1, e assim não haveria porque aguardar mais. A melhor coisa é você fazer uma simulação do valor do seu benefício no site do INSS.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/04/2013 em 12:01

  604. Oi, Silvana, acho que tem jeito sim, mas eu não conheço a burocracia administrativa.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/04/2013 em 12:09

  605. Oi, Augusto, a aposentadoria não exige rescisão de contrato, assim, se o patrão quiser despedir – ele pode a qualquer momento, desde que pague as devidas verbas rescisórias – sem nenhuma relação com a aposentadoria.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/04/2013 em 12:13

  606. Oi, Van, como qualquer outro contribuinte, empregado, avulso ou especial.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/04/2013 em 12:14

  607. contribui e quero saber como requerer minha aposentadoria ja vou faser 64 anos no mes de setembro me responde esta pergunta certo ate mais

    Comentário por Ester Alves Boa Sorte — 07/04/2013 em 12:18

  608. Oi, Flavia, o tempo de inativa não entra no cálculo não. A média se faz pelos maiores salário que representem 80% de todos de julho de 1994 até o início do benefício, sendo o divisor mínimo em 60% do mesmo período. Assim, os 4 anos não vão mudar nada e não valeria contribuir mais tempo.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/04/2013 em 12:55

  609. Oi, Maria Helena, depende de quando ela trabalhou e qual aposentadoria ela vai requerer. No site do INSS você pode fazer uma simulação do valor do benefício.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/04/2013 em 13:04

  610. Boa tarde!

    Comecei a trabalhar com 19 anos em 1979. Paguei o INSS até o ano de 2000. Hoje estou com 53 anos e poderia me aposentar ano que vem (2014). Estive no INSS para tentar pagar os atrasados e a atendente disse que não valia a pena pois mesmo que eu pagasse os atrasos somente poderia me aposentar com um mínimo, mesmo que viesse a pagar sobre dois salários. Gostaria de me aposentar com dois ou três salários, se pagar os atrasados é possível? Como faço?
    Grato, Hélio.

    Comentário por Helio Morgado — 07/04/2013 em 14:31

  611. Boa noite,Sergio meu marido fez em fevereiro de 2013, 35 anos de contribuição pro inss,dez desses de carteira assinada, ele esta com 57 anos, já fez o agendamento para a aposentadoria que esta marcada para julho de 2013, gostaria de saber se ainda paga o carnê do mês de junho e que tipo de aposentadoria ,pois desde 2010 ele tem cancer ,já fez a cirurgia da prostata e pois tela na bexiga.os dez anos que trabalhou de carteira o salario era baixo as outras contribuições foi o teto. desde já obrigada

    Comentário por lia — 07/04/2013 em 23:10

  612. olá , boa noite sr Sergio. meu irmao é surdo -mudo trabalhou a vida toda em serviços pesados porque nao sabe ler nem escrever, e esta com 53 anos de idade. no ultimo trabalho agora ficou 12 anos mais ou menos e foi afastado por complicaçoes de saude. capsulite adesiva no ombro esquerdo. e nao consegue mais trabalhar onde trabalhava carregando sacos de raçao. esta afastado há pelo menos 4 anos recebeu do inss por 2 anos e agora estamos com seu processo na justiça há pelo menos uns dois anos e nao recebeu nada até hoje. ele já tem 34 anos de contribuiçao por tempo trabalhado. mas quando fomos ver no inss, desde que foi afastado pelo inss o patrao nao fez a contribuiçao. significa que há quatro anos de atraso por falta da contribuiçao…e agora fiquei tb sabendo que a firma onde ele ainda é empregado fechou as portas. entao agora ele esta sem ganhar do inss e tb nao pode mais voltar pra firma onde trabalhava, pq ela nao existe mais. e nem fez o acerto com ele, já que ele estava afastado por motivos da doença. me explique como devo proceder para ajudar meu irmao por favor.

    Comentário por marcelo alves de oliveira — 07/04/2013 em 23:45

  613. Oi, gostaria de saber como faz uma pessoa que ja tem o seu tempo de contribuoçao para aposentar, mas a empresa em que trabalhou a mair parte já não existe mais, foi despersonalizada? Como a pessoa deve agir para requerer a o beneficio?

    Comentário por Rafael de Pula — 07/05/2013 em 12:23

  614. Oi, Fernando, a aposentadoria por tempo de contribuição do INSS para o homem exige 35 anos de contribuição, e o cálculo é feito com a média dos maiores salários que representem 80% de todos de julho de 1994 até o início do benefício, multiplicada pelo fator previdenciário, que leva em conta o tempo de contribuição, a idade e a expectativa de sobrevida.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/05/2013 em 14:18

  615. Oi, Hélia, o tempo especial devidamente comprovado por informações das empresas empregadoras, pode ser multiplicado por 1,2 para converter. Somado com o tempo comum, para ter direito a aposentadoria deve completar 30 anos de contribuição; aposentadoria proporcional não existe mais.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/05/2013 em 14:47

  616. Oi, Ester, a aposentadoria por idade para a mulher exige 60 anos de idade e 15 anos de contribuição. Se você completa as exigências, pode ligar para o INSS, 135, e solicitar o benefício.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/05/2013 em 14:50

  617. Oi, Hélio, a atendente tem toda a razão, pagar atrasado fica caro e não vale a pena. Se as suas contribuições de 1994 até 2000 foram boas, você deve voltar a contribuir com valores altos e se aposentar por idade com 65 anos. A média utiliza os maiores salários que representem 80% de todos de julho de 1994 até o início do benefício, sendo o divisor mínimo desta média em 60% do mesmo período.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/05/2013 em 14:58

  618. Oi, Lia, se ele já completou 35 anos de contribuição, não precisa contribuir.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/05/2013 em 15:18

  619. Oi, Marcelo, o que estiver registrado na carteira de trabalho, sem qualquer rasura, é o que vale. No seu caso talvez seja melhor procurar um advogado especialista e de sua confiança para ajuizar uma ação.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/05/2013 em 15:24

  620. Oi, Rafael, se a pessoa tem o registro em sua carteira de trabalho, sem qualquer rasura, basta para contar o tempo de contribuição.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/05/2013 em 15:32

  621. Professor.
    Faltam 12 anos de contribuição para completar os 35 anos de contribuição. Meu questionamento esta em como posso contribuir a parte para que ao fim destes 12 anos eu tenha o beneficio melhor. Ou seja. Alem do que é pago com vinculo em uma empresa, se posso fazer contribuições adicionais para receber o teto da previdência.

    Comentário por FERNANDO N C JACOME — 07/05/2013 em 16:17

  622. ola!!!
    minha mae tem 44 anos sempre trabalho mais nunca de carteira assinada ,começei a pagar pra ela o inss ja tem uns 6 meses ela vai ter direito a aposentadoria daqui a quanto tempo ??

    Comentário por GISELLE SILVA — 07/05/2013 em 19:43

  623. tenho 60 anos e falta 8 anos de contribuição para eu me aposentar,acabei de ficar desempregado e gostaria de saber quanto eu devo em especie;e se eu posso pagar esses 8 anos…..desde já muito obrigado.

    Comentário por airton ferreira saraiva de melo — 07/06/2013 em 12:31

  624. Boa tarde Dr. Pardal
    Tenho 28 anos e 7 meses de contribuição, porém estou com 45 anos e 10 meses, já posso entrar com o pedido de aposentadoria?

    Comentário por Eliane — 07/06/2013 em 16:40

  625. boa tarde,sr.sergio gostaria de saber se com esta aprovação da aposentadoria por deficiência, vai alterar a aposentadoria proporcional com relação a diminuição do tempo de contribuição

    Comentário por joao paludeto junior — 07/07/2013 em 15:15

  626. Ola Sergio eu tenho 8 anos de nota de agricultor e eu quero ir trabalhar na cidade eu posso assina carteira de trabalho? oque eu devo faze pa poder me aposentar sendo que nao poderei mais tirar nota? eu tenho 48 anos de idade com quantos anos poderei me aposentar ?

    Comentário por Edimar horst — 07/07/2013 em 20:28

  627. Oi bom dia tenho uma dúvida…estou com 59 anos de idade e 29 anos de contribuição … posso pedir minha aposentadoria? sendo que meu 1 registro foi no ano de 1983

    Comentário por Francisco Oliveira — 07/08/2013 em 10:10

  628. Oi, Fernando, infelizmente não dá para completar a contribuição, como se diz “por fora”. Existe uma forma de cálculo, dividindo em atividades principal e secundária, com um péssimo resultado da contribuição. Portanto, o melhor é conseguir uma contribuição maior em fonte única. De qualquer forma, é bom saber que a média que serve como base para os benefícios previdenciários se faz pelos maiores salários que representem 80% de todos, de julho de 1994 até o início do benefício.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/08/2013 em 11:34

  629. Oi, Giselle, a aposentadoria por idade para a mulher exige 60 anos de idade e o mínimo de 15 anos de contribuição.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/08/2013 em 11:41

  630. Oi, Airton, você poderá pagar estes 8 anos, mês a mês, ou seja, nos próximos 8 anos.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/08/2013 em 12:02

  631. Oi, Eliane, a aposentadoria por tempo de contribuição exige para a mulher 30 anos de contribuição, com qualquer idade.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/08/2013 em 12:09

  632. Oi, João, não existe aposentadoria proporcional desde 1998, a especial dos deficiente será exatamente na redução do tempo.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/08/2013 em 13:41

  633. Oi, Edimar, o Regime Geral de Previdência Social é o mesmo para os trabalhadores rurais e urbanos. A aposentadoria por idade para o homem ocorre aos 65 anos, ou aos 60 se for trabalhador rural. Exige o mínimo de 15 anos de contribuição.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/08/2013 em 13:42

  634. Oi, Francisco, para os homens, a aposentadoria por tempo de contribuição do INSS exige 35 anos completos, com qualquer idade; já a aposentadoria por idade é aos 65 anos, com pelo menos 15 anos de contribuição.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/08/2013 em 13:53

  635. Boa Tarde,
    Tenho quase 30 anos de carteira assinada, porém há mais ou menos 6 anos, saí da empresa em que eu trabalhei e não continuei minha contribuição. Nos últimos 15 anos de trabalho nesta empresa, contribuí pelo teto máximo e gostaria de começar a pagar o carnet para completar o tempo que restava. Minha pergunta: Na época, faltavam apenas 7 meses, vc acha que eu perdi o direito a receber a aposentadoria pelo máximo? Posso retomar a Contribuição? Qual o valor da prestação do carnet? Obrigada!

    Comentário por elizabety mirannda — 07/08/2013 em 14:23

  636. Oi, Elizabety, a média que será multiplicada ao fator previdenciário, leva em conta os maiores salários que representem 80% de todos de julho de 1994 até o início do benefício, sendo o divisor mínimo desta média em 60% do mesmo período. Assim, provavelmente você completará uma boa média com o tempo que falta. Ocorre que a média não alcançará o limite máximo atual e ainda será multiplicada pelo fator previdenciário sofrendo alguma redução. No site do INSS você pode fazer uma simulação do valor do benefício.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/08/2013 em 15:14

  637. Boa noite, estou numa duvida, meu pai quer se aposentar e ele perdeu a carteira de trabalho, e no Inss não consta o registro de 1978 q ele trabalhou, eu consigo tirar o extrato analitico dessa empresa na caixa econômica federal.

    Comentário por gleice kelly — 07/08/2013 em 21:38

  638. trabalhei por 7 anos em uma empresa com ruido acima de 85 dB…estou preparando a documentação para minha aposentadoria, mas a empresa recusa a fornecer o PPP…sai da empresa em 1997…como proceder neste caso??

    Comentário por marcos lopes — 07/08/2013 em 22:29

  639. boa noite! tenho 54 anos e meu advogado deu entrada na minha aposentadoria com 33 anos 10 mês ,ele falou-me que eu tinha que aceitar para poder dar entrada na aps especial, o juiz diz que falta um laudo técnico e como a empresa que eu trabalhei de 1986 a 2005 fechou o juiz quer fazer um laudo em outra empresa.Quais as chance que eu tenho ou pelo menos transformar o tempo que eu tenho ate 1996 em comum e passar para aposentadoria integral.Continuo trabalhando como torneiro mecânico e completo 35 anos de carteira em setembro. Desde já eu agradeço

    Comentário por agostinho cruz — 07/08/2013 em 22:36

  640. Caríssimo Dr. Pardal,
    Sou bancário aposentado, recolhi o INSS por 32 anos. O teto para recolhimento do INSS era sobre 20 Salários Mínimos, até 1989.A partir desse período o teto sobre o recolhimento caiu sobre 10 salários mínimos. Então, recolhi 28 anos sobre 20 salários mínimos e 4 anos sobre 10 salários mínimos.
    Aposentei-me em Janeiro de 1993 e recebo do INSS, hoje, C$1.400,00.
    Pergunto: Faço jus a uma Revisão?

    Comentário por Humberto Oliveira Soares — 07/09/2013 em 16:30

  641. Oi, Gleici, quanto mais documentos ele conseguir reunir, melhor. O melhor seria procurar as empresas nas quais trabalhou e solicitar uma cópia do livro de registros, com começo e fim do contrato de trabalho.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/09/2013 em 17:14

  642. Oi, Marcos, infelizmente o prazo para você ajuizar uma ação trabalhista se esgotou dois anos depois que o contrato de trabalho acabou. Vai ficar difícil.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/09/2013 em 17:15

  643. Oi, Agostinho, infelizmente é muito difícil avaliar a sua situação, talvez tentar uma desaposentação ou algo assim, mas com certeza quem poderá lhe dar as melhores informações será o seu advogado.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/09/2013 em 17:17

  644. Oi, Humberto, a tese dos 20 salário mínimo é bonita, mas esquecem que na época, a partir de 1973, o cálculo se fazia pelas 36 últimas contribuições, com as 12 últimas sem correção monetária, e só valendo até o chamado meio-teto, com o restante dividido por 30 e somando apenas 1/30 para cada ano de contribuição acima do meio-teto. Difícil, né?? Era assim que a ditadura gostava. Infelizmente em janeiro de 1993 a média das contribuições no teto ficou muito pequena, mas é muito difícil conseguir uma revisão judicial.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/09/2013 em 18:08

  645. Boa noite! Tenho comprovado 14 anos de contribuição e mais 3 anos com registro numa carteira de menor. Acontece que na minha época, em 1967,quando fiz 18 anos e troquei a carteira, esta, a de menor ficou retida no Ministério do Trabalho. Na carteira de maior consta o numero dessa carteira porém depois de todos estes anos não tenho como comprovar os empregos (2) com a arteira de menor, pois as empresas não existem mais. Dei entrada na aposentadoria por idade, frustrada, pois queria me aposentar por tempo de contribuição. Existe, ainda, alguma maneira de recorrer? Grata pela atenção e sua disponibilidade em ajudar pessoas que nem conhece.

    Comentário por Maria Luiza Fernandez — 07/09/2013 em 18:38

  646. Oi, Maria Luiza, se você está recebendo a aposentadoria por idade, não vale a pena brigar por pouco tempo.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/09/2013 em 19:37

  647. Ola Sergio Pardal gostaria que tirasse uma duvida meu pai tem 38 anos 8 meses e 11 dias de contribuição e 58 anos ele não teria direito a aposentadoria integral ? e outra coisa fiz a simulação no site e não bate o valor da aposentadoria com o teto porque ja que ele tem tempo e idade acima do minimo exigido ele não teria que pegar integral e tambem o teto do inss sendo que ele sempre ganhou valores acima do teto do inss nas 180 ultimas remunerações ?????

    Comentário por Bruno da silva santos — 07/09/2013 em 22:15

  648. Obrigada pela pronta resposta. Mas gostaria de saber mais uma coisa, aproveitaando do seu conhecimento, rsss… Vc acha que eu devo receber quanto da aposentadoria por idade? Caso não concorde com o valor, já que para o INSS eu tenho 14 anos e 9 meses de contribuição, poderia pagar quantos meses individualmente para completar e solicitar a aposentadoria por contribuição?
    Grata desde já

    Comentário por Maria Luiza Fernandez — 07/10/2013 em 10:14

  649. Oi, Bruno, a aposentadoria por tempo de contribuição é calculada pela média dos maiores salários que representem 80% de todos de julho de 1994 até o início do benefício multiplicada pelo fator previdenciário que leva em conta o tempo de contribuição, a idade e a expectativa de sobrevida.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/10/2013 em 21:38

  650. Oi, Maria Luiza, no site do INSS você pode fazer a simulação do valor de seu benefício.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/10/2013 em 21:49

  651. Bom dia Sérgio Pardal,

    Gostaria de saber, o que seria mais viável para me aposentar. Atualmente sou servidor público estadual, com 05 anos de serviço, tenho em torno de 09 anos de contribuição ao INSS, como micro empresário e 01 ano 08 meses de contribuição ao INSS, ainda como menor (comecei com 14 anos, quando ainda podia), e tenho em torno de 15 anos de tempo de serviço militar na Marinha. Conclusão tenho mais ou menos 31 anos de tempo de serviço/contribuição. Seu eu permanecer no estado tenho que trabalhar até completar 60 anos e a remuneração será em torno de 1.500,00 reais caso permaneça no mesmo cargo. Se eu levar esse tempo, todo para o INSS, e talvez aumentar a contribuição até completar 35 anos, pode ser melhor? Ou tem outra condição melhor? Fico muito grato se puder me dar uma luz? Vou completar 50 anos em março/2014. Atenciosamente, Eduardo Caetano.

    Comentário por Eduardo Caetano Pereira Silva — 07/11/2013 em 12:10

  652. Olá Sérgio, boa tarde!
    Tenho 56 anos de idade e tempo de contribuição conforme segue:
    . Fevereiro(dia 8)/1978 a Setembro(dia 15)/1980 trabalhando na função de Escriturário: Tenho aí 1 ano e 7 meses (certo?)
    . Setembro(dia 10)/1980 a Janeiro(dia 14)/1995 exercendo a função de Aux. Escritório, Escriturário e Aux. Administrativo: Tenho mais 14 anos e 4 meses (correto?)
    . Janeiro (dia 15)/95 a Julho (dia 7)passei a trabalhar em área periculosa na função de Aux. Técnico(energia elétrica com tensão de 13.8 e 69KvA, recebendo periculosidade): ?
    Posso considerar o acréscimo de 40% de 1995 até quando?
    Esta é a minha dúvida: Já tenho os 35 anos de contribuição?
    Peço, por gentileza, me auxiliar nesse cálculo. Principalmente, se possível, me informe o valor (R$ ou percentual) da minha aposentadoria, considerando que hoje meu salário base + periculosidade + anuênio + penosidade = salário bruto, ultrapassa a casa dos 7 salários mínimos.
    Já antecipo aqui os meus agradecimentos.
    Abraço. Luiz Barbosa

    Comentário por LUIZ BARBOSA — 07/11/2013 em 14:21

  653. Fiz a contagem de meu tempo de contribuição e resultou em 30 anos, 2 meses e 16 dias. Atualmente tenho 48 anos, completarei 50 em agosto/2014.
    Simulei o valor de meu benefício e resultou em R$ 1.650,00. Minha contribuição desde 1994 era em torno de 3 salários e de 2000 para cá em torno de 6 salários mínimos. Compensa aposentar-me agora ou espero completar 50 anos para o valor ter um acréscimo?

    Comentário por Maria Vera Lucia — 07/11/2013 em 15:14

  654. Oi, Eduardo, tudo é uma questão de cálculos, mas não se esqueça que na aposentadoria por tempo de contribuição do INSS tem o fator previdenciário, na grande maioria das vezes um redutor da média contributiva.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/11/2013 em 15:21

  655. Oi, Luiz Barbosa, é evidente que não posso fazer os cálculos da sua aposentadoria através do blog. O tempo considerado especial se converte para comum com a multiplicação por 1,4 até os dias hoje; a eletricidade como agente nocivo o INSS admite até 05/03/1997, mas os tribunais continuam entendendo assim.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/11/2013 em 15:24

  656. Boa tarde, eu sou professora da rede municipal ha 10 anos,com 2 cargos concursados, trabalhei para o estado por 5 anos e 10 meses (nao concomitantes) e tenho 20 anos de contribuicao pelo INSS (empresa particular, nao concomitante). Segundo o sindicato dos professores, ainda tenho de trabalhar mais 5 anos para me aposentar. Tenho 52 anos. Ha alguma forma de eu me aposentar em algum lugar??? Eh possivel eu me aposentar parcial pelo servico publico ??? pelo INSS?? Obrigada pela ajuda

    Comentário por Maria Lucia dos Santos — 07/11/2013 em 15:51

  657. Oi, Maria Lucia, no serviço público a aposentadoria por tempo de contribuição exige idade mínima, para a mulher 30 anos de contribuição com 55 de idade; como professora seriam 5 anos a menos, mas com 25 anos como professora. Estando no serviço público antes de 1998 ainda teria direito às regras de transição. De qualquer forma, parece que faltariam 3 anos para você completar a idade necessária já que teria mais de 35 anos de contribuição até agora.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/12/2013 em 15:33

  658. Recebi alta de aposentadoria por invalidez e tenho 34 anos 8 meses de tempo de contribuição e 11 anos e 6 meses deste tempo reconhecido por laudo judicial como periculoso.
    Mas no total esta incluído o tempo de auxilio doença (6 anos e 5 meses) e aposentadoria por invalidez (5 anos e 7 meses). Como só é aceito para calculo de tempo de contribuição intercalados com trabalho.
    Recebi aviso prévio indenizado de 90 dias, poderá contar como tempo de contribuição.
    Consta 1 dia de trabalho e recolhimento do INSS.
    Como na Lei nº8.213/91 art.47.
    Art.47 Verificada a recuperação da capacidade de trabalho do aposentado por invalidez, será observado o seguinte procedimento:
    l – quando a recuperação ocorrer dentro de 5 anos, contados da data do inicio da aposentadoria por invalidez ou do auxilio-doença que a antecedeu sem interrupção, o beneficio cessará:
    a) de imediato para o segurado empregado que tiver direito de retornar à função que desempenhava na empresa quando se aposentou, na forma da legislação trabalhista, valendo como documento, para tal fim, o certificado de capacidade fornecido pela Previdencia Social; ou
    b) após tantos meses quantos forem os anos de duração do auxilio-doença ou da aposentadoria por invalidez para os demais segurados;
    ll – quando a recuperação for parcial, ou ocorrer após o período do inciso l, ou ainda quando o segurado for declarado apto para o exercício de trabalho diverso do qual habitualmente exercia, a aposentadoria será mantida, sem prejuízo da volta à atividade:
    a) no seu valor integral durante 6 meses contados da data em que for verificada a recuperação da capacidade;
    b) com redução de 50%, no período seguinte dos 6 meses;
    c) c) com redução de 75% também por período de 6 meses, ao término do qual cessará definitivamente.
    Minha dúvida é quanto tempo de contribuição é necessário para incluir o tempo total afastado, entre em auxilio-doença e aposentadoria por invalidez. Pode ser 1 dia ou tem que ser 30 dias (1 mes).
    E este tempo será aplicado ao meu beneficio, consultei no site meu beneficio ainda não foi cessado. Foi solicitado o documento de alta do beneficio, poderão fornecer somente depois de 15 dias.
    Alta em 26.06.2013.
    Na rescisão consta 1 dia trabalho e desconto de INSS não descrito como foi feito.
    Foi incluído férias vencidas e 90 dias de aviso e 13º e férias indenizadas.
    Obs. Entrei com recurso dentro do prazo para reverter a aposentadoria via administrativa.
    Obrigado se puder esclarecer quanto ao exposto.

    Comentário por Gerson Rodrigo Santos — 07/12/2013 em 16:24

  659. Boa tarde,
    Dº Pardal, dei entrada no pedido de aposentadoria por TC e vou continuar trabalhando na mesma empresa, a pergunta é: A empresa pode me demitir sem nenhum motivo a não ser o da aposentadoria?
    obrigada pela atenção.

    Comentário por Sônia Santos — 07/12/2013 em 16:39

  660. Obrigada pela atencao!!!!

    Comentário por Maria Lucia dos Santos — 07/12/2013 em 18:18

  661. Oi, Gerson, se após a alta houve uma contribuição, mesmo que seja no aviso prévio, o tempo de afastamento e inclusive da aposentadoria por invalidez devem valer como tempo de contribuição.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/12/2013 em 20:12

  662. Oi, Sônia, se você não tiver estabilidade por alguma razão, o patrão pode mandar você embora quando quiser, basta pagar as verbas rescisórias. A aposentadoria não é motivo para o despedimento.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/12/2013 em 20:16

  663. Muito obrigado. Sua resposta foi esclarecedora.
    Gerson.

    Comentário por Gerson Rodrigo Santos — 07/12/2013 em 20:37

  664. Bom dia, gostaria de tirar algumas duvidas se puder me ajudar. Eu tenho 20 anos em empresas privadas e desde 2010 sou funcionaria publica na Secretaria da Administração Penitenciária e fiquei uns 4 anos sem contribuir, porém posso comprovar que trabalhei nesse período, quero saber se compensa eu pagar retroativo e quando me aposento, sendo que hoje estou com 46 anos? e se o valor será de acordo com meu salario atual como funcionaria publica?

    Comentário por Maria Celia M. de Castro Lima — 07/13/2013 em 13:19

  665. estou para me aposentar daqui a 2 meses pela CTPS, e a 4 pelo Cnis, tenho o registro na carteira desses dois meses, legível, preciso esperar os 4 meses,

    preciso avisar a empresa que trabalho, que dei entrada na aposentadoria?

    obrigado

    Comentário por ANTONIO GOMES FIGUEIRA — 07/14/2013 em 3:43

  666. Uma mulher esta tentando se aposentar, o esposo faleceu na certidão de óbito do falecido esta como lavrador mas o INSS não aposenta ela por que o falecido trabalhou dois meses de carteira assinada e gerou vinculo, como ela deve fazer.

    Comentário por Carlos Fernandes — 07/15/2013 em 0:38

  667. Ola prof Pardal !!
    … por favor tenho 57 anos e 30 anos de contribuicao .Acontece que em 1998 eu comecei a pagar como autonomo e ficou uma lacuna de 05 anos pra tras. Pergunto: posso pagar os atrasados com o nr do meu identificador criado em 1998 e se posso pagar a vista pra completar os 35 anos e assim solicitar minha aposentadoria ??
    Obs: recomecei a trabalhar em 2006 com carteira assinada .

    Muito agradecido , Marcio.

    Comentário por Marcio — 07/15/2013 em 10:27

  668. ola, boa tarde, por favor me tire uma duvida, com a nova lei para aposentadoria para deficiente, tenho 26 anos trabalhado e sou df , minha deficiencia é moderada, posso continuar a trabalhar quando me aposentar?.. grata

    Comentário por ELZA DE MATOS COIMBRA — 07/15/2013 em 11:54

  669. Boa tarde, Sergio!

    Entrei com um recurso por negativa de beneficio de aposentadoria por tempo serviço. O mesmo ainda não foi julgado após quase um ano, pode me informar se posso entrar com pedido de novo benefício sem prejuízo do recurso em andamento?

    Comentário por Alfredo de Sousa — 07/15/2013 em 12:09

  670. Oi Sérgio, boa tarde
    Tenho 52 anos .Trabalhei 9 anos com carteira assinada 8 anos como autônoma e estou 12 anos como professora no serviço publico.
    No período de autônoma não contribui.
    Gostaria de saber se é possível pagar esse tempo perdido(diante de comprovação).
    Obrigada.

    Comentário por Maria Ediene Rodrigues — 07/15/2013 em 14:25

  671. Gostaria de tirar uma dúvida, por favor,meu pedido de aposentadoria por tempo de contribuição foi indeferido, ao ir à agência descobri que houve um erro do próprio inss, esqueceram de colocar dois anos e dois meses, com isso na hora do cálculo deu como se ainda faltasse um mês para obtenção da aposentadoria por TC( 30 anos), a atendente checou e viu que todas as minhas contribuições estão no sistema, não existem buracos, e isso já tinha sido conferido, ela tirou uma cópia da minha carta e disse para que eu retornasse uns cinco dias depois, ainda vou retornar, que ela iria abrir meu processo antes do recurso que eu tinha agendado um dia antes, não há erros nem falta de contribuições conforme ela mesmo viu. Gostaria de saber se há possibilidade disso ser resolvido rapidamente na própria agência ou terá que ir pra recurso?Ela mesmo viu que houve um erro, e o atendente do dia anterior me sugeriu que eu pagasse o mês que faltava, fato que eu não aceitei porque já estava tudo certo em relação aos meus 32 anos e dois meses de contribuição e eu não iria dar entrada com outro pedido, e que eu tinha como comprovar que paguei.Obrigada Marcia

    Comentário por marcia gomes — 07/15/2013 em 14:36

  672. Dr. Pardal, trabalhei durante 6 anos em ambiente insalubre, porém esse local não existe mais, ou seja não é possível fazer uma perícia, porém eu tenho um colega que teve a SB40 e trabalhou comigo no mesmo período lá.
    Pergunto, é possível por meio judicial conseguir que reconheçam meu direito?

    Comentário por Márcio J. C. — 07/15/2013 em 16:16

  673. Oi, Maria Celia, não valerá a pena se preocupar em pagar 4 anos retroativos porque além de ser caro provavelmente não valerá a pena. O servidor público se aposenta por tempo de contribuição com 30 anos de contribuição e 55 de idade (para mulher), e tendo obrigatoriamente 10 anos no serviço público. Portanto, no serviço público, para se aposentar você deverá trabalhar até 2020. O valor da sua aposentaria será pela média dos maiores salários que representem 80% de todos de julho de 1994 até o início do benefício, valendo inclusive os que você levar do regime geral (INSS).
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/15/2013 em 17:51

  674. Oi, Antonio, se você comprova, o que vale é a sua documentação, mas dois meses são muito pouco para arriscar. Não precisa avisar a empresa que vai se aposentar, inclusive porque não muda nada em relação ao contrato de trabalho.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/15/2013 em 21:12

  675. Tenho 35 anos pagos e 48 anos de idade, posso me aposentar?

    Comentário por edmilson da rosa — 07/15/2013 em 21:47

  676. tenho 48ano e 27ano de contribuição desde 1999comecei trabalhar na aria periculosa de 30% e quero ver se posso dar entrada na proposional. pois tenho diabete e isto esta me atrapalhando em procura emprego.

    Comentário por laercio souza — 07/15/2013 em 22:40

  677. Sergio, boa tarde.
    A primeira empresa que trabalhei 01a03m como CLT, não consta registro na Caixa, e o INSS não está considerando. Não tenho nada além da carteira de trabalho, e a empresa já fechou. Fui também no HSBC, que ficou com as contas do Bamerindus (o FGTS era depositado lá), e eles também não tem mais registros. O certo seria aguardar? Ou, posso tentar de outra forma. Obrigada!

    Comentário por Sandra — 07/16/2013 em 14:50

  678. Olá Pardal!
    Bom, trabalho em uma contabilidade e uma cliente me fez a seguinte pergunta: (Ela é professora tem 24 anos e 8 meses de contribuição – como professora e 25 anos e 5 meses total de contribuições até hoje, cerca de 53 anos de idade e paga o carnê de INSS facultativo sobre 20%)Ela quer saber se tem como ela daqui dois meses requerer a aposentadoria por contribuição e continuar pagando o carnê de INSS para posteriormente requerer a aposentadoria por idade – no caso ela queria aposentar por contribuição e por idade penso eu que não mas quero ter certeza e você acha que é bom ela pagar esse carne de INSS?

    Desde já agradeço.

    Comentário por Paulo — 07/16/2013 em 17:59

  679. Oi, Carlos, provavelmente a mulher que você cita pretende a pensão por morte do marido. Atualmente o trabalhador rural também contribui para o INSS e assim, de qualquer forma é preciso comprovar as contribuições do segurado falecido, para gerar a pensão por morte para os seus dependentes.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/16/2013 em 18:30

  680. Oi, Marcio, provavelmente ficará muito caro pagar os cinco anos, comum retorno ruim no cálculo do benefício. Apenas poderia compensar se as suas contribuições sempre foram por um salário mínimo, sendo assim também o valor de qualquer benefício. De qualquer forma, deverá procurar o INSS se quiser pagar o atrasado.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/16/2013 em 18:37

  681. Oi, Elza, ainda falta regulamentar algumas coisas sobre a aposentadoria especial dos deficientes, mas provavelmente não haverá qualquer problema em se aposentar e continuar trabalhando.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/16/2013 em 18:40

  682. Oi, Alfredo, pode sim. Mesmo com o recurso administrativo ainda tramitando, você pode sim requerer novo benefício.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/16/2013 em 18:47

  683. Oi, Maria Ediene, provavelmente não vai valer a pena pagar este tempo passado, e se você não estava inscrita como autônoma não será possível pagar o passado.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/16/2013 em 19:12

  684. Oi, Marcia, provavelmente o seu problema será resolvido na agência, e se você tiver dúvidas, procure o superintendente do INSS.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/16/2013 em 19:29

  685. Oi, Márcio, você deve juntar todas as provas possíveis, solicitar o benefício no INSS com toda a documentação, e, com a negativa, solicitar uma cópia completa e procurar um advogado especialista e de sua confiança para avaliar o ajuizamento de ação.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/16/2013 em 19:50

  686. Oi, Edmilson, com 35 anos completos de contribuição você pode se aposentar com qualquer idade. A idade influencia no valor do benefício, em razão do fator previdenciário, mas não é exigência para a concessão do benefício.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/16/2013 em 20:55

  687. Oi, Laercio, não existe aposentadoria proporcional como você pretende. A aposentadoria por tempo de contribuição exige 35 anos completos, e o tempo especial, que deve ser comprovado por informações das empresas empregadoras, pode ser multiplicado por 1,4.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/16/2013 em 20:58

  688. Eu, Maria de Fátima Carvalho Soares, trabalho na area de enfermagem, estou com 23 anos de serviço na carteira, restam 02 anos para completar 25 anos de serviço, mas anteriormente trabalhei como balconista. A minha dúvida é: Tenho 50 anos de idade, tenha a idade para aposentar? Juntando os anos que trabalhei de balconista são 3 anos. Isto quer dizer são 26 anos de carteira assinada, já posso dizer que daqui a 3 anos posso me aposentar? Ou eu tenho que completar 25 anos da area de enfermagem?

