Aposentadoria por Idade

Entre os benefícios voluntários o mais importante é a aposentadoria por idade. No começo se chamava aposentadoria por velhice, mas nos tempos de politicamente correto… É devida aos homens com 65 anos de idade e às mulheres com 60, tendo pelo menos 15 anos de contribuição ao INSS.

Em razão de decisões do STJ,  a partir de 2003 a lei passou a admitir que mesmo perdendo a qualidade de segurado, ou seja sem contribuir por um bom período, aqueles que a qualquer tempo houvessem completado o período de carência, quando atingissem a idade teriam direito ao benefício. Assim, completadas as duas exigências, idade e contribuições, mesmo que não ao mesmo tempo, o direito está garantido.

A aposentadoria por idade é calculada em 70% da média de contribuições, com mais 1% para cada ano que contribuiu. A média utilizada para o cálculo deste benefício é dos maiores salários que representem 80% de todos desde julho de 1994. Aqui neste blog eu já falei bastante mal desta média. No caso da aposentadoria por idade de quem já parou de contribuir, normalmente o valor do benefício é um salário mínimo.

Para impedir que apenas 15 anos de contribuição pelo limite máximo renda uma aposentadoria próxima do limite, a lei manda utilizar como divisor da média no mínimo 60% do período entre julho de 1994 e a concessão do benefício.

COMENTÁRIOS: 1.342 comentários

  1. João Gaudencio Filho disse:

    Minha esposa tem tres anos de contribuição,nos anos 70,depois parou de contribuir.Agora a partir de março deste ano,contribui como dona de casa.Ela tem 65 anos de idade.Quanto tempo ela terá de contribuir para se aposentar por idade.

    • Oi, João Gaudencio, por enquanto continua valendo o período de carência de 15 anos, inclusive para as donas de casa. Existe um projeto de lei reduzindo a carência, mas eu acho muito difícil a sua aprovação.
      Pardal

    • Elaine Denise Michetti de Almeida disse:

      Por favor Dr Sergio ;tenho 10 anos de contribuição e 50 anos de idade,
      acho que agora só terei direito por idade não é?
      Estou contribuindo como facultativo!Com que valor ou com que média poderei me aposentar aos 60 anos?

      • Oi, Elaine, a aposentadoria por idade para as mulheres exige 60 anos de idade e o mínimo de 15 anos de contribuições. O benefício paga 70% da média mais 1% para cada ano de contribuições e a média se contabilizando os maiores salários que representem 80% de todos desde julho/94. Assim, depende de em que período se deram os dez anos de contribuição e então observar a média para ver se vale a pena.
        Pardal

    • mayara disse:

      boa noite!!!
      meu pai tem 56 anos e somente trabalhou de carteira assinada 2 anos e alguns meses,e também nunca pagou carne de autônomo,,agora quero pagar pra ele mas pelo que eu li a respeito ele precisa ter 180 contribuições,
      quando ele fizer 65 anos vai ter 11 anos e alguns meses de contribuição ,como faço com o restante do tempo para ele aposentar???

      • Oi, Mayara, a aposentadoria por tempo de contribuição exige 35 anos completos para o homem e 30 para a mulher, com qualquer idade; e a aposentadoria por idade ocorre com 65 anos para o homem e 60 para a mulher, tendo no mínimo 15 anos de contribuição em qualquer tempo.
        Pardal

  2. João Gaudencio Filho disse:

    Dr. Sérgio Pardal,muito agradecido pela resposta sobre a aposentadoria de minha esposa.Agora lhe pergunto sobre a minha aposentadoria.Dizem que eu estou no buraco negro,outros que estou no buraco verde,na minha opinião eu estou indo para o fundo do poço.Aposentei-me em 30/05/93,com quatro salários mínimos,hoje ganho menos que dois.Porque tanta defasagem? Como acertar isso? Cabe-me algum recurso judicial? Desde já fico-lhe muito agradecido.

    • Lenoir Fülber disse:

      Com a licença do proprietário do blog, a questão da defasagem está dentro da atual legislação, isto é, legal. Está em nossa Constituição Federal que os aposentados que recebem acima de um salário mínimo terão anualmente a correção inflacionária, isto é, somente a inflação que foi calculada no ano anterior. Já o salário mínimo está sendo reajustado acima da inflação ocasionando essa “falsa defasagem”. Na prática o que acontece nessas ações que pleiteam a revisão da aposentadoria pela defasagem em relação ao salário mínimo, é que o aposentado deve provar a defasagem, e não consegue, porque ela é falsa. O aposentado compra pelo menos na teoria as mesmas coisas que comprava a cinco anos atrás, pela correção da inflação. Já quem recebe salário mínimo, na teoria, compra cada vez mais. Em outras palavras, o aposentado só vai poder comprar ou consumir mais por incrível que pareça quando o salário mínimo “alcançar” a sua aposentadoria. Daí receberá anulamente um poder de compra maior.

  3. Meire Fernandes disse:

    Olá Dr. Sergio, boa tarde!
    Antes de mais nada, gostaria de lhe agradecer pela oportunidade de tirar minhas dúvidas. Trabalhei nos anos 80 com carteira assinada durante 4 anos e meio. Passei um longo período sem contribuir, e há 3 anos venho pagando como autônoma.Hoje estou com 54 anos.Posso considerar que tenho 7 anos de contribuição para aposentadoria por idade? muito obrigada

    • Oi, Meire, os contratos na Carteira de Trabalho têm validade por si próprios, mas sempre é interessante juntar mais documentos se existirem (rescisão do contrato, por exemplo). Assim, contabilizando seu tempo de contribuição, já atingiu a metade da carência exigida para aposentadoria por idade (15 anos). Vale também pesquisar no INSS através do Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS).
      Pardal

  4. Washington disse:

    Dr. Sergio
    Bom dia
    Minha esposa atualmente paga o INSS como contribuinte facultativa (dona de casa). A lei atual estabelece que a mulher pode se aposentar por idade aos 60 anos, desde que tenha cumprido a carência de 180 contribuições (15 anos).
    O senhor sabe se esta fórmula 85/95 irá alterar também a carência, forma de cálculo/concessão da aposentadoria por idade?
    Procurei achar o texto do Projeto de lei/substutivo que contempla a fórmula 85/95, mas não achei. O senhor sabe onde achar?

    • Oi, Washington, no projeto de lei que trata da fórmula 95/85 não se fala no período de carência da aposentadoria por idade. O que existe é um outro projeto de lei (eu acho que demora para ir à votação e é muito difícil que seja aprovado) reduzindo a carência por um período de transição.
      Pardal

  5. Nilton Hernandes Velleda disse:

    Tenho 180 meses de contruição, e ja faz mais de ano que estou contribuindo pelo teto maximo gostaria de saber com quanto vou me aposentar, sendo que atualmente tenho 6l anos e pretendo continuar contribuindo pelo teto maximo ate completar os 65 anos, nessa epoca estarei com mais ou menos 21anos de contribuição, como ficaria minha aposentadoria?

    • Oi, Nilton, no cálculo da aposentadoria por idade só incide o fator previdenciário se for favorável, o que não acontece na maior parte das vezes. A média é calculada considerando os maiores salários que representem 80% de todos desde 1994. E sobre esta média se aplica o percentual, 70% mais 1% para cada ano de contribuição. Assim, no seu caso, seria 91% de sua média.
      Pardal

    • Paulo Roberto Vieira da Rosa disse:

      Tenho mais de 180 meses de contribuição e 60 anos posso me aposentar.

  6. luciane lia disse:

    Bom dia,
    Minha mãe tem 7 anos de contribuição nos anos 80 e faz 60 anos agora em janeiro de 2013. A aposentadoria por idade é com sessenta anos e 15 anos de contribuição. Minha pergunta é a seguinte: Desde aquela época ela virou dona do lar, o valor mínimo para conmtribuição é de 31,10. Gostaria de saber se eu pagasse os 8 anos que falta, ela se aposenta? No caso que daria 2985,60 ( 31,10 x 96 meses )?
    Atenciosamente

  7. Marina de Oliveira disse:

    Bom dia, caro.
    Tenho uma dúvida: Meu pai está com 63 anos de idade e 13 anos de contribuição. Mas no momento estamos em situação financeira complicada e não conseguimos pagar nem o mínimo de contribuição por mês, que gira em torno de 50 reais, se não me engano. A minha preocupação é: se meu pai não conseguir completar os 15 anos de contribuição quando completar 65 anos, mesmo assim ele conseguirá se aposentar.
    Pelo que entendi lendo seu post, nesse caso ele se aposenta. Mas gostaria de confirmar o meu entendimento.
    Grata.
    Marina

    • Oi, Marina, sinto muito mas para se aposentar por idade, o homem aos 65 anos e a mulher aos 60, é preciso ter o mínimo de 15 anos de contribuição. Assim, se o seu pai, ao completar 65 anos, não tiver 15 anos completos de contribuição, em qualquer tempo, não terá direito ao benefício.
      Pardal

      • Marina de Oliveira disse:

        Obrigada pela informação. Vou fazer ao máximo para providenciar esses dois últimos anos que restam para completar a contribuição dele. Muito obrigada pela informação.

      • Carlos disse:

        O Dr. deveria avisar a essas pessoas que não tem o tempo contributivo que se elas estiverem ambas homem e mulher com a idade de 65 anos, elas podem dependendo do caso requererem o Amparo assistencial ao Idoso.

    • maria helena disse:

      sou funcionaria publica do estado tenho 24 anos de contribuião e 60 anos de idade posso me aposentar

      • Oi, Maria Helena, nos regimes próprios dos servidores públicos a aposentadoria por idade para as mulheres também se dá aos 60 anos de idade, então com o mínimo de dez anos no serviço público. Portanto, você pode se aposentar e receberia o benefício proporcional ao tempo de contribuição.
        Pardal

  8. Flavio K. Kato disse:

    Completo 65 anos em dezembro agora, e gostaria de saber se contribuo o INSS mesmo no mes do aniversario.Agradeço de antemão a sua orientação
    Grato

    • Oi, Flávio, se você já completou 15 anos de contribuição, não precisa contribuir no mês de seu aniversário. No dia que você completa os 65 anos, telefone para agendar e receberá sua aposentadoria desde este dia.
      Pardal

      • Flavio K. Kato disse:

        Agradeço a sua atenção me respondendo o meu muito OBRIGADO.
        Eu tenho 19 anos de contribuição de trabalho registrado e mais 8 contribuição pelo carne, isto conta dentro dos 15 anos?

  9. Zaina disse:

    Dr. Sergio
    Boa noite,
    Completei 57 anos de idade, e 15 anos e 8 meses de contribuição, já posso me aposentar ou ainda preciso contribuir mais 3 anos?
    Grato

    • Oi, Zaina, para se aposentar por idade, são exigidos 60 anos de idade para a mulher e 65 para o homem, tendo, no mínimo, 15 anos de contribuição. Assim, para se aposentar você ainda deverá aguardar completar a idade. Não precisaria contribuir, já que completou a carência, se você ficar mais de um ano sem contribuir pode perder a qualidade de segurado, e então não teria direito a auxílio-doença, se houver incapacidade, ou mesmo aposentadoria por invalidez e pensão por morte.
      Pardal

  10. Flavio K. Kato disse:

    Dr. Sergio muito obrigado, acredito que a duvida não so foi tirarada de mim mas de muiita gente qua acompanha este Blog, muito valioso para muita gente como eu.
    Que o sr. continue ajudando muita gente e que Deus abençoe muito.

  11. KATIA disse:

    O meu tio tem 59 anos e 37 anos de contribuicao,ele entrou com o pedido p/ se aposentar só que não obteve resposta .como ele deve agir?

    • Oi, Katia, o INSS tem obrigação de responder, positiva ou negativamente. Dependendo de quanto tempo ele está esperando, deve insistir no posto e se necessário cobrar o atendimento da superintendente.
      Pardal

  12. Alberto Alves disse:

    Sr. Sergio Pardal Freudenthal por favor me ajuda , meu irmão tem 16 anos de contribuição antes de 1994 , após tem 2 anos , sua idade hoje é de 54 anos , ele vai voltar a recolher , pois ficou muitos anos sem contribuir , gostaria de saber quantos anos ele tem que recolher para poder se aposentar aos 65 anos . Eu sei que ele tem que ter no minimo 15 anos de contribuição , ai esta minha dúvida , para ter direito a média sobre 70% mais 1 % sobre cada ano recolhido sera considerado os 16 anos quem ele tem antes de 1994 , ou ele tem que considerar os 2 anos já citados após 1994 e recolher mais 13 anos para somar os 15 anos . Muito obrigado por tudo , se a resposta for enviada ao meu e-mail eu agradeço , fica com DEUS !!!

    • Oi, Alberto, para se aposentar por idade, 65 anos para o homem e 60 para a mulher, é necessário ter o período mínimo de 15 anos em qualquer tempo, antes ou depois de julho de 1994, e o mínimo a receber seria um salário mínimo. A média da lei atual é feita com os maiores salários-de-contribuição que representem 80% de todos desde julho/94, e o divisor mínimo para os benefícios voluntários, como a aposentadoria por idade, é 60% deste período. Assim, contando que ele se aposenta daqui a 11 anos, em 2023, deveria ter o mínimo de 60%, ou seja, necessita de quase 17 anos e meio para tal cálculo. Portanto, passando a contribuir daqui para a frente terá uma média reduzida.
      Pardal

  13. guilhermina disse:

    olá boa noite gostaria de saber se com 60 anos de idade e 33 anos de contribuição, contribuindo com teto maximo desde de 2003 seria possivel simular o valor da aposentadoria?

    • Oi, Guilhermina, no site do INSS tem a possibilidade de simular a sua aposentadoria; ali você poderá saber o valor. A média deve corresponder aos maiores salários que representem 80% de todos desde julho de 1994.
      Pardal

  14. Camila Mendes disse:

    Minha sogra tem 65 anos e nunca contribuiu com o INSS, a família dela tem renda per capta superior a 1/4 do salario minimo, o que a exclui dos critérios de benefício da LOAS. Ela pode contribuir com o INSS na categoria de dona de casa para se aposentar? essa contribuição deve ser de 180 contribuições de 11% do salario minimo? O INSS permite pagarmos o valor total à vista das 180 contribuições para ela se aposentar?

    • Oi, Camila, não é possível pagar “à vista” os 15 anos de contribuição necessários para a aposentadoria por idade. Só podem pagar os atrasados aqueles que realmente ficaram devendo. Por exemplo, o contribuinte individual, empresário, que deixou de contribuir mas estava trabalhando.
      Pardal

  15. Dr. Sérgio tenho na carteira de trabalho registro de 4 anos, 5 meses e 23 dias depois passei em um concurso público estadual e trabalhei 17 anos em um cargo efetivo, fiz faculdade de pedagogia e pedi exoneração para dar aulas, já que eu era agente de serviços escolares. Hoje completam 4 anos que eu estou contribuindo pelo inss como professora contratada, só que faço 2 contribuições, uma pelo município e outra pelo estado. Tenho 57 anos, com quantos anos posso me aposentar e quanto tempo ainda tenho que contribuir para receber integral?.

    • Oi, Maria Aparecida, como professora a aposentadoria especial só é devida com todos os 25 anos lecionando em educação infantil ou curso fundamental ou médio. Assim provavelmente a sua aposentadoria exigirá 30 anos de contribuição. Para garantir a integralidade da média, deverá se aposentar por idade, aos 60 anos, quando o fator previdenciário só incidirá se for mais favorável, e com 30 anos completos de contribuição. Se atualmente você está vinculada ao INSS, deverá averbar o tempo trabalhado no serviço público.
      Pardal

    • maria disse:

      tenho 65 anos de idadepago inss a 10 anos como e quando posso me aposentar?

      • Oi, Maria, se você já tem 65 anos de idade, completou 60 em 2007, precisando de 162 meses de contribuição, 13 anos e meio, se tiver contribuído em algum tempo antes de 1991. Se todas as contribuições forem depois de 1991, então terá que completar 15 anos.
        Pardal

  16. afonso disse:

    professor a minha cunhada faz 65 anos em maio de 2013 e so tem 09 ANOS de contibuiçao ela vai continuar a pagar o inss ate fazer 65, mas nao vai ter 15 anos contribuiçao. pergunta; ELA TEM DIREITO A PEDIR A APOSENTADORIA, PARA RECEBER UM SALARIO MININO. OBRIGADO

    • Oi, Afonso, infelizmente não. Ela teria direito a se aposentar por idade aos 60 anos, ou seja, em 2008, mas deveria ter o mínimo de 156 contribuições, 13 anos. Portanto, terá que continuar contribuindo até completar a carência. Teria um salário mínimo aos 65, sem precisar de qualquer contribuição, se estivesse em situação de miséria, sem condições de sobrevivência.
      Pardal

  17. João Batista disse:

    Em Julho/13 completarei 65 anos de idade, tenho 30 anos de contribuição p/ previdência, atualmente, estou trabalhando com registro em carteira; em Julho/13 posso requerer minha aposentadoria e qual seria o valor da aposentadoria? agradeço pela atenção dispensada.

    • Oi, João Batista,você já pode requerer a sua aposentadoria e será calculada em 100% da sua média contributiva. Na aposentadoria por idade, 65 anos para o homem, o fator previdenciário só entra se for favorável. Para saber o valor faça um simulado no site do INSS e veja o cálculo de sua média.
      Pardal

  18. francisco das chagas disse:

    completo 65 anos em abril de 2013 ja contribui 30 anos,tenho que esperar chegar abril,para pedir, ou ja posso dar entrada sem ter perca alguma?

    • Oi, Francisco, você terá que esperar seu aniversário de 65 anos para se aposentar por idade. A aposentadoria por tempo de contribuição do homem exige 35 anos de contribuição e não 30. Portanto, antes de seu aniversário nem é possível se aposentar, mas na data que você completar 65 anos, telefone para o INSS e marque a data para receber o benefício.
      Pardal

  19. Silvana Gouveia Ferreira disse:

    Oi professor, o meu pai completou 65 anos em agosto e recebeu auxilio doenca por 2 anos, mas ha um ano teve seu beneficio negado e desde entao comecou um processo judicial contra o inss mas teve todos os recursos negado, a minha pergunta e… Esse ultimo ano que ele nao estava recebendo o beneficio vale pra contar na aposentadoria? Desde ja agradeco!

    • Oi, Silvana, se ele não recebia benefício e não contribuiu este tempo não contará. Até mesmo o tempo de recebimento de auxílio-doença só conta como tempo de serviço se for intercalado de contribuições, ou seja, o segurado estava trabalhando e contribuindo quando se afastou, e voltou a trabalhar e contribuir após a alta. Mas, mesmo sem contar este ano, se ele tiver 15 anos de contribuição em qualquer tempo, aos 65 anos tem direito a aposentadoria por idade.
      Pardal

  20. Elisangela de Oliveira disse:

    Professor, minha mãe tem 63 anos de idade e contribui o INSS como dona de casa, tem 8 anos de contribuição. Será que ela se aposenta devido a sua idade ou terá que contribuir com mais sete anos para atingir os 15 anos.

    • Oi, Elisangela, o período de carência para a aposentadoria por idade, inclusive para dona de casa, é de 15 anos de contribuição. Se as contribuições da sua mãe começaram antes de 1991, a regra de transição prevê que, completando 60 anos em 2009, a carência seria 13,5 anos de contribuição. De qualquer forma, com 8 anos de contribuição ela não se aposenta por idade.
      Pardal

  21. Elaine disse:

    Boa tarde, estou com uma dúvida se tiver contribuido sobre 2 salário, durante 16 anos e ter a idade minima que é para mulher de 60 anos.Qual o valor do benefício que irrei receber.Obrigado aguardo resposta.

    • Oi, Elaine, o cálculo da aposentadoria por idade é feito em 70% da média com mais 1% para cada ano de contribuições; no seu caso 86% da média. Esta média é a dos maiores salários que representem 80% de todos desde julho de 1994, e o divisor mínimo desta média é 60% deste período. Por exemplo, quem se aposentou em novembro de 2012, teria como divisor mínimo 132, o equivalente a 11 anos. Portanto, se os 16 anos de contribuição aconteceram após julho de 1994, a média ficará bem próxima do valor atual do salário, e sobre ela se aplica 86%.
      Pardal

  22. Eliete de Araujo sa disse:

    Minha mae tem 69 anos. completa 70 anos em 6 de janeiro de 2013.
    Ela tem 13 anos de contribuição, gostaria de saber se posso pedir o INSS para fazer o cálculo dos que estão faltando agente pagar e pedir sua aposentadoria. Já tive notícias que algumas pessoas pagaram e pediram a aposentadoria.
    Att,
    Eliete

    • Oi, Eliete, sua mãe deve ter completado 60 anos em 2003, e se as contribuições dela começaram antes de 1991, a carência que ela necessita é de 126 meses, 10 anos e meio. Portanto, se as contribuições dela são anteriores a 1991 ela já tem direito à aposentadoria por idade; se as contribuições são posteriores a 1991 então teria que completar 15 anos, e não é possível pagar de uma vez, salvo se provar que é devedor.
      Pardal

  23. katia disse:

    Tenho 19 anos,01 mês e seis dias de contribuição e 56 de idade. Minha aposentadoria será por idade. Preciso continuar recolhendo o INSS ?

    Obrigada

    • Oi, Katia, o direito a aposentadoria por idade você terá quando completar 60 anos mesmo que pare de contribuir, mas se você estiver contribuindo acima de um salário mínimo pode valer a pena continuar contribuindo, depende de fazer o cálculo. Também é bom saber que se ficar mais de um ano sem contribuir não teria direito a auxílio-doença e aposentadoria por invalidez se algo acontecesse.
      Pardal

  24. aleane brito de castro disse:

    Oi professor, a minha mae completou 58 anos em janeiro e tem 17 anos de contribuição, a minha pergunta e… com quantos anos ela pode se aposentar? Desde ja agradeco!

  25. aleane brito de castro disse:

    Como eu faço esse calculo pra ver se fale apena se aposentar.

    • Oi, Aleane, a Renda Mensal Inicial da aposentadoria por idade é calculada em 70% da média contributiva, com mais 1% para cada ano de contribuição. A média é calculada utilizando-se os maiores salários que representem 80% de todas desde julho de 1994, sendo o divisor mínimo em 60% do mesmo período. No site do INSS você pode fazer o cálculo.
      Pardal

  26. Fabiana disse:

    Prezado Sergio Pardal,
    Tenho 35 anos de idade com contribuição de 11 anos ao inss (como funcionaria em empresa privada). Infelizmente estou há 6 anos sem contribuir depois que sai da empresa em 2006, embora tenha trabalhado como autônoma durante todo esse tempo.
    Agora vou me cadastrar ao programa do Micro Empreendedor Individual (MEI). Minha dúvida é; Pagando o valor de 5%, segunda as regras do MEI, quando eu tiver os 60 anos de idade, o cálculo da minha aposentadoria terá algum reflexo nos 11 anos trabalhados com base nos 80% dos maiores salários ou será apenas de 1 salário mínimo considerando o fato da contribuição do MEI ser limitado a esse valor? Compensaria eu pagar a diferença de 15% (totalizando os 20% do salário mínimo) para requerer a aposentadoria por tempo de contribuição (+ 19 anos) solicitando assim aos 54 anos? Será que o valor compensaria ou seria melhor eu investir em uma previdencia privada com a diferença de valor? Desculpe tantas perguntas, mas agradeço desde já a atenção dispensada.

    • Oi, Fabiana, a contribuição que você efetua só dá direito a benefícios no valor de um salário mínimo, mas para ganhar acima disto no regime geral comum, pagando 20% sobre o valor, teria que gastar um bocado mais. Se a sua contribuição for continuar em um salário mínimo, será difícil, mesmo pagando 20%, conseguir um valor muito melhor. Lembre-se que a média utiliza os maiores salários que representem 80% de todos desde julho de 1994 e o menor divisor seria 60% do mesmo período. Por outro lado, com o MEI, realmente não terá direito à aposentadoria por tempo de contribuição, que ocorreria, mesmo que fosse em um salário mínimo, 6 anos antes. Talvez seja interessante procurar saber quanto receberia aos 60 anos com tal contribuição em algum banco. Apenas uma boa pesquisa lhe dará maiores certezas.
      Pardal

  27. Sr. Sérgio, boa noite.
    Estou meio perdida….rsss.
    Paguei mais ou menos 18 anos a minha aposentadoria a 20%.Parei de pagar em 2004.
    Agora estou abrindo uma firma rural.
    Gostaria de saber qual a melhor maneira de proceder para garantir a minha aposentadoria. Tenho 46 anos.
    Não se pode aposentar pelo talão de notas rural e pelo autônomo que estava pagando(poderia começar a pagá-lo outra vez)? Caso não possa….Pode-se juntar os tempos das 2 atividades?
    Eu tenho que necessariamente morar no campo para poder ter o benefício ou só trabalhar lá?
    Nossa….muito obrigada pela atenção

    • Oi, Adriana, a somatória dos dois tempos, não sendo concomitantes, é certa, quanto à melhor forma de inscrição visando a sua aposentadoria, uma consulta ao INSS poderá esclarecer melhor. Nos regimes diferenciados do INSS, a previsão é que os benefícios terão o valor do salário mínimo, com a contribuição incidindo também neste valor, com percentual reduzido e sem o direito à aposentadoria por tempo de contribuição, restando a por idade e os benefícios decorrentes de sinistros, auxílio-doença, invalidez ou pensão por morte. Com a sua empresa rural, é melhor consultar oficialmente a autarquia federal e se as dúvidas persistirem, podemos conversar.
      Pardal

  28. ana disse:

    Tenho 62 anos e 11 anos de contribuição, comecei a contribuição em 1988,gostaria de saber se já posso me aposentar por idade ou tenho que ter 15 anos de contribuição. Aguardo resposta. Obrigada

    • Oi, Ana, como você completou 60 anos em 2010. Assim, a sua carência é de 174 meses, ou 14 anos e meio, um pouco mais do que você já tem. A saída é continuar contribuindo até completar o período de carência.
      Pardal

  29. Marlon Santiago disse:

    Caro Professor,

    Dependendo da sua resposta, o senhor me ajudará a tomar uma decisão.