    Comentário por Maria de Fátima Carvalho Soares — 07/16/2013 em 21:35

  689. Oi, Sandra, se a sua carteira de trabalho não tem nenhuma rasura e tem todas as anotações devidas, o INSS tem que reconhecer, mesmo que seja através de ação judicial.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/16/2013 em 22:58

  690. Oi, Paulo, não sei para que ela está pagando como segurada facultativa: se ela é professora na rede pública, é servidora pública e não pode contribuir como facultativa para o INSS, se é professora na rede privada, é segurada obrigatória do INSS e também não pode contribuir como facultativa. Assim, alguma coisa está errada. Inclusive se como professora ela contribui para o INSS é bom ressaltar que no mesmo regime geral não é possível ter duas aposentadorias.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/16/2013 em 23:18

  691. Oi, Maria de Fátima, a aposentadoria especial exige 25 anos de exposição habitual e permanente aos agentes nocivos, devidamente confirmada por informações das empresas empregadoras (antigo SB40, atual PPP), e em seu cálculo não entra o fator previdenciário. Para a aposentadoria por tempo de contribuição o tempo especial pode ser multiplicado por 1,4, será preciso completar 30 anos de contribuição e o fator previdenciário certamente reduzirá o valor do benefício.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/16/2013 em 23:26

  692. muito obrigada pela resposta e hoje irei à agência do inss conforme a atendente me pediu e saberei o que foi resolvido

    Comentário por marcia gomes — 07/17/2013 em 7:36

  693. Muito obrigado Dr, quais seriam essas provas?, pois só tenho testemunhas. A empresa se nega a me dar o documento (PPP ou SB40).
    Outra pergunta, eu já posso entrar com esse pedido no INSS ou só entro quando for pedir a aposentadoria de fato?
    Notar que tenho 27 anos de contribuição, sendo apenas 6 com essa insalubridade, ou seja, ainda me falta tempo de qualquer forma.
    O periodo que trabalhei insalubre foi de 1986 a 1992.

    Comentário por Márcio J. C. — 07/17/2013 em 9:17

  694. Bom dia!!
    Meu pai está tentando se aposentar, ele está com 55 anos e um total de 421 contribuições (+ 4 contribuições que foram pagas em duplicidade), é autônomo (motorista).
    ele tentou requerer a aposentadoria integral mas foi negada pois no papel que lhe entregaram (resumo de documento para cálculo de tempo de contribuição) está com um total de 398 contribuições e consta que falta mais 06 meses.
    Analisei esse resumo e constatei que tem alguns meses pagos que não constam e a somatória das contribuições está errada tbém, a minha pergunta é : esse resumo pode estar errado? tipo erro de digitação do funcionário?
    e a outra pergunta é: tem alguns meses que constam no resumo mas não somados pois estão como sp/rd e o período, oque significa isso?
    Grata,
    Danielle

    Comentário por danielle antoniacomi — 07/17/2013 em 10:47

  695. Bom dia Dr. Tenho uma duvida. Meu tio ja tem 36 anos de contribuição, consegui agora um tempo que ele tem na área rural, provavelmente deve contar mais 6 anos, totalizando 42 anos. Dessa forma, ele pega o valor integral da aposentadoria? contribui sobre 4 salários. Com esse tempo a mais, o valor de sua aposentadoria tem ainda assim uma redução?
    Atenciosamente.

    Comentário por leonardo — 07/17/2013 em 11:37

  696. Amigo Sergio Pardal,
    Tenho 51 anos e 8 meses, 34 anos e 10 meses de contribuição, PPP de 91 a 99 e salário bruto de R$ 3.700,00.
    Você poderia me dizer qual seria a minha perca em % se me aposentar agora?
    Fizeram um calculo que achei muito baixo, entorno de R$ 1.500,00 a aposentadoria agora.
    Confere esse valor?
    Obrigado

    Comentário por Ricardo Correia Fernandes — 07/17/2013 em 14:39

  697. Pardal, ela é professora de escola particular, ela segue o mesmo regime geral da professora publica ou não? Ela poderia contribuir como autonoma?

    Comentário por Paulo — 07/17/2013 em 16:34

  698. Sergio Pardal Freudenthal
    07/16/2013 às 19:50

    Oi, Márcio, você deve juntar todas as provas possíveis, solicitar o benefício no INSS com toda a documentação, e, com a negativa, solicitar uma cópia completa e procurar um advogado especialista e de sua confiança para avaliar o ajuizamento de ação.

    Muito obrigado Dr, quais seriam essas provas?, pois só tenho testemunhas. A empresa se nega a me dar o documento (PPP ou SB40).
    Outra pergunta, eu já posso entrar com esse pedido no INSS ou só entro quando for pedir a aposentadoria de fato?
    Notar que tenho 27 anos de contribuição, sendo apenas 6 com essa insalubridade, ou seja, ainda me falta tempo de qualquer forma.
    O periodo que trabalhei insalubre foi de 1986 a 1992.

    Comentário por Márcio J. C. — 07/17/2013 em 17:02

  699. tenho 53 anos e 22 de contribuiçao jÁ
    Posso me aponsentar.

    Comentário por Alda dos santos A de souza — 07/17/2013 em 18:42

  700. Oi, Márcio, o pedido no INSS só será quando você tiver tempo para se aposentar; eles não vão avaliar o que representa o seu tempo se você não estiver requerendo o benefício. Testemunhas apenas não vão ajudar em nada, nem em ação judicial. Ou seja, provavelmente todo o seu tempo será considerado comum e você terá que completar 35 anos de contribuição.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/17/2013 em 19:05

  701. Oi, Danielle, talvez a melhor saída seja solicitar uma cópia completa do processo administrativo e procurar um advogado especialista e de sua confiança para avaliar o que aconteceu. Inclusive com a cópia do processo administrativo, você mesmo pode examinar melhor o que aconteceu.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/17/2013 em 19:59

  702. Oi, Leonardo, o fator previdenciário será aplicado obrigatoriamente na aposentadoria por tempo de contribuição, mas pode até mesmo ser favorável. No site do INSS você pode fazer uma simulação do valor do benefício e consultar os valores do fator previdenciário.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/17/2013 em 20:08

  703. Oi, Ricardo, provavelmente o cálculo está correto, mas você pode fazer uma simulação no site do INSS.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/17/2013 em 20:25

  704. Oi, Paulo, professora de escola particular tem a sua contribuição previdenciária para o INSS e pode se aposentar com 25 anos de atividades em sala de aula, com qualquer idade, mas com o fator previdenciário reduzindo o valor da média. Como autônoma ela só poderá se aposentar com 30 anos de contribuição, e duas contribuições ao mesmo tempo não se somam.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/17/2013 em 20:40

  705. Oi, Marcio, testemunha sozinha não vale nada, é preciso ter documentação da época, principalmente para aposentadoria especial; você deveria ter processado a empresa quando rescindiu o contrato de trabalho. Como eu já disse, o INSS só vai tomar conhecimento do seu problema quando você solicitar o benefício.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/17/2013 em 20:44

  706. Oi, Alda, para a mulher o INSS exige: para a aposentadoria por tempo de contribuição, 30 anos completos, com qualquer idade; e, para a aposentadoria por idade, 60 anos, com no mínimo 15 anos de contribuição.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/17/2013 em 20:47

  707. Oi, Dr Sergio Pardal, estive na agência , porém a pessoa responsável pelo setor disse que não teve tempo de reabrir meu processo,muito serviço, muitos processos….meu recurso está agendado somente para meados de agosto, o pior é ver que por causa de um erro do funcionário em esquecer de incluir uma data fez com que eu tenha que esperar algo que não tinha erros, ela mesmo me assegurou que estava tudo certo, já era para estar recebendo minha carta de concessão, todas as minhas contribuições estão no sistema, é lamentável como o inss complica tudo.Gostaria de saber se resolver na agência um erro desse tipo, demora a resolver, o funcionário errou na data de apuração pulou dois anos dois meses e com isso ficou faltando um mês para a aposentadoria , eu já tenho 32 anos e dois meses comprovados no sistema, está tudo lá, não falta nenhuma contribuição, até porque foram dez anos de carteira e desde 1990 sempre paguei como autônomo, sem falhar nenhuma, todas comprovadas

    Comentário por marcia gomes — 07/18/2013 em 11:16

  708. Boa tarde Sergio,

    Como devo proceder neste caso, minha mae tem a idade de 63 anos e 10 anos de contribuição, ela pode aposentar assim…..? Qual é o procedimento mais correto neste caso?

    obrigado.

    Comentário por Charles Arlei — 07/18/2013 em 13:46

  709. Dr Pardal, realmente é incrível a burocracia do inss, o inns não está levando em conta as contribuições que fiz durante dois anos e dois meses no código 1007 como sempre fiz como contribuinte autônomo, porque no período de 2007 e 2009,eu era empresaria o meu contador não colocou na GEFIP o nome dos sócios da empresa, já que não tínhamos retirada de prolabore então, conforme o inss me informou, deveria ter feito a contribuição de forma diferente , mas o que mais me surpreende é o inss não aceitar as contribuiçoes pagas, eu não deixei de pagar, e a atendente me disse que não podem ser aceitas porque foi recolhido de forma errada,acho que vou desistir do recurso agendado e pagar os meses(que eram apenas dois pra completar os 30 anos) e dar entrada em um novo benefício, mais fico indignada em saber que perdi dois anos e dois meses , dei dinheiro para o governo e não tenho como recuperar esse dinheiro pago, estive na receita e lá me informaram que mesmo que eu tentasse incluir meu nome da Gefip, a empresa não mais me pertence e isso pode caracterizar fraude e lá não há como converter o que paguei para contribuinte autônomo.É tudo muito difícil, o que paguei não faz tanta diferença no cálculo do benefício, e colocar um advogado não vai compensar, é melhor pagar os dois meses e pedir outra aposentadoria.Obrigada por tudo, e se existir outra saída me aconselhe

    Comentário por marcia gomes — 07/18/2013 em 17:14

  710. Oi, Marcia, como eu disse, você deve reclamar com o superintendente do INSS, e inclusive efetuar uma reclamação por escrito. Apenas uma boa pressão faz o serviço público buscar soluções melhores. Pode inclusive caber uma ação judicial de indenização posteriormente.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/18/2013 em 18:55

  711. Prezado:
    Faltam cinco anos para me aposentar e estou desempregada a mais de 01 ano. Estou pagando GPS como facultativo , correspondente a 20% do salário mínimo . Posso AUMENTAR para um teto superior ao que estou pagando quando estiver faltando 01 ou 02 anos? , pois, no momento não posso elevar esse valor.Preciso muito dessa orientação. Obrigada

    Atenciosamente
    Paula Frassinetti

    Comentário por PAULA F DE ANDRADE BEZERRA — 07/18/2013 em 19:05

  712. Oi, Charles, o mínimo de contribuição para poder se aposentar por idade é 15 anos, e assim, a única saída é contribuir mês a mês nos próximos 5 anos.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/18/2013 em 19:11

  713. Oi, Paula, sinto muito mas a média para o cálculos dos benefícios é sobre os maiores salários que representem 80% de todos de julho de 1994 até o início do benefício. Assim, com a aposentadoria em 2018, são 24 anos no período, com quase 20 a serem considerados no cálculo. Assim, verifique as suas contribuições desde julho de 1994 para poder definir as contribuições futuras.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/18/2013 em 19:34

  714. Dr Sergio Pardal, muito obrigada pela atenção, mas gostaria de saber como fazer essa reclamação por escrito ao superintendente do inss, onde devo ir e como procede isso.Não tenho muita saúde para encarar mais problemas, tenho artrite reumatóide e um monte de problemas de saúde,não dá pra ficar correndo muito atrás das coisas ,sempre trabalhei paguei meu inss desde novinha, e agora me deparo com isso e meu esposo vai passar pela mesma situação, já que éramos os sócios da empresa.Muito obrigado por tudo, consegui tirar muitas dúvidas aqui.

    Comentário por marcia gomes — 07/18/2013 em 20:19

  715. quando estiver faltando cincos anos para me aposentar posso contribuir individual para ganhar pelos menos três sálarios minimos ja que na minha carteira estar asinada com um sálario minimo?

    Comentário por edvan basilio dos santos — 07/18/2013 em 20:29

  716. Obrigado pela resposta Dr. Pardal, foi de grande ajuda.

    Atenciosamente.

    Comentário por leonardo — 07/19/2013 em 10:25

  717. Ola! Bom Dia!
    Gostaria de uma orientação fui no inss tirei meu extrato, segundo o atendente, posso comprovar no inicio um periodo da agricultura, qdo era solteiro trabalhava propriedade de meu pai, minha duvida é seguinte: depois deste periodo trabalhei registrado durante 12 anos, dpois voltei para agricultura mais 10 anos e agora estou trabalhando novamente mesma empresa registrado novamente, será q eles (inss) vai considerar este segundo periodo da agricultura?

    Comentário por Pedro Henrique Mioto — 07/19/2013 em 11:29

  718. Oi, Marcia, escreva pela internet par o INSS, para os jornais, para a presidenta da República. Torne público o seu problema e exija respostas. Pode também procurar um advogado especialista e de sua confiança para avaliar o ajuizamento de ações.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/19/2013 em 13:46

  719. Oi, Edvan, a média para o cálculo dos benefícios é sobre os maiores salários que representem 80% de todos de julho de 1994 ao início do benefício, e além disso, com duas contribuições ao mesmo tempo o cálculo é muito ruim, considerando atividades principal e secundária. O melhor mesmo é ter uma contribuição só e aumentá-la o máximo possível e pelo maior tempo possível também.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/19/2013 em 13:52

  720. Oi, Pedro, o INSS vai considerar o tempo que você provar.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/19/2013 em 14:20

  721. Boa tarde,

    Como faço para retirar meu nome da lista de resposta de emails. Minha dúvidas já foram respondidas anteriormente e já me aposentei, agradeço a atenção, mas gostaria de não receber mais emails pois estão enchendo minha caixa de entrada.

    Obrigado

    Comentário por Sérgio S M. Barros — 07/19/2013 em 14:54

  722. Olá Pardal,
    Gostaria de saber se eu posso me aposentar com 50 anos de idade e 30 anos de contribuição, sendo 12 + 17 em empresas privadas e 1 como autônoma.
    Muitas pessoas falam q posso me aposentar só proporcionalmente, isso procede? e q fator previdenciário e esse? Isso se aplica no meu caso. Muitas pessoas falam que eu tenho q esperar até os 55 anos para receber integralmente, isso e verdade?

    Comentário por Rita de Cássia Gomes Guimarães — 07/19/2013 em 17:02

  723. Boa tarde Sérgio,
    contribuo como autônoma há 17 anos( desde abril de 1994), e há 3 anos sou professora da rede municipal, porém com poucas aulas. Que eu saiba ninguém no Brasil se aposenta com menos de um salário mínimo. Por acaso eu posso ter duas aposentadorias? Uma como autônoma e outra como funcionaria pública? Pois me falaram que o INSS só paga uma. Obrigada!

    Comentário por Ilma — 07/19/2013 em 20:53

  724. Boa noite…. Estou em duvidas…
    tenho 34 anos e cinco meses de contribuição estou a sete meses em auxilo doença quando receber alta prevista para dezembro com o tempo de auxilo doença ja terei ultrapasado os 35 anos nesscessários para requerer a aposentadoria ou tenho que voltar a contribuir?
    Obrigado.

    Comentário por Fernando Fernandes — 07/20/2013 em 0:30

  725. olá! por gentileza: contribui por 16 anos e hoje estou com 54. como devo proceder para obter a aposentadoria quando estiver com 60 anos e não correr o risco de aposentar com o salário mínimo? minha média salarial nesta época era de mais ou menos 3 salários.

    Comentário por rosemarie P.V — 07/20/2013 em 10:24

  726. complementando a minha pergunta; o período de contribuição foi de: 1975 á 1.991.muito obrigada Pardal. estou aguardando sua preciosa resposta.

    Comentário por rosemarie P.V — 07/20/2013 em 11:24

  727. BOM DIA
    GOSTARIA DE ALGUNS ESCRARECIMENTO EM RELAÇÃO APOSENTADORIA ESPEÇIAL PARA SERVIDORES DO ESTADO,TENHO 54 ANOS DE IDADE 25 ANOS DE SERVIÇO,SENDO 3 ANOS NO REGIME INSS,E 22 PELO GOVENO DO ESTADO NO TOTAL 25 ANOS DESTES 23 ANOS,TRABALHEI 6 ANOS NO HOSPITAL HELIOPOLIS EM SP NO NICLOTERIO,10 ANOS NO PS DE BEBEDORO SP,MAIS 7 ANOS NO LABORATORIO DE BEBEDOURO,POSSO PEDIR A ESPEÇIAL?

    Comentário por DIRCEU AP ALONSO — 07/20/2013 em 13:47

  728. Oi, Sérgio, não sou eu quem faz esta administração do blog, vou tentar encaminhar, mas peço que reitere junto a A Tribunal digital.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/20/2013 em 14:21

  729. Oi, Rita, com 30 anos de contribuição completos você pode se aposentar com qualquer idade. A aposentadoria é integral, mas se calcula pela média dos maiores salários que representem 80% de todos de julho de 1994 ao início do benefício multiplicada pelo fator previdenciário, que leva em conta o tempo de contribuição, a idade e a expectativa de sobrevida. No site do INSS você pode fazer uma simulação do valor do benefício.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/20/2013 em 16:29

  730. Oi, Ilma, se como professora da rede municipal a sua contribuição é para o INSS, realmente não terá duas aposentadorias. Isto só ocorre quando são regimes previdenciários diferentes, o regime próprio como servidor público e o Regime Geral, INSS.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/20/2013 em 16:49

  731. Oi, Fernando, tem sim que voltar a contribuir, para que o tempo de auxílio-doença seja contado como tempo de contribuição; a lei fala no período intercalado de contribuições.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/20/2013 em 17:27

  732. Oi, Rosemarie, a aposentadoria por idade se calcula em 70% da média mais 1% para cada ano de contribuição tendo o mínimo de 15 anos de contribuição. A média é sobre os maiores salários que representem 80% de todos de julho de 1994 até o início do benefício, sendo o divisor mínimo desta média em 60% do mesmo período. Portanto, é preciso verificar as suas contribuição após julho de 1994 e fazer as contas, observando quando você completará a idade para se aposentar.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/20/2013 em 17:39

  733. Oi, Rosemarie, com as suas contribuições todas anteriores a 1994, será bastante difícil conseguir uma boa média.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/20/2013 em 17:40

  734. Oi, Dirceu, a aposentadoria especial dos servidores públicos ainda está sendo regulamentada, inclusive para decidir como contar tempo especial de fora (INSS). De qualquer forma, será preciso fazer prova através das informações de empresas empregadoras.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/20/2013 em 18:04

  735. Dr.Sergio Pardal, desculpe por lhe perturbar mais uma vez, mas gostaria de tirar mais uma dúvida, por favor.Resolvi pagar mais uns três meses e fazer um novo pedido de aposentadoria por tempo de contribuição),desistirei do e protocolar o recurso do benefício que foi indeferido, aí completo meus 30 anos, já que faltavam dois meses apenas na conta do inss porque não consideraram meus dois anos e dois meses porque durante esse período meu contador não fez o recolhimento através da GEFIP, meu nome nem consta como empresária no cnpj da firma na receita, o contador não colocou porque eu e meu esposo, donos da empresa não fazíamos retirada de prolabore, aí continuei a pagar o inss como fazia através do código 1007.Sei que fazendo um novo pedido eles não vão considerar novamente esse período na contagem , mesmo tendo pago tudo, aí vem minha dúvida, ao fazer um novo pedido eu poderia colocar como se fosse contribuição de autÒnoma e não colocar no processo administrativo as cópias de compra e venda da empresa?? Ou preciso fazer tudo como fiz igual ao primeiro requerimento, apresentando também esses contratos de alteração social?? A firma não mais me pertence desde final de 2009 e a fiscal da receita não me aconselhou a incluir meu nome na Gefip justamente porque já vendi essa empresa, sou obrigada a mostrar os contratos sociais dessa empresa na hora de fazer o novo pedido já quenão servirão pra nada ??Obrigada mais uma vez

    Comentário por marcia gomes — 07/20/2013 em 18:33

  736. entendi Pardal, agradeço s/atenção.mas tenho uma dúvida: estou equiparada á uma pessoa que nunca contribuiu com a prev.? se aposentar por idade(exemplo aos 60 anos) tanto faz,ter contribui
    ído ou não?

    Comentário por rosemarie PV — 07/20/2013 em 19:34

  737. Oi, Rosemarie, para se aposentar por idade aos 60 anos é preciso ter contribuído, em qualquer tempo, por pelo menos 15 anos.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/20/2013 em 19:45

  738. Pardal: houve dizer que se contribuir 4 meses e depois uma parcela a cada ano até chegar aos 60,terei direito ao 13 salário e até conseguir uma melhor aposentadoria! isto procede?

    Comentário por Rosemarie PV — 07/20/2013 em 19:48

  739. Sr. Pardal, tenho 67 anos de idade e 14 anos, tres meses e 16 dias de contribuição. Posso me aposentar quando completar 15 anos de contribuição? Pagamentos atraves de RPA com recolhimento ao INSS contam como contribuição. Agradeço antecipadamente sua opinião a respeito de minha situação.

    Comentário por Jose Alfredo da Luz — 07/20/2013 em 20:25

  740. Oi. Ainda com relação a voltar a contribuir apos alta do auxilio doença, uma vez que qdo voltar a ativa somando-se tempo de contribuição mais o periodo em q estive em axulio doença ja ira ultrapassar a 35 anos..então tenho q contribuir ainda por qto tempo após receber alta?

    Obrigado.

    Comentário por Fernando Fernandes — 07/20/2013 em 21:28

  741. Sou Policial Civil/RJ, mulher, tenho 47anos, 31 anos de contribuiçao previdenciária,destes 17 anos sao de atividade estritamente policial. A lei 51/85 esqueceu da mulher não dando isonomia de redutor de cinco anos para a mulher, como é o caso em todas outras profissões. No meu caso, apesar de contar com 30 anos de contribuiçao previdenciária, por não possuir 20 anos na polícia, em tese, não tenho direito a requerer a aposentadoria. Comecei a trabalhar aos 13 anos de idade, poderia ter ainda mais tempo de contribuiçao se não tivesse sido explorada pelos meus empregadores da época que não recolhiam a contribuiçao e agora, mais uma vez venho sendo injustiçada. Existe alguma possibilidade de recorrer judicialmente e ganhar a açao?Poderia conseguirme aposentar pelo INSS com integralidade ou somente posso requerer através da previdencia publica?

    Comentário por MARIA/RJ — 07/20/2013 em 22:54

  742. Bom dia Pardal,
    Preciso de uma orientação, meu marido é de 1966 e segundo simulação do inss, faltam 9 anos e 5 meses para aposentadoria, ele é representante comercial e contribui somente com um salario mínimo, quando devo aumentar essa contribuição, para que tenha uma aposentadoria melhor?

    Comentário por Marlene de Souza — 07/21/2013 em 7:30

  743. correção: ouvi dizer; que se eu contribuir por 4 meses seguidos e depois uma vez por ano até completar meus 60 anos de idade,terei uma aposentadoria melhor e tbm 13 salário,isto tem procedencia Pardal? vale á pena fazer estes recolhimmentos?

    Comentário por Rosemarie PV — 07/21/2013 em 9:24

  744. Dr.Sergio Pardal, desculpe por lhe perturbar mais uma vez, mas gostaria de tirar mais uma dúvida, por favor.Resolvi pagar mais uns três meses e fazer um novo pedido de aposentadoria por tempo de contribuição),desistirei do e protocolar o recurso do benefício que foi indeferido, aí completo meus 30 anos, já que faltavam dois meses apenas na conta do inss porque não consideraram meus dois anos e dois meses porque durante esse período meu contador não fez o recolhimento através da GEFIP, meu nome nem consta como empresária no cnpj da firma na receita, o contador não colocou porque eu e meu esposo, donos da empresa não fazíamos retirada de prolabore, aí continuei a pagar o inss como fazia através do código 1007.Sei que fazendo um novo pedido eles não vão considerar novamente esse período na contagem , mesmo tendo pago tudo, aí vem minha dúvida, ao fazer um novo pedido eu poderia colocar como se fosse contribuição de autÒnoma e não colocar no processo administrativo as cópias de compra e venda da empresa?? Ou preciso fazer tudo como fiz igual ao primeiro requerimento, apresentando também esses contratos de alteração social?? A firma não mais me pertence desde final de 2009 e a fiscal da receita não me aconselhou a incluir meu nome na Gefip justamente porque já vendi essa empresa, sou obrigada a mostrar os contratos sociais dessa empresa na hora de fazer o novo pedido já quenão servirão pra nada ??Obrigada mais uma vez

    Comentário por marcia gomes — 07/21/2013 em 10:44

  745. Boa tarde!
    Tenho 20 anos na iniciativa privada, 3 anos como funcionária pública estadual e 44 anos de idade.
    Se permanecer no estado por mais 7 anos poderei juntar as duas contribuições para aposentar?

    Comentário por Consuêrda Alves de Castro Rosa — 07/21/2013 em 17:19

  746. Oi, Rosemarie, eu não sei como inventam tanta bobagem. Todos os benefícios continuados do INSS pagam 13º salário. O que não para o benefício assistencial, sem qualquer contribuição. Na realidade a aposentadoria por idade exige aos 60 anos de idade (para a mulher) o mínimo de 15 anos de contribuição, ou seja, é preciso ter contribuído pelo menos por 15 anos em qualquer momento.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/21/2013 em 21:50

  747. Oi, José Alfredo, é isto mesmo, 15 anos de contribuição é o período de carência, tempo mínimo de contribuição, para a aposentadoria por idade. As contribuições através da empresa contratante de autônomo só não pode ser com base em valor menor que o salário mínimo.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/21/2013 em 21:52

  748. Oi, Fernando, basta uma única contribuição ao encerrar o recebimento do auxílio-doença, para este período seja considerado na concessão de aposentadoria por tempo de contribuição.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/21/2013 em 21:57

  749. Oi, Maria, talvez a melhor saída para você seja averbar apenas 10 anos do INSS e aguardar completar 20 anos de polícia. O que sobrou no INSS, completando o mínimo de 15 anos de contribuição poderá conseguir outra aposentadoria, no INSS, por idade aos 60 anos. Quanto aos patrões não efetuaram o devido registro dos seus contratos de trabalho, infelizmente passados 2 anos da rescisão do contrato, não é mais possível qualquer ação judicial.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/21/2013 em 22:07

  750. Oi, Marelene, já deveria ter aumentado. A média que serve como base para os cálculos do INSS é sobre os maiores salários que representem 80% de todos de julho de 1994 até o início do benefício, e esta média, na aposentadoria por tempo de contribuição, é obrigatoriamente multiplicada pelo fator previdenciário.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/21/2013 em 22:13

  751. Oi, Rosemarie, como eu já respondi para você, não sei como inventam tanta bobagem. Todos os benefícios continuados do INSS pagam 13º salário. O que não paga o benefício assistencial, sem qualquer contribuição. Na realidade a aposentadoria por idade exige aos 60 anos de idade (para a mulher) o mínimo de 15 anos de contribuição, ou seja, é preciso ter contribuído pelo menos por 15 anos em qualquer momento.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/21/2013 em 22:19

  752. Oi, Marcia, eu não sei como será a acolhida do INSS no novo pedido de aposentadoria, mas talvez uma boa tentativa seja não juntar nada da empresa se nenhum tempo vai ajudar.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/21/2013 em 22:22

  753. Oi, Consuêrda, você pode juntar as contribuições se não forem em tempos concomitantes, mas como servidora pública para se aposentar é necessário ter 30 anos de contribuição e 55 de idade.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/21/2013 em 22:35

  754. Tenho 42 anos , a 27 anos de contribuuição, faltam 03 anos para me aposentar, estarei com 46 anos, gostaria de saber se vale a pena me aposentar com essa idade ou aguardo mais um pouco.

    Comentário por Helen Oliveira — 07/22/2013 em 13:11

  755. Tenho 61 anos e 65 meses de contribuição como engenheiro (mar/79 até ago/84) mais 99 meses (out/87 até dez/95), comprovados pela EMATER + testemunhas, como produtor rural sem contribuir mais 106 meses (após 1995), comprovados pela EMATER + testemunhas, como produtor rural sem contribuir.
    Posso tentar:
    1) agora a aposentadoria especial como produtor rural ou tenho de aguardar até os 65 anos?;
    2)se eu aguardar até os 65 anos devo ter um mínimo de contribuições?; qual seria esse mínimo?
    3)posso somar o período de contribuição ao período sem contribuição, como produtor, até 1995?

    Muito grato
    Roni

    Comentário por Roni Silva — 07/22/2013 em 13:26

  756. Caro Sérgio,
    Trabalho desde 1970. Porém, de 1988 a 1999 trabalhei sem carteira assinada, cujo salário era sempre superior ao teto para contribuição. Em um pedido administrativo o INSS reconheceu este período, mas como trabalhador autônomo,exigindo a indenização para efeito de contagem do tempo para concessão do benefício. O valor apresentado supera R$.150.000,00 (juros, correção monetária, multa). Devido as nuances da legislação pergunto:
    Qual o valor devo realmente indenizar o INSS?
    O cálculo deve ser sobre o salário da época ou pode ser sobre o salário mínimo?
    Sendo sore o salário mínimo, prejudica alguma coisa no valor do benefício?
    Grato.

    Comentário por Aderaldo da Silva Rocha — 07/22/2013 em 17:17

  757. Oi, Helen, tudo é uma questão de cálculos. Quando você completar os 30 anos de contribuição, deve fazer uma simulação do valor do benefício no site do INSS e depois avaliar se vale ficar sem receber por algum tempo para o melhorar o valor. Na maior parte das vezes perde-se dinheiro, mas tudo é uma questão do cálculo certo na hora certa.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/22/2013 em 18:09

  758. Oi, Roni, em qualquer hipótese, para a aposentadoria por idade, urbana ou rural, é preciso ter o mínimo de 15 anos de contribuição. A aposentadoria concedida será a relacionada com a atividade no momento em que solicita o benefício.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/22/2013 em 18:12

  759. Oi, Aderaldo, realmente não vale a pena pagar tempo passado para o INSS. Se você recebia pelo teto, por quê contribuiria pelo salário mínimo??
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/22/2013 em 19:46

  760. caro sergio,

    tenho 45 anos de idade,e trinta ano de contribuição, com um salario minimo de contribuição ja posso me aposentar ou tenho que completar 48 anos de idade

    grato

    Comentário por sandra madalena da silva arminini — 07/22/2013 em 20:17

  761. BOA NOITE,
    Ainda tenho algumas dúvidas.Sou concursada como professora da rede municipal, porém meu salário é inferior ao salário mínimo(valor é pago pelo número de aulas). Se eu deixar de contribuir como autônoma corro risco de aposentar e receber menos que o mínimo? Já que a contribuição é uma porcentagem do salário recebido? Posso averbar meu tempo de contribuição como autônoma e levar para o cargo do município?
    Obrigada!

    Comentário por Ilma — 07/22/2013 em 21:18

  762. Sergio, meus melhores salários de contribuição são anteriores a julho de 1994, vou perder esses salários de contribuição anteriores a este período para o cálculo de minha aposentadoria na época?att. José vicente.

    Comentário por josé vicente — 07/23/2013 em 8:39

  763. Olá Dr Pardal! Tenho 35 anos de contribuição e 60 anos de idade quero saber se posso me aposentar e se serei pego pelo FP? E quais os meus direitos em relação a indenização a ser recebida da empresa a qual trabalho? Grato!

    Comentário por humberto — 07/23/2013 em 9:46

  764. Olá Dr Pardal!! Gostaria de tirar mais uma dúvida! Como fica a questão da multa dos 40% do FGTS nos casos em que o trabalhador se aposenta e continua a trabalhar, na mesma empresa, caso ele saque o FGTS, e futuramente ele for demitido sem justa causa a multa será em cima do valor anteriormente sacado mais o arrecadado pós aposentadoria?

    Comentário por humberto — 07/23/2013 em 10:25

  765. Oi, Sandra, se já completou 30 anos de contribuição, pode se aposentar com qualquer idade.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/23/2013 em 13:05

  766. Oi, Ilma, sua contribuição como autônoma seria ao INSS enquanto na rede municipal você deve estar vinculado ao regime próprio dos servidores. Assim, você deveria contribuir no valor de um salário mínimo para o INSS garantindo uma aposentadoria neste valor. Em relação ao regime próprio, entendo que seu salário não alcança o mínimo em razão do número de aulas, mas não sei como isto se refletirá na aposentadoria (talvez uma consulta direta ao fundo do município seja importante). O tempo de contribuição como autônoma junto ao INSS, se for concomitante não terá valor.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/23/2013 em 13:10

  767. Obrigada pelos esclarecimentos!!
    Abraços..

    Comentário por Ilma — 07/23/2013 em 13:44

  768. Oi, José Vicente, infelizmente vai. Existem algumas teses nos tribunais sobre a utilização dos maiores salários que representem 80% de todos, e não apenas de julho de 1994 em diante, mas não é fácil.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/23/2013 em 13:56

  769. Oi, Humberto, pode se aposentar sim, mas será pego pelo fator previdenciário. Faça uma simulação no site do INSS e verá informações mais próximas. A aposentadoria não rescinde o contrato de trabalho, ou seja, continua até a hora que o seu patrão ou você queiram rescindi-lo.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/23/2013 em 14:09

  770. Oi, Humberto, a multa de 40% é sobre o total do FGTS depositado durante todo o pacto laboral, inclusive o que tiver sido sacado na aposentadoria devidamente atualizado, somado ao que foi depositado depois.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/23/2013 em 14:11

  771. Olá Dr. Sérgio, boa tarde!!!

    Tenho 17 anos de previdência paga, e sou funcionária pública federal há 03 anos, hoje tenho 41 anos. Quanto tempo falta para que eu possa me aposentar?