    Em dezembro de 2013 completo 35 anos de contribuição e também 58 anos de idade contribuindo desde janeiro de 2007 sobre 5 salarios.

    Pois bem, o que seria melhor: Aposentar-me ao final de 2013 ou esperar completar 60 anos de idade e me aposentar em 2015.

    Desde já agradeço a atenção!!!!

    • Oi, Marlon, é importante destacar que a aposentadoria por tempo de contribuição exige 35 anos de contribuição para o homem e 30 para a mulher, e a aposentadoria por idade se dá com 60 anos para a mulher e 65 para o homem. Na aposentadoria por idade o fator previdenciário só se aplica se for favorável, ou seja, maior do que um. Basta fazer a conta de quanto seria sua aposentadoria em cada momento e verificar se vale a pena aguardar.
      Pardal

  30. PAULO RODRIGUES DE FREITAS disse:

    Caro Professor;
    Estou com uma dúvida e gostaria de obter sua respota: é o seguinte: Trabalei no Banco do Brasil por 22 anos, contribuindo sobre o teto naximo, ao sair em 05/1995, só voltei a contribuir em 06/1996, sendo que paguei 10 anos sobre o salário minimo, agora que estou preste a mim aposentar gostaria de recolher a diferença desse 10 ano que contribui para atingir o teto maximo: pergunto, posso fazer esse recolhimento

  31. Aristides Patricio disse:

    Boa Tarde Doutor ! Gostaria de uma orientação.
    Tenho 58 anos e 37 anos de contribuição. Qual seria a idade para receber o valor do teto da aposentadoria, considerando que contribuo com o valor máximo ?

    Antecipadamente agradeço a sua respostas.

    Aristides.

    • Oi, Aristides, a aposentadoria por tempo de contribuição (35 anos para os homens) é calculada sobre a média dos maiores salários que representem 80% de todos desde julho de 1994 multiplicada pelo fator previdenciário. No seu caso, mesmo contribuindo pelo teto máximo desde 1994 a sua média não atingirá o teto atual, pouco mais de 3.900 reais, porque tal limite foi revisto duas vezes, em fins de 1998 e em fins de 2003. O fator previdenciário na sua condição atual ainda deverá reduzir mais 15% da sua média. A sua aposentadoria por idade, daqui a sete anos, poderia ser mais favorável, mas ficar sem receber o que você já tem direito por sete anos pode causar uma perda irrecuperável. Tudo é uma questão de fazer cálculos.
      Pardal

  32. MARCELINO MORAIS PINHO disse:

    PROTESTO AO PLANO DE APOSENTADORIA PROPORCIONAL TENHO 22 ANOS DE CONTRI
    BUIÇÃO TRABALHO DESTE 1978 COM ALGUNS PERIODOS SEM CARTEIRA ASSINADA
    22 ANOS COM CARTEIRA ASSINADA TENHO 54 ANOS, A PROPORCIONALIDADE TEM
    QUE TER 30 ANOS EM CARTEIRA É UM ABSURDO.
    JOGADOR DE FUTEBOL COM 35 ANOS DE IDADE JÁ ESTÁ APOSENTADO , POLITICO
    COM 03 MANDATOS TAMBÉM, ENQUANTO OS VERDADEIROS HERÓIS DESTA PÁTRIA
    CHAMADA BRASIL TEM QUE SUAR 35 ANOS PARA SOBREVIVER DIGNAMENTE, PEÇO
    AOS JUIZES QUE MUDEM A PROPORCIONALIDADE DE 30 PARA 20 ANOS COM IDADE COM APOSENTADORIA AOS 53 ANOS PARA HOMENS E MULHERES 48.
    É UMA GRANDE MENTIRA AVALIAREM A ESTIMATIVA DE VIDA DE 73ANOS AONDE
    VOCÊ CONSEGUE EMPREGO COM ESTA IDADE, VAGA CERTA SÓ NO CEMITÉRIO.

  33. Rita de Cassia disse:

    Boa noite, gostaria de saber se o registro de um imovel no nome de uma mulher com 62 anos, que trabalho na terra de criança até os 20 anos pode vale no caso da aposentadoria mista. Pois ela tem contribuido no inss, como trabalho urbano e está faltando apenas três anos para completar os 15 anos para aposentar. Tem como ela somar esse tempo na roça com o urbano? precisa de outros documentos, porque os pais dela já são falecidos ha muito tempo. Obrigada pela atenção.

    • Oi, Rita, os 15 anos necessários paraa aposentadoria por idade são de contribuição, 15 anos de contribuição. Assim, se fosse comprovada a contribuição no tempo rural, bem difícil, o tempo poderia ser somado. A aposentadoria por idade para a mulher exige 60 anos de idade e 15 anos de contribuição em qualquer tempo.
      Pardal

  34. Vitor Costa disse:

    Bom Dia Sr. Sergio. Eu li quase todos os comentários, mas não vi um comentário que se encaixasse com o meu, para não fazer uma pergunta repetida. Então, minha completou 60 anos em janeiro de 2012, antes de 1994 ela já possuia 22 contribuições com teto máximo para aquela época. Hoje ela trabalha ganhando um pouco mais que um salário mínimo há 24 meses, no valor aproximado de R$800,00. Nesse caso como será realizado o cálculo del? Ela já tem direito a aposentadoria, pois somando os dois daria 24 anos de contribuição? Obrigado pela sua atenção e agradeceria muito se você tirasse minhas duvidas. Grato, Vitor.

    • Oi, Vitor, se eu entendi bem, a sua mãe tem 22 anos de contribuição, anteriores a 1994, pelo limite máximo; atualmente está contribuindo há dois anos em valor pouco maior que o salário mínimo. Se ela estiver completando 60 anos de idade, tem direito à aposentadoria no valor de um salário mínimo. Bastante injusto, mas eu explico: com 22 anos de contribuição ela não completou qualquer exigência para o benefício pela legislação anterior; agora, completando a idade, o tempo de contribuição mínimo são 15 anos, que ela tem, mas o cálculo se faz pela média dos maiores salários que representem 80% de todos desde julho de 1994, sendo o divisor mínimo 60% desde aquela data. Assim, mesmo que as contribuições anteriores sejam maiores, não terão como ser utilizadas no cálculo.
      Pardal

  35. Daniel disse:

    Minha dúvida é a seguinte sou funcionário de uma empresa e é descontado do meu salario minha contribuição mensal, também sou inscrito no MEI, minha dúvida é terei direito a duas aposentadorias? uma por tempo de contribuição pela empresa que trabalho e outra por idade pois contribuo com os 5% pelo MEI, ou será feito um cálculo para unir essas duas aposentadorias e essa do MEI ficará com um valor bem abaixo do salário mínimo.

    • Oi, Daniel, mesmo parecendo dois regimes diferentes, o Regime Geral e o MEI, sendo administrados pelo mesmo INSS a mim parece que representam um regime só. E assim, provavelmente você não poderá gozar dois benefícios. Como são coisas muito novas, ainda poderão ocorrer alterações no entendimento, mas vale lembrar que o MEI não concede aposentadoria por tempo de contribuição, apenas por idade. É possível que a somatória das contribuições ocorra da pior forma possível, proporcional ao tempo de contribuição de cada um. Será preciso um estudo maior sobre estes novos “sub-regimes” previdenciários.
      Pardal

  36. joaquim fernandes soares disse:

    minha esposa contribuiu 13 anos e 3 més vai fazer 60 anos em maio 2013 ela tem direito de se aposentar?

    • Oi, Joaquim falta um ano e 9 meses de contribuição para que ela tenha direito a aposentadoria por idade ao completar 60 anos. Desde 2011, esgotada a tabela de transição, o período de carência é de 15 anos de contribuição para todos.
      Pardal

  37. Tiago Soares disse:

    Boa tarde!
    Profº Sergio,uma duvida quanto à aposentadoria sem contribuição, é possível ou não? No caaso da minha mãe, ela foi uma profissional farmaceutica, registrada, em meados dos anos 80. Tem registro por 3 anos e depois disso, nunca mais contribuiu. É possível conseguirmos uma aposentadoria para ela?
    Obrigado.

    • Oi, Tiago, não é possível não, aposentar sua máe com 3 anos de contribuição. O que acontece atualmente é que a aposentadoria por idade pode ser concedida para o segurado que não está contribuindo, que já perdeu a qualidade de segurado, se ele tiver concluído as exigencias, 60 anos de idade para a mulher e 65 para o homem, com no mínimo 15 anos de contribuição em qualquer tempo. Portanto, para se aposentar com 60 anos ela teria que completar mais 12 anos de contribuição; e não dá para pagar de uma vez.
      Pardal

  38. JARLA BRITO DE SOUSA disse:

    Bom dia Sr Sérgio minha mae trabalha como empregada doméstica e sua carteira foi assinada desde de 01/08/2005 porem a mesma informou que seus patroes está com carne da contribuição atrasado A minha duvida é a mesma tem 55 anos ,Anteriormente trabalhou tambem com carteira assinada no ano de 1976 á 1983 isto é 7 anos de contribuição .Baseada nas informaçoes contidos Dá um total de 14 anos de contribuição ate o momento ,Gostaria de saber se isto lhe acarretará em algum problema COM ESSES ATRASOS DA PARTE DE SEUS PATROES . desde de ja grata .

    • Oi, Jarla, infelizmente pode fazer falta esta contribuição que não foi efetuada; inclusive porque a contribuição da doméstica se faz através de carnês. De qualquer forma, a obrigação é dos patrões e eles devem regularizar as contribuições.
      Pardal

  39. Rita de Cassia disse:

    Boa noite, gostaria de uma informação por favor.
    Minha mãe tem 62 anos e 12 anos de contribuição com carteira assinada, mas quando criança ela trabalho na roça com os pais até os 20 anos. Tem como ela pedir a aposentadoria mista? Ela só tem as terra no nome dela, será necessário outros documentos? Espero sua resposta, obrigada.

    • Oi, Rita de Cassia, a aposentadoria por idade exige 14 anos e meio de contribuição para as mulheres que compeltaram 60 anos em 2010. Atualmente o sistema previdenciário é um só, mas para contar o tempo mínimo de carência, só valem períodos em que aconteceu a contribuição. Assim, provavelmente o INSS não fará a concessão da aposentadoria. De qualquer forma, vale requerer e estudar depois.
      Pardal

  40. marcia disse:

    BOA TARDE PROFESSOR SÉRGIO.

    GOSTARIA DE UMA INFORMAÇÃO POR FAVOR.
    MEU PAI TEM 55 ANOS JÁ TEM 30 ANOS DE CONTRIBUIÇÃO, DESSES 30 ANOS 25 SÃO COMO TRABALHADOR RURAL E CINCO COMO URBANO. QUNTOS ANOS AINDA SERÃO NECESSÁRIO PARA SE APOSENTAR?

    GRATO

    • Oi, Marcia, ele terá que completar os 35 anos de trabalho para a aposentadoria por tempo de contribuição. A aposentadoria por idade solicita 65 anos; se ele ainda estivesse em atividade rural, teria direito à aposentadoria por idade com 60 anos. Portanto, pelo menos mais cinco anos de trabalho serão necessários para completar 35 anos de contribuição, e para se aposentar por idade, estando em atividade urbana, teria que completar os 65 anos.
      Pardal

  41. Dr. Sérgio Pardal, boa tarde. Vou completar 60 anos em junho/13. Tenho 31 anos de contribuição. Saí da empresa em 01/10/2012. Estou pagando o valor máximo R$ 783,24 de contribuição ao INSS. Pergunto: até que mes devo pagar essa contribuição se quero aposentar por idade? Agradeço muito se me responder. Obrigada

    • Oi, Elza, você não precisa pagar mais nenhuma contribuição; manterá a qualidade de segurado com certeza até completar 60 anos no próximo mês de junho, já tem mais de 30 anos de contribuição e as próximas contribuições teriam uma influência muito pequena na média.
      Pardal

      • monica maria de soua disse:

        Olá Dr. Sérgio! pago autônoma o meu inss tenho 48 de idade 27 de comtribuição posso pede a minha pasentadoria

        • Oi, Monica, a aposentadoria por tempo de contribuição exige para a mulher 30 anos de contribuição. Ou seja, ainda terá que contribuir pelo menos mais três anos. E a aposentadoria por idade ocorre aos 60 anos para a mulher.
          Pardal

      • Dr. Sérgio Pardal
        Agradeço muito seu retorno. Estava viajando e só hoje vi sua resposta.
        Gostaria de lhe perguntar mais um item:
        Será mais viavel aposentar no meu caso por Idade ou por Tempo de Contribuição?
        Grata

        • Oi, Elza, tendo 60 anos de idade, a aposentadoria por idade sempre representa vantagem poque o fator previdenciário só se aplica se for favorável, enquanto na aposentadoria por tempo de contribuição a incidência é obrigatória.
          Pardal

  42. Flavia disse:

    Olá, Dr° Sérgio! Minha mãe tem 66 anos e 12 anos de contribuíção. Eu posso me adiantar e pagar esses 3 anos que faltam ?