    Comentário por Cláudia Viana — 07/23/2013 em 15:07

  772. Oi, Cláudia, a aposentadoria por tempo de contribuição no serviço público exige para a mulher 30 anos de contribuição e 55 de idade. O tempo de contribuição para o INSS pode ser averbado no serviço público.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/23/2013 em 16:53

  773. Olá Dr. Sergio!

    O meu pai contribuiu durante 14 anos quando era funcionário do Estado. Porém, depois ele começou a trabalhar como autônomo e não contribuiu mais. Hoje, ele está com 53 anos. Ele vai ter direito a aposentadoria?

    Comentário por HELEN FERNANDES — 07/23/2013 em 20:10

  774. Boa noite, tenho 38 anos de contribução e 52 anos de idade, estou com o GPS atrasado a 12 meses, visto que minha empresa entrou em uma grande crise, no final acabei fechando a mesma, consigo dar entrada na aposentadoria, mesmo com estes GPSs em atraso, ou terei que pagar os atrasados
    Aguardo retorno
    Muito obrigada

    Comentário por Roseli Mendonça Batistutti Bizin — 07/23/2013 em 22:41

  775. Boa noite, Sérgio. Tenho 44 anos de idade e 29 anos de contribuição para o INSS, como professora. Comecei aos 15, na educação especial.Depois de 3 anos, passei para a rede particular, onde estou até hoje. Há dois anos, pedi a aposentadoria e ela foi concedida. Mas como o valor caiu bastante, devido ao fator previdenciário, resolvi recusar. Seria vantagem, hoje, eu me aposentar, ter esse dinheiro em uma caderneta de poupança como reserva e continuar trabalhando?

    Comentário por Barbara — 07/23/2013 em 23:03

  776. sou marcia, professora há 32 anos e 52 anos de idade com uma renda mensal de 2.000.00. dei entrada na minha aposentadoria e tomei a maior decepção da minha vida, estava na conta 40% da renda mensal. tive que devolver e continuar trabalhando, também uma amiga minha com o mesmo tempo, salario e idade, entrou dias após e veio um valor de 1.480.00, então pude entender que não existe fator previdenciário algum, a gente esta sendo roubada,porque contribuímos e não recebemos o que contribuímos vai p onde este dinheiro, Por favor já estou cansada e não posso parar.

    Comentário por marcia cristina de faria — 07/23/2013 em 23:28

  777. Bom dia.

    Tenho 50 anos de idade e estou tentanto requerer a aposentadoria por tempo de contribuição….tenho 27 anos e 05 meses de contribuição….então…questiona-se: para eu pagar as contribuições restantes para conseguir me aposentar…poderei adiantar as parcelas e quitá-las de uma única vez?

    Comentário por MARIA APARECIDA SOAREZ — 07/24/2013 em 9:29

  778. tenho 60 de idade e 35,6 anos de contribuição qual fator que sera aplicado

    muito obrigado

    evanildo

    Comentário por EVANILDO NOGUEIRA — 07/24/2013 em 15:55

  779. Dr. Pardal meu pai trabalhou durante 24 anos, como enfermeiro cuidando de pacientes sempre no turno da noite e se aposentou em 91. Isso da direito a aposentadoria especial?

    Comentário por alexandre lopes — 07/24/2013 em 17:01

  780. Olá Sérgio, tenho 31 anos de contribuição e 50 anos de idade, sou técnica de laboratório e trabalho com insalubridade. Posso me aposentar com salário integral de R$ 1300 ? Se não, quanto seria o valor da minha aposentadoria. Obrigada.

    Comentário por Dayse — 07/24/2013 em 18:48

  781. Oi, Helen, no serviço público os direitos previdenciários só se mantém enquanto o trabalhador continua servidor público. A aposentadoria por idade no INSS, aos 65 anos para os homens, exigem 15 anos de contribuição para o próprio INSS, mês a mês.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/24/2013 em 19:36

  782. Então Dr. Sergio, quer dizer que ele perdeu esses 14 anos de contribuição no Estado?
    Obrigado!

    Helen

    Comentário por Helen Fernandes — 07/24/2013 em 20:09

  783. Sou contribuinte individual tenho 26 anos de contribuição e 48 de idade para ter uma aposentadoria melhor posso recolher com valores maios apartir de agora ou não compensa?

    Comentário por Teresa Cristina Ferreira Neves — 07/25/2013 em 10:50

  784. Ola meu pai ja deu entrada na aposentadoria, mas tem um problema seu primeiro emprego faliu, e ele perdeu a carteira de trabalho. Segundo a Caixa Economica Federal eles não podem fazer nada, o que devemos fazer??? Obrigado!

    Comentário por Alipio Filho — 07/25/2013 em 16:06

  785. Pardal

    Boa tarde,

    Eu fui contratado em Set/07 demitido e readmitido em caráter de cargo de confiança pela prefeitura em Mar/08 e até Mar/11 trabalhei em um hospital na parte administrativa com insalubridade, depois fui para a secretaria de esportes onde trabalhei até Jan/13, desde então trabalho com em empresa privada.. quanto tempo eu tenho de contribuição?? a insalubridade desses anos vai contar??

    Comentário por Carlos R. do Rosário Filho — 07/25/2013 em 16:11

  786. Boa noite,

    Tenho 52 anos de idade e 31 de contribuição CLT,já posso me aposentar.
    Existe alguma situação em que não entro no fator previdenciário?
    Obrigada…

    Comentário por Sônia Santos — 07/25/2013 em 19:24

  787. Prezado,

    Queria saber, sob a situação da minha mãe, pois, a mesma encontra-se com carteira assinada com dois salários mínimos, sendo que o último salário foi incorporado acerca de 7 anos, quanto tempo necessita para aposentar-se com a incorporação desse segundo salário?

    Comentário por Danilo Bezerra da Silva — 07/25/2013 em 22:20

  788. Boa noite doutor!

    Gostaria de sanar uma dúvida sobre a aposentadoria por tempo de contribuição.
    Uma amiga minha está pretendendo requerer essa modalidade de aposentadoria, porém ela inda não tem 30 anos de contribuição. Faltam apenas poucos meses para completar 30 anos. É possível pagar o tempo que resta e requerer a aposentadoria? Outra coisa, ela nem sempre trabalhou de carteira assinada. Há alguma prescrição quanto ao período de carência? Uma advogada informou a ela que ela não teria que pagar o período que não contribuiu, posto que já se passaram mais de 20 anos e, portanto, prescreveu.

    Comentário por Fernanda Andrade de Souza — 07/25/2013 em 22:44

  789. minha mae tem 22 anos de contribuicao e 29 anos e 8 meses de trabalho porem ela foi exonerada
    e tem 58 anos
    o que faco para aposenta la?

    Comentário por jose silverio — 07/26/2013 em 2:42

  790. Como é contado o tempo para aposentar?
    Por exemplo, comecei a trabalhar aos 14 anos e hoje tenho 40, teoricamente seriam 26 anos de contribuição. Acontece que nas saídas de uma empresa para outra existem algumas perdas. Como é contado esse tempo? O tempo de seguro desemprego é contato? Se os meses que ficaram sem contribuir (seguro e outros meses sem trabalhar) não forem computador, tem como eu pagar esse período?

    Comentário por Marcelo de Pinho — 07/26/2013 em 8:52

  791. Oi, Roseli, se você é empregada, a responsabilidade contributiva é da empresa empregadora, sem afetar os seus direitos; se a empresa é sua e você vai utilizar o tempo de contribuição, provavelmente o INSS vai cobrar a dívida, mas só saberá quando acontecer.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/26/2013 em 13:40

  792. Oi, Barbara, neste blog tem alguns textos meus sobre a redução pelo fator previdenciário e se vale a pena esperar. O cálculo para isto é fácil: verifique quanto você ganharia se tivesse 5 anos a mais de idade e de contribuição fazendo uma simulação no site do INSS; multiplique o valor que você receberia na aposentadoria atual por 65 (pagamentos que você receberia em 5 anos) e divida o resultado pela diferença entre o benefício futuro e o atual, para saber em quanto tempo você recupera o que deixou de receber. Na grande maioria das vezes leva mais do que 14 anos…
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/26/2013 em 13:45

  793. Oi, Marcia, a aposentadoria por tempo de contribuição é calculada pela média dos maiores salários que representem 80% de todos de julho de 1994 até o início do benefício, multiplicada pelo fator previdenciário. Na aposentadoria especial dos professores o fator previdenciário também leva em conta o tempo menor de contribuição, mas mesmo assim é uma grande redução no valor das aposentadoria na grande maioria das vezes. Realmente é um grande absurdo.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/26/2013 em 13:55

  794. Olá Sergio,

    Me tira uma duvida, desde 1980 eu paquei o Inss sempre pelo teto maximo, agora estou desempregado e pagando como facultativo, so que eu estou pagando a dois anos sempre 20% do teto maximo.
    Pergunto: faltam 12 meses para completar 35 anos de contribuiçao, preciso continuar pagando 20% de 4159,00 ? ou posso pagar somente 20% de 2079,00 ?

    Ja que o que vai contar é somente a media das 80 maiores contribuiçoes. Pelos meus calculos, estou pagando alem do que precisa, e a diferença no dia da aposentadoria vai ser irrelevante.

    Obrigado

    Comentário por Pedro Alves de Freitas — 07/26/2013 em 21:49

  795. dr. pardal

    tenho 27 anos de contribuição sendo os ultimos 6 anos com ppp se convertido multiplicando por 1,4 CHEGA-SE A 29,4 pelos meus calculos com mais 4 anos completo 35 anos procede?

    Comentário por marciano — 07/26/2013 em 23:00

  796. Oi, Maria, não é possível pagar tudo de uma vez. Tem que completar as contribuições no tempo certo, mês a mês.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/27/2013 em 12:04

  797. Tenho 56 anos de idade e 35 de contribuição, terei aposentadoria integral?

    Comentário por Reinaldo Barreto — 07/27/2013 em 18:01

  798. Oi, Evanildo, no site do INSS você pode fazer uma simulação do valor de seu benefício ou simplesmente consultar a tabela do fator previdenciário.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/27/2013 em 23:05

  799. Oi, Alexandre, se ele já se aposentou em 1991, com 24 anos de trabalho, com certeza o tempo foi considerado especial.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/27/2013 em 23:12

  800. Oi, Dayse, 25 anos de trabalho com exposição habitual e permanente aos agentes nocivos, comprovada através de informações das empresas empregadoras (antigo SB40, atual PPP), dariam direito a aposentadoria especial, calculada pela média dos maiores salários que representem 80% de todos de julho de 1994 ao início do benefício sem a incidência do fator previdenciário. Se o seu trabalho for considerado comum, você já tem direito a se aposentar, mas com o fator previdenciário. No site do INSS você pode fazer uma simulação do valor do benefício.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/28/2013 em 12:41

  801. Oi, Helen, é como um seguro; você paga o seguro do seu carro e nada acontece: foi perdido o dinheiro da contribuição??
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/28/2013 em 12:53

  802. Gostaria de saber meu esposo trabalhou em 2 dois lugares durante 8 anos e tinha dois desconto do Inss agora ele so trabalha em um lugar . quando ele for se aposentar as 2 duas contribuições vai contar ou so uma , e quando ele deve voltar a contribuir com mais um valor por fora para aumentar o valor da aposentadoria ele tem 26 de contribuição e 42 de idade me responda por Favor Obrigado.

    Comentário por marcia — 07/28/2013 em 15:28

  803. Oi, Teresa, a média para o cálculo dos benefício é dos maiores salários que representem 80% de todos de julho de 1994 até o início do benefício; assim, dependerá de quanto tempo você ainda vai contribuir para alterar substancialmente a média.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/28/2013 em 17:37

  804. Oi, Alípio, sem qualquer documentação da época, ficará difícil ter tal tempo.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/28/2013 em 18:08

  805. Oi, Carlos, você deve verificar para que regime contribuiu, se o Regime Geral (INSS) ou regime próprio de servidor público e efetuar a contagem. Tempos especiais no INSS devem ser com exposição habitual e permanente aos agentes nocivos, comprovada através de informações das empresas empregadoras (antigo SB40, atual PPP).
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/28/2013 em 18:13

  806. Oi, Sônia, já pode se aposentar sim, mas entra o fator previdenciário. Faça uma simulação do valor de seu benefício no site do INSS.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/28/2013 em 18:17

  807. Oi, Danilo, tal incorporação nunca acontecerá plenamente. Observe que a média se faz pelos maiores salários que representem 80% de todos de julho de 1994 e o início do benefício, sendo o divisor mínimo desta média em 60% do mesmo período.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/28/2013 em 18:25

  808. Oi, Fernanda, o tempo que resta você pode pagar mês a mês até completar. Nesta modalidade a mulher só precisa ter 30 anos de contribuição a qualquer tempo. O período sem contribuição não deve ser pago, mas também não vai contar como tempo de contribuição.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/28/2013 em 18:31

  809. Oi, José Silvério, não entendi se ela era servidora pública ou se as contribuições são para o INSS, mas de qualquer forma não haverá qualquer possibilidade de aposentá-la de imediato. Se ela for contribuinte do INSS, quando completar 60 anos de idade poderá se aposentar, mesmo que pare de contribuir agora.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/28/2013 em 18:38

  810. Oi, Marcelo, tempo de serviço/contribuição só conta tempos que foram trabalhados e/ou com contribuição. Ou seja, os tempos sem contribuir e recebendo seguro-desemprego não contam.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/28/2013 em 18:40

  811. Oi, Pedro Alves, você tem razão, a média se faz pelos maiores salários que representem 80% de todos de julho de 1994 até o início do benefício. Assim, se você for considerar os 12 últimos meses dentro dos 20% que serão desprezados, pode pagar 20% do salário mínimo, não mais do que isto, já que será desprezado na média.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/28/2013 em 19:06

  812. Oi, Marciano, a conta é fácil, não esqueça que o tempo especial, com exposição habitual e permanente aos agentes nocivos, depende das informações das empresas empregadoras (antigo SB40, atual PPP).
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/28/2013 em 19:08

  813. Oi, Reinaldo, sempre haverá o fator previdenciário, obrigatório neste benefício. Você pode fazer uma simulação do valor do seu benefício no site do INSS.

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/28/2013 em 19:23

  814. desculpe, vou detalhar melhor minha situação, tenho 27 anos de contribuição, sendo 6 anos em área exposta a agentes quimicos (pintura industrial) a empresa me fornecerá o ppp ja me informei, porem se eu trabalhar mais 4 ou 5 anos terei este tempo reconhecido pelo inss como sendo “especial” multiplicando-os por 1,4 ? pois eu não trabalhei a vida toda nesta função (25 anos).

    Comentário por marciano — 07/28/2013 em 19:32

  815. Oi, Marcia, as contribuições em duas atividades são bastante complicadas, porque no cálculo do benefício existem formas diferentes para contar as contribuições do que eles chamam de atividade principal e atividade secundária. Talvez fosse melhor uma consulta no INSS para avaliar se valeria seguir com contribuições no carnê.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/28/2013 em 19:55

  816. Oi, Marciano, todo o tempo que for reconhecido como especial pode ser multiplicado por 1,4 para ser somado ao comum; importante lembrar que a aposentadoria por tempo de contribuição utiliza o fator previdenciário, que leva em conta a idade.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/28/2013 em 20:05

  817. Boa noite….
    Horas extras que foram ganhas na Justitiça do Trabalho, esse valor pode ser incorporado a aposentadoria por tempo de contribuição? como mse faz isso?
    Obrigado

    Comentário por Fernando Fernandes — 07/28/2013 em 21:23

  818. tenho 51 anos de idade e 31 anos de contribuição destes 31 anos 25 anos insalubre como torneiro mecanico porque não consigo me aposentar

    Comentário por edelmar dias vieira — 07/28/2013 em 21:53

  819. Caro Sergio Pardal, minha dúvida é em relação a quando meu pai poderá parar de ter descontado do seu salário a contribuição ao INSS. Ele é funcionário público, tem 56 anos e 8 meses de idade e 37 anos e 4 meses de contribuição. Digo em relação aqueles casos em que a pessoa já tem o tempo de contribuição para aposentar, mas continua trabalhando. Obrigada pela atenção.

    Comentário por Emilly Clara Soares — 07/29/2013 em 0:22

  820. Ola, bom dia… Ha 23 anos trabalho como professora e agora precisei pedir uma licenca sem remuneracão, como fazer para continuar contribuindo e contar como tempo de servico para professora?o que me orienta? ou se continuar contribuindo sem está atuando em sala de aula só me aposentarei com 30 anos?Já trabalhei em outras instituicões, mas no mesmo periodo também, isso conta a mais ou não, prevalece os mesmos 23 anos?

    Comentário por Marta Petrola — 07/29/2013 em 6:01

  821. Bom dia, gostaria de saber eu fiquei comissionado durante dois anos e seis meses este periodo nâo entrou nos calculo da aposentadoria vou pedir revisão eu ganhei tres processos trabalhista, para incorporar na aposentadoria também posso pedir para incorporar este periodo.

    Comentário por Silvio Jose Siqueira — 07/29/2013 em 11:31

  822. Olá, boa tarde.
    Eu tenho 3 duvidas, no caso quem ja trabalhou como CLT por uns anos, e hoje em dia é um autônomo, se ele resolve pagar o carne do INSS como autônomo ele acaba recomeçando a pagar ou la na frente os anos se juntam..
    e mesmo que eu não tenha 60/65 anos e ja tenha 15 anos de contribuição eu posso solicitar o meu beneficio?
    E no caso de quem foi morar fora do Brasil e ficou la longos 20 a 25 anos e resolve voltar, ele tem de recomeçar a pagar como autônomo aqui no Brasil? ou tem alguma outra maneira de se aposentar ao chegar no Brasil apos tantos anos.
    obrigada.

    Comentário por sayuri — 07/29/2013 em 14:13

  823. Ok. Dr. mas então quais seriam as provas que poderei usar, considerando que:
    1) O Local onde trabalhava não existe mais, a empresa existe, só não existe a grafica
    2) Tenho o nome de uma pessoa que trabalhava comigo no mesmo local e obteve o sb40

    Comentário por Márcio J. C. — 07/29/2013 em 15:03

  824. Boa tarde dr. Sergio, tenho 52 anos de idade, e 11 anos de contribuição urbana, mas tenho como comprovar 20 anos de trabalho rural anterior ao início de contribuição urbana, posso pedir a averbação no INSS desse período de agricultura? E esse período vai somar para o total de tempo de contribuição para pedir minha aposentadoria?

    Desde já agradeço a atenção.

    Comentário por DANIELA SANTOS — 07/29/2013 em 15:56

  825. BOA TARDE SR. SERGIO PARDAL, TENHO 47,4 ANOS DE IDADE, SENDO QUE TENHO CARTEIRA ASSINADA DESDE JULHO DE 1982 ININTERRUPTOS ATE O MOMENTO (31 ANOS)DESTES 31 ANOS TRABALHEI 3,6 ANOS EM UMA CONCECIONARIA DE VEICULOS NA ADMINISTRACAO, E O RESTANTE 27,4 ANOS EM INDUSTRIA METALURGICA ONDE ESTOU EXPOSTO A RUIDOS ATE +- 86 Db A 91 Db , E AGENTES NOCIVOS A SAUDE, VISTO QUE TRABALHO COM ALMOXARIFADO. PERGUNTO: JA TENHO DIREITO A APOSENTADORIA POR TEMPO DE SERVICO, E SE E ESPECIAL OU NAO ? VEJA SE ESTA CORRETO O MEU RACIOCINIO PARA CONTAGEM DO TEMPO DE SERVICO : 3,6 ANOS + 27,4 ANOS = 31 ANOS, LOGO 27,4 ANOS X 40% = 38.36 ANOS + 3,6 ANOS + 41,96 ANOS DE CONTRIBUICAO ?
    PODE ME AJUDAR POR FAVOR, DESDE JA AGRADECO..

    Comentário por CELSO BATISTA EVANGELISTA — 07/29/2013 em 16:08

  826. encostei em 1994 tenho 19 anos de aposentadoria por invalidez mais 12 de contribuiçao onde me encaixo no inss pois se somar da 31 anos isto conta para mudança de aposentadoria

    Comentário por raimundo nonato ferreira filho — 07/29/2013 em 17:47

  827. OI, HOJE TENHO 48 ANOS E DESDE PRIMEIRO DE MARÇO DE 1986, QUE SOU PROFESSORA NA REDE MUNICIPAL DE ENSINO.QUANTO TEMPO AINDA FALTA PARA A MINHA APOSENTADORIA?

    Comentário por MARIA DINÁ MARQUES DOS SANTOS — 07/29/2013 em 18:30

  828. Oi, Fernando, se você ainda não estava no teto, os valores devem ser incorporados aos salários dos meses, com o recálculo do benefício. É preciso ter a cópia do processo trabalhista, inclusive com os cálculos e as provas do pagamento das contribuições, e procurar o INSS para revisão administrativa.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/29/2013 em 19:21

  829. Oi, Edelmar, não tenho como responder às suas dúvidas. Você já deve ter solicitado a aposentadoria ao INSS e teve o pedido negado; talvez o melhor seja solicitar uma cópia completa do processo administrativo e procurar um advogado especialista e de sua confiança para avaliar o que aconteceu.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/29/2013 em 19:26

  830. Oi, Emilly, se ele contribui para o INSS não haverá o fim dos descontos, mas ele poderia se aposentar e continuar trabalhando; se a contribuição é para o regime próprio de servidor público, este abono pode ser requerido quando se completam as exigências da regra de transição de 1998, com a idade mínima de 53 anos para o homem e com o pedágio de 20% do tempo que faltava em 15/12/1998.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/29/2013 em 20:40

  831. Oi, Marta, infelizmente você está certa em suas preocupações. Contribuindo como facultativa não contará este tempo como professora, e o tempo concomitante não conta duas vezes.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/29/2013 em 22:00

  832. Oi, Silvio, dependerá de comprovar as contribuições no processo.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/29/2013 em 22:18

  833. Oi, Sayuri, em todos os casos, o tempo de contribuição ao INSS é todo somado. Para se aposentar por idade, por exemplo, o mínimo de contribuições necessário é de 15 anos em qualquer tempo. Para alguns benefícios, como auxílio-doença, é necessário recuperar a qualidade de segurado com um mínimo de 4 contribuições, 4 meses.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/29/2013 em 22:26

  834. Oi, Márcio, sinto muito, mas você teria que ter solicitado o documento na rescisão do contrato.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 07/29/2013 em 22:28

  835. Muito obrigada pela resposta Pardal.
    Realmente me equivoquei, a contribuição dele há 23 anos é para o regime próprio de servidor público. Mas não entendi ainda quando ele poderá requerer esse abono, pois já está prestes a completar a tal soma de 95 (38 de contribuição e 57 de idade). O que é essa regra de transição de 98? E como calculo esse pedágio de 20% do tempo que faltava em 15/12/98? Grata pela atenção.

    Comentário por Emilly Clara Soares — 07/30/2013 em 0:10

  836. Prezado Sr. Sérgio Pardal;
    Gostaria de saber por gentileza caso possível as informações das seguintes questões:
    1. Tenho 53 anos e 30 anos de contribuição como Autônomo posso aposentar-me pela proporcional?
    2. Se for possível qual o valor?

    Em Dezembro 2012 entre com o pedido a resposta está abaixo:

    ASSUNTO: Pedido de Aposentadoria por Tempo de Contribuição
    DECISÃO: Indeferimento do Pedido.
    MOTIVO: Falta de tempo de contribuição até 16/12/98 ou até a data de entrada do requerimento.
    FUNDAMENTAÇÃO LEGAL: Emenda Constitucional nº 20 de 16/12/98 e Regulamento da Previdência Social, aprovado pelo Decreto nº 3.048 de 06/05/99, Art. 187.

    Em atenção ao seu pedido de Aposentadoria por Tempo de Contribuição, formulado em 19/12/2012, informamos que, após análise da documentação apresentada, não foi reconhecido o direito ao benefício, pois até 16/12/98 foi comprovado apenas 15 anos, 8 meses, ou seja não foi atingido o tempo mínimo de contribuição exigida, 30 (trinta) anos se homem e 25 (vinte e cinco) anos se mulher, nem tampouco comprovou na data do requerimento o período adicional de contribuição equivalente a, no mínimo, 40% do tempo que, em 16/12/98, faltava para atingir o tempo mínimo exigível nessa data.

    Tempo de contribuição apurado até a DER: 29 anos, 05 meses e 03 dias.
    Tempo mínimo necessário até a DER: 35 anos

    3. Caso venha entrar com o pedido novamente em Setembro do corrente ano, pois nesta data estarei já com 30 anos de contribuição como Autonomo terei algum sucesso em me aposentar pela proporcional?

    Aguardo o vosso retorno e que Deus o abençoe.

    Muito obrigado Obrigado.
    Rudimar F. Pestana

    Comentário por Rudimar Ferreira Pestana — 07/30/2013 em 11:44

  837. Bom tarde!
    Sou dentista e trabalho desde 1985(sem interrupções)como mostra o meu PPP(consta a insalubridade tb). Em 2011 fui ao INSS, para ver se eu poderia ter direito a aposentadoria especial no qual o meu sindicato dos odontologista falam que sim. Nessa época contava com 26 anos de trabalho e 48 de idade. Eles falaram que eu só tinha 27anos e meio de tempo de serviço. Entrei então judicialmente. Faz 2 anos que o processo esta para julgamento. Gostaria de saber se tenho esse direito como o sindicato fala. Se não, quanto tempo ainda me faltam para trabalhar? Tenho hoje 50 anos e 28 anos trabalhados.

    Comentário por Yara Bassil Dower Stafuzza — 07/30/2013 em 14:32

  838. Obrigado pela resposta doutor. A advogada informou a ela que o tempo não pago e prescrito contaria como tempo de contribuição. Me esclareça só mais uma coisa, por gentileza. Ela poderia pagar esse tempo prescrito para então ser possível contar como tempo de contribuição?

    Comentário por Fernanda Andrade de Souza — 07/30/2013 em 14:36

  839. Se eu pagar meu INSS por fora além do contrato assinado que tenho na empresa, posso acelerar minha aposentadoria?

    Comentário por Marcelo de Pinho — 07/30/2013 em 14:39

  840. Caro Sérgio!
    Iniciei a minha trajetória profissional no ano de 1987, sendo que já atuei em várias empresas sempre de carteira assinada. Nas mudanças de empresas acabei ficando algum tempo sem contribuir com a previdência. A pergunta é…o tempo de serviço esta sendo computado diretamente sem esses períodos que deixei de contribuir? pois pelos meus cálculos devo me aposentar em 2022.
    Fico grato pela atenção!

    Um grande abraço.

    Comentário por Helder Braga — 07/30/2013 em 15:02

  841. Prezado Sr,

    Sou estatutária, tenho 52 anos de idade e 34 anos de contribuição.Tempo suficiente p/posentadoria integral. Tempo de carreira: 16 anos, Sou nível médio e estou me preparando para concurso público nível superior. Quanto tempo preciso trabalhar no novo órgão para me aposentar com o salário de nível superior??? Sendo outro órgão publico e outro nível, perco o tempo de carreira no serviço público? Tenho que trabalhar só 5 anos no cargo atual, ou os 10 de carreira+ 5 do cargo?

    Comentário por Jussara Batista Moraes Meneses — 07/30/2013 em 16:06

  842. Boa tarde,
    Gosteria se possivel de saber:
    Tempo de contribuição apurada até a DER 34a,3m,6d
    Tempo minimo necessario ate a DER 34a, 0m, 23d
    Fui despedido pela emresa e a convensão diz que tenho estabilidade de 1 ano mais deixa em duvida se é proporcional ou integral.
    Porem não me interessa a proporcional pelo tempo que falta quero me aposentar pela integral.
    Posso exigir que seja pela integral ?
    A empresa poderia me despedir ?
    Obrigado.

    Comentário por Luiz Carlos — 07/30/2013 em 16:19

  843. Ola, boa noite…era o que eu esperava, mas contribuindo facultativo me aposento com 30 anos ou de contribuicão ou não? ou perderei todo esse tempo? e caso volte a atuar em sala de aula novamente apòs esses 6 meses esse tempo continua contando? obrigada…

    Comentário por Marta Petrola — 07/30/2013 em 21:03

  844. Boa Noite Sr. Sergio.
    Tenho uma duvida. Trabalhei por varias anos em uma empresa, Minha renda mensal girava em torno de tres a quatro salarios minimos, porem na carteira de trabalhao o registro era bem inferior,menos da metade, tenho em mãos copias dos contra cheques assim com extratos bancarios da época que caracterizam essa disparidade. Minha pergunta é: Tem algum dispositivo, mesmo de forma judicial para que essa diferença seja englobada nas minhas contribuições e consequentemente no beneficio de aposentadoria assim que for concedido?
    Muito obrigado.

    Comentário por Rafael Cavalcante — 07/30/2013 em 22:22

  845. ola, meu pai tem 58 anos e tem 39 anos de contribuição ele quer dar entrada na aposentadoria por tempo de serviço no ano que vem ou seja em 2014 . eu gostaria de saber se ele tem o direito de se aposentar por tempo de serviço e quanto tempo demoraria pra sair a confirmação da aposentadoria se ele der entrada no mês de janeiro de 2014 ?

    Comentário por marcos — 07/31/2013 em 18:50

  846. Bom dia Sérgio,
    Tenho 57 anos e trabalhei registrado de 74 até 93. Em 1.993, abri meu escritório de representação e fiquei sem recolher por 15 anos.
    A partir de 2.008, voltei a recolher pontualmente, até hoje. Aliás, em 2.008, também abri outra empresa, e venho recolhendo regularmente o INSS por ela também.
    Preciso que me oriente, se vale a pena negociar com o INSS, aquele período que ficou para trás.
    Qual a melhor alternativa, meu amigo?

    Comentário por Roberto Garcia — 08/01/2013 em 1:20

  847. Meu marido tem 30 anos de contribuiçao e 60 anos de idade,porém tem 4 anos que esta atrasado,tem como pagar adiantado para se aposentar?

    Comentário por Aelde cardoso de sá — 08/01/2013 em 10:31

  848. Oi, Daniela, o tempo rural sem contribuição pode contar como tempo de contribuição, mas não enquanto período de carência, o mínimo de contribuições. No caso da aposentadoria por tempo de contribuição, 30 anos para as mulheres, o período de carência é de 15 anos. Ou seja, ainda faltariam pelo menos mais 4 anos de contribuição urbana.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/01/2013 em 15:44

  849. Oi, Celso, se você puder comprovar 25 anos de exposição habitual e permanente ao agente nocivo, através de informações das empresas empregadoras (antigo SB40, atual PPP), terá direito à aposentadoria especial, sem a diminuição do valor causada pelo fator previdenciário. Se não conseguir comprovar os 25 anos completos, então poderá multiplicar o tempo especial por 1,4 para somar com o tempo comum e se aposentar por tempo de contribuição, com o fator previdenciário.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/01/2013 em 15:50

  850. Oi, Raimundo, provavelmente é melhor você continuar aposentado por invalidez porque qualquer mudança seria prejudicial.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/01/2013 em 16:00

  851. Oi, Maria Diná, a aposentadoria da professora na rede pública exige 25 anos de atividade como professora e 50 anos de idade.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/01/2013 em 16:02

  852. Muito obrigada pela resposta Pardal.
    Realmente me equivoquei, a contribuição dele há 23 anos é para o regime próprio de servidor público. Mas não entendi ainda quando ele poderá requerer esse abono, pois já está prestes a completar a tal soma de 95 (38 de contribuição e 57 de idade). O que é essa regra de transição de 98? E como calculo esse pedágio de 20% do tempo que faltava em 15/12/98? Grata pela atenção.

    Comentário por Emilly Clara Soares — 08/01/2013 em 16:04

  853. boa tarde dr pardal, falo em nome de minha esposa ela tem lúpus,diabete e pressão alta, ela tem 52 anos e 4 anos de contribuição posso requerer aux. doença.

    Comentário por joao paludeto junior — 08/01/2013 em 17:19

  854. Oi, Emily, a regra de transição de 1998 exige a idade mínima, para o homem 53 anos, e o tempo de contribuição de 35 anos mais 20% sobre o tempo que faltava em 15/12/1998.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/01/2013 em 19:48

  855. Oi, Rudimar, não existe mais a aposentadoria proporcional. Você só poderá se aposentar quando completar 35 anos de contribuição.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/01/2013 em 20:00

  856. Oi, Yara, se você trabalha com Raio X ou o tempo todo com doenças infectocontagiosas com certeza terá direito ao benefício especial. Ocorre que o INSS, após as alterações da lei em 1995, começaram a tratar diferentemente, nesta questão, empregados e autônomos. Quem melhor pode informar para você as definições no seu processo é o seu advogado.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/01/2013 em 20:12

  857. Oi, Fernanda, eu não tenho muita certeza se existe tempo prescrito na dívida do empregador com o INSS; dependendo da informação sobre a dívida, por exemplo em uma ação trabalhista, entendo que a dívida deveria ser paga na totalidade.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/01/2013 em 20:14

  858. Oi, Marcelo, não é possível: tempo concomitante não conta duas vezes e as contribuições não serão somadas.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/01/2013 em 20:15

  859. Oi, Helder, o tempo de serviço é o que foi trabalhado, o tempo em que houve contribuição. Portanto, os tempos de desemprego não valem.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/01/2013 em 20:17

  860. Oi, Jussara, para se aposentar pelo último salário e com paridade de reajuste terá que cumprir integralmente as regras de transição: com 20 anos de serviço público, 10 na carreira e 5 na função, precisará de 30 anos de contribuição e 55 de idade; com 25 anos de serviço público, 15 na carreira e 5 na função, poderá utilizar a somatória de idade e tempo de contribuição alcançando 85.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/01/2013 em 21:02

  861. Oi, Luiz Carlos, você tem toda a razão em não querer a aposentadoria proporcional, perdendo 30% por muito pouco tempo; porém, a sua condição de “pré-aposentável” termina quando você tem direito a qualquer aposentadoria, mesmo que não queira. A garantia não é disposição de lei, e sim de acordo coletivo da categoria; assim, procure o seu sindicato e veja como está disposta a garantia.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/01/2013 em 21:10

  862. Oi, Marta, contribuindo em 20% de qualquer valor entre um salário mínimo o limite máximo do INSS a segurada facultativa se aposenta com 30 anos de contribuição.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/01/2013 em 22:08

  863. Boa Noite.
    tenho 54 anos de idade e 39 de contribuição. Estou protelando a aposentadoria, pois o FP traria uma grande redução no valor do benefício.
    Na sua opinião, vale a pena esperar por alguma alteração nas regras ou quem já tem o tempo mínimo de contribuição deve solicitar a aposentadoria.
    Pelas noticias que circulam, parece que os projetos de extinção ou substituição do FP estão “na geladeira”.
    Obrigado

    Comentário por Sideval — 08/01/2013 em 22:15

  864. Oi, Rafael, a única saída seria uma reclamação trabalhista contra a empresa empregadora exigindo a correção dos salários e as devidas contribuições previdenciárias; e o prazo para tal ação é 2 anos da rescisão do contrato de trabalho.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/01/2013 em 22:26

  865. Oi, Marcos, com 39 anos de contribuição é claro que ele tem direito a aposentadoria por tempo de contribuição. No site do INSS você pode fazer uma simulação do valor. Importante observar que o fator previdenciário é modificado em novembro, ou seja, talvez seja interessante se aposentar antes. Normalmente o tempo que demora a concessão do benefício é de 45 dias.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/01/2013 em 23:08

  866. Oi, Roberto, muito provavelmente não valerá qualquer negociação.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/01/2013 em 23:17

  867. Oi, Aelde, não é possível pagar adiantado.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/01/2013 em 23:21

  868. olá dr Pardal! novamente peço sua ajuda ; contribui interruptamente 26 anos , entrei com auxilio doença ( no mesmo vinculo) por 9 meses , retornei ao receber a alta , agora após 2 anos da alta entrei novamente no auxilio por 3 meses . Minha duvida é : Após a última alta pedi prorrogação foi indeferido , pedi reconsideração e também foi indeferido, estou retornando 10 dias após a última perícia . este tempo de auxilio conta como TC ? O beneficio foi até 02 julho 2013 e só estou retornando em 02 de agosto . Poderei me aposentar por Tc daqui há 1 ano e 7 meses ? tenho hoje 44 anos . desde já obrigada.

    Comentário por fernanda matheus — 08/02/2013 em 0:07

  869. Oi, Emilly, é bem simples, se em 15/12/1998 faltavam 10 anos para completar o tempo necessário, passavam a se 12 anos.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/02/2013 em 13:27

  870. Oi, João, se atualmente ela está contribuindo desde antes de ficar incapacitada para o trabalho, poderá requerer o auxílio-doença. Se não estiver contribuindo, não terá direito.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/02/2013 em 13:34

  871. Olá. seguinte; comecei a contribuir com o INSS em 1982, ou seja 31 anos, porem do ano de 1986 a 1999 recebia isalubridade ou seja tinha adicional de 40% hoje tenho 46 anos de idade.
    ja consigo me aposentar ?

    Comentário por valdemir — 08/02/2013 em 13:39

  872. Oi, Sideval, não existem quaisquer definições sobre como vai tramitar o projeto de lei que fala na fórmula 95, mas como você já perdeu bastante dinheiro com os 4 anos que poderia estar recebendo, talvez seja interessante completar a somatória.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/02/2013 em 13:39

  873. obrigada Dr. Pardal
    Excelente seu blog!!!

    Comentário por DANIELA SANTOS — 08/02/2013 em 14:33

  874. Oi Dr. Pardal , sou professora aposentada, somente com magisterio, pelo estado de minas gerais, me aposentei no ano de 2000, e residi minha vida toda na area rural, me disseram que preciso de usar 15 anos do tempo de contribuição do ipsemg para me aposentar como ruralista . isso é possivel? obrigada.

    Comentário por rosa maciel — 08/02/2013 em 14:38

  875. Oi, Fernanda, como empregada não haverá qualquer problema com o lapso de um mês, o tempo de afastamento será sim contado como tempo de contribuição.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/02/2013 em 16:02

  876. Oi, Valdemir, para o tempo ser considerado especial não basta receber adicional de insalubridade; é preciso comprovar a exposição aos agentes nocivos de forma habitual e permanente, através de informações da empresa empregadora (antigo SB40, atual PPP).
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/02/2013 em 16:16

  877. Oi, Rosa, como algumas pessoas inventam bobagens; para se aposentar por idade, seja aos 60 anos (urbano) seja aos 55 (rural) teria que ter pelo menos 15 anos de contribuição para o INSS, sem valer qualquer transferência. E além disso, o tempo já foi utilizado no benefício que você recebe.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/02/2013 em 16:20

  878. Dr. Pardal, Aposentei por tempo de serviço em nov/2012 e continuei trabalhando pois sou portadora de neoplasia mamária e os gastos são muito grandes. Recentemente tive um diagnóstico de uma metástase e preciso novamente fazer quimioterapia e radioterapia. Fiz a radio e fiquei afastada 15 dias e acabei imendando com as férias o que não me prejudicou. Agora para fazer a quimio não posso me afastar antes de 60 dias, segundo o DP da empresa que trabalho. Acontece que estamos falando de uma doença que não espera muito. De acordo com as informações como sou aposentada por tempo de serviço não posso receber auxilio doença(que seria um valor maior do que minha aposentadoria de hoje )E assim poderia me tratar de forma adequada. Existe uma maneira de estar pleiteando o auxilio doença sem a perda da aposentadoria por tempo de serviço, ou mesmo optar apenas pelo auxilio doença e quando terminar o tratamento voltar a receber a aposentadoria por tempo de serviço?

    Atenciosamente

    Comentário por Edilucy T. Costa Teixeira — 08/02/2013 em 17:11

  879. Ola, minha mãe trabalhou na roça desde os 7 anos e saiu com 15 anos de casa(isso é o ano de 1976).
    Ai ela tem carteira assinada de 1976 até 1995.
    Agora ela tem talão de notas do sítio desde 2002.

    é melhor ela esperar para aposentar por idade (so daqui cinco anos) ou ja tentar? e se for tentar, de que forma? misturando tudo isso ai?

    Comentário por Ivana Vicente de Araújo — 08/03/2013 em 13:57

  880. fiz 35 anos de contribuição e tenho 53 anos, alem dos 35 tenho mas 5 anos insalubre com sb 40 de 2 empresas, dei entrada na minha aposentadoria e a mesma saiu somente com os 35 anos.
    o sb 40 que eu tenho laudo o inss não aceitou e o sb esta com as descrição das atividades bem descritas, com os níveis de ruidos acima do aceito por lei.

    e o outro sb eles aceitaram mas queria os periodos trabalhados em cada função,mas a empresa faliu e eu não tenho como conseguir este documento. eu lhe pergunto se eu entrar na justiça eu tenho como incorporar este 5 anos insalubre a minha aposentadoria.

    Comentário por HAMILTON DE OLIVEIRA MENDONÇA — 08/03/2013 em 18:00

  881. Oi, Edilucy, talvez com ação judicial seja possível receber o auxílio-doença, com a suspensão da aposentadoria. Administrativamente o INSS não vai aceitar (você pode tentar), e judicialmente talvez demore. Os dois benefícios juntos não seria possível.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/03/2013 em 19:58

  882. Oi, Ivana, provavelmente não terá completos os 30 anos de contribuição para este tipo de aposentadoria, e por idade seria 60 anos ou 55 se estiver em atividade rural quando requerer o benefício.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/03/2013 em 20:29

  883. Oi, Hamilton, o melhor é você solicitar uma cópia completa do processo administrativo no INSS e procurar um advogado especialista e de sua confiança para avaliar o que é possível.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/03/2013 em 20:35

  884. boa noite meu caro amigo trabalho em uma grafica no rj desde de 1986.por isso tenho 27 anose de comtribuiçao tenho o ppp dado pela empresa fui ate o inss tentar dar entrada na aposentadoria especial, mais os funcionarios da mesma nao reconhecem mais este beneficio.e por isto nao deu entrada,oque devo fazer pos varios colegas graficos aqui do rj estao tambem nesta mesma situaçao.

    Comentário por marcelo silva — 08/03/2013 em 21:04

  885. Olá Dr.

    Meu pai já completou a idade de 65 anos, e contribuiu mais de 15 anos com o INSS.Mais agora não estamos conseguindo aposentá-lo o pedido foi indeferido, e o mesmo não tem mais condições de trabalhar por gentileza me ajude.

    Comentário por jorge leonardo frança pinheiro — 08/03/2013 em 22:13

  886. Obrigado Sergio, só para complementar a convensão diz: Aos empregados que comprovadamente estiverem a um max 12 meses da aquisição do direito a aposentadoria em seus prazos minimos e que contem com um minimo de 5 anos de trabalho na mesma empresa, fica assegurado o emprego ou salario durante o periodo que falta para aposentarem-se.
    O uqe entendo que o prazo minimo dito, não é explicado se para aposentar proporcional ou integral.
    No meu intendimento pose ser integral ?
    Obrigado,
    Luiz

    Comentário por Luiz Carlos — 08/04/2013 em 11:09

  887. Oi Sérgio,
    Primeiro gostaria de parabenizá-lo por se disponibilizar em responder sobre direitos previdenciários, o meu muito obrigada. Tenho 57 anos de idade trabalhei no comércio com carteira assinada 14 anos, fiquei desempregada e contribui o INSS como autônoma. Agora sou funcionária pública municipal concursada, exercendo cargo de supervisora na área de educação há 9 anos ressalto que o município tem Previdência privada, posso juntar os anos de contribuição do INSS para o município e assim reduzir o tempo de minha aposentadoria?

    Comentário por Hiolanda Saraiva Santos — 08/04/2013 em 15:06

  888. Oi, Marcelo, o INSS é obrigado a receber o seu pedido, com a devida documentação e, se entenderem que não cabe, devem decidir contrariamente; então você deve solicitar uma cópia do processo administrativo (eles são obrigados a fornecer) e procurar um advogado especialista e de sua confiança para avaliar o ajuizamento de uma ação. O melhor caminho é procurar o sindicato da categoria e verificar a documentação. De qualquer forma, até para decidir contra, o INSS é obrigado a aceitar qualquer pedido que o segurado queira fazer.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/04/2013 em 18:40

  889. Oi, Jorge, com 65 anos de idade e com mais de 15 anos de contribuição para o INSS não restaria nenhuma razão para negar o benefício. É melhor você solicitar uma cópia completa do processo administrativo e procurar um advogado especialista e de sua confiança para encontrar o problema.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/04/2013 em 18:42

  890. Oi, Luiz, infelizmente a compreensão dos tribunais é que quando o trabalhador adquire o direito a se aposentar, mesmo com valores que não interessam, teriam perdido a estabilidade de “pré-aposentáveis”.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/04/2013 em 18:49

  891. Oi, Hiolanda, o regime previdenciário dos servidores públicos é próprio, mas não privado; você pode sim averbar o tempo de INSS no serviço público. Necessitaria requerer uma certidão de tempo de serviço no INSS e levar para o fundo de pensão no município.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/04/2013 em 18:59

  892. Olá,eu tenho 42 anos de idade, e tenho 25 de empresa, só que já trabelhei antes em dois lugares e não deixei de contribuir o INSS, minha soma de carteira da 28 anos ao todo. Gostaria de saber se ganho aposentadoria especial?! Obg, e um abraço.

    Comentário por Nathalia — 08/05/2013 em 12:30

  893. Tenho 50 anos e 30 anos de contribuição, posso pagar os 5 anos faltantes (antecipadamente) e me aposentar.
    Obrigado.

    Comentário por JOSE AMARO — 08/05/2013 em 12:30

  894. Oi, Nathalia, a aposentadoria especial decorre de 25 anos de trabalho com exposição habitual e permanente aos agentes nocivos, comprovada através das informações das empresas empregadoras (antigo SB40, atual PPP). Em condições comuns, a aposentadoria por tempo de contribuição exige 30 anos completos para a mulher.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/05/2013 em 13:15

  895. Oi, José Amaro, só é possível pagar mês a mês, e não antecipadamente.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/05/2013 em 13:16

  896. Olá Pardal!

    Sou eu novamente, agora gostaria de saber se os períodos de desempregos onde deixei de contribuir com a previdência, há possibilidades de eu efetuar os recolhimentos dos respectivos meses que não contribui por esta desempregado. Qual o procedimento as ser tomado junto ao INSS.

    Um grande abraço!

    Comentário por Helder Braga — 08/05/2013 em 14:02

  897. Olá Pardal,
    Tenho 48 anos e trabalho com carteira assinada tem 32 anos. Contribuo com o teto do INSS desde 1995 e sei que é dificil aposentar com o teto. Se eu pedir aposentadoria agora chega a cair muito o valor? Compensa esperar mais?
    obrigada

    Comentário por Eliane Salles — 08/05/2013 em 16:40

  898. Oi, Helder, não é possível pagar o atrasado.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/05/2013 em 21:55

  899. Oi, Eliane, em razão do fator previdenciário a perda é bem razoável, mas na grande maioria das vezes não vale a pena esperar porque o valor que você deixa de receber no período de espera, leva muito tempo para recuperar com a diferença obtida. No site do INSS você pode fazer uma simulação do valor do benefício.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/05/2013 em 22:05

  900. Ola, Dr. sergio pardal, servi o exercito em fevereiro de 87 até outubro de 91, totalizando 4 anos e 8 meses e hoje tenho 20 anos e 5 meses de vigilante patrimonial.Com esses tempo de serviço militar e com o tempo de vigilanto, eu posso dar entrada na aposentadoria especial? grato pela sua atenção.

    Comentário por Elias Amaro da Silva — 08/05/2013 em 22:28

  901. Oi, Elias, o tempo de exército é somado no INSS, mas conta como tempo comum; e o vigilante armado é considerado especial pelo INSS apenas até 25/04/1995, depois disso apenas nos tribunais.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/05/2013 em 23:02

  902. Bom dia Dr. Pardal !

    Deixei de pagar o inss durante 2 anos, quando era micro empresário, posso recolher agora ? Contará para aposentadoria ?

    Obrigado,

    Jose Amaro

    Comentário por JOSE AMARO — 08/06/2013 em 8:38

  903. Olá, Dr. Sergio Pardal!
    Meu pai trabalha desde 1982 como motorista de ônibus interurbano e ele tem 54 anos. Ele tem efetivamente 33 anos de tempo de contribuição, contudo, ao estudar a respeito notei que a atividade dele era considerada insalubre e ele faz jus a um tempo especial, salvo engano de 1982 a 1995, de forma que se fosse convertido para comum meu pai poderia se aposentar por TC integral. Gostaria de saber se essa informação procede e se meu pai realmente tem direito a se aposentar. Obrigado!

    Comentário por Filipe Antonio Lopes da Silva — 08/06/2013 em 8:57

  904. oi doutor sou eu de novo,minha mae trabalhava na prefeitura municipal como servente escolar,esse ano ela aposentou por idade 60 anos,ela tinha 23 anos de tempo de serviço,e recebia quase novecentos reais,com essa aposentadoria ela voltou a receber um salario minimo,e saiu sem direito a nada.Ela nao tem direito a receber o tempo de serviço dela e continuar recebendo o mesmo salario que recebia antes????

    Comentário por Aelde cardoso de sá — 08/06/2013 em 13:02

  905. Oi, José Amaro, na maior parte das vezes não vale a pena pagar o passado, mas para fazer tal pagamento terá que procurar o INSS para calcular a dívida e ter certeza que o tempo será contado.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/06/2013 em 13:13

  906. Oi, Filipe, mediante as informações das empresas empregadoras (antigo SB40, atual PPP0, o motorista de ônibus tem direito a aposentadoria especial aos 25 anos, sem a incidência do fator previdenciário nos cálculos. Até 1995, a atividade motorista de ônibus tinha direito ao benefício especial, mas a partir daí, se provar a exposição habitual e permanente aos agentes nocivos, como ruído acima de 85dB, ainda tem direito à aposentadoria especial. É bom verificar a documentação e talvez procurar o sindicato da categoria.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/06/2013 em 13:17

  907. minha mãe tem 67 anos de idade e tem 20 anos de tempo de serviço,ela trabalhou para prefeitura como servente escolar,e teve direito de aposentar só pela idade,tem três meses que ela já se aposentou,mas saiu sem direito algum,gostaria de saber se ela tem direito ao tempo de serviço ou o tempo de contribuição?????

    Comentário por Rosângela Tavares fereira — 08/06/2013 em 13:25

  908. Oi, Rosângela, provavelmente sua mãe estava vinculada a um regime próprio de previdência do servidor público municipal, então, no ato da aposentadoria o servidor é exonerado, porque não pode receber dois vencimentos da mesma fonte. A aposentadoria por tempo de contribuição exige, para a mulher servidora pública, 30 anos de contribuição com 55 de idade.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/06/2013 em 13:40

  909. Obrigada pela resposta. Então é aguardar o processo que já esta a dois anos para ser julgado.

    Comentário por Yara Bassil Dower Stafuzza — 08/06/2013 em 13:59

  910. Boa tarde,

    fiz 62 anos em abril e em 16/05/2013, após fazer as contas de apurei que tinha 35 anos e oito meses de contribuições, dei entrada no pedido de aposentadoria por tempo de contribuição.

    Negaram alegando que uma empresa que faliu que trabalhei de 1974 a 1977, apesar dos registros na CTPS, não tinha o registro no INSS e além disso outra empresa que trabalhei (13 meses) 2004 a 2005, apesar de estar no CNIS esta data de admissão e esta data de afastamento mas computaram a quantidade de contribuições errado: colocaram 3 meses ao invés de 13 meses e somaram a menos.
    Em 15/06/2013 enviaram carta de indeferimento e me deram trinta dias para o recurso. Em 06/08/2013 apresentei recurso apresentando extrato analítico do FGTS da empresa que faliu e rescisão contratual da empresa que só computaram 3 contribuições:
    posso exigir que se concederem paguem deste a entrada do pedido?

    Comentário por Paulo César de Mello Franco — 08/06/2013 em 15:35

  911. Prezado Sr. Sérgio Pardal,
    Tenho 50 anos de idade e 24 anos e 9 meses de contribuição. Atualmente contribuo com 11% de R$678,00. Gostaria de saber se devo aumentar, e se sim, em quanto, o valor de minha contribuição para atingir o maior valor possível de benefício quando me aposentar.

    Comentário por Walter Zapatore — 08/06/2013 em 16:42

  912. Muito obrigado pela informação e presteza!

    Comentário por Nome completo (*) — 08/06/2013 em 17:31

  913. Olá Sérgio,minha mãe contribui como contribuinte facultativo, e agora devido a idade já avançada não trabalha mais, é dona de casa.Devido a alíquota ser de 11% e agora se não me engano em 2011, surgiu a contribuição de 5% para as donas de casa, ela quer mudar de modalidade.Gostaria de saber se ao mudar de modalidade de contribuição,o tempo em que ela pagou alíquota maior será convertido, ou seja, vai aumentar o tempo de contribuição que ela efetuou?Sabendo que a renda familiar não é superior a 2 salários mínimos.

    Comentário por Elaine Dias — 08/06/2013 em 18:05

  914. bom dia dr sergio gostaria muito de sua atenção pois ja fiz de tudo e todos os calculos e não cheguei a lugar nenhum,
    pela contagem que fiz no inss ta assim

    tempo de contribuição ate hoje 27a 9m 29d
    tempo de contribuição ate 20/98 17a 04m
    tempo de contribuição ate lei 99/ 17a 03m04d
    tempo a cumprir 07a 2 meses
    mas ta faltando 1a 1m de quartel
    deste 27 anos tem 219meses de inssalubres que no total da mais 7anos e 2 meses teria direito a aposentadoria agora

    Comentário por celso luiz guimarães mello — 08/07/2013 em 9:26

  915. Boa tarde, gostaria de tirar uma dúvida se eu trabalhei 5 anos de carteira assinada e fiquei dois desempregado e agora estou com a carteira assinada novamente esses dois anos que fiquei parado conta para a aposentadoria?

    Comentário por Juca Marques — 08/07/2013 em 13:39

  916. boa tarde professor. minha mae esta pagando aquela aposentadoria pra dona de casa a 2 anos ela ja pode dar entrada na aposentadoria? desde ja grata pela atençao parabens pelo seu trabalho muito bem esclarecedor,

    Comentário por cirlei — 08/07/2013 em 17:33

  917. Oi, Paulo César, nem precisa exigir, se o INSS conceder o benefício, será desde a data em que foi requerido. Se negar o benefício, você deve solicitar uma cópia completa do processo administrativo e procurar um advogado especialista e de sua confiança para ajuizar a ação.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/07/2013 em 20:31

  918. Oi, Walter, se você está contribuindo como autônomo em 11% do salário mínimo, não tem direito a aposentadoria por tempo de contribuição, e na aposentadoria por idade aos 65 anos receberia um salário mínimo. Para pagar valor maior, serão 20% sobre o valor escolhido. A aposentadoria por idade paga 70% da média mais 1% para cada ano de contribuição até o máximo de 100%, e a média se faz pelos maiores salários que representem 80% de todos de julho de 1994 até o início do benefício, sendo o divisor mínimo de tal média em 60% do mesmo período.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/07/2013 em 21:17

  919. Oi, Elaine, cada tempo é só o que representa, não tem qualquer possibilidade de conversão pela diminuição do percentual aplicado. Para se paosentar por idade (60 anos) ela precisa ter no mínimo 15 anos de contribuição em qualquer qualidade de segurada.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/07/2013 em 21:19

  920. Boa noite Dr. Sergio Pardal,
    Em 1980 a 1985 pagava como autônomo o INSS, deixei de contribuir e nunca cancelei o carnê, já em 1998 passei no concurso estadual portando fazem 15 anos que sou funcionário público o estado desconta previdência estadual nos contra-cheques, posso pagar no mínimo uns 5 anos ao INSS de: 1986 a 1991 com o intuito de diminuir minha aposentadoria, pois tenho 64 anos e queria antecipar minha aposentadoria. Por favor me responda. Deus lhe pague.

    Comentário por Antonio Carlos Saraiva — 08/07/2013 em 21:24

  921. Boa noite Sérgio eu tenho 46 anos.gostaria de saber se ainda posso contribuir no inss para aposentadoria?

    Comentário por darlene sousa — 08/08/2013 em 0:53

  922. Olá Sergio Pardal, meu pai pagou a contribuição como empresario durante 27 anos, porém a empresa dele fechou e todos os documentos que comprovavam as contribuições foram perdidos. Como ele pode proceder neste caso?

    Comentário por Ana Laura — 08/08/2013 em 10:06

  923. Oi, Celso, o tempo especial deve ser comprovado por informações das empresas empregadoras (antigo SB40, atual PPP) e pode ser multiplicado por 1,4 para somar ao tempo comum. Para se aposentar por tempo de contribuição é necessário 35 anos completos de contribuição; os tempos anteriores às mudanças na legislação servem para as regras de transição, que já não são mais aplicáveis.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/08/2013 em 13:48

  924. Boa tarde, tenho 45 anos, já contribui 23 anos, será que consigo me aposentar por tempo de servço aos 57 anos ???

    Comentário por LUIZ ELIAS — 08/08/2013 em 13:51

  925. Oi, Juca, o tempo sem contribuição não conta.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/08/2013 em 13:55

  926. Oi, Cirlei, a única coisa que mudou para a dona de casa foi o percentual da contribuição que passou a ser 5% do salário mínimo, e, portanto, será necessário cumprir o período de carência, 15 anos de contribuição, para pode ser aposentar por idade aos 60 anos.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/08/2013 em 14:06

  927. Oi, Antonio Carlos, pagar o passado é normalmente muito caro e nem sempre muito interessante. Se você pretende levar o tempo de INSS para o serviço público, deve ir ao INSS para fazer as contas e garantir que este tempo estaria incluído na certidão de tempo para averbar no serviço público.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/08/2013 em 14:27

  928. Boa tarde professor. Tenho uma duvida.
    Entrei com pedido de aposentadoria por tempo de contribuiçao em janeiro/13, em maio/2013 veio como indeferido, pois nao consideraram algum periodo como especial. Recebi a carta em junho e fui ao inss e o atendente me informou que eu poderia entrar com recurso, pois em 19/06 completaria os 35 anos de contribuiçao. Assim fiz e em julho recebi nova carta, dizendo assim:
    Para dar conclusao ao processo de recurso do beneficio solicitado;
    aceitaçao de alteraçao da data de requerimento para quando completa 35 anos de contribuiçao. Fui novamente ao inss e em 01/08, fiz a carta concordando com a alteraçao da data.
    Sempre vejo no site da previdencia, mas nao ha alteraçao no andamento do processo.
    Sera que concederam a minha aposentadoria?
    Agradeço muito pela atençao e parabens pelo trabalho.

    Comentário por Geraldo Barbosa — 08/08/2013 em 18:15

  929. OLÁ PARDAL ,TRABALHEI POR 3 ANOS DE 86 A 89 DE COBRADOR DE ÔNIBUS, NA CMTC E POR 3 ANOS E 10 MESES EM UMA INDUSTRIA OU FABRICA DE PLÁSTICO , SERÁ QUE TENHO DIREITO AO PPP??

    Comentário por vanderlei xavier de lima — 08/08/2013 em 19:03

  930. Boa noite Sergio
    Meu tio tem idade para se aposentar, porém faltam cinco anos de contribuição que ele trabalho como autônomo, ele pode recolher esses cinco anos de inss em atraso, hoje, e solicitar aponsentadoria.
    Agradeço a atenção.

    Comentário por SIMONE BUENO RODRIGUES — 08/08/2013 em 20:41

  931. Olá.
    Meu pai tem 57 anos e contribui durante 21 anos com a previdência. Porém, parou de contribuir há 18 anos, ele pode usar os 21 anos de contribuição para aposentar por tempo de contribuição, ou ele perdeu o período q ele contribuiu por ter passado muito tempo?
    Obrigada

    Comentário por Paula — 08/08/2013 em 21:06

  932. boa tarde dr.sergio pardal,trabalhei de 1977 a 1980 com carteira assinada,voltei a trabalhar 1982 em 1989 fiz uma biópsia e o diagnóstico hepatite crônica, trabalhei até 2007 com carteira assinada,voltei a contribuir como autônomo,já faz um ano minha pergunta, com aprovação desta nova lei para deficiência,terei direito a alguma redução para efeito de aposentadoria.

    Comentário por joao paludeto junior — 08/09/2013 em 16:11

  933. Boa tarde Dr. Sergio.
    Entrei com pedido de aposentadoria por tempo de contribuiçao, e o inss indeferiu, entrei com recurso e apos 1 mes recebi uma carta dizendo:
    Para dar conclusao ao beneficio em referencia, solicitamos atender a seguinte exigencia:
    O interessado devera informar se aceita alteraçao da data de entrada do requerimento para quando completa 35 anos de contribuiçao. O que isso significa?

    Comentário por Geraldo — 08/09/2013 em 17:29

  934. Ola Sergio !!

    Tenho 28 anos e meio devo ter uns 2 anos de ensalubre que daria um total de 30 anos e meio de contribuição (Motorista) agora estou desempregado e gostaria de saber se eu pagar referente a um salario minimo poderá interferir no valor da minha aposentadoria no futuro.

    Comentário por Joel — 08/09/2013 em 18:35

  935. Oi, Darlene, a aposentadoria por idade para a mulher, pode ocorrer aos 60 anos de idade, tendo o mínimo de 15 anos de contribuição. Assim, pode ser que se aposente um pouco mais tarde, aos 61 anos, mas é possível, e além disso o INSS garante os benefícios em razão de sinistros, como doença, invalidez ou morte.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/09/2013 em 22:36

  936. Oi, Ana Laura, o contribuinte individual, como o empresário, tem toda a responsabilidade das contribuições previdenciárias, inclusive provar o pagamento. Se as contribuições forem posteriores a julho de 1994 seu pai pode solicitar no INSS o CNIS, Cadastro Nacional de Informações Sociais, e verificar se constam neste documento, os tempos anteriores precisariam de prova documental, seria difícil o INSS ter nos arquivos.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/09/2013 em 22:47

  937. Oi, Luiz, a aposentadoria por tempo de contribuição exige para o homem 35 anos completos.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/09/2013 em 23:04

  938. Oi, Geraldo, você pode exigir maior atenção, inclusive para acompanhar o seu processo, e mesmo tendo concordado com a nova data e tudo o mais, quando receber a sua aposentadoria pode solicitar uma cópia completa do processo e procurar um advogado especialista e de sua confiança para avaliar a possibilidade de ajuizar uma ação.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/09/2013 em 23:46

  939. Oi, Vanderlei, só dá para saber solicitando.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/09/2013 em 23:59

  940. Oi, Simone, para pagar o atrasado ele teria que ter feito a inscrição algum pagamento de contribuição, assim, quando voltou a contribuir, poderia pagar o atraso, mas com cálculos bem pesados.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/10/2013 em 0:04

  941. Oi, Paula, pode sim, o tempo de contribuição valerá em qualquer tempo, mas faltam 14 anos para completar o tempo de aposentadoria por tempo de contribuição; para ele o mais viável será se aposentar por idade, com 65 anos, tendo mais do que o mínimo exigido de 15 anos de contribuição. Assim, mesmo sem contribuir ele terá direito ao benefício. De qualquer forma, sempre vale estar contribuindo porque os benefícios decorrentes de doença, invalidez ou morte, só são pagos para quem mantém a qualidade de segurado, ou seja, esteja contribuindo.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/10/2013 em 0:11

  942. Boa noite Sr. Pardal
    Tenho lido algumas das respostas as muitas perguntas que são feitas ao senhor, mas preciso tirar uma duvida: sei que para a mulher se aposentar por tempo de contribuição necessita ter contribuído por 30 anos e ter a idade mínima de 48 anos, mas conversando com uma amiga, ela me disse que mesmo que eu tenha mais de 48 anos e 30 anos de contribuição, eu teria que trabalhar mais alguns anos por conta do tal “pedágio”, isso é verdade? tem algum artigo que o senhor explica sobre esse tal de pedágio?

    Comentário por Cecilia Alice de Lima — 08/10/2013 em 0:18

  943. Bom dia Sr.Pedal
    Gostaria de saber sua opinião: dia 08/07/13 dei entrada na previdencia p/ contagem de tempo por contribuiçao pela contagem deu 37 anos 11 meses e 6 dias,tinha tempo comum e tempo com insalubridade e periculosidade mais ou menos uns 11 anos que trabalhei ate 1998 onde teve a mudança da lei, pelo que eu consultei no saite da previdencia ainda faltava 10 meses p me contribuir e completar 35 anos de contribuiçao sem usar o(ppp)que constava o tempo insalubre.Como ja recebi a carta que posso aposentar gostaria de saber se sou obrigado ou seria melhor esperar completar os 53 anos de idade p não perder muito no fator previdenciario que foi aplicado 0,6545 e media de 80% dos maiores salarios que daria 2.491,01 aplicando o FP caiu p/ 1.630,36 . A partir de 13/08/13 ja posso comparecer a agencia bancaria p receber, se eu não receber ela é cancelada e posso aguardar o tempo e fazer novo pedido ou é vantagem aposentar agora. Deste ja agradeço sua orientação.

    Comentário por José Andrade Sobrinho — 08/11/2013 em 8:09

  944. Oi!
    Sr pardal,
    Gostaria de tirar a seguinte duvida: Minha mãe tem 61 anos e recebe pensão por morte de meu pai, ela pode se aposentar por idade mesmo nunca ter contribuído e se ela tem que pagar essa diferença de 180 meses?
    Agradeço pela atenção

    Comentário por Francisco — 08/11/2013 em 23:01

  945. Caro Dr Sergio

    Eu completo 35 anos agora em setembro, so que eu tenho 51 anos de idade. Eu consigo aposentar integral ou sera proporcional. É vantagem aposentar agora ou não. Se eu aposentar proporcional, depois eu posso entrar com revisão. pois eu vou continuar a trabalhar.

    Grato

    Comentário por Marcos Popin — 08/12/2013 em 16:01

  946. Pergunta:

    Nunca trabalhei no Brasil,estou morando fora ja ha 25 anos,pago o imposto desde 18 estou com 48,sera que posso me aposentar com 30 anos ? mesmo se perder um pouco nao me importo.