    • Oi, Flavia, não é possível pagar antecipadamente o tempo que falta, como você gostaria. Se a sua mãe começou a contribuir após 1991, realmente nada resta a fazer, a não ser pagar mensalmente os próximos três anos. Porém, se ela contribuía antes, então na realidade faltariam apenas seis meses de contribuição para completar o mínimo necessário, porque ela teria completado os 60 anos em 2006.
      Pardal

  43. Santos disse:

    Minha mulher contribuiu, assalariada, pelo teto, de 03/2007 até 10/2012. Tem um período de 33 contribuições bos anos 1979/1982 (que não comporão a RMI. Ela completará 60 anos em fev/15 e precisará contribuir mais 51 contribuições para atingir a carência de 180. Pergunto: 1) ao atingir as 180 ela terá 64 anos e 4 meses; nesse caso o fator previdenciário lhe será benéfico? 2) nesse período de contribuinte facultativo ela poderá recolher qualquer quantia entre o mínimo e o máximo permitido?, ou seja os valores de contribuição não precisam ser uniformes?, podendo variar segundo o fôlego financeiro do mês? Nesse período que falta para contribuir é interessante usar 20%. dele s só contribuir sobre o salário mínimo, levando em conta a regra de utilização das 80% maiores contribuições? Grato se puder me esclarecer todas as duvidas. José Soares

    • Oi, Santos, respondo: 1) provavelmente não, o fator previdenciário leva em conta a idade e a expectativa de sobrevida, mas também o tempo de contribuição; ressalte-se que não sendo benéfico não será aplicado; 2) sim, entre o salário mínimo e o teto, ela pode contribuir sobre quanto quiser; lembre-se que na aposentadoria por idade o valor mínimo na divisão da média deve corresponder a 60% do período entre julho/94 e o início do benefício.
      Pardal

  44. karen patricia galvão nonino disse:

    Bom dia! Dr.Sérgio, minha mãe tem 60 anos(solteira) e nunca contribuiu com o INSS pois,sempre cuidou dos meus avós que são aposentados não tem outra renda e agora que meu avô morreu as duas estão vivendo só com aposentadoria da minha vó e minha mãe não tem outra renda como eu faço para minha mãe se aposentar?
    O meu avô tinha um beneficio e não ficou para minha vó e agora o que fazer… grata de me alguns esclarecimentos para poder ajudar a minha mãe. karen

    • Oi, Karen, o único benefício possível seria pela Lei Orgânica de Assistência Social, aos 65 anos de idade e se estiver em condições de miséria, sem qualquer possibilidade de sustento. Quando ocorrer o falecimento de sua vó será extinta sua aposentadoria, sem possibilidades de transferir para sua mãe.
      Pardal

  45. JOSE HELIO VILELA disse:

    BOM DIA SR. MEU CASO, SERVI AO EXÉRCITO COMO CABO DE 79 A 85 E FUI DESLIGADO POR PORTARIA RESERVADA SEM DIREITO A NADA,TENHO 53 ANOS E CONTRIBUO COMO AUTONOMO A 4 ANOS,GOSTARIA DE SABER SE POSSO PAGAR O TEMPO QUE FALTA E ME APOSENTAR.MUITO OBRIGADO VILELA.

    • Oi, José Hélio, o tempo de exército pode ser contado no INSS (precisa requerer a certidão da União para averbar) para o cálculo da aposentadoria por idade (70% da média mais 1% para cada ano de trabalho), mas será preciso que você complete 15 anos de contribuição ao INSS. Assim, se seguir contribuindo, terá direito à aposentadoria por idade aos 65 anos.
      Pardal

  46. Cristina disse:

    Ola Dr. Sergio, li todas as perguntas e respostas para ver se alguma responderia minha duvida mas nao encontrei uma resposta. Gostaria de saber se uma pessoa do sexo feminino, tendo trabalhado durante 15 anos como professora e tendo contribuido por estes 15 anos e estando 10 anos sem contribuir para o INSS, a pessoa tera direito a aposentadoria por idade quando completar 60 anos?

    • Oi, Cristina, terá sim. Após uma lei reconhecendo as posições do Supremo Tribunal de Justiça, a aposentadoria por idade passou a também ser paga para quem não estiver contribuindo ao completar a idade, contanto que tenha 15 anos de contribuição em qualquer tempo (período de carência). Assim, completando 65 anos de idade os homens e 60 as mulheres, tendo contribuído por 15 anos em qualquer tempo e em qualquer atividade, terá direito a aposentadoria por idade.
      Pardal

  47. Adelar Machado disse:

    Parabéns pelas respostas, meu pai tem 61 anos e oficialmente 11 anos de contribuição, como empreendedor individual, só que nos anos de 72 a 75 as contribuições não aparecem no sistema. o que completária os 15 anos de contribuição para se aposentar com 65 anos. Temos o cnpj com ano de 1972 como inicio da atividade e tambem os relatórios autenticados do municipio com o pagamento dos alvarás de licença. Será que existe alguma chance do inss reconhecer que houve recolhimento nesse periodo? desde já agradecido.

    • Oi, Adelar, para as contribuições de autônomos e empresários, que são responsáveis pela contribuição, é preciso comprovar com carnês e guias de recolhimento. Assim, não basta a existência da empresa. De qualquer forma, basta contribuir mensalmente até ele completar os 65 anos de idade e os 15 de contribuição.
      Pardal

  48. Nilva Nogueira disse:

    Boa noite Dr Sergio!
    Fiz uma simulação no site da previdência para calcular o valor do benefício que receberia se entrasse com o pedido de aposentadoria agora, pois contando com o tempo insalubre de aproximadamente 2 anos, atingiria os 30 anos de contribuição exigido pela previdência, no entanto, não tenho a idade mínima de 48 anos exigidos, estou com 47 anos. Resumindo, pela simulação, se me aposentasse hj, receberia um salário de 2.048,00, mas pergunto, será que posso confiar nesta simulação? E que vantagem eu teria se aguardasse completar a idade mínima para entrar com o pedido de aposentadoria?

    Certa da sua resposta, desde já agradeço.

  49. Eden Nascimento disse:

    Dr. Sérgio, boa noite.
    Pesquissando no site, não encontrei nenhuma resposta para minhas dúvidas.
    Na década de 80 contribuí com INSS por 18 meses pagando 19,2% do mínimo da época, mais 18 meses pagando 10%, não me recordo por qual motivo. N o início da década de 90 não efetuei contribuição, sendo logo após registrado. As dúvidas são: O período que contribuí com 10% entram como tempo para contagem de tempo? Posso pagar algum período não pago na época para contagem de tempo?
    Grato.

    • Oi, Eden, você deve ter contriubído conforme a lei do momento determinva, houveram épocas em que a contribuição pelo salário mínimo era em 10%. Todo o tempo de contribuição vale, como autônomo ou registrado em carteira. Você pode solicitar no INSS o CNIS, Cadastro Nacional de Informações Social, para verificar o que está anotado, e, de qualquer forma, comprovadas as contribuição através de carnês ou guias, valem sim.
      Pardal

  50. diogo disse:

    Minha mãe tem 9 anos 4 meses e 21 dias de contribuição e tem 60 anos ela já pode se aposentar Agradeço desde já pela atenção !!

  51. luiza disse:

    ola sergio vou cmpletar 60 aos em maio paguei inss de marco de 78 ate agosto de 92 e parei em 2005 comecei a pagar pelo teto qual o valor que vou receber

    • Oi, Luiza, a aposentadoria por idade paga 70% da média mais 1% para cada ano de contribuição. A média se faz pelos maiores salários que representem 80% de todos desde julho de 1994, e o divisor desta média será no mínimo 60% do mesmo período. No site do INSS você pode fazer uma simulação dos cálculos. Mesmo contribuindo pelo teto desde 2005, sua média não conseguirá atingir o limite.
      Pardal

  52. alexandre sertori disse:

    minha mae tem 14 anos de contribuição anteriores a 1994. Falta 1 ano para ela completar 60 anos, ela consegue aposentar com 1 salario minimo se pagar este ano que falta? e tem como ela pagar os 16 anos que falta para aposentar por tempo de serviço? Obrigado

    • Oi, Alexandre, ela pode contribuir este ano sobre um salário mínimo. Completando 60 anos de idade tendo no mínimo 15 de contribuição em qualquer tempo, terá direito à aposentadoria por idade.
      Pardal

  53. Cibele Brito disse:

    Meu pai era aposentado e faleceu em maio de 2011 aos 73 anos de idade. Minha mae tem 65 anos e passou a receber pensão por morte pois ela era casada há 40 anos com meu pai. Ocorre que esta semana recebemos um aviso de requerimento de pensão por morte dizendo que era sua companheira, entretanto essa mulher tem 36 e descobrimos que ela era comcumbina do meu pai. Foi apenas um aviso e dizia que caso fosse concedido o desdobramento do benefício abriria prazo para recurso. O que posso fazer? Desde já agradeço sua atenção

    • Oi, Cibele, seria interessante solicitar no INSS cópia do processo que está tramitando e levar para um advogado especializado e de sua confiança para preparar a defesa se houver aceite por parte do INSS.
      Pardal

  54. marina disse:

    Completei 60 anos em 2007, e já contribui para o inss 14 anos e 2 meses, desde 01-11-1988, será que já posso dar entrada no pedido de aposentadoria? Vi que tem uma tabela que diz que para quem completa 60 anos em 2007 o tempo de carência é de 156 meses, ou 13 anos, me ajude. Obrigada.

    • Oi, Marina, provavelmente você já cumpriu a carência. Deve requerer a aposentadoria por idade junto ao INSS e se houver algum problema solicite uma cópia completa do processo administrativo para que um advogado especializado e de sua confiança possa estudar.
      Pardal

  55. ana paula disse:

    oi, vou fazer 38 anos deis dos 16 anos que eu trabalho de carteira assinada, já posso me aposentar por tempo de contribuição.

    • Oi, Ana Paula, se você vai fazer 38 anos de idade e tem 22 de contribuição, ainda faltam pelo menos oito anos para você se aposentar. A aposentadoria por tempo de contribuição exige, para a mulher, 30 anos de contribuição, e a aposentadoria por idade exige 60 anos de idade com o mínimo de 15 anos de contribuição.
      Pardal

  56. Bruno disse:

    Boa noite,Professor!

    Professor, gostaria de saber a respeito de aposentadoria por idade.Minha mãe completou sessenta anos e contribuiu 186 contribuições mensais só que não de uma forma contínua,contribuiu 80 sem interrupção passou mais um tempo contribuiu mais 70 e agora mais 36.Ela pode se aposentar por idade?

    Desde já agradeço!
    Bruno Soares.

  57. Daniela disse:

    Minha mãe tem 64 anos e de contribuição ela tem 13 anos. Gostaria de saber se há como ela se aposentar? Visto que ela sobre uma doença crônica pelo qual ficou afastada, mas nao houve aposentadoria por invalidez. Nos ajude por favor! O que temos que fazer?

    • Oi, Daniela, se as contribuições da sua mãe se iniciaram anteriormente a 1991, completando 60 anos em 2008, ela necessitaria de 162 meses, ou seja, 13 anos e meio. Assim, talvez falte pouco para completar a carência necessária para a aposentadoria por idade. Porém, se as contribuições se iniciaram após 1991, então a carência seria 15 anos e ainda faltaria um puco mais.

  58. Prof. bom dia, trabalhei muitos anos na roça, passando um tempo fui para capital, estudei tirei 2º grau com curso tempo de aprender. me casei,alguns anos adoecir fiquei com lado do rosto um pouco deformado. aina continuo com muitos problemas de saúde. a pessoa com quem trabahlei quer que me aposente com o Incra da fazenda dele. Isso é possível professor, me responda urgente, estou precisando muito de ajuda. obrigado e aguardo seu contato.

    • Oi, Antonia, o tempo de trabalho rural pode ser somado ao tempo urbano, ou pode, se tiver ao menos 15 anos, servir para a aposentadoria por idade, aos 60 anos para a mulher. De qualquer forma, será necessário comprovar o tempo rural trabalhado, e através de documentos daquela época.
      Pardal

  59. joelma disse:

    ola professor tenho uma duvida minha mae tem 75anos nenhuma renda dela meu pai ja e aposentado mas ela nao consegue aposentarse ela tem 8anos de contribuiçao mas nao tem condiçoes de contribuir mais sera que ela tem direito a algum beneficio ou aposentadoria a uma chamado de loas

    • Oi, Joelma, se sua mãe completou 60 anos em 1997, e tem um período mínimo de 8 anos de contribuição, 96 meses, tem direito à aposentadoria por idade, basta procurar o INSS. O benefício da Lei Orgânica de Assistência Social, LOAS, é destinado apenas para os que estiverem em situação de miséria; assim, se a aposentadoria do seu pai for maior que um salário mínimo, seria muito difícil o benefício assistencial.
      Pardal

  60. Cristiano disse:

    Prof. Tenho uma tia que esta na seguinte situação: Ela é trab. rural, ou seja, benef. segurada especial, apresentou no INSS, para comprovação da atividade rural, varios documentos. Porém o INSS cadastrou para tempo de serviço rural a partir de 27-06-98, mas desconsiderou outros periodos, ou seja, de 10-05-92 a 31-05-95 e 01-01-96 a 26-06-98. Mas relatou que há indicios de atividade rural, todavia o reconhecimento da filiação não foi integralmente provado. Hoje ela tem 55 anos de idade e possui um periodo de contribuição como trab. rural no total de 173 contribuições até a data de 16-10-2012, então ela não cumpriu as 180 contribuições. Pergundo: Ela falta exatamente 7 meses de contribuição, esse periodo pode ser contado apartir de 16-10-12, ou seja, ela poderia pedir reabertura do processo qdo completar as 180 contribuições, ou seja depois de 7 meses??? ou, ela tem que comprovar esse periodo ate dar entrada no INSS, ou seja, da data de 16-10-12???…Parabéns pelas varias duvidas tiradas.