    Obrigado

    Comentário por Marcelo D. — 08/12/2013 em 21:08

  947. Sr. Pardal

    Bom Dia

    No calculo da aposentadoria simulada já está incluso os 40%, isto para quem contribui bem antes de1998.
    Amigo,como é que é feito este calculo!

    Atenciosamente:

    Dimas

    Comentário por João Dimas de Freitas — 08/13/2013 em 11:03

  948. Sr.Pardal, tenho uma enorme duvida. Trabalhei por 1 ano como doméstica e nesse período fiquei registrada, isso entre 1984 á 1986. Após esse período passei a trabalhar em empresas e já sou contribuinte desde 1986, minha duvida é se esse tempo de registro como domestica contam na soma dos 30 anos ou não? Aguardo resposta!

    Grata

    Comentário por Maria Santos — 08/13/2013 em 12:01

  949. Meu marido tem 62 anos e foi demitido em 2005 com 32 anos 6 meses de trabalho . Seu pagto era pelo teto maximo e depois da demissão não pagou mais INSS. Pergunto : ele deve pagar o q falta para completar os 35 anos ou aposenta proporcional ou há outro caminho melhor? Muito obrigada em nome de todos internautas por sua ajuda.

    Comentário por Ieda Ferraz — 08/13/2013 em 16:23

  950. Sr.Sergio Pardal
    Gostaria de saber quando poderei aposentar, pois tenho 10 anos de trabalho em empresa privada(INSS),e sou professora da rede estadual, este completei 20 anos de trabalho em sala de aula, tenho 50 anos.

    Grato
    Filomena

    Comentário por Filomena Ap.Bertolini Dionisio — 08/13/2013 em 17:57

  951. Oi, João, provavelmente não, se a sua doença o incapacita para o trabalho, você pode requerer auxílio-doença ou aposentadoria por invalidez, a aposentadoria com tempo reduzido por deficiência deverá analisar quem a tinha por todo o tempo de trabalho.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/13/2013 em 21:46

  952. Oi, Geraldo, significa que o INSS entendeu que no dia em que você requereu a aposentadoria ainda não tinha 35 anos completos de contribuição; como o cálculo deles indica que em um dia posterior você completa o tempo necessário. Compareça ao INSS e verifique o que aconteceu.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/13/2013 em 21:53

  953. Oi, Joel, a média se faz pelos maiores salários que representem 80% de todos de julho de 1994 até o início do benefício; portanto, o equivalente a 20% do período não interferirá na média.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/13/2013 em 22:17

  954. Oi, Cecilia, com 30 anos de contribuição completos a mulher pode se aposentar com qualquer idade e sem o pagamento do tal pedágio. Isto só existia para a aposentadoria proporcional e atualmente nem tem mais aplicabilidade. Não existe também idade mínima para esta aposentadoria. O cálculo é sobre a média dos maiores salários que representem 80% de todos de julho de 1994 até o início do benefício, multiplicada pelo fator previdenciário, que leva em conta o tempo de contribuição, a idade e a expectativa de sobrevida.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/13/2013 em 22:28

  955. Olá Sérgio Pardal. completei 57 anos de idade dia 31/07/2013 e também completei 35 anos de contribuição INSS. Em razão do FP, devo esperar dezembro/2013 para requerer aposentadoria, ou requerer agora mesmo. Você pode me informar qual a melhor opção? Aposentar já ou esperar dezembro?
    Obrigado.

    Comentário por Mauro Fernandes de Faria — 08/13/2013 em 22:39

  956. Oi, José, mesmo com 53 anos o fator previdenciário vai ser aplicado reduzindo o valor do seu benefício. Você pode aceitar ou não a aposentadoria que foi concedida, mas será difícil recuperar o que deixar de receber com a diferença no valor do benefício.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/13/2013 em 23:17

  957. Oi, Francisco, a aposentadoria por idade exige para a mulher 60 anos e o mínimo de 15 anos de contribuição que devem ser pagas mês a mês. Assim, provavelmente a sua mãe só vai receber a pensão por morte de seu pai.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/13/2013 em 23:59

  958. Dr.Sergio Pardal quero agradecer muito ao senhor e os seus conselhos através dos e-mails com suas respostas no mês de julho foram importantíssimos, o inss tinha indeferido meu pedido de aposentadoria por tempo de contribuição porque não consideraram 26 contribuições que constavam pagas no sistema através do código 1007, como sempre fiz, era sócia de empresa e não retirava pro-labore, sendo assim eu não tinha que recolher através de GFIP, e eles não viram que no meu contrato social não havia qualquer cláusula sobre retirada de pro-labore.Como o Sr recomendou enviei uma reclamação para a Gerência executiva do Inss pedindo que considerassem as contribuições,e prontamente me responderam e buscaram soluções, me pediram cópias da declarações de Imposto de Renda que constam que eu tinha rendimentos como sócia, sendo assim eu paguei corretamente.Pediram que eu levasse os documentos no dia que eu tinha agendado meu recurso e parece que tudo vai ser resolvido, inclusive o funcionário responsável disse que vai ser resolvido ali mesmo na agência, sem necessidade de recurso.Agora vou ter que aguardar os 30 dias para a carta de concessão e me disseram que receberei os atrasados da data do pedido do benefício.Acho que agora tudo se resolve.A sua ajuda foi valiosa em me aconselhar uma reclamação junto à gerência executiva que prontamente me respondeu e buscou soluções em menos de uma semana.Mais uma vez obrigado, e parabéns pelo que o Sr faz por todos que buscam ajuda e o senhor realmente responde.Sucesso em sua vida!Muitíssimo obrigada

    Comentário por marcia gomes — 08/14/2013 em 16:53

  959. Boa noite, Dr. Sérgio!
    Sei que o tempo de contribuição no regime geral de previdência pode ser averbado no regime jurídico único. O inverso também vale? Ou seja, o tempo que fui servidor público pode ser averbado no inss e contar para os 35 anos de contribuição e consequênte aposentadoria?
    Obrigado

    Comentário por Marcos Mota — 08/14/2013 em 18:13

  960. Oi, Marcos, a aposentadoria é integral porque com 35 anos completos, mas a média é multiplicada pelo fator previdenciário reduzindo bastante o valor. O que acontece é que se você aguardar um período para ter um benefício maior, o que você deixa de receber no tempo de espera levaria muito mais para recuperar com a diferença no valor do benefício. Se correr o bicho pega e se ficar o bicho come, mas matematicamente não vale esperar para se aposentar depois. Quanto à revisão, não existe previsão legal para isto, mas a desaposentação é uma tentativa através de ação judicial.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/15/2013 em 11:43

  961. Oi, Marcelo, se você paga a contribuição para o INSS, a aposentadoria por tempo de contribuição exige 35 anos completos para o homem, com qualquer idade. O cálculo se faz pela média dos maiores salários que representem 80% de todos de julho ode 1994 até o início do benefício, multiplicada pelo fator previdenciário, que leva em conta o tempo de contribuição, a idade e a expectativa de sobrevida.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/15/2013 em 12:00

  962. Oi, João Dimas, só está incluído 40% do pedágio para a aposentadoria proporcional; existem casos em que o tempo que falta para se aposentar no que se denomina aposentadoria integral é menos do que o da proporcional. Com 35 anos completos de contribuição você se aposenta pela média multiplicada pelo fator previdenciário.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/15/2013 em 12:22

  963. Oi, Maria Santos, se ocorreram as contribuições durante o tempo do trabalho doméstico, você deve ter ainda os carnês comprovando, o tempo conta sim para a soma dos 30.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/15/2013 em 12:27

  964. Oi, Ieda, ele deve se preparar para se aposentar por idade aos 65 anos, em 2016. A média será sobre os maiores salários que representem 80% de todos de julho de 1994 ao início do benefício, sendo o divisor mínimo em 60% do mesmo período. Assim, deveria ter um pouco mais de 13 anos de contribuição pelo teto máximo; de 1994 a 2005 seriam 11 anos. Talvez o melhor seja voltar a contribuir pelo teto máximo até completar os 65 anos de idade.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/15/2013 em 13:48

  965. Oi, Filomena, a aposentadoria especial da professora exige 25 anos de atividade como professora, sem aceitar tempo de outra atividade. A somatória do tempo de INSS é possível (não sendo tempos concomitantes) mas para a aposentadoria comum, com os 30 anos de contribuição e 55 de idade.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/15/2013 em 13:54

  966. Oi, Mauro, esperar dezembro não é uma boa ideia; vale observar que a tabela de expectativa de sobrevida do IBGE se altera no mês de novembro e por consequência o fator previdenciário fica pior.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/15/2013 em 14:25

  967. boa tarde dr.pardal, sei que fiz varias consultas,tenho 29 anos de contribuição deixei de contribuir 2007 à 2012 portanto são 5 anos, gostaria de saber se posso pagar esses atrasados e se vale a pena para efeito de aposentadoria, pago sobre 5 salários mínimos,tenho 56 anos.

    Comentário por joao paludeto junior — 08/15/2013 em 14:46

  968. Oi, Marcos, existe um princípio constitucional, o da reciprocidade, que garante a contagem recíproca de tempo de serviço/contribuição entre os regimes. Só não vale tempo concomitante.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/15/2013 em 15:13

  969. Oi, João, não poderá pagar o passado simplesmente porque quer; teria que provar a dívida, estar inscrito como autônomo e tudo o mais. Provavelmente não valerá a pena.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/15/2013 em 16:04

  970. Obrigado Sérgio Pardal. Requerimento será feito imediatamente. Olha, devo continuar trabalhando mesma empresa por algum tempo. Quando eu desligar dela, haverão contribuições INSS acumuladas pós aposentadoria. Esses valores ficam para o INSS ou há algum caminho para que eu os receba ou os incorpore solicitando novo cálculo benefício. Entendeu minha dúvida? Veja o que você pode me orientar. Obrigado.

    Comentário por Mauro Fernandes de Faria — 08/15/2013 em 18:30

  971. Oi, Mauro, existe a desaposentação, mas é uma tentativa através de ação judicial; a determinação legal é que as contribuições ficam por solidariedade.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/15/2013 em 19:31

  972. Sr. Sergio
    Obrigada pela resposta da minha primeira pergunta, mas gostaria de saber se é possível fazer o contrário eu tenho 18 anos de contribuição pelo INSS e mais 12 anos como professora da rede estadual até o momento e tenho 50 anos de idade.Posso requerer minha aposentadoria pelo INSS?
    Grato
    Filomena

    Comentário por Filomena Ap.Bertolini Dionisio — 08/15/2013 em 20:52

  973. Boa noite Dr.Pardal.

    Por favor gostaria de saber se uma pessoa que contribuiu 32 anos e já tem 65 de idade pode se aposentar?

    Desde já fico muito grata

    Ivonete

    Comentário por Ivonete — 08/15/2013 em 21:28

  974. Prezado Dr. Sergio Pardal, completo 35 de contribuição em dez/13 com 51 anos de idade, verifiquei através do CNIS que uma das empresas que trabalhei por 4 anos, não recolheu 5 meses de inss ou deve ter havido alguma falha no envio das informações ao INSS, acho difícil a empresa regularizar esses meses. Minha dúvida é a seguinte, não poderei dar entrada da aposentaria em Dezembro/13, terei que recolher por mais 5 meses ou não será necessário?
    Caso seja será necessário, posso recolher como contribuinte individual, já que tenho uma inscrição aberta no ano de 2000 e os meses faltantes são posterior a inscrição aberta? poderei recolher de uma vez só?

    Comentário por Valmir Lucas — 08/16/2013 em 9:15

  975. Professor,

    Minha mãe aposentou em 30/09/2003 quando tinha 48 anos de idade e 26 anos e alguns meses de contribuição.

    Ela sempre trabalhou no magistério, primeiro era professora, depois orientadora, coordenadora e por fim diretora do colégio.

    quando aposentaram ela em 2003 aposentaram ela pela parcial pois não tinha 30 anos de contribuição.

    isso procede? por ser do magistério ela não deveria ter a aposentadoria com a redução dos 5 anos???? ela já tinha 26 anos de contribuição.

    pq não aposentaram ela pelo regime integral?

    obrigado antecipadamente pela resposta.

    Comentário por eduardo — 08/16/2013 em 10:19

  976. BOM DIA PARDAL, GOSTARIA DE SABER UMA COISA, POSSO ME APOSENTAR COM 35 ANOS DE CONTRIBUIÇÃO AO INSS E 52 ANOS DE IDADE E QUANTO EM PORCENTAGEM EU PERCO DO MEU SALARIO, PELO FATOR PREVIDENCIARIO, E ESSA PROCENTAGEM É DO SALARIO BASE OU SALRIO BRUTO. OBRIGADO PARDAL, AGUARDO SUA RESPOSTA…. 16/08/2013

    Comentário por BRAZ MOREIRA — 08/16/2013 em 11:04

  977. Bom dia Dr. Sergio.
    Ontem fiz uma pergunta ao Sr. e não localizei a resposta! como faço para ver a resposta?
    Em Outubro completo 48 anos e tenho 25 e 3 meses trabalhado, estou com serios problemas na coluna lombar e servical porém meu medico não me afasta do trabalho (vivo a base de remedios) gostaria muito de saber se tenho direito a aposentadoria proporsional.
    muito obrigada.
    Marieta

    Comentário por marieta augusta de miranda — 08/16/2013 em 11:42

  978. Muito obrigado Caro Sérgio Bardal. E meus cumprimentos pela informações esclarecedoras. Abraços Atte…

    Comentário por Mauro Fernandes de Faria — 08/16/2013 em 18:09

  979. 17/ 08/2013 caro dr. pardal, quero uma orientaçãp, tenho 60 anos e 20 anos de contribuição,quero me aposentar,mas agora sou estatutária, faz 3anos que trabalho na escola de ensino fundamental e médio. como devo agir. muito obrigada.

    Comentário por marta alves — 08/17/2013 em 11:07

  980. Quero fazer uma pergunta.

    Senhor Sérgio, tenho 32 anos de serviçis prestados e 50 anos de idade, pois comecei a trabalhar aos 15 anos de carteira assinada, quando posso me aposentar e com que idade, trabalho no Tribunal de Juastiça do Estado do Pará.
    Obrigada!
    Maricleide

    Comentário por maricleide nascimento pimentel — 08/19/2013 em 12:08

  981. Oi, Filomena, não sendo tempo concomitante, você pode transferir o tempo de estado para o INSS completando 30 anos, mas o estado só vai fornecer uma certidão de tempo para a averbação no INSS se o servidor público for exonerado, enquanto estiver trabalhando como professora na rede estadual, não poderá dispor deste tempo.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/19/2013 em 13:39

  982. Oi, Ivonete, a aposentadoria por tempo de contribuição exige 30 anos para a mulher e 35 para o homem, e a aposentadoria por idade é aos 60 anos para a mulher e 65 para o homem, com o mínimo de 15 anos de contribuição. Ou seja, em qualquer hipótese o segurado já tem direito a se aposentar.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/19/2013 em 13:42

  983. Boa tarde, desde já agradeço pelas orientações apresentadas aqui. Tenho 59 anos de idade e 25 anos, 04 meses e 24 dias de contribuição “conforme extrato” e gostaria de saber qual seria a melhor forma de me aposentar:
    1 – aposentadoria por idade? Até meus 65 anos
    2 – declarar 09 anos que tenho como autônomo não contribuinte? ou
    3 – Existe alguma outra forma para me aposentar?

    Comentário por ANTONIO COSTA — 08/19/2013 em 14:27

  984. Olá sr. pardal,
    vou completar 25 anos de contribuição só no magistério, mas ainda não tenho idade. posso pedir para não descontar mais a previdência quando eu completar os 25 de contribuição?

    Comentário por Conceição — 08/19/2013 em 16:35

  985. Trabalho ha 24 anos como professora na rede estadual e tenho 53 anos. Trabalhei em uma firma por 7 anos. Quanto tempo falta pra eu aposentar?

    Comentário por Denise M. R. — 08/19/2013 em 18:28

  986. Boa Noite Sr. Sérgio Pardal Tenho 66 anos sou funcionário público há 26 anos, portanto faltam 6 anos para completar os 35 anos, me disseram que quando completar 70 anos minha aposentadoria seria compulsória, antes de ser funcionário público paguei quase 2 anos como autônomo o INSS e não mais paguei, porém passei 3 anos sem pagar depois desses anos passei no concurso público, vou juntar com os anos de trabalho como funcionário público o que paguei o INSS. Pergunto: posso pagar 2 anos para antecipar minha aposentadoria e aí não seria mais compulsória. Por favor me responda.
    e obrigado por sua paciência.
    César

    Comentário por Julio César Saraiva — 08/19/2013 em 20:35

  987. Sr. Sérgio Pardal: boa noite! Sou servidor municipal a 19 anos (motorista sempre recebendo insalubridade no decorrer desses anos)e tenho mais 18 anos de carteira totalizando 37 anos de contribuição e 57 anos de idade, já posso aposentar-me? será integral? agradecido joão.

    Comentário por joão carlos brum netto — 08/19/2013 em 22:45

  988. Olá Dr. Sérgio, tenho 56 anos de idade, 25 anos de contribuição como empregado, 2 anos como autonomo, e 3 anos como microempreendedor individual. Trabalhei com carteira assinada até nov/1999. E passei a contribuir como autonomo de 2005 a 2006. Esse período de nov/1999 a jan/2005 eu posso pagar retroativo?

    Comentário por Wanil Andrade — 08/20/2013 em 7:42

  989. BOM DIA, MINHA MAE TEM 62 ANOS E 11 ANOS DE CONTRIBUIÇÃO, FALTA 4 ANOS PARA REQUERER A APOSENTADORIA POR IDADE, ESTES QUATRO ANOS PODEM SER PAGOS DE UMA UNICA VEZ, PARA SE ANTECIPAR O BENEFICIO…

    Comentário por alexandre martins da silva — 08/20/2013 em 9:06

  990. Dr. Sergio,

    Tenho dúvidas: Vou completar 30 anos de contribuição em 03/09/2013 e 47 anos de idade, posso me aposentar?
    Preciso desligar-me a tual empresa que trabalho ou poso continuar trabalhando normalmente?
    Meu dicidio salarial foi em julho, mas ainda não compoe meu salário, a Previdencia considera o indice de aumento?? Por favor me ajude, muito obrigada!!!!

    Comentário por Sandra Cristina Ricci — 08/20/2013 em 11:29

  991. Olá Pardal,

    tenho 45 anos e 32 anos de contribuição, nos últimos 10 anos contribuindo sempre com o teto. Sei que posso me aposentar, pelo que ja li em seus posts, porém, gostaria de saber qual seria (+/-) o valor da aposentadoria? Desde 2011 trabalho em uma instituição de ensino publica com regime CLT, isso influencia el algo?

    Comentário por Luiclena de Lima — 08/20/2013 em 15:36

  992. Olá, Pardal meu pai tem 66 anos, contribuiu mais ou menos 20 anos com o INSS, quase sempre os registros foram de motorista de caminhão, ainda está trabalhando registrado neste profissão, mas, quer se aposentar, ele vai receber o valor proporcional da carteira ou somente um salário mínimo, por não preencher o tempo estipulado pelo INSS.

    Comentário por Eulina Oliveira dos Santos — 08/20/2013 em 17:44

  993. Boa noite professor. Dei entrada na aposentadoria por tempo de contribuiçao, apos alguns meses recebi a resposta como indeferido; fui ate o inss e o atendente me orientou a entrar com recurso, pois segundo ele eu completaria os 35 anos de contribuiçao dentro do prazo que eu teria para recorrer. Esperei ate o dia que ele me informou e dei entrada no recurso que foi no dia 02/08, acompanho o andamento do recurso pelo site e dia 05/08 apareceu a mensagem: solicitaçao de documentos complementares.Recebi a carta e o inss solicitou que eu alterasse a data de entrada de requerimento. Fiz a carta autorizando a alteraçao da data. Sera que minha aposentadoria vai ser concedida?

    Comentário por Fred Ribeiro — 08/20/2013 em 18:37

  994. Boa noite!
    Tenho 57 anos e 38 anos de contribuição recebo adicional de periculosidade, posso me aposentar de forma integral?

    Comentário por Erisson Azevedo — 08/20/2013 em 20:02

  995. BOA NOITE!

    Irei fazer 30 anos de tempo de serviço em 02.01.14 e tenho 44 anos de idade, dia 20.01.l4 farei 45 anos.tenho licencia- premia, nunca tirei, tenho direito de incorporar para aposentadoria, entrei na prefeitura em 02.01.84
    e quando posso solicitar minha aposentadoria.

    Comentário por MARIA DAS GRAÇAS SILVA DE MENEZES — 08/20/2013 em 22:43

  996. Bom dia Sergio Pardal,

    Tenho 53 anos e falta 1 ano e 5 meses ( 17 meses ) para minha aposentadoria integral e falta 7 meses para a minha aposentadoria proporcional.

    Minha pergunta: se eu não quiser esperar para me aposentar integral, ou seja, se eu quiser dar entrada faltando uns 5 meses posso ? O valor do beneficio seria maior do que se eu desse entrada na proporcional que falta 7 meses?

    Agradeço o seu retorno e ti parabenizo por este serviço prestado a população.

    Comentário por Sergio Rodrigues — 08/21/2013 em 10:04

  997. Dr. Pardal,
    Tenho outra dúvida, afinal de contas o aviso prévio indenizado conta ou não conta para contagem de tempo de serviço para aposentadoria? Ex: se eu fui demitido efetivamente no dia 30 de julho e o aviso prévio vai até o dia 30 de agosto, qual a data que conta ? E para o seguro desemprego ?

    Agradeço a sua ajuda.

    Comentário por Sergio Rodrigues — 08/21/2013 em 10:51

  998. Já tenho 30 anos de contribuição e 49 anos completos , completando 50 anos em janeiro de 2014.
    Já retirei a CNIS e agendei para Outubro atendimento para levar os documentos e verificar o inicio do processo de aposentadoria.
    Ouvi dizer que como eu comecei a contribuir em 1979 com 14 anos não estaria sujeita as regras atuais e poderia sim me aposentar sem os tais pedágios de 40% é verdade? Grata Maria

    Comentário por Maria Rocha — 08/21/2013 em 13:01

  999. Oi, Valmir, se consta o tempo na carteira de trabalho, as contribuições são de responsabilidade do empregador e a fiscalização é responsabilidade do INSS. Portanto, você deve requerer o benefício quando completar o tempo. Sobre a validade da sua inscrição como individual é preciso que tenha havido pelo menos uma contribuição.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/21/2013 em 23:28

  1000. Oi, Eduardo, ela se aposentou como professora, com 26 anos de contribuição; ocorre que mesmo para a aposentadoria dos professores, com cinco anos a menos de contribuição, entra o fator previdenciário, reduzindo o valor da média de contribuições.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/21/2013 em 23:31

  1001. Oi, Braz, o cálculo da aposentadoria por tempo de contribuição é a média dos maiores salários que representem 80% de todos de julho de 1994 até o início do benefício, multiplicada pelo fator previdenciário. No site do INSS você pode fazer uma simulação do valor do seu benefício e também pode procurar a tabela do fator previdenciário.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/21/2013 em 23:37

  1002. Oi, Marieta, conforme eu já respondi, a aposentadoria proporcional já não existe e para você as regras de transição são inviáveis; quanto ao afastamento, depende bastante do seu médico.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/21/2013 em 23:43

  1003. Dia 20 de agosto enviei uma pergunta e não vi a resposta…
    Não foi respondida ou sou eu que não estou
    encontrando?

    Comentário por Luiclena de Lima — 08/22/2013 em 14:13

  1004. Oi Sr Pardal.
    Eu tenho 40 anos de idade e 19 anos de contribuição. No momento estou contribuindo com 03
    salários mínimos. Eu gostaria de saber como faço pra durante este tempo que falta para a aposentadoria chegar ao teto da contribuição.Eu não sei como fracionar o tempo que falta de acordo com a contribuição.

    Comentário por IZABEL CRISTINA DE OLIVEIRA BARBOSA LIMA — 08/23/2013 em 11:49

  1005. Dr. meu pai ficou dois anos retirado do serviço por problemas cardíacos, foi submetido a cirurgias e ficou esses dois anos sem recolher INSS, tem 33 anos de serviço, tem como ele descontar esses dois anos que falta pagando para poder se aposentar integralmente?

    Desde já agradeço a atenção!

    Comentário por Caroline Rodrigues — 08/23/2013 em 11:56

  1006. Oi, Marta, se você contribuiu mais de 15 anos para o INSS tem direito a se aposentar mesmo que não esteja contribuindo atualmente, mas no serviço público, com 3 anos de trabalho não existe qualquer chance.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/23/2013 em 15:20

  1007. Oi, Maricleide, provavelmente você está vinculada a um regime próprio de previdência dos servidores públicos, e assim, para se aposentar pelo último salário e com paridade de reajuste, deve cumprir a regra de transição, ou seja completar 85 com a somatória do tempo de contribuição com a idade.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/23/2013 em 21:19

  1008. Boa noite Sergio Pardal, trabalhei em uma empresa 26 anos a carteira está assinada, mas não foram informadas as Rais nem a empresa pagou Fgts nem o Inss, como fazer para contar este tempo para eu me aposentar?

    Comentário por Ismael Santana Bastos — 08/23/2013 em 21:46

  1009. Oi, Antonio, muito provavelmente a única saída no seu caso e se aposentar por idade aos 65 anos.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/24/2013 em 11:48

  1010. Oi, Conceição, se você é professora na rede pública, teria direito ao abono de permanência (no valor da contribuição) quando completar as exigências das regras de transição.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/24/2013 em 11:58

  1011. Oi, Denise, para se aposentar como professora, 25 anos de atividade com 50 anos de idade, não será possível juntar o tempo de fora porque só vale tempo como professora. Assim, ainda falta um ano.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/24/2013 em 12:03

  1012. bom dia dr pardal, mais uma duvida comecei trabalhar aos 13anos comercio familiar, fiquei ate aos 18 anos trabalhando, caso eu consiga algum documento que comprove este trabalho, por favor me oriente com relação ao tipo de documento,e se o mesmo e reconhecido para contagem de aposentadoria,agradeço e tenha um bom dia.

    Comentário por joao paludeto junior — 08/24/2013 em 12:07

  1013. Oi, César, não será possível pagar o passado no INSS para acrescentar na certidão de tempo para averbação no serviço público. Além do mais, os 2 anos não representariam muita diferença para a sua aposentadoria aos 70 anos. Ela ser compulsória não representa nenhum demérito.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/24/2013 em 12:14

  1014. Oi, João Carlos, no serviço público, para você se aposentar com o último salário e com paridade de reajuste, deverá completar o mínimo de 20 anos no serviço público, 35 de contribuição e 60 de idade. Ainda não foi regulamentada a aposentadoria especial no serviço público, e assim não haverá qualquer vantagem sobre a atividade insalubre.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/24/2013 em 12:32

  1015. Oi, Wanil, para pagar o passado teria que estar inscrito naquele período tendo pago algumas contribuições antes. Assim, se houver um período faltoso entre as contribuições o INSS pode calcular a dívida. E costumeiramente é bastante caro o pagamento retroativo.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/24/2013 em 14:19

  1016. Oi, Alexandre, não é possível pagar de uma única vez, o pagamento só é possível mês a mês.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/24/2013 em 14:23

  1017. Oi, Sandra, com 30 anos completos de contribuição você pode se aposentar com qualquer idade; o cálculo é feito com a média dos maiores salários que representem 80% de todos de julho de 1994 até o início do benefício multiplicada pelo fator previdenciário, que leva em conta o tempo de contribuição, a idade e a expectativa de sobrevida. Como você pode ver, os últimos salários não terão muita importância na aposentadoria. Você pode se aposentar e continuar trabalhando normalmente, sem nenhuma alteração.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/24/2013 em 14:42

  1018. Oi, Lucilena, no site do INSS você pode fazer uma simulação do valor do seu benefício. A única diferença nas instituições de ensino é para os professores.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/24/2013 em 14:59

  1019. Oi, Eulina, ele pode se aposentar por idade e terá o cálculo em 70% da média mais 1% para cada ano de contribuição, sendo a média dos maiores salários que representem 80% de todos de julho de 1994 até o início do benefício, sendo o divisor mínimo desta média em 60% do mesmo período. No site do INSS você pode fazer uma simulação deste valor.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/24/2013 em 15:04

  1020. Oi, Fred, provavelmente será concedida a aposentadoria com início na nova data.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/24/2013 em 15:11

  1021. Oi, Erisson, para o tempo ser considerado especial não basta receber adicional, é preciso ter a informação da empresa empregadora (antigo SB40, atual PPP) comprovando a exposição habitual e permanente aos agentes nocivos. Assim, se 25 anos foram comprovados como trabalho em condições especiais, você se aposenta na especial, sem a incidência do fator previdenciário.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/24/2013 em 15:14

  1022. Oi, Maria das Graças, a licença-prêmio não gozada não conta mais para a aposentadoria dos servidores públicos como era até 1998. Se você servidora pública, vinculada a um regime próprio, se quiser se aposentar pelo último salário e com paridade de reajuste poderá utilizar a regra de transição da EC 41/03, com a somatória da idade com o tempo de contribuição atingindo 85. Faltariam 4 anos e meio.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/24/2013 em 15:22

  1023. Oi Sergio, a proporcional não vale a pena porque por poucos meses vai comer 30% do que você poderia receber. Você deve completar os 35 anos.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/24/2013 em 15:55

  1024. Oi, Sergio, deve contar sim, verifique o que consta na carteira de trabalho.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/24/2013 em 15:55

  1025. Oi, Maria, se você vai se aposentar com 30 anos completos de contribuição, não está pagando o tal pedágio; ele só existe para a aposentadoria proporcional que já não vale mais a pena. O que acontece é que o fator previdenciário vai reduzir o valor do benefício, e os tribunais não estão aceitando qualquer tese de que ele seria inaplicável nas regras de transição.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/24/2013 em 16:05

  1026. Oi, Dr. Pardal.
    Seu blog está de parabéns!!!
    Minha mãe tem 54 anos de idade e já contribui há 34 anos. Ela foi informada no posto do INSS que de nada adiantou ela recolher depois que completou os 30 anos de contribuição, pois a intenção dela é se aposentar por tempo de contribuição. No entanto, ela continuou recolhendo para que o fator previdenciário diminuísse. A dúvida dela é se ela pode parar de recolher agora, já que ela está desempregada os salários-contribuição são cada vez mais penosos… ou ela deve recolher o mínimo e esperar completar 60 anos?

    Comentário por Raffaela da Rocha — 08/24/2013 em 16:41

  1027. Oi, Luiclena, eu já respondi a sua pergunta, mas não sou máquina, levo um bom tempo para responder a todos, além de advogar e lecionar.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/24/2013 em 16:49

  1028. Oi, Izabel, todo o tempo entra atualmente no cálculo da média. Assim, o melhor é você contribuir com um valor próximo ao que você efetivamente ganha para garantir uma boa média.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/24/2013 em 17:06

  1029. Oi, Caroline, se ele estava contribuindo antes, deveria ter solicitado auxílio-doença e este tempo estaria contando como tempo de contribuição.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/24/2013 em 17:07

  1030. Oi, Ismael, se está na carteira sem rasura, tem que valer. A responsabilidade de contribuir é do empregador e de fiscalizar é do INSS. Qualquer documento, tipo rescisão do contrato, pode ajudar.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/24/2013 em 17:40

  1031. Oi, João, em empresa familiar, sem contribuições será muito difícil fazer valer o tempo.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/24/2013 em 17:41

  1032. Oi, Raffaela, nada foi exatamente perdido, porque influi mesmo no fator previdenciário, mas a melhor saída com certeza é requerer já o benefício porque o dinheiro que ela deixa de receber demoraria muito para recuperar com a diferença na aposentadoria. Com certeza não só ela deve parar de contribuir como deve requerer o benefício imediatamente.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/24/2013 em 17:47

  1033. Boa noite Sergio Pardal, muito obrigado por sua atenção, e informação, fico-lhe muito grato!

    Comentário por Ismael Santana Bastos — 08/24/2013 em 19:44

  1034. Ola…Boa Noite. Por gentileza sr Sergio estou com um duvida: Minha esposa trabalhava registrada numa empresa de descartaveis, rompeu os tendões do ombro e entrou em axulio doença em novembro de 2005, vindo a ser aposentada por inva2idez em março de 2012,depois disso fomos a empresa para fazer a rescição, baixar carteira etc…porem a empresa disse que só pode dar baixa na carteira dois anos após a data dessa aposentadoria ou seja só em março de 2014.Isso procede?

    Muito Obrigado !

    Comentário por FERNANDO — 08/24/2013 em 21:53

  1035. eu trabalho a 20 anos sendo. das 15 horas a 0,00 horas
    posso me aposentar mais cedo?
    pois na minha cidade nao temos uma informaçao
    sobre o mesmo.
    fico a espera.
    obrigado.

    Comentário por andre alves — 08/25/2013 em 13:55

  1036. Oi, Fernando, nos casos de aposentadoria por invalidez a rescisão do contrato de trabalho não representa nada porque o FGTS pode ser retirado com a carta da aposentadoria, não existirão verbas rescisórias, nem aviso prévio e nem multa de 40% do FGTS. Inclusive, mesmo que ocorra a rescisão do contrato na carteira, se ocorresse o restabelecimento do trabalhador, o contrato de trabalho voltaria a valer.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/25/2013 em 16:48

  1037. Oi, André, infelizmente não existe qualquer redução no tempo para a aposentadoria em razão da jornada de trabalho excessiva. Talvez seja importante procurar um advogado trabalhista e de sua confiança para ver o que se pode fazer com a empresa empregadora.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/25/2013 em 17:06

  1038. Minha duvida é para aposentadoria.
    O calculo é dos 80% maiores salários do teto de contribuição do INSS ou do salario percebido mensal do trabalhador.
    Pois na minha carta os valores não correspondem ao meu salario recebido mensalmente.
    Obrigado.