  61. Olá eu sou servidora municipal de Vitória e CLT gostaria de saber se posso aposentar com 60anos de idade e 25anos de contribuição. Desde já agrdeço sua atenção.

  62. Gostaria de uma informação, tenho 57 anos de idade e vou fazer 58 anos em Setembro, sou funcionaria publica da pmv, tenho de contribuição 25 anos, gostaria de saber se ja posso entrar com a minha aposentadoria.

    • Oi, Janete, a aposentadoria por idade, tanto para o INSS quanto no serviço público, exige para a mulher 60 anos de idade. Portanto, mesmo com 25 anos de contribuição, ainda faltam dois anos para completar a idade.
      Pardal

  63. Éverton Potrich disse:

    Bom dia Dr.!
    Tenho um caso onde o contribuinte fez 65 anos no ano de 2003, e começou contribuir para a previdência bem antes de 1991. Atualmente ele conta com 74 anos de idade, e tem 12 anos e 7 meses de contribuição comprovados com as CTPS dele. Vi em outros blogs umas tabelas onde consta que quem completou a idade necessária para a aposentadoria por invalidez até tal ano precisa de menos tempo de contribuição, isso confere? Pode ele se aposentar com apenas 12 anos e 7 meses de contribuição? Obrigado! Aguardo!

    • Oi, Éverton, a regra de transição estabelece que o segurado que completou 65 anos em 2003, sendo contribuinte anterior a 1991, necessita de 132 meses de contribuição, ou 11 anos. Portanto, nas condições que você narra, o contribuinte tem sim direito a aposentadoria por idade.
      Pardal

  64. Maria das dores Marques disse:

    Tenho 60 anos 12 anos e sete meses de contribuição posso me aposentar

    • Oi, Maria das Dores, infelizmente não, você não pode se aposentar com apenas 12 anos e sete meses de contribuição. Tendo completado 60 anos após 2011, a carência mínima de contribuições é de 15 anos. Terá que completar para ter direito ao benefício.
      Pardal

  65. Sônia Machado disse:

    Boa Tarde Professor.

    Estou com 60 anos e penso em me aposentar, mas parei alguns anos de contribuir, voltando a alguns anos depois.
    Preciso saber, mesmo sem esse anos todos de contibuição eu posso me aposentar por idade?
    obrigada! e agrdeço muito.
    Sônia Machado

    • Oi, Sônia, a aposentadoria por idade exige 60 anos de idade para as mulheres, e um período mínimo de contribuições de 15 anos, 180 contribuições, em qualquer tempo. Assim, se no total você completa 15 anos de contribuição, pode se aposentar sim.
      Pardal

  66. sueli tavares gargiulo disse:

    contribui em dois empregos na mesma data por um ano o inss falou que não conta as contribuições dois dois somente prevalecerá a de um emprego, está correto?

    • Oi, Sueli, o tempo concomitante conta uma vez só, mas as contribuições podem ser contadas, se o limite ainda não foi alcançado e se as duas contribuições ocorreram durante todo o tempo. No seu caso, para não classificar atividade principal e secundária durante apenas um ano, prejudicando ainda mais a sua conta, o INSS deverá contar apenas um emprego.
      Pardal

  67. andrea disse:

    Boa noite. Tenho uma amiga que acabou de perder o marido. Ele tinha 58 anos e 180 contribuições, porém estava a 1 ano sem recolher nada. Ela teria direito à pensão por morte dele. Desde já agradeço a atenção. Parabéns pelo site.

    • Oi, Andrea, se não passou de um ano o período sem contribuir, o marido de sua amiga ainda estaria com a qualidade de segurado quando faleceu. Se for assim, a viúva terá direito à pensão por morte. Para receber o benefício desde a data do falecimento, ela precisa requerer no prazo de um mês. O melhor seria requerer imediatamente e depois confirmar se tem direito.
      Pardal

  68. antonio carlos peixoto disse:

    bom dia sou aposentado desde maio de 2012 por tempo de serviço 36 anos mas vou continuar trabalhando agora como informal se continuar recolhendo inss como mei por exemplo poderei pedir aposentadoria por idade também apos 15 anos de novas contribuições . ou talvez solicitar futuramente desaposentaçao se for interessante . grato

    • Oi, Antonio Carlos, não me parece uma boa idéia. Duas aposentadorias do INSS você não vai conseguir nunca; nenhum seguro social paga mais de uma aposnetadoria para o mesmo segurado. Para desaposentar teria que ter uma média melhor depois de um razoável tempo de contribuição, e ações judiciais não têm qualquer garantia; por enquanto o STF ainda não decidiu e mesmo depois de decidir pode mudar de idéia quando quiser.
      Pardal

  69. Cristiane disse:

    Bom dia professor Pardal,
    Meu pai se aposentou com 57 anos de idade em com 42 anos de contribuição, pelo fator previdenciário, ele não teve direito a aposentadoria integral ( faltou 9%), entretanto ele continuou trabalhando até os 60 anos, contribuindo normalmente. Pegunto: É possível receber o teto do INSS (aposentadoria integral)? O que podemos fazer para reverter essa situação? Exite alguma forma de fazer a desaposentação? Muito obrigada pela sua atenção, Cristiane

    • Oi, Cristiane, a tentativa seria a desaposentação para receber benefício mais favorável, mas como não existe previsão legal, só é possível através de ação judicial e o STF ainda não decidiu sobre o assunto.
      Pardal

  70. LUILIO disse:

    PRIMEIRAMENTE PARABÉNS PELO SEU BLOG!! GOSTARIA DE SABER O QUE PRECISO FAZER PARA ME APOSENTAR? HOJE TENHO 60 ANOS DE IDADE, 15 ANOS, 03 MESES E 26 DIAS DE CONTRIBUIÇÃO, SENDO QUE A ÚLTIMA CONTRIBUIÇÃO OCORREU EM MAIO/1994. AGUARDO NOTÍCIAS

    • Oi, Luilio, a aposentadoria por idade exige 65 anos para os homens e 60 para as mulheres, além do período de carência, 15 anos de contribuições, em qualquer tempo. Assim, completando a idade você terá direito a aposentadoria de um salário mínimo mesmo que não contribua mais. Para melhorar a média seria mais difícil.
      Pardal

  71. LUILIO disse:

    E MAIS, HOJE VALERIA A PENA EU REQUERER O CÁLCULO DAS COMPETÊNCIAS ALCANÇADAS PELA DECADÊNCIA PARA FAZER JUS A APOSENTADORIA

    • Oi, Luilio, não entendi que cálculo você pretenderia.
      Pardal

      • LUILIO disse:

        PRIMEIRAMENTE OBRIGADOS PELAS SUAS RESPOSTAS.

        NA REALIDADE O QUE QUERO SABER É: HOJE COM 60 ANOS DE IDADE, 15 anos, 3 meses e 26 dias de contribuição (última recolhida foi em MAIO/1994) a única possibilidade de aposentadoria é a POR IDADE, isto é, devo aguardar completar 65 anos para requerer a aposentadoria para receber um salário mínimo?

  72. Antonia de Souza disse:

    Olá Pardal!
    Faço aniversário em Maio. Em 2012 fiz 61 anos. Antes de 2007 trabalhei com Carteira assinada por 9 anos. Em 2009 voltei a contribuir com o INSS, em Julho de 2009 até agora, ou seja, 3 anos e 6 meses de contribuição. Somando os dois períodos, será que consigo me aposentar?
    Obrigada,
    Antonia

    • Oi, Antonia, o período de carência, mínimo de contribuições, para a aposentadoria por idade é de 15 anos desde 2011, quando você completou 60 anos. Assim, ainda falta algum tempo de contribuição.
      Pardal

  73. Delma disse:

    Olá Dr. Sergio!
    Aos 22 anos fui morar no Japão, residindo lá por 20 anos.
    Antes de ir para lá, trabalhei 1 ano com carteira assinada aqui no Brasil.
    Voltei a 5 anos e contribui por mais 1 ano.
    Tenho 43 anos e gostaria de saber se posso pagar de uma única vez os 15 anos de contribuição.

  74. iran matos disse:

    Boa tarde.

    Minha mãe faz 70 anos em setembro, trabalhou com carteira assinada por 05 anos antes de 1991. Esta contribuindo mensalmente atraves de carne, desde 2008 (05 anos). Quando ela poderá requerer a aposentadoria por idade?

  75. GILSON disse:

    BOA TARDE
    ATUALMENTE TENHO 15 ANOS DE CARTEIRA ASSINADA,ANTERIORMENTE TENHO TENHO
    7 ANOS E 3MESES COMO POLICIAL MILITAR ESTADUAL. POSSO CONSIDERAR QUE TENHO 22 ANOS E 3MESES DE CONTRIBUIÇÃO ?
    GRATO
    GILSON

  76. eliane disse:

    Olá tenho 42 anos e ano que vem terei 25 anos de contribuição eu ja posso me aposentar, porque sempre ouvi falar que mulher seria 25 e homem 30 mas estou vendo em alguns sites que homes seria 35 e mulher 30 é isso mesmo?
    Obrigada pela atenção.

  77. Vera Lúcia Crott disse:

    Professor, primeiramente, parabéns por suas respostas. Elas são muito esclarecedoras mas não vi nenhuma relacionada ao meu problema. São estas as minhas dúvidas:
    1) Trabalhei durante 22 anos em escola pública estadual como professora. Eu pedi exoneração pois concomitantemente trabalhava em escola particular. Durante esse meu tempo em escola pública, tirei a licença sem vencimento e NÃO paguei a previdência . Esse tempo vai ser contado para fins de aposentadoria já que estava na escola particular e havia contribuição ao INSS?
    2) Caso o tempo contado não chegue aos 25 anos e eu continuar contribuindo com o mínimo até os 6o anos, terei direito a aposentadoria com proporcionalidade ao que contribuí?
    3) O desconto aplicado é grande , se conseguir os 25 anos agora que tenho 53 de idade?
    Obrigada pela atenção! Deus o abençoe!

    • Oi, Vera Lúcia, 1) se o tempo era concomitante, não teria qualquer participação, e assim pouco importa se contribuiu ou não para a previdência do estado, se ao mesmo tempo contribuía para o INSS; 2) só se aposenta com 25 anos de trabalho se for todo ele como professora; 3) a aposentadoria por tempo de contribuição exige 30 anos para a mulher, com qualquer idade.
      Abraço do
      Pardal

  78. Maria Regina disse:

    Professor, bom dia.
    Tenho 49 anos. Já contribui ao INSS por 9 anos com carteira assinada.
    Para ter direito à aposentadoria por idade, preciso contribuir por mais
    6 anos. Se recomeçar agora com 49 anos, cumpro o requisito número de contribuições com 55 anos. Mas não terei ainda 60 anos. O que fazer?
    Continuar a pagar mesmo já tendo cumprido esse requisito?
    Desde já obrigada
    e um ótimo Ano Novo à todos

    • Oi, Maria Regina, é claro que você deve contrinuar contribuindo. O INSS oferece outros benefícios além da aposentadoria por tempo de contribuição, como auxílio-doença, invalidez ou pensão por morte, e como são benefícios por sinistros, sem data marcada, exigem a qualidade de segurado, ou seja, tem que estar contribuindo.
      Pardal

      • Maria Regina disse:

        Obrigada pelo carinho de dispensar seu tempo
        à todos nós, sempre tão cheios de dúvidas.
        No caso de uma contribuinte do INSS ser casada com um servidor federal (exército), no falecimento dela, ele tem direito à pensão do INSS?
        Muito obrigada

        Maria Regina

        • Oi, Maria Regina, tem sim. Pouco importa a atividade do viúvo, se a esposa que falece contribuía para o INSS ou já estava aposentada, ele tem direito à pensão.
          Pardal

          • Maria Regina disse:

            Muito obrigada e que Deus abencoe a sua vida e de sua família.

            Maria Regina

        • Maria José de Lima disse:

          Meu nome é Maria José de Lima, dia 09.03.2013 completo 60 anos , contribui com o INSS 17 anos e 4 meses, já posso dar entrada na minha aposentadoria? Tenho tudo comprovado, demora muito?
          Aguardo sua resposta
          Muito Obrigado.

  79. Cristiane disse:

    Prof Pardal, muito obrigada pela ajuda.
    Abçs, Cristiane

  80. Marcelo Andrade disse:

    Prof. Pardal minha esposa nasceu em 07/09/1975 e nunca contribuiu INSS, pelo que entendo ela só se aposentara aos 60 anos sendo que é necessário no minímo 180 meses de contribuição. A minhas duvidas são: inicio imediatamente o pgto ou espero ela completar 45 anos? Outro detalhe, para que ela recebe o mais proximo do teto qual sera o valor que devo pagar mensalmente? Grato

    • Oi, Marcelo, como o INSS apresenta outros benefícios além da aposentadoria por idade, inclusive para invalidez e morte, sempre é bom estar contribuindo. De qualquer forma, será impossível a aposentadoria próxima ao teto. O cálculo é feito em 70% da média mais 1% para cada ano de contribuição, sendo a média dos maiores salários que representem 80% de todos desde julho de 1994, e tendo como divisor mínimo 60% do mesmo período. Portanto, é uma média bastante difícil.
      Pardal

  81. Fernando G. disse:

    Caro Professor Sérgio, boa noite.
    Tenho 49 anos de idade e 30 anos e 9 meses de contribuição previdenciária. Em 16/12/98 eu tinha 16 anos e 8 meses de contribuição. Já posso pedir aposentadoria proporcional?

    • Oi, Fernando, a aposentadoria proporcional exige um pedágio de 40% do tempo que faltava em 15/12/98, ou seja, teria que contribuir este tempo a mais para receber 70%. Portanto, atualmente a aposentadoria proporcional não mais existe, será preciso completar 35.
      Pardal

  82. Sandro Pereira disse:

    Boa noite Professor!
    Minha Mãe tem 63 anos e 9 anos e meio de contribuição, ela parou de contribuir no ano de 1983 ela tem direito a se aposentar?

  83. liliane andrade disse:

    ola professor bom dia.por fabor me tire uma duvida,tenho uma tia com 70 anos e ela recebe o Loas,e tem medo de perder seu beneficio pois o prazo de revisao e de 10 anos e vai fazer 4 anos q ela recebe.Entao gostaria de saber se ela pode contribuir com inss,para ficar segura.Ou se pode voltar a contribuir com inss,pois ela so tem 7 anos de contribuiçao,e se voltar a contribuir nao perde o direito ao Loas,pois ela nao tem nenhuma outra renda.E de quantos anos ela vai ter que conttibuir.obrigado.

    • Oi, Liliane, o que ela não pode mesmo fazer é voltar a contribuir; quem contribui tem alguma renda e não teria direito ao benefício da LOAS. Não ocorrerá qualquer revisão nem perda de benefício, ela pode ficar sossegada e continuar recebendo o benefício assistencial.
      Pardal

  84. Graciela Maria da Silva disse:

    Boa tarde.
    Dr. sergio, gostaria de saber com que idade eu posso me aposentar tenho 32 anos e contribuo a 17 anos.
    desde já lhe agradeço.

    • Oi, Graciela, você pode se aposentar quando completar 30 anos de contribuição ou 60 anos de idade. São aposentadorias diferentes e com cálculos diferentes. Importante é observar o valor das suas contribuições para saber o que vale a pena.
      Pardal

  85. GISLAINE disse:

    OLÁ! TUDO BEM?
    MINHA SOGRA FARÁ 55 ANOS AGORA NO MES DE FEVEREIRO E FARÁ 15 ANOS DE CONTRIBUIÇÃO SOCIAL NO MES DE MAIO? GOSTARIA DE SABER SE ELA JA CONSEGUE SE APOSENTAR…POR FAVOR, NAO ENTENDO MTO DESTAS COISAS DE PREVIDENCIA, PEÇO QUE TIRE NOSSAS DÚVIDAS ASSIM QUE POSSIVEL…
    ATENCIOSAMENTE,
    GISLAINE FERNANDES FREITAS

  86. vanda doas santos dias disse:

    Tenho 48 anos e 30 anos de contribuição, posso me aposentar?

  87. tenho 63 anos e tenho mais que 15 anos de contribuição e a fui avarios lugares para tentar me aposentar,elles sempre negam,mais tenho amigas minhas que nunca trabalharaõ na vida e quando completarão 60 anos ja se aposentarão e eu aindo continuo trabalhando e contribuindo com inss,por favor me envia uma resposta.

    • Oi, Deosdete, a aposentadoria por idade para a mulher exige 60 anos de idade com no mínimo 15 de contribuição.Comprovadas as exigências, o INSS concederá o benefício. Se houverem problemas de entedimento, pode valer o ajuizamento de uma ação.
      Pardal

  88. Evânia Benício disse:

    Prof. aprendi muito lendo os comentarios anteriores. Se puder responda por favor a minha dúvida: meu pai trabalhou 19 anos no Consorcio Rodoviario de Goias(CRISA)de 78 a 97. Hoje ele tem 63 anos. Eu sei que aposentadoria por idade é só com 65. A minha dúvida é a seguinte ele trabalhou de 89 a 97 como eletricista é atividade de risco? E se for isso influenciaria em alguma coisa ou ele continua esperando chegar aos 65 anos para se aposentar. Gracias!

    • Oi, Evânia, o aumento que o tempo especial convertido pode efetivar, vale para o cálculo da aposentadoria por idade, mas é preciso a informação da empresa empregadora, o antigo SB40 e atual PPP. Além disso, para ter algum resultado, é preciso que média de contribuições seja maior que um salário mínimo. No caso de segurado que não está contribuindo por um bom tempo após julho de 1994, o benefício será de um salário mínimo, pouco importando então qualquer tempo além dos necessários 15 anos.
      Pardal

  89. fabiano disse:

    bom dia, tenho uma duvida sobre aposentadoria proporcional, meu pai sempre contribui sobre o salario minimo e hoje tem 55 anos de idade e 30 anos de contribuição, eu posso pedir a aposentadoria proporcional ou tenho que esperar completar os 34 anos de contribuição, sendo que os 4 anos seria de pedágio??

    • Oi, Fabiano, a aposentadoria proporcional não existe mais, foi extinta em 1998 por emenda constitucional. As regras de transição são muito duras e atualmente já não valem mais a aplicação. Observe que com 34 anos de contribuição (se completasse o pedágio, não fiz a conta…) lhe dariam 70% da média multiplicada pelo FP; com mais um ano de contribuição o percentual seria 100%. A diferença é muito grande para valer a pena.
      Pardal

  90. Luiz Carlos Chacon disse:

    Tenho 60 anos e 37 anos de contribuição mas deixei de contribuir por alguns mêses. Mesmo tendo os 37 anos de contribuição, o periodo que deixei de contribuir pode comproneter meu pedido de aposentadoria?

  91. Charles disse:

    Uma cliente ja tem 60 anos e já contribui mais de 180, mais a prefeitura não repassou para o inss e agora o que fazer?

    • Oi, Charles, se ela servidor sob o regime celetista, a prefeitura é obrigada a contribuir para o INSS e a responsabilidade de fiscalizar é do próprio INSS. Porém, se as contribuições se deram no regime próprio de servidor público, não vale a transferência para o regime geral (INSS). A carência de 15 anos tem que ser de contribuições no próprio INSS.
      Pardal

  92. Talita disse:

    Professor, tudo bem? Minha mãe contribuiu 7 anos, depois ficou vários anos sem contribuir. Voltou a contribuir há algum tempo (cerca de dois ou três anos), especificamente para aposentadoria por idade (código 1473). Após o retorno das contribuições, recolheu 11% do salário mínimo. Um advogado nos orientou em recolher 20% do salário, pois disse que teria direito também ao auxílio-doença caso necessitasse, e assim fizemos. Minhas dúvidas são: a)quais os benefícios abrangidos quando se contribui com 11% de um salário-mínimo (contribuições estão sendo feitas no código 1473)?; b) quais os benefícios abrangidos quando se contribui com 20% de um salário-mínimo (contribuições estão sendo feitas no código 1473); c) no caso dela, haverá alguma diferença no valor da aposentadoria por idade se contribuir com 11% ou 20% sobre um salário mínimo? Hoje ela tem 54 anos, e quando completar os 60 anos, também completa as 180 contribuições. Grata.

    • Oi, Talita, o único benefício diferente pela contribuição de 20% é a aposentadoria por tempo de contribuição, que com certeza não é a intenção de sua mãe. Os benefícios decorrentes de sinistros, auxílio-doença, aposentadoria por invalidez e pensão por morte, fazem parte do plano dos que contribuem com 11%. Evidentemente qualquer benefício será no valor de um salário mínimo. Portanto, pode contribuir com 11% do salário mínimo sem qualquer risco.
      Pardal

  93. joice disse:

    ola, minha mãe vai completar 58 anos e trabalhou registrada desde 82 a 91 como empregada domestica em um sitio desde então trabalhou na lavoura será que ela consegue aposentar pelo sistema rural???

  94. Sandro Pereira disse:

    Boa noite Professor Sérgio!
    Minha Mãe tem 63 anos e 9 anos e meio de contribuição e parou de pagar em 1983, ela ainda tem como se aposentar e quantos anos faltaria para isso e será que teria como pagar tudo de uma só vez?

    • Oi, Sandro, as seguradas que completaram 60 anos em 2009 têm que ter o mínimo de 14 anos de contribuição, e não se pode pagar de uma vez só, a não ser que prove que era devedor. Por exemplo, inscreveu-se como autônomo, pagou um período e parou; não é o caso da sua mãe. Portanto, a saíde é passar agora a contribuir até completar a carência.
      Pardal

  95. Sandro Pereira disse:

    Bom dia Professor Sérgio!
    Sou militar da ativa e me aposento com 30 anos de serviços prestados em 2022, gostaria saber se posso contribuir para previdencia e me aposentar tambem pelo INSS.

    • Oi, Sandro, sendo servidor público vinvulado a um regime próprio, como é o seu caso, não poderá contribuir para o INSS como segurado facultativo. Agora, se puder efetivamente prestar serviços vinculados ao INSS, como empregado ou autônomo, poderá contribuir e acumular benefícios.
      Pardal

  96. Vera Lúcia Crott disse:

    Obrigada pela atençao das respostas! Vou fazer outras perguntas porque acho que não fui clara nas anteriores:
    1)Somando os tempos de contribuição como professora, talvez complete 25 anos, e esta é minha dúvida: 22 anos de professora de escola pública e 12 anos de professora em escola particular. Acontece que pedi exoneração em 2009, APÓS uma licença sem vencimentos. Essa lacuna de um ano vai ser contado como tempo de serviço ou não? Pois nesse período eu continuei na escola particular, até dez 2011. Se esse tempo em que fiquei de licença vai ser contado como trabalho de professora ou terei que entrar com recurso caso não contem? Lembrando que não contribuí para o Estado mas estava trabalhando como professora na escola particular.
    2. Entendi certo? mulher com 30 anos de contribuição pode se aposentar com qualquer idade ? E recebe pela média das contribuições?
    Obrigada pela paciência em ler e responder!!!

    • Oi, Vera, vamos lá: 1) se eu bem entendi, você se aposentará pelo INSS, trazendo o período de escolas públicas; desta forma, o período de licença sem remuneração no serviço público pouco importa, já que no mesmo período você lecionava na escola particular, vinculada ao INSS; lembre que os períodos concomitantes, quando você lecionou na escola pública e na particular, valem uma vez só, não se contam duas vezes; assim, juntando a certidão de tempo na escola pública, completando 25 anos como professora, você pode se aposentar no INSS. 2) a mulher com 30 anos de contribuição se aposenta com qualquer idade, mas a média de contribuições é multiplicada pelo fator previdenciário, que leva em conta a idade.
      Pardal

  97. Elaine da Silva disse:

    Dr Sérgio tenho uma duvida, com 31 anos de contribuição e 46 de idade consigo me aposentar por tempo de serviço?

  98. Antonio Carlos Teixeira disse:

    Dr. Sergio, tenho 38,4 anos de contribuição(desde 1974) e estou com 59 anos de idade gostaria de saber se eu me aposestar agora teria incidencia do fator previdenciario e em caso positivo quando isto deixaria de ocorrer.
    Obrigado pela ajuda
    Antonio Carlos

    • Oi, Antonio Carlos, no site da previdência você pode consultar a tabela do fator previdenciário com a sua idade e tempo de contribuição e verificar se alcançou o FP igual a 1, mas, de qualquer forma, na maioria das vezes o dinheiro que você deixa de receber enquanto aguarda não se recupera com a diferença conseguida. Temos muitos artigos neste blog sobre esta questão.
      Pardal

  99. Luiz Carlos Chacon disse:

    Tenho 60 anos e como autônomo deixei de contribuir os seguintes anos:
    1990 por 10 mêsee
    1991 por 06 mêses
    1995 por 08 mêses
    1997 por 11 mêses
    1998 por 12 mêses
    1999 por 12 mêses
    2000 por 05 mêses
    2001 por 06 mêses
    2002 por 01 mês
    2004 por 01 mês
    2007 por 01 mês
    embora já havia contribuido 21 anos até 1989 como empregado e autônomo e completado agora 38 anos de contribuição.
    Tenho que recolher os mêses que deixei de contribuir? mesmo já tendo completado 38 anos?