    Comentário por Gerson Menezes — 08/25/2013 em 17:10

  1039. Oi, Gerson, sem passar do limite, atual 4.159 reais, não pode existir diferença entre o salário que o trabalhador recebeu e o que consta no cálculo do INSS. Se você sempre ganhou acima do teto, os valores estarão sempre no limite.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/25/2013 em 17:13

  1040. Boa Noite Dr. Sergio Pardal,
    Faltam 4 meses para a minha aposentadoria por tempo de contribuição. Em 4 empresas que eu trabalhei e fui demitido sem justa causa com aviso prévio indenizado consta na minha carteira a data de demissão do último dia efetivamente trabalhado em cada uma destas empresas. Afinal o aviso prévio conta ou não conta tempo para aposentadoria ?? Eu tenho guardado comigo todas estas rescisão constando estes avisos prévios pagos. Já peguei o meu CNIS em um posto do INSS e percebi que estes períodos dos avisos prévios não estão constando como tempo p/ aposentadoria. O q devo fazer ?
    Agradeço a sua ajuda e retorno.

    Comentário por Sergio Dias — 08/25/2013 em 21:07

  1041. ok.
    agradeço muito sua tençao
    e ótimo esclarecimento ao assunto.
    abraços.DEUS PROVERÁ O MELHOR PRA MIM.
    ATÉ,

    Comentário por andre alves — 08/25/2013 em 22:04

  1042. Muito obrigada!!!!

    Comentário por Nome completo (*) — 08/26/2013 em 10:26

  1043. Ola, sou servidor publico federal desde 1987 e durante esse período fomos remanejados varias vezes de órgão do Ministério da Saúde; nesse ultimo onde fomos remanejados da FUNASA para a SECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE, FOI TIRADO SEM NENHUM CRITÉRIO A INSALUBRIDADE DOS SERVIDORES QUE FORAM REMANEJADOS (INCLUSIVE A MINHA) E DE ALGUNS NÃO FORAM REINCORPORADA ESSA INSALUBRIDADE. A PERGUNTA QUE FAÇO DIANTE DO EXPOSTO E: POSSO RECORRER A JUSTIÇA PARA VER MEUS DIREITOS OBSERVADOS; E SE TENHO PREJUÍZO EM MINHA APOSENTADORIA. PS AGUARDO RESPOSTAS

    Comentário por Jose Olimpio da Silva — 08/26/2013 em 12:53

  1044. Boa tarde!!

    Tenho algumas perguntas a fazer.
    Tenho 51 anos e trabalho desde março de 1978 com carteira assinada, sendo que 12 anos foram em fabrica de explosivo ou seja com periculosidade.
    1ª- JA POSSO DAR ENTRADA NA APOSENTADORIA E RECEBER INTEGRAL, VISTO QUE JA TENHO MAIS DE 35 ANOS DE CONTRIBUIÇÃO?
    2ª- TENHO FUNDO DE GARANTIA RETIDO DAS EMPRESAS QUE PEDI DEMISSÃO, EU RECEBO ESSES FUNDOS QUANDO APOSENTO?
    3ª- HOJE EU TRABALHO NUMA MULTINACIONAL, SE EU APOSENTAR ELES TERÃO QUE ME DEMITIR, POU PODEREI CONTINUAR TRABALHANDO NORMALMENTE?

    Desde ja obrigado.

    Comentário por Luis Carlos — 08/26/2013 em 17:04

  1045. Oi, Sergio, o tempo de aviso prévio, mesmo indenizado, deve ter a contribuição previdenciária e valer como tempo de contribuição, mas terá que brigar judicialmente porque provavelmente o INSS não vai querer contar o tempo. Tente, solicite a aposentadoria no INSS apresentando as rescisões e pedindo a contagem. Se for negada, complete as contribuições, se aposente e depois pensa se vale a pena brigar pelos 4 meses e pelas 4 contribuições. De qualquer forma, se não tentar pela via administrativa, não será possível pela judicial.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/26/2013 em 18:04

  1046. Oi Sérgio, boa tarde.

    Poderiam me esclarecer uma questão.

    Trabalhei como prestadora de serviços numa empresa onde eu recebia através de RPA.

    Nessas, houve descontos por parte da empresa de ISS e IRRF.
    Minha dúvida, esse tempo deveria aparacer no INSS para compor o tempo meu de contribução???

    Comentário por silvana — 08/26/2013 em 18:13

  1047. Oi, José Olimpio, você deve consultar um advogado especialista em direito administrativo para verificar o que pode ter perdido em salário.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/26/2013 em 19:27

  1048. Olá Doutor. Tenho uma dúvida. Meu noivo tem um filho com alguns problemas psicológicos e a minha sogra vai conseguir aposentar ele. Porém me disseram que se ele aposentar o filho ele abre mão da aposentadoria dele. Queria saber se realmente isso pode acontecer, se meu noive perde a chance de se aposentar quando estiver mais velho. Gostaria muito que me respondesse por favor doutor. É muito importante pra mim. Desde já agradeço o espaço. Abraço Lívia.

    Comentário por Lívia Faria da Hora — 08/26/2013 em 19:35

  1049. Oi, Luis Carlos, a aposentadoria por tempo de contribuição exige 35 anos completos e o cálculo é feito com a média dos maiores salários que representem 80% de todos de julho de 1994 até o início do benefício multiplicada pelo fator previdenciário que leva em conta o tempo de contribuição, a idade e a expectativa de sobrevida. Portanto, 100% deste cálculo não corresponde ao seu último salário. O FGTS pode ser retirado quando fica um tempo sem movimentação e na aposentadoria você poderá sacar tudo. Não é necessário a rescisão do contrato para a aposentadoria, e assim, pode continuar trabalhando normalmente. Sobre o valor do benefício, você pode fazer uma simulação no site do INSS.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/26/2013 em 21:24

  1050. Obrigado pelo retorno, caso dê algum problema desses 5 meses que não constaram no CNIS, poderei então recolher como contribuinte individual uma vez que houveram contribuições como autônomo antes do período mencionado como posterior. Grato pela atenção. Valmir

    Comentário por Valmir Lucas — 08/26/2013 em 21:27

  1051. Oi, Silvana, só após 2003 as empresas contratantes ficaram obrigadas e descontar e contribuir para o INSS.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/26/2013 em 21:36

  1052. Oi, Lívia, só é possível aposentar quem já tenha contribuído algum tempo, pelo menos um ano. Assim, nem me parece possível “aposentar o filho” nem poderia ter nenhuma relação com a futura aposentadoria dele. Portanto, não me parece possível o que você contou.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/26/2013 em 21:40

  1053. Minha mãe trabalhou 30 anos na área rural, mais não tem como provar com documentos, qual seria a saída para ela se aposentar? Detalhe ela já é pensionista!

    Comentário por JAIME BARBOSA — 08/27/2013 em 7:53

  1054. Olá Sergio! bom dia, gostaria de te perguntar o seguinte, se acaso uma empresa recusar a fornecer o documento PPP, o que devo fazer??

    Comentário por Vanderlei xavier de lima — 08/27/2013 em 11:26

  1055. Boa tarde Dr Sergio, gostaria de o Sr me esclarecera uma dúvida. Trabalhei quatro anos em um hospital publico municipal em cargo comissionado. Nesse período houve descontos de INSS por parte da empresa; A dúvida e: mesmo vinculado ao serviço publico federal esses descontos do INSS do serviço publico municipal conta para minha aposentadoria.

    Comentário por Jose Olimpio da Silva — 08/27/2013 em 13:30

  1056. DR Pardal, mais uma dúvida: Marquei uma valiação no INSS no dia 23/09/13 e até lá, já terei os 30 anos completos de tempo de contribuição, porém, tenho 47 anos, conseguirei a aposentadoria integral ou devo aguardar até completar 48 anos que será em abril de 2014? Se der entrada no mês que vem, a aposentadoria será parcial?
    Desde já, agradeço. Sandra.

    Comentário por sandra cristina ricci — 08/27/2013 em 14:05

  1057. Oi, Valmir, você deverá consultar o INSS sobre o pagamento do passado; talvez fosse mais fácil contribuir mês a mês.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/27/2013 em 14:46

  1058. Muito obrigada, Pardal..Parabéns pelo trabalho esclarecedor.

    Comentário por Silvana — 08/27/2013 em 15:13

  1059. Prezado Dr. Sérgio Pardal e equipe, gostaria de agradecer o excelente trabalho disponibilizado através desse blog e em particular ao Dr. pela presteza. Saudações Valmir Lucas

    Comentário por Valmir Lucas — 08/27/2013 em 19:22

  1060. Eu sou servidora Pública Municipal, tenho 37 anos de contribuição com a previdência, tenho 55 anos de idade, se aposentar agora tenho perdas salariais?

    Comentário por Judite Alexandrina da Silva Barreto — 08/28/2013 em 10:40

  1061. Dr. Sérgio,
    Tenho 54 anos de idade e 36 anos e 9 meses de contribuição ao INSS. (Portanto poderia solicitar minha aposentadoria).
    Gostaria de saber se é vantagem continuar contribuindo, como pessoa física, até completar 55 anos de idade e 37 anos de contribuição, e ser beneficiado na Tabela de Fator Previdenciário?
    Esses 3 meses de contribuição restantes, poderão ser feitos pelo valor mínimo sem comprometer a média dos últimos 80% dos maiores salários contribuídos desde de 1994?

    Obrigado,

    Comentário por Henrique Fernandes — 08/28/2013 em 11:44

  1062. Olá Dr. Sérgio.
    Uma segurada empregada doméstica que pretende se aposentar por idade precisa ter 60 anos de idade e, no mínimo, 180 contribuições mensais, correto? A dúvida é: as contribuições feitas na competência 13 são consideradas para efeito de contagem dessas 180 contribuições?
    Desde já agradeço.
    Ricardo

    Comentário por Ricardo Brienza — 08/28/2013 em 14:31

  1063. vou completar 51 anos agora em setembro de 2013, tenho mais de 35 anos de tempo de serviço, será que consigo me aposentar com salário integral?, ja posso dar entrada na aposentadoria?

    Comentário por wilson — 08/28/2013 em 15:06

  1064. Oi, Vanderlei, reclamação trabalhista nele, lembrando que o prazo para isto termina dois anos após a rescisão do contrato.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/28/2013 em 20:40

  1065. Oi, Jaime, sem provar tempo nenhum não é possível qualquer aposentadoria.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/28/2013 em 21:28

  1066. Oi, José Olimpio, se você não era servidor público, provavelmente as contribuições previdenciárias foram para o INSS e lá serão consideradas. Para averbar no serviço público é necessário requerer a certidão no INSS.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/28/2013 em 21:44

  1067. Oi, Sandra, o valor com 47 ou 48 anos não é muito diferente. Em qualquer situação o fator previdenciário será aplicado reduzindo o valor da sua média. No site do INSS você pode fazer uma simulação do valor do benefício.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 08/28/2013 em 21:46

  1068. bom dia dr.pardal gostaria que o sr.tirasse minha duvida gostaria de saber trabalho em duas empresas so registrado nas duas gostaria de saber no caso de aposentadoria os tempos das duas serve para contagem de contrubuicao ou serve para para calculos de salario tipo vou receber na media dos salarios das duas empresa? conto com suas orientacoes.abraço francisco

    Comentário por francisco constantino — 08/29/2013 em 9:08

  1069. Ouvi dizer que existe uma maneira de ganhar na justiça aposentadoria dos 35 anos ainda que falte alguns anos, com uma brecha na lei sobre a questão de que pode se considerar “coberto” pelo INSS até 1 ano depois que ficou desempregado ou sem recolhimento. Pode se ganhar com esta apelação para dar os 35 anos. Sabe algo sobre isso ?

    Comentário por Celso Silva — 08/29/2013 em 10:43

  1070. Dr. Sérgio,
    Tenho 54 anos de idade e 36 anos e 9 meses de contribuição ao INSS. (Portanto poderia solicitar minha aposentadoria).
    Gostaria de saber se é vantagem continuar contribuindo, como pessoa física, até completar 55 anos de idade e 37 anos de contribuição, e ser beneficiado na Tabela de Fator Previdenciário?
    Esses 3 meses de contribuição restantes, poderão ser feitos pelo valor mínimo sem comprometer a média dos últimos 80% dos maiores salários contribuídos desde de 1994?

    Obrigado,

    Comentário por Henrique Fernandes — 08/29/2013 em 12:19

  1071. 30/08/2013

    Oi, Dr. Pardal.
    Seu blog está de parabéns!!!
    tenho 49 anos de idade e 35 de contribuição sera que vale apenas aposentar-me agora ou espera mais um pouco desde já muito obrigo.

    Comentário por Ulisses mello — 08/30/2013 em 1:42

  1072. Oi, Judite, se você é servidora pública durante todo este tempo, vinculada a um regime próprio, já pode se aposentar pelo último salário e com paridade de reajuste, porque a soma de sem tempo de contribuição com a sua idade ultrapassa 85, e você tem mais do que 25 anos de serviço público.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 09/01/2013 em 19:15

  1073. Oi, Henrique, provavelmente a diferença é muito pequena e pode ficar pior com a alteração que o fator previdenciário vai sofrer em novembro, com a nova tabela de expectativa de sobrevida do IBGE.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 09/01/2013 em 19:19

  1074. Oi, Ricardo, as contribuições sobre o 13º salário são somadas às do mês de dezembro, mas não vale como mais um mês.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 09/01/2013 em 21:01

  1075. Oi, Wilson, o fator previdenciário com certeza será um redutor sobre a sua média de contribuições; no site do INSS você pode fazer uma simulação do valor do benefício.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 09/01/2013 em 21:06

  1076. Boa tarde Sergio Pardal, em meu processo de aposentadoria por invalidez,tem o seguinte despacho: Conhecimento JFT, o que significa esta sigla!

    Comentário por Ismael Santana Bastos — 09/02/2013 em 12:04

  1077. Oi, Francisco, o tempo concomitante não pode ser contado duas vezes, e os salários serão contados igualmente apenas se os dois empregos ocorrerem durante todo o tempo. Se um dos empregos for por menor tempo, será considerada atividade secundária e o cálculo que a lei determina é muito ruim.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 09/02/2013 em 21:09

  1078. Oi, Celso, falam tanta bobagem por aí e esta é mais uma. A manutenção da qualidade de segurado sem contribuição vale para os benefícios que decorrem de sinistros como doença, invalidez ou morte; para contar tempo de contribuição é preciso contribuir.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 09/02/2013 em 22:42

  1079. ardal, tenho os 30 anos de contribuição e 47 anos de idade. O Sr. julga necessário e prudente que eu contrate uma pessoa especializada para dar entrada nos papeis e acompanhar minha aposentadoria? Ate quanto essas pessoas costumam cobrar?
    Aguardo. Obrigada.

    Comentário por sandra cristina ricci — 09/03/2013 em 8:02

  1080. Muito obrigado.

    Abraço.

    Comentário por Ricardo Brienza — 09/03/2013 em 10:34

  1081. boa tarde, tenho 52 anos e comecei a contribuir com o INSS em 1975, trabalhei por 6 anos na petrobras,devido a isso acho que deve ter uma redução por insalubridade, gostaria de saber se ja posso me aposentar.

    Comentário por sergio martines — 09/03/2013 em 12:16

  1082. Oi, Henrique, na maior parte das vezes a diferença que pode ser conseguida é muito pequena, e em novembro o IBGE publica uma nova tabela sobre a expectativa de sobrevida, piorando o fator previdenciário.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 09/03/2013 em 14:13

  1083. Oi, Ulisses, faça um simulado do valor do seu benefício no site do INSS, e depois faça outro somando mais 5 anos em contribuições e idade. A diferença conseguida em 5 anos não recupera em menos de 15 o que você deixaria de receber. Tem alguns posts neste blog onde apresento mais comentários.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 09/03/2013 em 15:00

  1084. Sérgio, boa noite. Por gentileza, esclareça-me:
    - Pessoa que contribuiu ao INSS (empregado de empresa privada) por 33 anos, sendo que nesse mesmo período, concomitantemente, também foi professor (noturno), esse período de professor tem algum acréscimo para contagem de tempo para aposentadoria?
    Grato pela atenção que dispensar.

    Comentário por JOSE CARLOS — 09/03/2013 em 22:23

  1085. boa tarde,Dr Sergio.
    tenho contribuiçoes como empregado e no mesmo periodo como contribuinte individual
    eu gostaria de saber como são contadas as contriguiçoes individuais, para efeito de aposentadoria.

    Comentário por JOSE ANDRE A SILVA — 09/04/2013 em 17:55

  1086. Oi, Ismael, não tenho a mínima ideia do que representa a sigla. Talvez seu advogado tenha uma boa tradução.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 09/05/2013 em 15:51

  1087. Olá dr Sergio,
    Analise o caso de minha mão. Começou a lecionar desde 1981, em 1992 o Município passou seus vencimento para o estado em regime de convênio, em 2001 devolvida para o município(a tal da municipalização), tralhando sempre com nível 1( 1ª a 4ª), em 2006 prestou concurso para nível 2(5ª a 8ª) em outra escola do município, pro questo~es politicas, a retiraram do nivel 1, deixando somente 100 horas de nivel 2, alegando progressão funcional para validaaar seus anos de serviso, ela esta com 49 anos e 32 de contribuição, todos os colegas dela (minucipalizados) estão aposentados com 25 anos de contribuição e 50 anos de idade (ela era a mais nova da turma e unica que prestou concurso) Teria ela direito a essa aposentadoria por ser outro vinculo (municipalizada) e esperar completar 15 anos de concurso para outra aposentadoria
    obs: retiraram recentemente suas 100 horas de 1ª a 4ª série deixando um salario miseravel

    Comentário por Rano — 09/05/2013 em 17:15

  1088. Boa tarde!

    Tenho 25 anos de registro em carteira, fui demitida, preciso contribuir por mais 05 anos para atingir os 30 anos de contribuição e ter direito a aposentadoria. No 135 recebi a informação que posso pagar 20% do salário mínimo pois o que preciso pagar é apenas para atingir o tempo, o valor da aposentadoria já está garantido pelo tempo que paguei já que 20% das menores contribuições são desprezadas. Ou seja na empresa pagava pelo teto e mesmo que ficasse até completar os 30 anos tanto faz pagar pelo teto ou 20% do mínimo, esta informação é correta?

    Comentário por Valeria Almeida — 09/05/2013 em 17:29

  1089. Oi, Sandra, no requerimento administrativo não é necessário contratar os serviços de um advogado.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 09/06/2013 em 14:39

  1090. Oi, Sergio, a aposentadoria por tempo de contribuição exige 35 anos completos e o tempo especial, com a exposição habitual e permanente aos agentes nocivos devidamente comprovada por informações da empresa empregadora (antigo SB40, atual PPP), pode ser multiplicado por 1,4 para somar ao tempo comum.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 09/06/2013 em 14:59

  1091. Oi, José Carlos, infelizmente não haverá mudança no tempo porque a aposentadoria especial do professor exige 30 anos de atividades como professor, e provavelmente não seria a sua melhor contribuição.
    Pardl

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 09/06/2013 em 20:29

  1092. Oi, José, se as duas atividades aconteceram durante todo o tempo, os salários será praticamente somados, mas se uma delas tem menor tempo de existência, o cálculo com atividade principal e secundária é muito ruim.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 09/06/2013 em 21:10

  1093. Olá Dr; tudo bem. Sou servidor publico, e no próximo ano completo 35 anos de contribuição, isso segundo documentos emitido pelo setor de RH do MS onde sou lotado, tenho duas duvidas a 1º é se ao completar 35 anos de contribuição eu posso solicitar a retirada do desconto da previdência em meu contra cheque, a 2º e se eu não teria direito a aposentadoria especial visto que parte desse tempo de serviço é por conta de eu ter trabalhado; e ainda continuar trabalhando em área insalubre. Obs tenho 46 anos

    Comentário por Jose Olimpio da Silva — 09/06/2013 em 21:54

  1094. Olá,bom dia! Tenho 33 anos de contribuição sendo 23 como vigilante e 51 anos de idade.
    posso me aposentar?
    E Fujir do fator previdenciário?

    Comentário por Adilson de souza ribeiro — 09/08/2013 em 11:59

  1095. Pardal, boa tarde,
    Entrei com minha aposentadoria junto ao INSS e foi indefirido o motivo que alegaram é que não tenho 53 anos, mas tenho 51 anos de 36 de contribuição eu posso pedir a aposentadoria?
    Obs responda por e-mail (hcesar.email@gmail.com)

    Comentário por Horacio de Oliveira Cezar — 09/08/2013 em 17:41

  1096. Oi pardal, Recebo um auxílio doença 50% limitado ao teto, decorrente de acidente do trabalho (94), ocorrido em 04/12/1994 contribuo para a previdência com carteira assinada desde 1974, após o acidente fui demitido, dai não consigo emprego por muito tempo pois tenho 57 anos, a minha pergunta é, essa, o tempo de auxílio acidente conta como tempo de contribuição, e sendo o auxilio limitado ao teto qual deverá ser a valor da minha aposentadoria. O INSS tem negado esse tempo, como proceder nesse caso.

    Comentário por gutemberg barboza pereira — 09/08/2013 em 19:49

  1097. Dr. Sérgio a obrigação de contribuição previdenciária para aposentadoria é de 35 anos de serviço + a idade necessária, logo quando completar os 35 anos de contribuição eu posso solicitar através de requerimento ao setor de recursos humanos da empresa que pare de descontar o percentual do meu salário referente a previdência?

    Comentário por joseli de andrade sales rodrigues — 09/09/2013 em 12:47

  1098. tenho 52 anos, comecei a contribuir em 1975, quero saber se ja posso me aposentar.

    Comentário por sergio — 09/09/2013 em 17:26

  1099. Boa tarde Dr SÉRGIO.Sou professora estadual de M.G.Trabalhei contratada por um período de 8 anos no cargo 1 .Acontece porém que os descontos eram feitos nos demonstrativos mas os mesmos não eram repassados ao INSS. Esse tempo não era concomitante ao cargo 2 no qual leciono no momento.Brevemente serei aposentada pelo tempo do cargo 2.E aí? fica perdido esses 8 anos ? Será
    que com ajuda de um advogado conseguiria levar esse tempo para o INSS e pagaria autônima mais sete anos para fins de aposentadoria por idade?

    Comentário por Maria das Graças de Assis Ribeiro — 09/09/2013 em 17:57

  1100. Oi, Rano, a aposentadoria especial da professora da rede pública exige 25 anos de atividade como professora e 50 anos de idade. De qualquer forma, só tem direito ao benefício quem completa as exigência enquanto está vinculada ao regime previdenciário.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 09/09/2013 em 22:23

  1101. Oi, Valéria, a média se faz sobre os maiores salários que representem 80% de todos de julho de 1994 até o início do benefício. Ou seja, se você vai se aposentar em 2018, teria o período de 24 anos, dos quais você poderá desprezar 4,8 anos. Neste período que representa 20% entre julho de 1994 e o início do benefício você pode contribuir em 20% do salário mínimo.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 09/09/2013 em 22:26

  1102. Por gentileza, sou bancario e atendo em posto pab de atendimento bancario, recebo insalubridade no contra-cheque, gostaria de saber se tenho direito a contagem de tempo especial por receber insalubridade.

    obrigado.

    Comentário por nestor cruz — 09/10/2013 em 1:51

  1103. Boa tarde chefe.
    Por gentileza.
    A pergunta é simples, mas somente o sr. poderá respondê-la.

    Nunca havia contribuído com o INSS.
    Agora estou no serviço público estadual (Polícia Militar).
    Posso contribuir na forma de atrasados (antes de incorporar na PM) para servir como tempo fora e assim averbar para aposentadoria?

    Comentário por André W. Marchini — 09/10/2013 em 15:09

  1104. OLA BOA TARDE
    PRECIZO MUITO DE SUA AJUDA ,TENHO 48 ANOS E VOU TER 30 ANOS DE CONTRIBUIÇÃO NO MES DE FEVEREIRO DO ANO QUE VEM ONDE TAMBEM COMPLETAREI 49 ANOS DE IDADE,FUI AO INSS PARA ME INFORMAR SOBRE A MINHA APOSENTADORIA MEU SALARIO É DE 1.100 REAIS ALIAS MUITO POUCO POREM VOLTEI DECEPCIONADA QUANDO A FUNCIONARIA DO INSS ME DISSE QUE VOU ME APOSENTAR PROVAVELMENTE COM UM SALARIO MININO MAS DISSE QUE NAO TEM COMO FAZER CALCULOS,EU TRABALLHO DE FATURISTA EM UM HOSPITAL EM UM CERTOS ANOS PAGAVAM INSALUBRIDADE AGORA NAO PAGA MAIS OQUE DEVO FAZER ME DE SUA OPNIAO QUANTO SERA QUE VOU RECEBER OBRIGAD,

    ABRAÇOS;

    Comentário por APARECIDA DE SOUZA MARTINS — 09/10/2013 em 16:00

  1105. BOA NOITE PRECIZO DE SUA AJUDA ,TENHO 49 ANOS TENHO TRINTA ANOS DE CONTRIBUIÇÃO FUI NO INSS PARA ME INFORMAR ME DISSERAM QUE VOU ME APOSENTAR COM MUITO POUCO GANHO 1.100 LIVRE MAS NAO ME DISSERAM COM QUANTO DISSE QUE SO DEPOIS DE ME APOSENTAR QUE SABEREI POR CAUSA DO FATOR PREVIDENCIARIO SOU FATURISTA EM UM HOSPITAL EM UM TEMPO RECEBI INSALUBRIDADE AGORA CORTARAM ,VOCE PODE ME ORIENTAR OQUE DEVO FAZER ? QUANTO MAIS OU MENOS VOU RECEBER ESTOU MUITO PREOCUPADA DESDE JA AGRADEÇO !

    Comentário por APARECIDA MARTINS — 09/10/2013 em 20:04

  1106. Bom dia! Muito obrigada pelo esclarecimento. Outra dúvida, mesmo que seja aprovado o projeto com fator 85/95, pelo tempo que falta para minha aposentadoria tenho direito adquirido a modalidade atual, ou seja 30 anos de contribuição sem limite de idade e com aplicação do fator previdenciário?

    Comentário por Valeria Almeida — 09/12/2013 em 8:44

  1107. Olá Dr; tudo bem. Sou empregado publico, e no próximo ano completo 35 anos de contribuição,junto ao INSS e 55 anos de idade o meu salario bruto é uns R$7.000,00 e liquido em torno de R$ 5.200,00 será que possivel saber quanto será o meu salario de aposetadoria? ficarei grato se for atendido.

    Comentário por Francisco Caninde de Medeiros — 09/12/2013 em 11:25

  1108. Pardal,

    A força sindical vem trabalhando afim de acabar com o fator previdenciário,pergunto:
    O sistema 85/95 não é prejudicial para quem está preste a aposentar?
    Você acredita que o governo vai abolir o fator,sem nada em troca?

    Comentário por Cemat — 09/12/2013 em 15:56

  1109. Boa noite, Sergio Pardal.
    Minha mãe é técnica em enfermagem, tem 53 anos e conta hoje com 26 anos, 1 mês e 5 de tempo de contribuição.

    Desse total, 25 anos, 5 meses e 5 dias são de atividades insalubres, devidamente comprovadas através do PPP.

    Até a EC 20/98 ela contava com 11 anos, 4 meses e 9 dias de contribuição (10 anos, 8 meses e 9 dias realizando atividades insalubres).

    Demos entrada na aposentadoria por tempo especial e a mesma foi indeferida com o seguinte argumento:

    “Em atenção ao seu pedido de Aposentadoria por Tempo de Contribuição, apresentado em 08/04/2013, informamos que, após análise da documentação apresentada, não foi reconhecido o direito ao benefício, pois até 16/12/98 foi comprovado apenas 24 anos, 10 meses e 28 dias, ou seja não foi atingido o tempo mínimo de contribuição exigida, 30 anos, se homem e 25 anos, se mulher, nem tampouco comprovou na data do requerimento o período adicional de contribuição equivalente a, no mínimo, 40% do tempo que, em 16/12/98, faltava para atingir o tempo mínimo exigível nessa data.”

    Tá certo isso, Pardal? De onde tiraram esses 24 anos, 10 meses e 28 dias? Como calcularam isso?

    Obrigada!

    Comentário por Isadora Silva — 09/12/2013 em 22:28

  1110. Oi, José Olimpio, a aposentadoria especial do servidor público ainda não foi regulamentada. Para ter direito ao abono de permanência no valor de contribuição previdenciária, é preciso ter completado as exigências das regras de transição, ou seja, 53 anos de idade e 35 de contribuição mais 20% do que faltava em 15/12/98.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 09/12/2013 em 22:28

  1111. Boa noite,tenho 51 anos e 10 meses,tenho 12 anos de contribuição,faltando 3 anos para completar os 15 anos de contribuição,para eu aposentar por idade,Minha pergunta é:tem como eu pagar 3 anos de uma vez e me aposentar, ou deixo para pagar esses tres anos quando eu tiver com 57 anos.POIS SE EU PAGAR ESSES TRES ANOS COMO AUTONOMA, VOU TER QUE PAGAR ATE EU COMPLETAR OS 60 ANOS?

    Comentário por Márcia tavares de Souza — 09/12/2013 em 23:03

  1112. Oi, Adilson, para fugir do fator previdenciário teria que ter 25 anos de atividade especial, e atualmente, desde 1995, o INSS não entende o trabalho como vigilantes como especial.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 09/13/2013 em 14:48

  1113. Oi, Horacio, alguma coisa está errada: com mais do que 35 anos de contribuição você pode requerer a sua aposentadoria com qualquer idade. Verifique direito a contagem de tempo que foi feita.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 09/13/2013 em 14:57

  1114. Oi, Gutemberg, o auxílio-acidente não impede de trabalhar, e por isso não vale como tempo de contribuição (como valeria o auxílio-doença, com o afastamento do trabalho). Ele conta para ser somado ao salário no cálculo da média, e nos períodos que não teve salário pode fazer as vezes, até porque para os benefícios voluntários, o divisor mínimo da média é de 60% do período de julho de 1994 até o início do benefício.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 09/13/2013 em 15:01

  1115. Oi, Joseli, depende de que empresa você está falando, se for como servidor público, sem dúvida existem as duas exigências, tempo de serviço e idade mínima, mas no INSS não. De qualquer forma, no serviço público você pode requerer o abono de permanência em serviço no valor do desconto, mas as contribuições do INSS não param de descontar enquanto o segurado estiver trabalhando.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 09/13/2013 em 15:32

  1116. Oi, Sergio, no INSS a aposentadoria por tempo de contribuição para o homem exige 35 anos completos com qualquer idade, e a aposentadoria por idade pode ocorrer com 65 anos e o mínimo de 15 anos de contribuição.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 09/13/2013 em 15:46

  1117. Oi, Maria das Graças, talvez as contribuições tenham sido efetuadas para o regime próprio do estado, com o outro cargo, mas de qualquer forma, dará um bom trabalho desvendar o que aconteceu. Talvez algum especialista da sua região faça.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 09/13/2013 em 15:50

  1118. Oi, Nestor, é difícil, mas você poderia solicitar o Perfil Profissiográfico Previdenciário no Banco em que trabalha, alegando exatamente que trabalha exposto de forma habitual e permanente aos agentes nocivos e então requerer o benefício especial no INSS. Talvez acabe sendo necessário uma reclamação trabalhista e não basta receber o adicional de insalubridade para ter direito à especial.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 09/13/2013 em 19:17

  1119. OLA SR. PARDAL! TDO BEM?SOBRE APOSENTADORIA POR TEMPO DE CONTRIBUIÇÃO! HJ EU TENHO 50 ANOS E 35 ANOS DE CONTRIBUINTE INDIVIDUAL.PERGUNTO POSSO DAR ENTRADA PARA APOSENTADORIA?DÊ BASTANTE DETALHES SOBRE ISSO, OK? GRATO!

    Comentário por LUIZ HENRIQUE — 09/14/2013 em 19:56

  1120. Oi, André, não é possível o pagamento que você gostaria. Nem acredito que seria muito bom.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 09/14/2013 em 21:59

  1121. Oi, Aparecida, você pode fazer o cálculo simulando o valor do seu benefício no site do INSS. De qualquer forma, haverá o fator previdenciário multiplicado pela média como redutor. Não sei se reduzirá até um salário mínimo, mas é possível.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 09/14/2013 em 22:03

  1122. Oi, Aparecida, conforme eu já respondi, você pode fazer o cálculo simulando o valor do seu benefício no site do INSS. De qualquer forma, haverá o fator previdenciário multiplicado pela média como redutor. Não sei se reduzirá até um salário mínimo, mas é possível.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 09/15/2013 em 0:05

  1123. BOA TARDE! GOSTARIA DE OBTER UMA INFORMAÇAÕ,TRABALHEI 5,5 EM UMA FIRMA DE CALÇADOS PASSANDO COLA NOS CALÇADOS. TENHO COMO ABATER ESSE TEMPO INSALUBRE PARA DIMINUIR O MEU TEMPO?
    GRATO!