    • Oi, Luiz Carlos, não precisa contribuir o tempo faltante, como autônomo você decide se efetivamente trabalhou no mês, e portanto, se vai contribuir ou não. Para a aposentaoria por tempo de contribuição, são necessários 35 anos com qualquer idade, e para a aposentaodoria por idade necessita 65 anos tendo no mínimo 15 de contribuição. A diferença é o fator previdenciário, obrigatório na por tempo de contribuição.
      Pardal

  100. wagner machado de azevedo disse:

    Muito bom, parabens, conseguiu tirar todas as duvidas que eu tinha em relação a aposentadoria.

  101. Professor parabens pelo blog, inicie a leitura e esclareci varias duvidas, mas como todos aq tmb tenho perguntas, minha mae trabalhou varios anos de domestica com carteira assinada e nao teve contribuiçao ao inss pois nao era obrigado a recolher naquela epoca assim disse o empregador, entao ela perdeu todos esses anos nao conta para aposentadoria? E outra duvida e em relaçao ao meu pai eles sao casados e ele ja recebe um auxilio doença ela nao podera aposentar por idade mesmo contribuindo os 15 anos? Desde ja agradeço a resposta, obrigada.

    • Oi, Laura, o tempo de empregada doméstica necessita realmente do carnê para comprovar o pagamento, mas a responsabilidade é do patrão. Se ainda não fizeram dois anos do fim do contrato de trabalho, caberia uma reclamação trabalhista para que o empregador cumpra suas obrigações previdenciárias. Em relação aos dois benefícios, não tem nenhum problema, seu pai como segurado contribuinte tem direito a um benefício e sua mãe, também segurada contribuinte, tem direito ao seu benefícios sem qualquer relação com o casamento.
      Pardal

  102. antonio sairo sales alves disse:

    doutor pardal,por favor me tire uma duvida,meu pai tem 24 anos de contribuição e 61 anos de idade .ele consegue se aposentar hoje. e ele trabalhou muito tempo na roça,que tipo de papel seria necessário apresentar para que este tempo de serviço possa ajudar na aposentadoria.desde já agradeço.

    • Oi, Antonio, seu pai só poderá se aposentar quando completar 65 anos de idade. Por tempo de contribuição ainda faltariam 11 anos, e para provar tempo rural é preciso ter documentos da época comprovando o trabalho rural.
      Pardal

  103. Boa noite! Encontrei aqui respostas as muitas dúvidas…muito esclarecedor.
    Minha situação é a seguinte: Tenho 54 anos, inicei contribuindo com o INSS em 1973….ao todo são 14 anos de contribuição..o restante do tempo trabalhei como autônomo e não recolhi o INSS.Para ter direito a aposentadoria por idade é somente ao 65 anos, e por isso vou começar este mes a recolher o INSS como contribuinte individual com a alíquota de 11% sobre o sal.minimo. Favor informar quanto tempo terei que contribuir para ter direito a aposentadoria por idade. Obrigado e aguardo por gentileza um retorno.

    • Oi, Claudio, a aposentadoria por idade exige para o homem 65 anos tendo no mínimo 15 anos de contribuição (período de carência). Assim, se você já tem 14 anos de contribuição, faltaria apenas um. Por outro lado, é bom obervar que ainda falta bastante tempo para você completar a idade, 11 anos, e neste tempo tudo pode acontecer; assim, lembro a você que o INSS também paga auxílio-doença, aposentadoria por invalidez ou pensão por morte, mas só quando a vítima, da doença, invalidez ou morte, no ato da ocorrência tem a qualidade de segurado. Portanto, o melhor caminho e continuar contribuindo até o momento em que se aposentar.
      Pardal

      • Dr. Sérgio, muito obrigado por retornar rapidamente com a resposta e esclarecer minha dúvida. Parabéns por sua disposição em ajudar-nos…somos na maioria leigos no assunto quando trata-se de previdência, e quando achamos que entendemos, ai vem novas regras e nos deixa sem saber de nada novamente.

      • Só mais uma dúvida: quando completar a idade de 65 anos e tendo o tempo de 15 anos de contribuição, vou requerer a aposentadoria por idade.Informe se o valor que o INSS paga para este tipo de aposentadoria é o salario minimo cheio, ou é algo tipo 70%…80%… sobre o sal.minimo? Obrigado.

  104. Antonia de Souza disse:

    Olá Prof Pardal, tenho 62 anos de idade, 9 anos de carteira assinada e 3 anos de contribuição por GPS. Trabalhei um tempo como empregada doméstica, em duas residências, mas não tenho mais contato com os antigos “patrões”, pois já faz algum tempo. Como faço para comprovar esse período para completar os 15 anos e pedir a minha aposentadoria?
    Obrigada, Antonia

  105. Prezado Dr.Sérgio
    Solicito seu esclarecimento para o meu caso:
    . Trabalhei durante 22 anos e 6 meses em empresas (INSS)
    . Há quase 13 anos sou professora na rede estadual (SP).
    Pretendo ir ao INSS e juntar 18 anos com o estado e pedir a aposen-
    tadoria dentro de 1 ano (já tenho 51 anos). O restante do tempo deixaria para me aposentar pelo INSS com 61 anos (completando 15 anos de contribuição.
    . Além disso, estou assumindo outro cargo no estado, onde pretendo trabalhar mais 10 anos e depois ter um complemento na primeira aposentadoria.
    . O que o Sr. Acha das minhas pretensões? Poderá ser assim?
    Aguardo sua orientação.
    Muito grata.

    • Oi, Telma, só não vejo possibilidade de “complementar a primeira aposentadoria”, sendo dois regimes diferentes, mesmo sendo serviço público. De qualquer forma, para ter certeza de suas “pretensões” é preciso estudar as leis e fazer contas.
      Pardal

  106. Daianne disse:

    Oii boa noite, gostaria de fazer uma pergunta. Meu Pai teve somente na juventude dele dois anos de carteira assinada e depois somente trabalhou como rurícula bracal e nunca mais teve carteira assinada, hoje ele tem 55 anos, eu consigo aposentar ele por idade? Ou não tenho nenhum tipo de benefício ?
    Obrigada
    Daianne Constantino

    • Oi, Daianne, para se aposentar por idade aosa 60 anos (direito do rural) ele deveria comprovar 15 anos de atividade rural, mas estando nela quando for se aposentar. Fora isto, ele pode se aposentar por idade aos 65, se completar 15 de contribuição, ou,com a mesma idade, solicitar o benefício da Lei Orgânica de Assistência Social, LOAS, se estiver sem qualquer rendimento.
      Pardal

      • Daianne disse:

        Olá Sergio … Obrigada pela resposta mas como eu disse ele não tem nada na carteira como rurícula (sem comprovante nenhum e muito menos carteira assinada para provar que ele trabalhou) somente dois anos de registro quando era mais novo, então ele não tem contribuição nenhuma, a não ser os dois anos que falei. Agora não sei se entendi direito … me corrija se eu estiver errada .
        Ele pode aposentar por idade mesmo não tendo contribuído ?

        • Oi, Daianne, não, ele não pode se aposentar por idade sem ter contribuído. O que ele pode fazer é requerer o benefíco da LOAS, Lei Orgância de
          Assistência Social, aos 65 anos, se estiver em condições de miséria, sem qualquer rendimento.
          Pardal

  107. Adriano Bellaver disse:

    Olá,
    Tenho um questionamento a respeito de uma senhora com 59 anos e quer aumentar de dois para três salários de benefício, poderá ela fazer no último ano aumentar mais um para receber por três salários, já que conta com 59 anos?

    • Oi, Adriano, a base de cálculo da aposentadoria é a méedia dos maiores salários que representem 80% de todos desde julho/94, sendo, para os benefícios voluntários, o divisor mínimo em 60% do mesmo período. Portanto, o aumento nas contribuições do último ano terá um retorno muito pequeno, quase invisível.
      Pardal

  108. Denice Souza disse:

    Boa tarde tenho 57 anos gostaria de saber se ainda tenho possibilidades de ter uma aposentadoria para pagar por conta propria
    pois pouco trabalhei e sou casada e como sei que casamentonão e aposentadoria e trabalho vendendo por conta propria e hoje meus filhos criados penso um pouco em mim…Obrigado

    • Oi, Denice, para a aposentadoria por idade que a mulher tem direito aos 60 anos, é necessário ter um período de contribuições de 15 anos.
      Pardal

      • Denice souza disse:

        Boa noite…Tudo bem, entendi ,mas gostaria de saber se ainda posso pagar e qual o valor obrigatório e se posso pagar alguns anos adiantado?Pois meu trabalho e muito cansativo e sei que um dia não poderei trabalhar mais…Obrigado..

        • Oi, Denice, as contribuições só podem ser feitas mensalmente, nem no passado nem no futuro, e provavelmente seu benefício será em um salário mínimo, sem que você consiga uma média melhor; portanto, a contribuição deve ser sobre um salário mínimo.
          Pardal

  109. iolanda dos santos disse:

    boa tarde, Dr Sergio estou com duvida, em 18/o2/2013 vou completa 60anos de idade e tenho 15 anos e 5 meses de comtribuiçao. Gostaria de saber se ja posso pedir minha aposentadoria no mes do meu aniversario, e pra que numero eu ligo para agenda? Obrigada Iolanda

  110. Antonia de Souza disse:

    Olá Prof Pardal, tenho 62 anos de idade, 9 anos de carteira assinada e 3 anos de contribuição por GPS. Trabalhei um tempo como empregada doméstica, em duas residências, mas não tenho mais contato com os antigos “patrões”, pois já faz algum tempo. Como faço para comprovar esse período para completar os 15 anos e pedir a minha aposentadoria?
    Obrigada, Antonia

    • Oi, Antonia, infelizmente será muito difícil provar tal tempo. Nos contrato de trabalho como doméstica é necessário ainda provar as contribuições através de carnês; a responsabilidade é do patrão, mas tem que provar.
      Pardal

  111. Ola Prof. eu tenho 4 anos de contribuiçao pelo INSS e 49 de idade, atualmente trabalho em um serviço publico municipal, sera q posso continuar contribuindo ao INSS para me aposentar futuramente pois eu contribuo aq com uma previdencia propria e possivel ter as 2 aposentadoria?

    • Oi, Laura, o servidor público que é vinculado a um regime próprio só pode se vincular ao INSS se efetivamente puder efetuar alguma atividade na área privada. Não poderia contribuir como segurado facultativo.
      Pardal

  112. Adriano Bellaver disse:

    Olá Professor.

    Tenho mais um questionamento: Uma pessoa que trabalhou no meio rural mas que mora no meio urbano já há 15 anos e conta com 71 anos é possível aposentá-la como segurada especial? Faço essa pergunta porque ela conta com 15 anos de atividade rural!!! Porém quando tinha 55 anos deixou passar o tempo sem requerer a aposentadoria especial. Gostaria de seu parecer nesse caso. Obrigado.

    • Oi, Adriano, se ele prova que tinha direito aos 55 anos, terá tal direito a vida inteira, quando requerer. Para se aposentar como rural é preciso estar nesta atividade rural quando solicita o benefício.
      Pardal

  113. SERGIO RIBEIRO disse:

    BOM DIA TENHO 43 ANOS DE IDADE E TENHO 19 ANOS DE CONTRIBUIÇAOTRABALHO NA AREA DE SAUDE GOSTARIA DE SABER QUANTO TEMPO FALTA PARA MIM APOSENTAR

    • Oi, Sergio, se você comprovar através das informações das empresas empregadoras que ficou em atividades com exposição habitual e permanente aos agentes nocivos poderá se aposentar quando completar 25 anos.
      Pardal

  114. roberto anjuleto disse:

    minha esposa trabalhou 12,5 anos em grafica ou seja isalubre vai completar 60 anos em 06/02/2013 sera que ela pode se aposentar por idade

    • Oi, Roberto, os 15 anos de contribuição completam o denominado período de carência, e nestes casos não existe conversão de termpo especial em tempo comum, o que vale mesmo é o tempo de contribuição, pouco importanto a atividade.
      Pardal

  115. roberto anjuleto disse:

    desculpe dr sergio eu nao dei boa tarde entao boa tarde

  116. tarcisio ramos disse:

    trabalho a 24 anos na mesma empresa me disseram q se eu completasse 25 anos de cateira numa mesma empresa eu possso dar entrada na minha aposentadoria e verdade issto

    • Oi, Tarcisio, infelizmente não é verdade não. A aposentadoria com 25 anos de trabalho é possível apenas quando exposto de forma habitual e permanente aos agentes nocivos. Se o trabalho é comum, a aposentadoria só será possível, para o homem, quando completar 35 anos de contribuição.
      Pardal

  117. roberto anjuleto disse:

    dr sergio existe bonus do inss pois eu fiz uma simulacao no site do inss e ficou assim 12.5 +5 total 17.5 anos isto em relacao a contagem da minha esposa,obrigado mais uma vez

    • Oi, Roberto, não se trata de bônus, é apenas para o cálculo do fator previdenciário que a mulher, já que se aposenta 5 anos antes, tem o acréscimo de cinco anos ao tempo de serviço/contribuição; mas é apenas para o cálculo do fator previdenciário, não vale para mais nada.
      Pardal

  118. Guilherme Ribeiro disse:

    Prezado Dr. Sérgio,
    Contribui no inicio de minha vida profisional por 6 anos,depois passei longos anos sem contribuir.Atualmente contribuo com 11%, que pretendo contribuir até completar a carência de 15 anos, portanto mais 9 anos.Pergunto: O valor que contribui e o tempo serão considerados,aumentando um pouco o que receberei no futuro?O mínimo que o INSS paga é o salário mínimo?
    Desde já agradeço o enorme serviço que o senhor presta à comunidade.