    Comentário por adilson — 09/15/2013 em 17:03

  1124. BOA NOITE SR. SERGIO PARDAL , QUERIA TIRAR UMA DUVIDA E SE POSSIVEL UMA ORIENTAÇÃO SUA , HÁ EXTAMENTE 4 ANOS ATRÁS 18/09/2009 , A PREVIDENCIA ME NEGOU APOSENTADORIA ALEGANDO QUE FALTAVA 4 ANOS PARA COMPLETAR OS 35 ANOS DE CONTRIBUIÇÃO , NO DIA 18/09/2013 COMPLETARÁ O TEMPO QUE ELES PEDIRAM . EU PEDINDO APOSENTADORIA POR EXEMPLO NO MÊS DE NOVEMBRO 2013 E ELES NEGAREM O QUE FAZER ? DESDE JÁ MUITO OBRIGADO PELA SUA ATENÇÃO.

    Comentário por JORGE EDMUNDO CARNEIRO DE MENESES — 09/15/2013 em 20:27

  1125. Dr Sergio, boa noite. tenho 46 anos, trabalho desde os 18 anos . Trabalho hj em um hospital público como of. administrativo(não tenho direito a insalubridade apesar de trabalhar em uma Uti fechada),mas ja entrei em processo para reverter o caso. Trabalho neste hospital há 9 anos, os outros anos trabalhei no setor privado. Duas perguntas: se eu ganhar o caso de insalubridade, isso pesará a meu favor na hora que eu me aposentar? E como faço o calculo de tempo para aposentadoria se eu trabalhei nos dois setores ,público e privado? Fico no aguardo .Obrigada

    Comentário por Marilda Cristina Rodrigues — 09/16/2013 em 0:16

  1126. Na verdade nao estou querendo pleitear aposentadoria especial, pois, nao atuo em empresa ensalubre de forma permanente, apenas gostaria de poder usar os ultimos 5 anos que recebo insalubridade para contar como tempo de 5×1.4 na aposentadoria por tempo de contribuicao. Isso e possivel?

    Obrigado.

    Comentário por Nestor — 09/16/2013 em 0:39

  1127. Bom dia!

    Reiterando
    09/12/2013 às 8:44
    Bom dia! Muito obrigada pelo esclarecimento. Outra dúvida, mesmo que seja aprovado o projeto com fator 85/95, pelo tempo que falta para minha aposentadoria tenho direito adquirido a modalidade atual, ou seja 30 anos de contribuição sem limite de idade e com aplicação do fator previdenciário?

    Comentário por Valeria Almeida — 09/16/2013 em 9:23

  1128. Bom dia sergio pardal quero tirar uma duvida, tenho 49 anos 28 anos de contribuição trabalhei na lavoura entre 1978 a 1982,posso juntar os dois periodo e me aposentar aos 53 anos.obrigado.

    Comentário por Adalto Batista Gonçalves — 09/16/2013 em 10:02

  1129. Olá, Sr Pardal,
    Tenho duas pergutas a ser feitas!
    Meu pai ele tem 26 anos de contribuição, sendo 24 como metarlugico, e completou 63 anos de idade no começo do mês. Gostaria de saber se ele pelo fato de ter 24 anos trabalhando como metalúrgico se ele tem direito a insalubridade,e se favorece no processo de aposentaria, e se sim, qual a porcentagem, 10, 20, 30% ?
    Levando em consideração 4 anos e meio de carnês pagos do inss.

    Comentário por Aparecido Souza Soares — 09/16/2013 em 16:56

  1130. Ola Dr Sou servidor Publico Federal cedido a SVS MS pela Funasa Tenho 59 anos de idade e 40 de contribuição previdenciária; gostaria de saber, já que vou requerer a minha aposentadoria no próximo ano; se eu poderia “de já” solicitar a retirada do desconto previdenciário dos meus rendimentos, e como fazer isso.

    Comentário por Francisco Brandao de Lima — 09/16/2013 em 18:17

  1131. Boa noite do Sérgio Pardal.

    tenho 25 ano de contribuição insalubre 1.4(conforme ppp) e 51 anos de idade, vou pedir minha aposentadoria especial, vou perder muito pelo fator previdenciario? ou não existe fator pv neste caso? caso contrário o que sugere?

    Comentário por luciano brasil pinheiro — 09/16/2013 em 19:44

  1132. Olá! Gostaria de saber: tenho 46 anos de idade
    e 25 anos como professora em sala de aula, gostaria de saber se já posso me aposentar proporcionalmente e se vou perder muito.

    Existe alguma lei que me favoreça ou qual é a data mais correta para evitar perdas e o que posso fazer para acelerar minha aposentadoria .

    Comentário por Rosimere da Cruz — 09/16/2013 em 22:44

  1133. Prezado Dr. Sergio, através de registro em carteira, tenho 5 anos de contribuição e mais 27 anos como contribuinte através de carne INSS, tendo como base um salário mínimo esse tento todo, ou seja 32 anos de contribuição. Tenho 53 anos de idade. Estive recentemente no INSS para dar entrada na aposentadoria proporcional, uma vez ter mais de 30 anos de contribuição e idade mínima exigida. O atendente informou que no meu caso, não cabe aposentadoria proporcional, está correto isso?

    Comentário por Pedro Putini — 09/17/2013 em 9:45

  1134. tenho 53 anos de idade, tenho 25 anos como professor e 8 anos pelo INSS, posso me aposentar ?

    Comentário por Moacir Aparecido de Campos — 09/17/2013 em 18:50

  1135. Oi, Valeria, o benefício que você já pode solicitar é seu direito adquirido mesmo que a lei mude; além disso, a fórmula 95/85 não será uma exigência, e sim uma isenção da aplicação do fator previdenciário.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 09/17/2013 em 23:20

  1136. Oi, Francisco, se você é vinculado ao INSS, o cálculo será feito por suas regras, o teto atual é R$ 4.159 e o cálculo é pela média dos maiores salários que representem 80% de todos de julho de 1994 até o início do benefício, multiplicada pelo fator previdenciário que leva em conta o tempo de contribuição, a idade e a expectativa de sobrevida.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 09/17/2013 em 23:40

  1137. BOM DIA DR SERGIO MUITO OBRIGADA,MAS GOSTARIA DE SUA OPNIAO ME APOSENTO ? OU TRABALHO ATE TER MAIS IDADE QUE ACHO MUITO INJUSTO POIS TRABALHEI TRINTA ANOS QUANDO TANTOS CORRUPTOS NAO TRABALHAM NADA E SE APOSENTAM TÃO BEM ! VOCE ACHA POSSIVEL TER FIM NESSE TAL FATOR PREVIDENCIARIO ? SE FOSSE VC FARIA OQUE ?

    ATENCIOSAMENTE;

    APARECIDA;

    Comentário por APARECIDA MARTINS — 09/18/2013 em 7:41

  1138. bom dia dr.pardal, estou processo na justiça para requerer aux. doença, por favor me esclareça o que significa tutela não requerida.

    Comentário por joao paludeto junior — 09/18/2013 em 10:17

  1139. Sérgio, minha tia é pensionista, tem 73 anos e mora na zona rural(numa usina hoje desativada pelo incra), entretanto ela pode se aposentar por idade, pelo fun rural sem perder a pensão deixada pelo meu tio? Ela nunca recolheu, mas antes trabalhava na em casa e no plantio, porém até hoje mora na zona rual(usina).

    Comentário por Joseli de Andrade Sales — 09/18/2013 em 10:57

  1140. Dr. Sérgio, meu esposo teve o pai falecido em junho/1994 e o mesmo era funcionário público do IBGE, então na época disseram que por ele ser o filho primogênito ele teria direito de ficar no lugar do no trabalho. Isso foi vetado ou nunca existiu? Esse direito existe?

    Comentário por joseli de andrade sales — 09/18/2013 em 11:43

  1141. Olá Sergio, eu trabalhei em uma prefeitura municipal pelo período de 08 anos, no ano de 1998 o prefeito municipal criou um instituto de previdência própria que funcionou pelo período de 28 meses, e foi extinto, só que foi descontado no contracheque o valor da previdência, com a extinção não repassado para INSS, protocolei junto ao INSS documentos para Acerto de Vínculos e Remunerações, só que este período não foi aceito pelo INSS, pois não consta o repasse referente as contribuições deste período. o que devo fazer para INSS acatar este vínculos que estão faltando para dar entrada na aposentadoria por tempo de contribuição, porque foi descontado no meu contracheque (eu paguei) quem não cumpriu o devido foi a Prefeitura.

    Comentário por Heli Roberto da Silva — 09/18/2013 em 15:34

  1142. Oi, Cemat, não ocorrerá a extinção do fator previdenciário nem a obrigação da fórmula 95/85. Se o projeto de lei que está tramitando for aprovado, a fórmula servirá para isentar o benefício da incidência do FP. Quem quiser se aposentar antes leva o FP, quem esperar fica livre dele.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 09/18/2013 em 19:51

  1143. Oi, Isadora, a única forma de saber exatamente o que aconteceu é solicitando uma cópia completa do processo administrativo e procurando um advogado especialista e de sua confiança para analisar a possibilidade de ajuizar uma ação. Para requerer a aposentadoria especial é necessário ter juntado as comprovações da exposição habitual e permanente aos agentes nocivos, através das informações das empresas empregadoras (antigo SB40, atual PPP). Provavelmente a análise foi feita sem observar tempo especial.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 09/18/2013 em 20:50

  1144. Oi, Márcia, não é possível pagar “de uma vez”, apenas mês a mês, e além disso a aposentadoria por idade para a mulher é aos 60 anos. Por outro lado, sempre é bom observar que os benefícios decorrentes de sinistros, doença, morte ou invalidez, não são pagos se o o vitimado não tiver a qualidade de segurado quando o infortúnio acontecer. Ou seja, a melhor saída é contribuir todo mês até completar os 60 anos, tendo a sorte de só então gozar algum benefício do INSS.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 09/18/2013 em 20:57

  1145. Boa tarde!

    Caso seja aprovada a aposentadoria especial por tempo de contribuição para funcionário público que tenha deficiência física,eu, como professora da rede pública, vinculada a um regime próprio, tendo já contribuído por 26 anos exclusivamente no magistério do ensino fundamental, tendo 46 anos de idade e possuindo deficiência física já poderia me aposentar por esse decreto?

    Obrigada

    Mirian

    Comentário por mirian amed — 09/20/2013 em 12:39

  1146. Oi, Luiz Henrique, com 35 anos completos de contribuição, pode se aposentar com qualquer idade. Apenas o fator previdenciário leva em conta, além do tempo de contribuição, a idade e a expectativa de sobrevida, sendo um redutor multiplicado pela média contributiva.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 09/20/2013 em 22:38

  1147. Oi, Adilson, o tempo especial, que pode ser convertido para comum com a multiplicação por 1,4, necessita ter a exposição habitual e permanente aos agentes nocivos comprovada por informações da empresa empregadora (antigo SB40, atual PPP).
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 09/20/2013 em 22:50

  1148. Oi, Jorge, se você completou exatamente o tempo que faltava na negativa de 4 anos atrás, é difícil o INSS negar (afinal, eles deve ter o seu processo administrativo de 4 anos atrás). Em todo caso, bom seria se você tivesse uma cópia completa daquele processo para, se der algum problema, fazer a comparação. Para erros deste tipo sempre cabe uma ação judicial através de um advogado especialista e de sua confiança.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 09/20/2013 em 22:58

  1149. Oi, Marilda, o tempo de um regime previdenciário pode ser levado para o outro, do serviço público para o INSS ou vice-versa, mas não pode ser tempo concomitante, trabalhado ao mesmo tempo. Se a ação de insalubridade que você ajuizou é no hospital privado, deveria incluir no pedido o preenchimento do PPP, Perfil Profissiográfico Previdenciário, e o pagamento da contribuição previdenciária.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 09/20/2013 em 23:17

  1150. Oi, Nestor, no regime geral, INSS, o tempo especial pode ser convertido para comum multiplicando por 1,4. É preciso que seja comprovada a exposição habitual e permanente aos agentes nocivos, através das informações das empresas empregadoras (antigo SB40 atual PPP).
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 09/20/2013 em 23:21

  1151. Oi, Adalto, se você comprovar o tempo de trabalho rural com documentos da época, pode sim somar ao tempo urbano para fins de aposentadoria.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 09/20/2013 em 23:29

  1152. Dr Sergio o hospital que ajuizei é o Hosp. das Clínicas ,o qual trabalho hj.A minha dúvida qto ao tempo é que aposentadoria para mulher no setor privado é 30 anos e no setor público é 25 anos.Como faço essa conta? Hj só trabalho no hospital das Clínicas, não tenho outro trabalho conjunto.No aguardo . Obrigada

    Comentário por marilda cristina rodrigues — 09/21/2013 em 18:48

  1153. trabalhei 37 anos e contribuindo com o inss mas tive que aceitar proporcional para não ficar sem nenhum rendimento porque já estava com meus 60 anos,entrei com recursos mas mesmo assim so vieram me dando canceira e ate hoje estou sem resposta e recebendo sempre errado do que me e direito por lei,tenho todas as carteira com registro no INSS,por favor me de resposta mas resposta certa,e como receber os atrasados do INSS.

    Comentário por roberto custodio de oliveira — 09/22/2013 em 11:20

  1154. Oi, Aparecido, a aposentadoria por tempo de contribuição exige para o homem 35 anos de contribuição com qualquer idade, e a aposentadoria por idade ocorre aos 65 anos de idade com no mínimo 15 anos de contribuição. O tempo especial, com a exposição habitual e permanente aos agentes nocivos devidamente comprovada através de informações da empresa empregadora (antigo SB40, atual PPP), pode ser multiplicado por 1,4 para somar ao tempo comum.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 09/22/2013 em 16:55

  1155. Oi, Francisco, se você é servidor público federal, estatutário, com o mínimo de 25 anos no serviço público, já passou do tempo de requerer o abono de permanência e já pode se aposentar na integralidade do seu último salário.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 09/22/2013 em 16:56

  1156. Oi, Luciano, se você tiver os 25 anos completos com exposição habitual e permanente aos agentes nocivos, deve solicitar a aposentadoria especial porque não terá a incidência do fator previdenciário.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 09/22/2013 em 17:11

  1157. Oi, Rosimeire, com 25 anos como professora você já pode se aposentar com qualquer idade. No cálculo do fator previdenciário há uma pequena vantagem de 5 anos de contribuição, mas existirá uma redução. No site do INSS você pode fazer uma simulação do valor do benefício da aposentadoria como professora.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 09/22/2013 em 17:46

  1158. Oi, Pedro, infelizmente é isso mesmo; o pedágio para a aposentadoria proporcional é de 40% sobre o tempo que faltava em 15/12/1998. Se hoje, em 2013, você tem 32 anos de contribuição, em 1998 tinha apenas 17, faltando 13 para 30; assim, com o pedágio a soma ficaria maior do que 35, que já lhe dá uma aposentadoria mais favorável, e neste momento ainda faltam pelo menos 3 anos.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 09/22/2013 em 17:55

  1159. Oi, Moacir, a aposentadoria como professor exige 30 anos como professor, e se for no serviço público, exige também 55 anos de idade.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 09/22/2013 em 18:37

  1160. Oi, Aparecida, na maior parte das vezes a melhor saída e se aposentar quando completa os 30 anos (mulher) e enquanto continuar trabalhando guardar os proventos da aposentadoria em uma boa poupança.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 09/22/2013 em 19:10

  1161. Oi, João, quer dizer que a tutela não foi requerida; quem pode esclarecer para você é o seu advogado.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 09/22/2013 em 19:17

  1162. Oi, Joseli, se ela provar o trabalho rural poderá sim se aposentar sem deixar de receber a pensão por morte do marido.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 09/22/2013 em 19:24

  1163. Oi, Joseli, nunca existiu qualquer cargo público por herança.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 09/22/2013 em 19:26

  1164. Oi, Heli, talvez processar a prefeitura para exigir o repasse ou talvez exigir que o INSS faça a fiscalização. E pode ser que a prescrição impeça qualquer ação.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 09/22/2013 em 20:02

  1165. BOM DIA DR.

    MUITO OBRIGADA FOI OQUE REALMENTE PENSEI !

    Comentário por APARECIDA MARTINS — 09/23/2013 em 11:24

  1166. Olá Professor, estou num impasse espero q possa me ajudar, trabalho como professora pelo município desde 1988, já completei 25 anos de efetivo exercício em sala de aula, porém tenho 43 de idade, tenho que completar 50 anos para poder me aposentar? Terei de trabalhar 32 anos ? É isso mesmo? Contribuo para previdência própria do município, sendo estatutária
    Obrigada

    Comentário por Rosane Pires — 09/23/2013 em 13:11

  1167. Prezado Sergio Feudenthal
    tenho mais de 15 anos na mesma empresa, mas quando fui verificar num posto do INSS, eles falaram que se eu tivesse 60 anos já me aposentaria, pois tenho 15 anos de contribuição na mesma empresa e que faltam 4 anos para eu completar 60 anos e para me aposentar por contribuição, mas me aconselharam me aposentar por idade devido a esses 15 anos de contribuição na mesma empresa.
    está correto isso?
    meu e-mail:enajergama@yahoo.com.br

    Atenciosamente,
    Rejane Gama

    Comentário por Rejane Gama — 09/23/2013 em 14:00

  1168. bom dia prof gostaria de saber se posso pagar para a previdencia os meses que fiquei sem contribuir tudo de uma vez a vista obrig des de ja

    Comentário por edson af — 09/23/2013 em 14:43

  1169. Boa Noite, Drº Sérgio! Gostaria de saber (+) ou (-), quanto irei receber se for dar entrada hoje na minha aposentaria meu salário é R$2.000,00(doil mil reias), e já tenho 35 anos de contribuição e 52 anos de idade. por favor seria melhor esperar complementar o 53 anos, se sim qual seria a diferença de hoje para o dia aniversaria o 53 anos.

    Atenciosamente.
    Sérgio Roberto

    Comentário por Sérgio Robrto Rosas do Nacimento — 09/23/2013 em 20:43

  1170. Boa Noite Dr. Pardal:
    Trabalho em uma empresa em que já sou descontado o
    inss na faixa de 9% mensais. Tenho 32 anos de contribuição e pergunto: eu devo pagar um inss de autonomo, com o objetivo de aumentar o valor da minha aposentadoria??

    Comentário por Gilmar Farias — 09/24/2013 em 1:58

  1171. Boa noite, minha mãe term 65 anos e 38 meses de contribuições, eu gostaria de saber se consigo aposentará-la.

    Comentário por Soeli Romão — 09/24/2013 em 23:24

  1172. olá, tenho 53 anos, já contribuí mais de 15 anos. Estou tendo dificuldade de arranjar emprego por causa da idade, as pessoas querem novas para trabalhar, me sinto apta para trabalhar, mas infelizmente para as empresas sou velha. Bem gostaria de saber se posso me aposentar com essa minha idade, nem que fosse para receber o salário mínimo

    Comentário por marinilce — 09/25/2013 em 20:00

  1173. Olá Sergio boa tarde, gostaria que se vc pudesse me ajude me respondendo, o seguinte , devido as mudanças feitas referente as contribuições em 1998,na é poca eu tinha apenas 12 anos contribuídos , quero saber se procede se por acaso por eu ter começado a contribuir em 1980 teria um adicional de 5% para cada ano de contribuição??
    Te agradeço e um forte abraço….

    Comentário por Vanderlei xavier de lima — 09/26/2013 em 16:12

  1174. Olá… Possuo 10 anos de contribuição aproximadamente e tenho 36 anos. Aos 35 anos de contribuição eu terei 61 anos. Se eu me aposentar com esta idade o fator previdenciário pesará muito?? Pergunto isso porque estou pagando INSS como facultativo no momento, pois estou para ser chamado em concurso publico ano que vem.. Queria saber se vale a pena continuar pagando facultativo para contar como tempo de serviço ou se espero pois será melhor para mim me aposentar só aos 65 anos.. Obrigado.

    Comentário por Luciano Oliveira — 09/26/2013 em 18:57

  1175. Olá, boa noite Dr. Sérgio!

    Gostaria de tirar uma dúvida: meu esposo contribuiu INSS durante 290 meses, como produtor rural, no período de 06/1977 a 08/2001. O mesmo nasceu em 1952, vindo a óbito em 2013, aos 61 anos. Eu tenho o direito a pensão??

    Comentário por maria das dores borba pereira — 09/28/2013 em 18:29

  1176. Tenho 24 anos e 10 meses de professora na rede municipal e 27 anos no estado clt, e o estado esta pedindo para que eu escolha em qual vou ficar, fiquei muito preocupada afinal faltam 2 meses para completar 25 anos e dá entrada na minha aposentadoria, com isso quero uma orientação para saber como agir, pois o processo já esta na cpi ou seja na reta final, sera que tenho algum direito.por favor me ajude. Leci

    Comentário por LECI DE FÁTIMA BARROS — 09/30/2013 em 19:29

  1177. Bom dia, Sr. Sérgio
    contribuo com o INSS no código 1007, na alíquota de 20%, mas não tenho nenhuma empresa. Trabalho só em casa com alguns doces. Precisarei comprovar algo nesse sentido para requerer minha aposentadoria?
    Obrigada
    Solange

    Comentário por Solange Aparecida Gonçalves — 10/01/2013 em 11:50

  1178. SR Sergio dei entrada no pedido de aposentadoria por tempo de contribuição tenho 49 anos de idade ,em dezembro de 2012 tinha 34ano e 1 mes contribuição com parte de conversão de insalubridade e comum o inss negou provimento,recorri e na 13junta foi julgado em agosto de 2013 o representante do governo deu provimento por unanimidade conforme os moldes do artigo 188 más o inss recorreu novamente ainda não tive informação do motivo sera que é devido a idade obs´´ não tem uma lei federal que descreve ao completar 35 anos de contribuição independente da idade qualquer trabalhador pode se aposentar

    Comentário por antonio augusto da costa neto — 10/02/2013 em 20:15

  1179. É possível pagar de uma só vez o restante que falta para aposentar por tempo de serviço?
    Por exemplo… faltam 6 anos para aposentar o valor seria x de contribuição. Pago esse valor para aposentar? Isso é possível?

    Comentário por CLAUDIA ZANINI — 10/03/2013 em 12:01

  1180. Olá Sérgio Pardal.
    Boa tarde,

    Queria que vc me desse uma orientação. Eu tenho 55 anos de idade e 34 anos e 4 meses de contribuição previdenciária. Acontece que trabalhei de 1992 a 1999 numa empresa de vigilância que já faliu a algum tempo (acredito que a sentença saiu em 2006), acontece que trabalhei como vigilante de 1992 a 1995, quando fui promovido a supervisor de área. Gostaria de saber como faço para pegar o PPP para dar entrada na aposentadoria, já que essa empresa não existe mais e eu quero ver se com esse PPP eu complete os 35 anos.

    Muito obrigado.

    Comentário por George Fernandes silva — 10/03/2013 em 13:51

  1181. Bom dia!

    Tenho 56 anos de idade e 35 de contribuição pelo teto.

    Qual seria o valor da minha aposentadoria.

    Obrigado

    Comentário por João Vargas — 10/04/2013 em 10:42

  1182. Boa noite Pardal.
    Tenho 39 anos, e 20 anos registrado em algumas empresas, ja fiz a simulação no site do inss, onde falta 15 anos para poder se aposentar por tempo de trabalho.
    Duvidas: A partir de agora, como devo proceder com as documentações para daqui a 15 anos?
    Como posso verificar ate data atual se todas as empresas estão ok com a previdência?
    Cadastrei uma senha no CNIS, onde vejo se esta senha realmente acompanha, e que site devo entrar?

    GRATO

    Comentário por MARCELO M — 10/04/2013 em 23:11

  1183. Oi, Mirian, ainda não dá para saber com será a regulamentação.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 10/06/2013 em 21:42

  1184. Oi, Marilda, não existem conversões de tempo de um regime que se averba em outro.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 10/06/2013 em 22:04

  1185. Oi, Roberto, você deve estar confundindo: sua aposentadoria é integral, pelo tempo, mas tem uma redução pelo fator previdenciário, considerando a idade e a expectativa de sobrevida.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 10/06/2013 em 22:08

  1186. Oi, Rosane, é isto mesmo, no serviço público existe a idade mínima.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 10/06/2013 em 22:40

  1187. Oi, Rejane, que confusão, hein?? Não tem nada a ver com os 15 anos na mesma empresa nem nada disso. O que ocorre é que você completa 30 anos de contribuição e 60 anos de idade ao mesmo tempo, e portanto teria direito a qualquer uma das duas aposentadorias, a por tempo de contribuição ou a por idade, e esta última é melhor porque no seu cálculo o fator previdenciário só entra se for favorável.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 10/06/2013 em 22:43

  1188. Oi, Edson, as contribuições do INSS só podem ser feitas mês a mês.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 10/06/2013 em 22:45

  1189. Oi, Sérgio Roberto, no site do INSS você pode fazer uma simulação do cálculo do seu benefício.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 10/07/2013 em 14:17

  1190. Oi, Gilmar, nem é possível melhorar a média com outra contribuição porque o cálculo não utiliza a soma das duas. Infelizmente ainda existe a regra que leva em conta a atividade principal e a secundária, somando apenas o valor proporcional da média da segunda. Não vale a pena, é preciso mesmo aumentar o salário.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 10/10/2013 em 12:08

  1191. Oi, Soeli, o mínimo de contribuições para a aposentadoria por idade é 180 meses.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 10/10/2013 em 13:00

  1192. Boa noite, professor Pardal. Gostaria de tirar uma dúvida: a segurada que que sempre trabalhou no regime economia familiar agrícola, porém, só se filiou na previdencia em 1998 como pequena empresária. Atual está com mais de 6o anos de idade, porém, não tem o preenchido o período de carência exigido (180 contribuições). Qual a medida a ser tomada?
    Obrigado.
    Um abraço.

    Comentário por José Nilton Silvestre Santos — 10/12/2013 em 18:26

  1193. Bom dia Dr. Sérgio, tudo bem?
    Contribui ao INSS durante 22 anos antes da Emenda Constitucional n.º 20, de 15 de dezembro de 1998. Para completar, o restante (13 anos) paguei como Contribuinte Individual (cod.1406) pelo salário mínimo. Para efeito de cálculo para futura aposentadoria por tempo de contribuição esse tempo (22 anos)foi perdido? Só conta o tempo?

    Comentário por Carlos Roberto Ananias — 10/16/2013 em 0:19

  1194. Oi, Marinilce, a aposentadoria por idade, com o mínimo de 15 anos de contribuição, só pode ser requerida pela mulher com 60 anos.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 10/19/2013 em 12:37

  1195. Oi, Vanderlei, não sei como ficam inventando tanta coisa; não existe nada disso.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 10/20/2013 em 19:31

  1196. Oi, Luciano, seria impossível uma previsão do fator previdenciário para daqui a muito tempo, mas o mais importante é você saber que como servidor público vinculado a um regime de previdência próprio ficará impedido de contribuir como facultativo no regime geral (INSS).
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 10/20/2013 em 19:38

  1197. Oi, Maria das Dores, infelizmente você não terá direito a pensão por morte porque ele não tinha a qualidade de segurado quando faleceu e ainda não tinha direito a aposentadoria por idade.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 10/21/2013 em 21:48

  1198. Olá, tenho 54 anos e 21 anos de carteira assinada. Gostaria de saber se posso me aposentar ou se preciso contribuir com mais alguma coisa. Obrigada!

    Comentário por Manoel — 10/23/2013 em 11:19

  1199. boa noite pardal , ja tentei saber do sr a alguns dias atras um informção, tenho registro em carteira desde março de 1977 ate hoje ,nasci em 07/12/1956 tenho que esperar mais alguns anos para pedir aposentadoria pois ganho em torno de 2.200,00 a possibilidade de receber o mesmo porcentual. agradeço desde ja pela informção.

    Comentário por milton aparecido valeretto — 10/23/2013 em 22:12

  1200. Tenho 50 anos. Atualmente trabalho com professor particular e nao contribuo. Contribui 20 anos 10 meses e 12 dias. Para me aposentar por idade faltam 15 anos. Por contribuicao faltam 12 anos 1 mes e 18 dias. O que vale mais a pena?
    Caso tenha um acidente tenho direito de receber alguma coisa? Devo recomecar a contribuir para ter direito caso me acidente? Qual o percentual que vale a pena contribuir?

    Comentário por Roberto Amaral — 10/24/2013 em 8:38

  1201. Oi, Leci, se você é professora no município e no estado, não existe qualquer motivo que a impeça de concluir o tempo e se aposentar nas duas.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 10/27/2013 em 22:04

  1202. Oi, Solange, bastará apenas comprovar as contribuições.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 10/28/2013 em 13:51

  1203. Oi, Antonio, se você não completou 35 anos, o INSS avaliou que estaria solicitando a aposentadoria proporcional. Com o tempo completo, qualquer idade.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 10/28/2013 em 14:13

  1204. Oi, Claudia, só dá para pagar mês a mês, levando 6 anos.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 10/28/2013 em 21:48

  1205. Oi, George, provavelmente é mais fácil contribuir os 8 meses que faltam.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 10/28/2013 em 21:53

  1206. Oi, João Vargas, no site do INSS você pode fazer uma simulação do valor do seu benefício.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 10/29/2013 em 11:07

  1207. Oi, Marcelo, o CNIS apresenta o que os patrões pagam. Consulte o site do INSS sobre como proceder.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 10/29/2013 em 11:27

  1208. Oi, Cemat, contribuir o passado é muito difícil em qualquer condição. Terá que provar o trabalho efetuado para a contribuição ter validade.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 11/01/2013 em 13:08

  1209. Oi, Mario, se você está contribuindo desde julho de 1994, este ano que falta pode contribuir em 20% do salário mínimo porque o que afeta na média é muito pouco. Você também pode solicitar uma cópia completa do processo administrativo no INSS e procurar um advogado especialista e de sua confiança para avaliar o ajuizamento de uma ação.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 11/01/2013 em 14:03

  1210. Oi, José Betti, o valor da sua aposentadoria depende sim da idade, em razão do fator previdenciário, mas também das contribuições desde julho de 1994, para fazer a média.Você pode fazer uma simulação no site do INSS e verificar a possibilidade de melhorar a média.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 11/01/2013 em 14:11

  1211. Oi, Erivaldo, a contribuição só pode ser mês a mês, não dá para pagar de uma vez.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 11/01/2013 em 14:27

  1212. Tenho 68 anos, contribuí por 14 anos Posso pedir aponsentadoria por idade e receber cem por cento do que estava recebendo no auxílio doença.

    Comentário por Nadeje Barbosa de Melo — 11/01/2013 em 19:07

  1213. Bom dia, gostaria de saber se é possível somar o tempo que uma pessoa trabalhou como policial militar para aposentadoria pelo inss? no caso ele trabalhou 18 anos como policial e trabalhou quase 10 anos de carteira assinada. Como ficaria aposentadoria dele? ele tem 53 anos de idade. Obrigada.

    Comentário por Ana Cláudia Castagna — 11/04/2013 em 13:14

  1214. ola ! fico feliz por vc ter esse espaço para pessoas que nao tem entendimento previdenciario, fico muito grato desde de ja ! gostaria muito de saber de vc. O meu pai ficou dez anos de aposentadoria por invalidez cid 32 estava na epoca desempregado mais estava dentro da carencia do inss , iniciou como auxilio doença e logo depois ficou aposentado por invalidez 32 ,ele tem direito ao tempo de contribuição por, mesmo estando na epoca desenpregado. gostaria tambem saber se ele tem direito a nova lei que a presidenta dilma determinou para as pessoas que sao portadoras de deficiente mental e outros! O caso dele ainda esta com depressao cid 32 mais mesmo assim derao alta pra ele. Ele ainda continua com tratamento pscologico fico muito grato desde ja …

    Comentário por atila santos moraes — 11/04/2013 em 14:02

  1215. Oi, José Nilton, a única medida e seguir contribuindo mês a mês até completar a carência.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 11/20/2013 em 16:23

  1216. Oi, Carlos, o tempo anterior a julho de 1994 conta só como tempo.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 11/20/2013 em 16:31

  1217. Não, pague os três meses e depois solicite a aposentadoria, importante ressaltar que a aposentadoria por tempo de contribuição exige 35 anos completos para o homem e 30 para a mulher, sem qualquer exigência de idade, porém com o fator previdenciário utilizado obrigatoriamente. E a média se faz pelos maiores salários que representem 80% de todos desde julho de 1994 até o início do benefício.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 11/21/2013 em 12:33

  1218. Oi, Nadeje, a aposentadoria por idade exige 65 anos para o homem e 60 para a mulher, com o mínimo de 15 anos de contribuição em qualquer tempo. e a média se faz pelos maiores salários que representem 80% de todos desde julho de 1994 até o início do benefício.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 12/17/2013 em 16:34

  1219. Oi, Manoel, a aposentadoria por tempo de contribuição exige 35 anos completos para o homem e 30 para a mulher, com qualquer idade.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 12/24/2013 em 13:39

  1220. Oi, Milton, no site do INSS você pode fazer uma simulação do valor de sua aposentadoria.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 12/24/2013 em 14:39

  1221. Oi, Roberto, de qualquer forma você deve voltar a contribuir, sobre um valor próximo ao que você ganha mensalmente. Contribuindo por pelo menos 4 meses você terá direito a auxílio-doença ou aposentadoria por invalidez se algo acontecer, e quando se aproximar o tempo para se aposentar valerá fazer as contar para decidir o benefício melhor.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 12/24/2013 em 14:45

  1222. Uma Senhora está com 65 anos de idade, trabalhou 13 anos e 5 meses na função de GARI em uma prefeitura, consegue aposentar ao menos com o mínimo?

    Comentário por WENDDELL — 12/24/2013 em 17:18

  1223. Olá Sergio Pardal, gostaria muito que pudesse me esclarecer se posso ou não me aposentar.
    A situação é a seguinte, inicie minha carreira profissional em 1988 como Auxiliar de Ensino. No ano de 1996, passei a ser Auxiliar de Desenvolvimento Infantil (1997-2007) e nos anos de 2008-2012 trabalhei como Coordenadora Pedagógica, além disso tenho um certo tempo pelo estado como professora. Somei os meus tempos e totalizaram 24 anos e 9 meses, gostaria de saber se quando completar 25 anos de contribuição, terei direito ou não a aposentadoria especial.
    Desde já agradeço!

    Comentário por Tânia de Jesus — 12/25/2013 em 3:09

  1224. Olá, sou professora e me aposentarei em 2015 com 50 anos e 25 anos de serviço no magistério. Trabalho também em um colégio particular há 9 anos. Gostaria de saber se depois de aposentada posso me aposentar novamente proporcionalmente com 15 anos no colégio particular.
    Obrigada!

    Comentário por vera lúcia gibin — 12/26/2013 em 12:43

  1225. Oi, Wenddell, se ela completou 60 anos em 2008, o período de carência é de 162 meses, ou seja, ainda faltaria um mês de contribuição.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 12/28/2013 em 12:43

  1226. OI, Tânia, a aposentadoria especial para a professora, com 25 anos, exige que o tempo todo tenha sido em funções exclusivas do magistério. Vai depender de como serão consideradas as suas atividades enquanto auxiliar.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 12/28/2013 em 12:54

  1227. Oi, Vera, sendo regimes diferentes, o regime próprio que você vai se aposentar agora e o INSS, poderá sim acumular dois benefícios.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 12/28/2013 em 13:17

  1228. Oi, Ana Cláudia, tempo que não é concomitante, ao mesmo tempo, pode sim ser somado para fins de direitos previdenciários.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 01/09/2014 em 19:39

  1229. Oi, Atila, claro que não, ele já está aposentado, não teria direito a qualquer novo benefício.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 01/09/2014 em 19:40

  1230. oi sergio me tire uma duvida.trabalhei 35 anos de carteira assinada foi dar entrada na aposentadoria e descobri que so foi pago 28 anos inss que eu faso para inss reconhecer o tempo que trabalhei devo entrar na justica

    Comentário por claudir araujo da silva — 01/13/2014 em 15:57

  1231. oi boa noite tenho 43 anos e 21 de carteira assinada com 30 anos estrei me aposentando ,quero saber se com 45 anos posso pagar por fora o inss como autonoma e depois de 15 anos poderei adquirir outra aposentadoria?

    Comentário por Cláudia Maria do Amaral — 02/04/2014 em 0:30

  1232. Bom dia, tenho uma dúvida. Paguei INSS por 3 anos. Parei de pagar em 99. Posso pagar os anos atrasados? Contam como tempo para aposentar? Ou serão contados como tempo para aposentar somente de agora para frente? obrigada

    Comentário por Ana Carolina Barbabella Maltez — 02/04/2014 em 11:28

  1233. Olá prof Pardal,
    Minha mãe tem 31 anos de contribuição e 52 de idade. Ela já pode se aposentar por tempo de contribuição, certo? Mas corre na justiça federal um processo quando ela era membro de comissão de licitação e uma das penas que poderá sofrer é perda do cargo público. Minha dúvida é, como servidora estatutária regida pelo RGPS ela poderia se aposentar e continuar com o vínculo de trabalho? E se ela não continuar com esse vínculo, ela poderá perder a aposentadoria, caso seja condenada?
    Agradeço a atenção

    Comentário por Iag — 02/04/2014 em 18:01

  1234. Olá Pardal,eu gostaria de saber se com 49 anos de idade,e 28 anos de contribuição somente como professora, já posso pedir a aposentadoria.Ou será que tenho que esperar completar os 50 anos?Obrigada e abraços.

    Comentário por Ivone F. — 02/04/2014 em 21:25

  1235. Boa noite,
    Sr Pardal, gostaria que me tirasse umas dúvidas, o meu pai tem 58 anos de idade e 35 anos e alguns meses de contribuição previdenciaria,ele deseja se aposentar por tempo de serviço, mas informaram que ele perderia muita coisa, caso não esperasse completar 60 anos de idade.Ele esta meio confuso, o que acontece na verdade? se ele optar em se aposentar agora mesmo com os 35 anos de contribuição ele perde os uma parte do recebimento do valor integral, ele continuara recebendo os 100%? o que seria melhorpra ele?
    Obrigada desde já pela colaboração.

    Comentário por sandra dos santos — 02/09/2014 em 22:12

  1236. boa noite Sergio.
    o STJ aprovou em maio do ano passado a aposentadoria especial por risco elétrico, até quando o INSS poderá ficar negando a aposentadoria à aqueles que estão solicitando.
    grato

    Comentário por joao — 02/10/2014 em 22:29

  1237. por favor,gostaria de saber o seguinte,comecei a trabalhar em 1972 com carteira assinada e foi até 1979,de lá para cá,trabalhei em alguns lugares com carteira assinada também,em 2009, eu fui ao inss para ver quanto tempo eu já havia contribuído e pelas contas que a funcionária fez deu 9 anos e alguns meses,e ela me disse que eu deveria pagar por mais 6 anos para completar 15 anos de contribuição para eu poder me aposentar por idade,parei de pagar o inss por 2 anos em 2010 e 2011,e voltei a pagar em 2012 e pago até hoje tudo certinho,minha dúvida é ,pelo fato de ter minha carteira assinada de 1972 a 1979 esse tempo de 7 anos serão contados e somados ao tempo de contribuição que eu tenho até os dias de hoje? eu não vou perder,porque faz muito tempo e muita coisa mudou,eu tenho 56 anos e se Deus quiser faltam 4 anos para eu me aposentar por idade,pelos meus cálculos já tenho uns 11 anos pagos,aguardo sua resposta,obrigada

    Comentário por Neusa Oliveira — 02/11/2014 em 11:36

  1238. Minha esposa fez 65 anos em julho/13. Em dez/14, vai fazer 15 anos que contribuo para ela no inss, com um salário minimo e meio nacional. Pergunto: Devo aumentar o valor da contribuição?
    Obrigado

    Comentário por Romildo Zanchetta — 02/11/2014 em 16:50

  1239. Oi Romildo,
    Se ela tem mais de 60 anos e 15 de contribuição deve requerer a aposentadoria por idade, pois a Aposentadoria por idade exige 65 anos para o homem e 60 para a mulher, com o mínimo de 15 anos de contribuição em qualquer tempo. se você quis dizer que ela completará 15 anos em 12/14, aumentar a contribuição não afetará no benefício porque a média se faz pelos maiores salários que representem 80% de todos desde julho de 1994 até o início do benefício.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 02/11/2014 em 17:32

  1240. Oi, Neusa,

    o tempo que você tem registrado na carteira de trabalho, sem rasuras, será obrigatoriamente contado pelo INSS, caso não seja, você deve procurar, em sua cidade ou região, um advogado especialista e de sua confiança.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 02/11/2014 em 17:52

  1241. Olá Drº Pardal! Tenho 19 anos 06 meses e 15 dias de contribuição, sendo que 18 anos 02 meses e 28 dias em serviço insalubre, assim, a soma deste, terá o acréscimo de 30%? ou seja, +- 5 anos e 7 meses? também tenho 44 contribuições autônomas, assim, poço considerar para aposentar que tenho +- 29 anos de contribuição? restando então 6 anos de contribuição para garantir o direito da aposentadoria?
    desde já meus agradecimentos.

    Comentário por vanderlei — 02/13/2014 em 11:34

  1242. Olá Dr.Sérgio…bom dia…meu marido possui 30 anos contribuidos ,possui 60 anos de idade,pra se aposentar por tempo de serviço sei que fatam 5 anos,como ele poderá pagar esses 5 anos em atraso?

    Comentário por ana paula pagani — 02/13/2014 em 11:52

  1243. boa noite pardal,preciso saber se oito anos de serviço militar contam na aposentadoria como risco de vida ou periculosidade.

    Comentário por charlen setembrino paim de souza — 02/13/2014 em 19:54

  1244. Oi, Charlen,

    Provavelmente não, de qualquer forma, para contagem de tempo especial é necessário laudo técnico acompanhando o informativo do empregador atualmente chamado de perfil profissiográfico Previdenciário – PPP, que comprovem que suas atividades forma exercidas em condições de trabalho insalubres, periculosas ou penosas.

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 02/13/2014 em 21:07

  1245. Oi, Claudir,

    Se na sua carteira de trabalho estão anotados os vínculos que o INSS não contou, você deve requerer o benefício e sendo negado ajuizar ação contra o INSS, pois a obrigação de fiscalizar a contribuição do patrão é da autarquia.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 02/14/2014 em 16:29

  1246. Dr. Pardal, o Congresso aprovou lei quanto a contribuição de 5% salário hoje = R$36,20, para interessados de baixa renda. Tenho muitos amigos e amigas em dúvida em relação a essa questão.
    Qual é a lei que regulamenta esse tipo de contribuição?
    Que tipo de cadastro baixa renda as pessoas interessadas tem que pertencer e como se inscrever nessa tópico na previdência “INSS”?
    Quais são os direitos desses contribuinte? Obrigado.

    Comentário por Mauro Fernandes de Faria — 02/14/2014 em 19:53

  1247. Ola boa noite,
    Minha mãe esta a 13 anos sem contribuir p o INSS, gostaria de saber como faço p retorna a pagar, ela tem mais de 10 anos de contribuiçao, ela perde essas contribuiçoes (por te ficado mais de 10 anos sem contribuir) ???…. ela tem 48 anos (ela retornando a contribuir) ainda a chance dela se aposentar com 2 ou 3 salarios minimo ??

    Comentário por marcel — 02/14/2014 em 21:43

  1248. Oi, Marcel,

    Você deve fazer o pagamento através de carnês, que você encontra em qualquer papelaria, ou pelo próprio site do INSS, e ela não perderá os dez anos de contribuição, lembrando que a aposentadoria por idade exige 65 anos para o homem e 60 para a mulher, com o mínimo de 15 anos de contribuição em qualquer tempo, sendo assim, talvez o melhor é contribuir mais cinco anos e esperar ela completar 60 de idade, e o benefício, provavelmente será de um salário-mínimo.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 02/14/2014 em 22:26

  1249. Boa tarde, gostaria de saber que tipo de aposentadoria devo pagar, tenho 56 anos fiquei viúva faz 3 ANOS FUI INFORMADA QUE NÃO TENHO NENHUM DIREITO EM APOSENTADORIA PELA MORTE DO MEU MARIDO PORQUE ELE SÓ TINHA 20 ANOS DE CONTRIBUIÇÃO E NÃO CONTRIBUIA A MAIS DE 15 ANOS, EU SÓ TENHO DE CONTRIBUIÇÃO DE 1977 A 1983 TODO ESSE TEMPO FUI DONA DE CASA E NÃO CONTRIBUI, ANO PASSADO TRABALHEI EM UMA ESCOLA E CONTRIBUI 6 MESES, MINHA DÚVIDA É QUAL CAMINHO TOMAR E QUE CARNÊ DEVO PAGAR, ME AJUDE.

    Comentário por maria marlene — 02/16/2014 em 12:20

  1250. Completo 60 anos em dezembro tenho mais de 25 anos de contribuição em outros serviços e no magistério. Tenho que esperar completar os 60 anos para entrar com o pedido? Obrigada.

    Comentário por Lúcia de Fátima Almeida — 02/16/2014 em 18:44

  1251. Minha mãe tem 51 anos, trabalha há 26 anos e meses em atividade especial e tem 2 anos de atividade comum. Se aposenta por especial ou pede a conversão em tempo comum para se aposentar por tempo de contribuição? O que é melhor, os pros e os cons? Sendo que ela quer continuar trabalhando…

    Comentário por Larissa Maia — 02/17/2014 em 3:14

  1252. Oi, Claudia,
    O INSS paga somente um benefício, você sairá provavelmente com a aposentadoria por tempo de contribuição que exige 35 anos completos para o homem e 30 para a mulher, sem qualquer exigência de idade, porém com o fator previdenciário utilizado obrigatoriamente, lembrando que a média se faz pelos maiores salários que representem 80% de todos desde julho de 1994 até o início do benefício.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 02/19/2014 em 16:34

  1253. Oi, Ana,

    não vale a pena pagar atrasados, você deve pagar sempre mês a mês, e para aposentadoria serão contados todos os tempos de contribuição que você tiver.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 02/19/2014 em 16:39

  1254. Oi, Iag,
    Aposentadoria por tempo de contribuição exige 35 anos completos para o homem e 30 para a mulher, sem qualquer exigência de idade, porém com o fator previdenciário utilizado obrigatoriamente. e a aposentadoria não extingue o vínculo de trabalho, nem celetista nem estatutário. Para maiores esclarecimentos, é aconselhável procurar, em sua cidade ou região, um advogado especialista e de sua confiança.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 02/20/2014 em 17:33

  1255. Oi, Ivone,

    A aposentadoria especial do professor é o benefício que o INSS oferece aos trabalhadores que exercem atividade exclusiva no magistério. O tempo de serviço mínimo necessário para adquirir direito a aposentadoria por tempo de contribuição é diminuído em cinco anos. Os professores têm que cumprir 30 anos e as professoras têm que cumprir 25 anos. contudo, só tem direito a receber este benefício os professores que lecionam para escolas do ensino fundamental e ensino médio.
    não há idade mínima, porém, no cálculo da aposentadoria incidirá o fator previdenciário, que irá reduzir o valor do benefício. Atualmente, existem discussões sobre a constitucionalidade da incidência do FP neste tipo de aposentadoria, porém, o STF tem se manifestado favorável a incidência do FP, mas como o direito é dinâmico, pode ser que algumas coisas mudem, pois entendemos que não é devido a aplicação do FP na aposentadoria especial de professor.
    Pardal
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 02/20/2014 em 17:55

  1256. caro Dr fiz 35 anos de contribuição agora em janeiro, estou com 50 anos, marquei para 02-04-14 meu agendamento no inss, trabalho em televisão sou radialista falando com colegas já descobri que até 1998 nós eramos da aposentadoria especial, será que dá para entrar como especial para me aposentar já que trabalho nesta área desde 1980, aí o fator não vai me pegar?

    Comentário por jorge eli — 02/23/2014 em 1:52

  1257. Oi, Sandra, é uma questão de contas, mas provavelmente vale mais se aposentar agora do que esperar, lembrando que com 60 anos o benefício não seria por idade, ou seja, ainda teria a aplicação obrigatória do fator previdenciário. No site do INSS você pode fazer uma simulação do valor da aposentadoria.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 02/28/2014 em 14:08

  1258. Oi, João, a decisão dos tribunais só é acatada pelo INSS nos processos específicos; para mudarem o seu entendimento (é que estamos tentando fazer) é preciso convencimento no Ministério da Previdência.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 02/28/2014 em 14:28

  1259. Oi, Vanderlei,

    A Aposentadoria Especial é modalidade de aposentadoria por tempo de serviço, diminuído para 15, 20 ou 25 anos em razão das condições de trabalho insalubres, periculosas ou penosas a que estiver submetido o trabalhador. E para contagem de tempo especial é necessário laudo técnico acompanhando o informativo do empregador atualmente chamado de perfil profissiográfico Previdenciário – PPP, que comprovem que suas atividades forma exercidas em condições de trabalho insalubres, periculosas ou penosas.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 02/28/2014 em 23:55

  1260. Oi, Ana,

    Não existe pagamento em atraso, ou ele contribui mês a mês ou aguarda até 65 anos, e pede a aposentadoria por idade que exige 65 anos para o homem e 60 para a mulher, com o mínimo de 15 anos de contribuição em qualquer tempo.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 03/01/2014 em 0:00

  1261. Oi, Mauro,

    Você deve verificar isso diretamente no INSS, e deve estar inscrito em um cadastro que é feito pela Prefeitura.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 03/01/2014 em 1:53

  1262. Oi, Jorge, “radioperadores de telecomunicações” estava previsto no decreto regulamentador da aposentadoria especial até 28/05/1995. De qualquer forma, você deve requerer a sua aposentadoria, apontando o tempo especial e após receber com qualquer resultado, pode requerer uma cópia completa do processo administrativo e procurar um advogado especialista e de sua confiança, para analisar a possibilidade de ajuizar uma ação.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 03/03/2014 em 13:25

  1263. Oi, Maria,

    Talvez seja o caso da Aposentadoria por idade que exige 65 anos para o homem e 60 para a mulher, com o mínimo de 15 anos de contribuição em qualquer tempo, o carnê você deve pode pagar o facultativo código 1473, O valor a ser pago é de 11% sobre o salário mínimo, há também a opção de pagar com código 1929 com alíquota de 5%, nesse caso o contribuinte não poderá estar trabalhando e deve ter uma renda familair de no máximo dois salários e tem que estar cadastrado no CADUNICO. Os direitos são os mesmo de quem paga 11% no código 1473.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 03/05/2014 em 13:40

  1264. Boa Tarde Dr. Sergio Pardal, gostaria tirar uma duvida. Pois fui demitido na Policia Militar em julho de 2013, pois tenho 25 anos 5 meses e 4 dias como Policial militar, e tenho 10 anos 7 meses e 3 dias averbação tempo de agricultura no INSS, até o mês de julho de 2013, somando dá 36 anos e 12 dias, tenho 49 anos de idade, pois já poço me aposentar, com tempo de contribuição. Mas deste modo tem algum método diferenciado? Como eu era funcionário publico por mais de 25 anos, ou, será usado o fator previdenciário? como minha idade de 49 anos, vai reduzir em muito o valor do beneficio.
    Essa a minha duvida,

    Comentário por Luiz Antonio Weirich — 03/06/2014 em 13:24

  1265. Oi, Lúcia,

    A Aposentadoria por idade exige 65 anos para o homem e 60 para a mulher, com o mínimo de 15 anos de contribuição em qualquer tempo.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 03/06/2014 em 15:01

  1266. Bom Dia,tenho 25 anos trabalhado, destes 16 anos foram em banco(na época existia aposentadoria especial de 25 anos para baNcários) 02 anos em empresa privada, e agora 07 anos em empresa publica como professora,tenho 43 anos, gostaria de saber com quantos anos posso me aposentar?Grata.

    Comentário por Elisabete de Oliveira Arantes — 03/08/2014 em 10:07

  1267. Oi, Larissa, a aposentadoria especial não tem o fator previdenciário, redutor obrigatório na aposentadoria por tempo de contribuição, mas não poderia seguir trabalhando em condições especiais, submetida aos agentes nocivos à saúde ou à integridade física.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 03/10/2014 em 18:10

  1268. Bom dia Dr. Pardal, preciso de uma ajuda tenho 46 anos e 30anos e 5 meses de carteira assinada .Fui no INSS para ver se posso aposentar uma vez que estou desempregada, recebi 2 conselhos o primeiro pagar mais 2 anos até completar 48 anos idade mínima para aposentar ou me aposentar agora e receber um beneficio que seria um pouco a mais que o salario mínimo, não entendi pois achei que entraria naquele fator idade X ano de contribuição correto?

    Comentário por mARIA mENDES — 03/11/2014 em 11:24

  1269. Boa tarde,sr. Pardal

    Contribui com o inss 17 anos faltam 13 anos para eu me aposentar por tempo de contribuição//de qual forma eu devo me aposentar facultativo ou individual? não pretendo mais trabalhar de carteira assinada,fui informada que tenho que contribuir 20% para eu consegui me aposentar por tempo de contribuição confere a informação? tenho 38 anos. Por favor me ajude!obrigada.

    Comentário por Cristiane Rodrigues — 03/14/2014 em 16:34

  1270. Quero me aposentar , tenho 08 anos e 01 mês de contribuição, com 52 anos de idade :
    1.Quanto tempo tenho que contribuir para me aposentar?
    2. Será que com 60 anos eu consigo, contribuindo com R$79,64?
    no aguardo, Muito Obrigado.

    Comentário por Marta Regina Silva — 03/15/2014 em 9:39

  1271. Oi, Luiz Antonio, não se pode somar tempo concomitante, ou seja, o tempo que atuou na Polícia Militar e também vinculado ao INSS não poderá ser somado.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 03/15/2014 em 15:06

  1272. Oi, Elisabete, sinto lhe dizer mas nunca houve aposentadoria especial para bancários; além disso, o tempo especial como professora não tem conversão para tempo comum. Portanto, somando todo o tempo, você terá que completar 30 anos de contribuição, e, no serviço público, com 55 de idade.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 03/16/2014 em 22:07

  1273. boa noite,

    Tenho 51 anos de idade, 30 e 06 meses de contribuição, já posso me aposentar recebendo aposentadoria integral?
    Sou celetista, mas me aposentando agora será que meu salário cai muito.
    obrigada

    Comentário por ALMIRA M.LEITE — 03/17/2014 em 20:50

  1274. Oi, Cristiane,
    A Aposentadoria por idade exige 65 anos para o homem e 60 para a mulher, com o mínimo de 15 anos de contribuição em qualquer tempo e a aposentadoria por tempo de contribuição exige 35 anos completos para o homem e 30 para a mulher, sem qualquer exigência de idade, porém com o fator previdenciário utilizado obrigatoriamente.

    Contribuintes individuais são aqueles que têm renda pelo trabalho, sem estar na qualidade de empregado, tais como os profissionais autônomos, sócios e titulares de empresas, entre outros. Estes são contribuintes obrigatórios da Previdência Social;

    Contribuintes facultativos são aqueles que não têm renda pelo trabalho, tais como, a dona de casa, o estudante, o desempregado, etc, no entanto, querem contribuir para a Previdência Social, garantindo com isso os benefícios previdenciários tais como auxílio doença, aposentadoria, salário-maternidade, pensão para seus dependentes, entre outros. Como viram, estes não são contribuintes obrigatórios, recolhem facultativamente;
    A forma de contribuição vai depender do caso em que você vai se enquadrar, se for como autônomo o desconto realmente será de 20% do valor da sua renda.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 03/18/2014 em 21:21

  1275. Oi, Maria, o melhor é fazer as contas. Ver quanto você ganharia hoje, e aumentando dois anos de contribuição e idade, quanto fica a diferença. Aí você poderá ver o que vale a pena. Importante observar que o fator previdenciário será um redutor mesmo com 48 anos, e para a aposentadoria por tempo de contribuição não existe idade mínima, para a mulher basta completar 30 anos de contribuição.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 03/20/2014 em 23:09

  1276. Oi, Marta, a aposentadoria por idade para as mulheres exige o mínimo de 15 anos de contribuição. Assim, com 60 anos de idade e completo o tempo de carência, você terá a aposentadoria de pelo menos um salário mínimo.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 03/23/2014 em 21:43

  1277. Oi, Almira,
    Aposentadoria por tempo de contribuição exige 35 anos completos para o homem e 30 para a mulher, sem qualquer exigência de idade, porém com o fator previdenciário utilizado obrigatoriamente, e a média se faz pelos maiores salários que representem 80% de todos desde julho de 1994 até o início do benefício, para saber o valor da aposentadoria, você deve fazer a simulação no site do INSS.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 03/27/2014 em 23:32

  1278. Atualmente sou funcionário publico estadual, entre outubro de 1986 a janeiro de 1989, trabalhei em uma pequena empresa que não mais existe, porem não era trabalho com carteira registrada, existe uma forma de ser reconhecido este tempo para fins da minha aposentadoria, se existe como devo proceder.

    Comentário por Nilton dono Ferreira — 03/29/2014 em 20:20

  1279. Ola,minha mãe tem 57 anos e contribui a 12 anos de inss,o que é preciso para ela se aposentar?
    Obrigada

    Comentário por Graziele Pereira — 03/30/2014 em 12:19

  1280. tenho 46 anos e 35 de contribuição, posso me aposentar? Qual teto, mais ou menos pego ?

    Comentário por Roberio Goulart — 03/30/2014 em 22:34

  1281. ola,sou ddeficente fisico ,uso protese desde 1989 ,tenho 27 anos de contribuição 44 anos de idade,25 anos de deficiencia ,tenho direito a aposentadoria especial para deficientes,se minha deficiencia for considerada grave o tempo de contribuição diminui para 25 anos,sera que ja posso me aposentar ou tenho que esperar completar 53 anos de idade

    Comentário por silveira — 03/30/2014 em 22:51

  1282. Caro Dr Sergio Pardal Freudenthal, tenho uma dúvida sobre previdência. Sou militar o exército a 13 anos e pretendo deixar a força(pedir baixa) e queria saber se esses anos de contribuição que tenho no exército podem ser de alguma forma transferido para o INSS ou eu perderia esse tempo de contribuição?
    Quero agradecer pela atenção e parabenizá-lo pelo site e pela ajuda que está nos dando.

    Comentário por Francisco Alves C Neto — 03/31/2014 em 8:38

  1283. tenho 25 anos de contribuição 1989/2014 como metalúrgico e sempre recebi adicional de insalubridade e 40 anos de idade já posso me aposentar?

    Comentário por marcos silva — 03/31/2014 em 10:02

  1284. boa tarde
    quantos anos de contribuiçao um micro emprendedor tem que contribuir para se aposentar?

    um abraço

    Comentário por loimar martins — 03/31/2014 em 15:42

  1285. Boa noite Pardal!
    Próximo anos completo 29 anos de contribuição e 48 de idade, estou desempregada a 2 anos. Posso pedir aposentadoria proporcional?
    Desde já agradeço a informação!

    Comentário por Eliana Silva Cavalcante — 04/01/2014 em 21:55

  1286. Boa tarde Dr. pardal,meu pai tem 65 anos e apenas 13 anos de contribuição,tem que contribuir mais 2 anos para os 15 de contribuição.Gostaria de saber se ele pode pagar os 2 anos a vista, já que tem a idade 65 anos.Aguardo sua resposta.
    Muito obrigada…

    Comentário por Maria Lucia A. sousa — 04/02/2014 em 13:00

  1287. tenho 50 anos e 29 de contribuicao desses 29, 20 sao isalubre posso aposentar. .boa noite professor Sergio

    Comentário por selmo miranda — 04/02/2014 em 19:46

  1288. Oi, Nilton, infelizmente não será possível provar e reconhecer o tempo de serviço sem o devido registro em Carteira. Não cabe mais uma ação judicial e se a empresa não existe mais, nada restará a ser feito.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 04/03/2014 em 10:16

  1289. Oi, Graziele, a aposentadoria por idade para a mulher exige 60 anos de idade e o mínimo de 15 anos de contribuição.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 04/03/2014 em 10:38

  1290. Oi, Roberio, com 35 anos completos de contribuição, você pode se aposentar com qualquer idade. O benefício é calculado pela média dos maiores salários que representem 80% de todos de julho de 1994 até o início do benefício, multiplicada pelo fator previdenciário. No site do INSS você pode fazer uma simulação de cálculo.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 04/03/2014 em 11:19

  1291. Oi, Silveira, a aposentadoria por tempo de contribuição do INSS, e inclusive a especial para deficientes, não exige idade mínima, mas conta o fator previdenciário.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 04/03/2014 em 11:22

  1292. Oi, Francisco, é uma garantia constitucional a contagem recíproca de tempo, ou seja, o tempo de um regime pode ser levado para o outro, não perde nada.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 04/03/2014 em 11:32

  1293. Oi, Marcos, para se aposentar na especial, com 25 anos de atividade com exposição habitual e permanente aos agentes nocivos, deve comprovar isto com as informações das empresas empregadoras (antigo SB40, atual PPP). Com estas comprovações, pode se aposentar com qualquer idade.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 04/03/2014 em 11:59

  1294. Dr boa tarde, comecei a trabalhar em 1978 sendo que em 1998 ja tinha aproximadamente 19 anos de contribuição. Hoje tenho 34 anos de contribuição porém fiz 51 anos agora. É possivel conseguir a aposentadoria proporcional ou tenho que esperar os 35 anos de contribuição.
    Desde ja agradeço a atençao.

    Comentário por Fabio Marcelino de Souza — 04/03/2014 em 12:05

  1295. Oi, Loimar, qualquer segurado do INSS para se aposentar por tempo de contribuição deve completar, se homem, 35 anos, e se mulher, 30.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 04/03/2014 em 14:21

  1296. Caro Dr. Sérgio Pardal

    Vou completar 55 anos de idade e tenho 36 anos de contribuição. Mas o meu melhor salário ocorreu no período de 1980 a 1986. Se eu resolver me aposentar, não tem como essas contribuições entrar na média?

    Agradeço antecipadamente a ajuda!

    Antonio

    Comentário por Antonio Delio — 04/03/2014 em 14:24

  1297. Oi, Eliana, não existe mais a aposentadoria proporcional, terá que completar 30 anos de contribuição.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 04/03/2014 em 14:43

  1298. Oi, Maria Lucia, a contribuição só pode ser mês a mês.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 04/03/2014 em 14:47

  1299. boa noite!

    tenho 57 anos,33 de contribuição
    já tenho direito a me aposentar?
    sou MOTORISTA PROFISSIONAL.

    Comentário por LUIZ AUGUSTO DA SILVA — 04/05/2014 em 20:35

  1300. Oi, Selmo.

    A Aposentadoria por tempo de contribuição exige 35 anos completos para o homem e 30 para a mulher, sem qualquer exigência de idade, porém com o fator previdenciário utilizado obrigatoriamente. se você tem 20 anos de especial, convertidos seriam 28 anos de comum, acrescentando mais 9 dariam 37 anos. Vale ressaltar que para contagem de tempo especial é necessário laudo técnico acompanhando o informativo do empregador atualmente chamado de perfil profissiográfico Previdenciário – PPP, que comprove que suas atividades forma exercidas em condições de trabalho insalubres, periculosas ou penosas.
    Ainda vale lembrar que a Aposentadoria Especial é modalidade de aposentadoria por tempo de serviço, diminuído para 15, 20 ou 25 anos em razão das condições de trabalho insalubres, periculosas ou penosas a que estiver submetido o trabalhador, caso complete mais 5 anos de tempo especial, você poderia requerer a aposentadoria especial, pois o cálculo da aposentadoria especial não incide o fator previdenciário.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 04/05/2014 em 23:15

  1301. Oi, Fabio,

    A aposentadoria proporcional só é benéfica paras homens que, em dezembro de 1998, tinham 19 anos ou mais de contribuição e as mulheres que, na mesma época, já tinham 14 anos ou mais de pagamento ao instituto e que além disso, terão o seu benefício no valor de um salário mínimo, pois, devido à regra de transição imposta pelas mudanças das regras previdenciárias da época, ou seja, em dezembro de 1998–, o pedágio acaba fazendo com que quem tinha menos contribuições que o exemplificado acima atinja as condições para a aposentadoria integral antes de cumprir o exigido pela proporcional.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 04/06/2014 em 20:39

  1302. Oi, Antônio,

    A média se faz pelos maiores salários que representem 80% de todos desde julho de 1994 até o início do benefício, para saber o valor da aposentadoria.

    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 04/06/2014 em 20:43

  1303. Olá Sergio,

    Em 29/05/2014 completo 35 anos de contribuição e em outubro completo 50 anos de idade, nesse caso, eu poderia dar entrada na aposentadoria em novembro do corrente ano.

    Comentário por Joselito Miranda Santos — 04/08/2014 em 20:40

  1304. Oi, Luiz, motorista para se aposentar na especial, com 25 anos de atividade, é motorista de caminhão ou de ônibus, com as informações fornecidas pelas empresas empregadoras.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 04/10/2014 em 15:13

  1305. Oi, Joselito,
    Aposentadoria por tempo de contribuição exige 35 anos completos para o homem e 30 para a mulher, sem qualquer exigência de idade, porém com o fator previdenciário utilizado obrigatoriamente.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 04/10/2014 em 21:35

  1306. Boa noite. Meu avô tem 71 anos de idade. Se aposentou em julho de 1993, com a chamada aposentadoria por tempo de serviço. Tinha 32 anos e 02 meses no total. Mas destes 21 anos e 9 meses trabalhou em ambiente insalubre. o INSS deferiu a especial e aumentou o tempo. Mas em vez de calcular sobre de forma integral, de apenas 82%. Tá certo isso? Como ele tinha mais de 30 anos de trabalho, não tinha que ser integral. Outra coisa: o inss calculou sobre as últimas 25 contribuções. O que o Sr. pode dizer. Obrigado desde já.

    Comentário por Thales Diniz — 04/15/2014 em 0:06

  1307. Dr. Sérgio
    Bom Dia
    Tenho 48 de idade e tenho 29 ano 11 meses e 16 dias de contribuição, dei entrada Junto o INSS com os documentos e ele recusou, porque usei o tempo de Roça que seria 1980,1981,1982,1983,1984
    1985 mais seis anos só que eu morava na cidade e trabalhava na roça comprovei com os documentos de meu pai irmão meu título eleitor e ficha da escola que eu trabalhava durante o dia e estudava a noite mas foi recusado não aceitou este tempo, será que eu devo entrar com recurso ou trabalha mais seis anos e completar os 35 anos de contribuição. Qual seria o melhor?

    Comentário por Geraldo — 04/15/2014 em 8:33

  1308. Oi, Geraldo,

    Para o seu caso, específico é aconselhável procurar, em sua cidade ou região, um advogado especialista e de sua confiança para verificar corretamente porque o benefício foi negado e se a melhor opção é fazer um recurso, ajuizar uma ação ou mesmo ter que contribuir para completar o tempo.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 04/18/2014 em 18:25

  1309. Oi, Thales,

    Para verificar o que ocorreu seria preciso ver a carta de concessão, então, é aconselhável procurar, em sua cidade ou região, um advogado especialista e de sua confiança.
    Pardal

    Comentário por Sergio Pardal Freudenthal — 04/18/2014 em 18:27

Deixe um comentário

Quebras de linhas e parágrafos são automáticos, os endereços de email nunca são exibidos, HTML permitido: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>


Fechar esta janela.

2,329 Powered by WordPress