    • Oi, Guiherme, contribuindo com 11% sobre o salário mínimo a sua aposentadoria por idade será de um salário mínimo, mesmo que por algum tempo anterior você tenha contribuído com valores maiores. E o INSS não pode pagar qualquer benefício que substitua a remuneração abaixo de um salário mínimo.
      Pardal

  119. Renata Andrade disse:

    Bom dia Dr Sergio!
    Fiz uma simulação no site da previdencia para a aposentadoria proporcional de minha mae.Ela tem 48 anos de idade e ja contribuiu por 15 anos e 8 meses.No caso dela,pode-se aposentar ja ?Ou somente ela conseguira aposentar integralmente,quando atingir a idade?Quando tiver 60 anos,ira ter 27 anos de contribuição,correto?Muito obrigada pela atenção.

    • Oi, Renata, a aposentadoria por idade só é devida à segurada quando ela completa 60 anos de idade já tendo no mínimo 15 anos de contribuição. O cálculo deste benefício é feito em 70% da média com mais 1% para cada ano de contribuição. Desta forma, se os salários são superiores ao salário mínimo, existe uma boa diferença com o tempo de contribuição que o segurado possui; porém, se durante todo o tempo de contribuição esta se fez sobre um salário mínimo, então tanto faz o tempo superior a 15 anos, porque o mínimo que o INSS tem que pagar é um salário mínimo.
      Pardal

      • Renata Andrade disse:

        Bom dia Dr Sergio.Obrigada pela informação com relação ao calculo do valor,mas na realidade quero saber se aos 48 anos de idade e com 15 anos e 8 meses de contribuição,ela consegue a aposentadoria por tempo de contribuição proporcional.Ela começou a contribuir em fevereiro/1990.Mais uma vez,muito obrigada.

        • Oi, Renata, claro que não! Tendo, no mínimo, 15 anos de contribuição, ela pode se aposentar por idade quando completar 60 anos. A aposentadoria por tempo de contribuição exige, para a mulher, 30 anos de contribuição, e a proporcional, que nem existe mais, exigia 25 anos de contribuição.
          Pardal

  120. Marcelo Andrade disse:

    Professor Pardal, boa tade!
    Sou de Dez/73 e comecei a trabalhar em 1988 aos 14 anos.
    Paguei INSS por 5 anos (Pagava praticamente o piso) e depois fiquei aproximadamente 10 anos sem pagar (autônomo). Desde nov/2002 contribuo com o teto (10 anos).
    Até hoje somanos 15 anos de contribuição, para que eu me aposente com o teto devo pagar sobre o teto pelos próximos 21 anos pois farei 60 anos de idade e 36 de contribuição correto? A minha dúvida é a seguinte: Caso eu queira e tenha condições de me aposentar aos 50 anos e queira continuar pagando INSS pelo teto como autônomo até completar os 60 anos de idade e 35 de contribuição eu receberei pelo teto? Eu posso fazer isso, claro que mantendo até os 50 anos de idade a contribuição ao INSS pelo teto. Serão 31 anos de teto e 5 de piso mínimo.
    Grato,
    Marcelo Andrade

    • Marcelo, a desaposentação é uma luta judicial porque este instituto não tem previsão legal, ou seja, a desaposentação não é prevista em lei e, portanto, depois que o STF decidir seu funcionamento, será feita uma lei impedindo que ela aconteça. Portanto, muito provavelmente se você conseguir se aposentar com 50 anos (muito difícil) não terá chance de nova aposentadoria depois. De qualquer forma, as previsões para muito futuro são difíceis, mas você deve se lembrar que a média, conforme a lei atual, utiliza os maiores salários representando 80% de todos desde julho de 1994, sendo o divisor mínimo para os benefícios voluntários 60% do mesmo período.
      Pardal

  121. Boa Tarde Prof. grata mais uma vez por esta esclarecendo as duvidas de muitas pessoas leigas como eu, pois a minha duvida e tmb de varios colegas e estou esclarecendo a eles tmb. Prof, e possivel uma pessoa aposentar aos 44 anos tendo 25 de contribuiçao em exposiçao insalubre?
    Se hoje eu estou contribuindo em uma previdencia propria tem como eu fazer a transferencia da contribuiçao passada do INSS ao meu atual ou eu perco tudo o q eu contribui ao INSS no passado.

    • Oi, Laura, é possível sim, após 18 anos é possível trabalhar em condições especiais e, completando 25 anos de trabalho, aposentar-se aos 43 anos de idade. O que você está chamando de previdência própria deve ser a previdência de servidores públicos. Se for assim, para tranferir um tempo do INSS para o regime próprio basta requerer uma certidão do INSS e levar para averbar no serviço público. O que não se pode levar é tempo concomitante, trabalhado junto, ao mesmo tempo que o serviço público.
      Pardal

  122. Marcos disse:

    Dr. Sergio, gostaria de uma informação, tenho um amigo, que fez um concurso na prefeitura de gari seu salario iniciar era de 90,00 , em 1998, em 2001 ele se aposentou como segurado especial, agricultor, mais continuor trabalhando na prefeitura hoje faz 15 anos de contribuição para previdencia social, mais esse ano no cadastramento de funcionario ele falaram que meu amigo tinha que deixar o emprego sem direito algun, porque tem 72 anos,

    • Oi, Marcos, realmente aos 70 anos de idade o servidor público é aposentado de forma compulsória. Para se ter idéia do que aconteceu é preciso saber como ele se aposentou e em que regime de previdência ele contribuiu na prefeitura.
      Pardal

  123. Patricia disse:

    Minha mãe tem 65 anos de idade e atingirá a 180º contribuição como facultativa em fevereiro de 2013. Quando ela poderá solicitar a sua aposentadoria por idade?

  124. Prof. Boa Noite, a minha mae tem 56 anos de idade e 106 meses de contribuiçao faltando 74 meses para aposentar, tem possibilidade de pagar mais de uma mensalidade por mes pra ela se aposentar com 60 anos ou esta fora de cogitaçao, desde ja agradeço a resposta, obrigada.

  125. Adriano Bellaver disse:

    Olá, Professor.

    Sim entendo o que disse na resposta acima que terá direito mesmo com 71 anos se continuasse como agricultora, acontece que já está no meio urbano há 17 anos!!! Gostaria que o senhor me ajudasse…Como fazer prova com declaraçãoes de sindicatos rurais? Declaração do proprietário da terra onde trabalhou? Será que essas provas mais provas testemunhais seriam suficientes para conseguir a aposentadoria de segurado especial?

    • Oi, Adriano, o tempo rural exige indícios de prova através de documentos da época e não atuais. Além disso, só será possível aposentá-lo como rural, se além de provar os 15 anos, ainda comprovar que quando ele teria direito ao benefício, aos 60 anos, estava em atividade rural. Como 71 anos de idade menos os 17 de meio urbano resultam em 54 anos, será muito difícil conseguir tal benefício.
      Pardal

  126. Patricia disse:

    Bom dia professor:

    Minha mãe tem 65 anos de idade e contribui como facultativo, desde fevereiro de 1998, sem interrupções. Portanto, completará o tempo de contrubuição (180 contribuições) em fevereiro de 2013. Como o vencimento da contribuição referente a fevereiro é 15/03/2013, ela poderia pagar o valor da contribuição já em fevereiro e solicitar a aposentadoria neste mesmo mês ou teria que esperar até o mês de março e fazer a solicitação somente após o dia 15/3/13?

  127. andreia disse:

    Bom dia
    Minha mãe já contreubuiu 14 anos e 2 meses, e completou 60 anos em 2007, será que ela já pode pedir a aposentadoria, é melhor ir direto no inss ou pela internet? A advogada falou pra ela que ela tem que completar os 15 anos de contrubuição, mas lendo seu blog vi que no caso dela não precisa. Me ajude.

    • Oi, Andreia, ela só pode se aposentar com menos do que os 15 anos de contribuição se a primeira contribuição dela for anterior a 1991, quando o período de carência foi alterado. Verifique isto. Se todas as exigências estiverem completas, basta você telefonar ao INSS e marcar a data de comparecimento para levar a documentação e obter o benefício.
      Pardal

  128. Andréia da Silva Ferreira disse:

    Bom dia, Dr Sergio. A minha dúvida é a seguinte, a minha mãe completou 65 anos essa semana, nunca contribuiu, ela aposenta? tenho um irmão que recebe um benefício que vem no nome da minha mãe porque ela é tutora dele, só moram os dois e vivem com essa renda de 1 salário mínimo, ela até foi no INSS que pediram que ela fizesse um agendamento pelo 135, mas ela tem medo de mexer com a aposentaria dela e dar problema no benefício que ela recebe do meu irmão e com já disse antes é a única renda que ela possui, o que pode ajudar? desde já agradeço sua atenção.

    • Oi, Andréia, o máximo que pode acontecer é trocar o benefício de um pelo de outro, com o mesmo valor de um salário mínimo. Portanto, ela não vai perder nada. É provável que o INSS entenda que com o recebimento do benefício de seu irmão inválido, sua mãe não estaria em estado de miséria, e por isso negue o benefício, mas nada pior do que isto pode acontecer.
      Pardal

  129. Andréia da Silva Ferreira disse:

    Dr Sergio, esqueci de dizer esse benefício do meu irmão é porque ele é deficiente mental.

  130. Evânia Benício disse:

    Eu, como concurseira, estou me preparando para Analista do INSS fiquei encantada com a riqueza de conhcecimento que é o seu blog, PARABÉNS!

  131. Dr. Sérgio Pardal, boa tarde. Vou completar 60 anos em junho/13. Tenho 31 anos de contribuição. Saí da empresa em 01/10/2012. Estou pagando o valor máximo R$ 783,24 de contribuição ao INSS. Pergunto: até que mes devo pagar essa contribuição se quero aposentar por idade? Agradeço muito se me responder. ObrigadaSergio Pardal Freudenthal disse:

    30 de dezembro de 2012 às 23:30

    Oi, Elza, você não precisa pagar mais nenhuma contribuição; manterá a qualidade de segurado com certeza até completar 60 anos no próximo mês de junho, já tem mais de 30 anos de contribuição e as próximas contribuições teriam uma influência muito pequena na média.
    Pardal

    QUERO LHE PERGUNTAR MAIS UM ITEM: Vou me ausentar do País em Maio/2013 por um período de 6 meses. Posso dar entrada na minha aposentadoria antes de completar os 60 anos? Tipo 2 meses antes? Agradeço mais esse seu retorno. Abrs

  132. Janaina Truffi disse:

    Boa tarde, Dr. Sérgio!
    Tenho 48 anos de idade e dentro de um ano completarei 30 anos de carteira. Pago hoje cerca de 430,00 reais ao INSS. Valeria a pena eu me aposentar e continuar contribuindo com o INSS, por exemplo com o valor máximo? Eu poderia fazer isso? E, em caso positivo, por qto tempo mais me aconselharia?
    Antecipo meus agradecimentos.

    • Oi, Janaina, a lei não prevê esta idéia de se aposentar, continuar contribuindo e melhorar o benefício depois. O que existe é uma ação judicial de desaposentação, cujo resultado ainda não se conhece. Pode até valer a pena se aposentar já, é uma questão de fazer cálculos, mas a idéia que você apresenta seria inviável. A desaposentação é tentada para os trabalhadores que continuaram empregados, e portanto, contribuindo involuntariamente.
      Pardal

      • Janaina Truffi disse:

        Grata pela atençao!
        Apenas mais uma dúvida: sou tecnica quimica em uma universaidade estadual e recebo o grau máximo de insalubridade. Saberia me dizer se isso, por si só, me daria o direito à aposentadoria especial?

        Parabéns pela iniciativa do blog!

        • Oi, Janaina, para a aposentadoria especial é preciso a informação da empresa empregadora (antigo SB40, atual PPP) comprovando a exposição habitual e permanente aos agentes nocivos; não basta o pagamento do adicional de insalubridade.
          Pardal

  133. josefa disse:

    Tenho 59 anos sou professora,tenho 33 anos de contribuição será que tenho perca se mim aposentar.

    • Oi, Josefa, a melhor saída é fazer uma simulação no site do INSS e ver como ficará sua aposentadoria. Provavelmente o seu fator previdenciário já estará acima de 1, favorável. Ao fazer a simulação informe que é professora.
      Pardal

  134. Prof, Boa Noite. O que significa esses 6 meses q aumentam todos os anos praticamente para se aposentar nessa tabela progressiva de carencia? Comecei a me preocupar e a nao entender tmb. Grata.

    • Oi, Laura, a tabela descrita no artigo 142 da lei 8.213/91 trata da regra de transição para quem já era segurado do INSS na promulgação da lei. Quem entrou no sistema a partir de 1991 já tem a exigência do período de carência de 15 anos, enquanto até aquela data a exigência era somente de 5 anos. Portanto, só pode utilizar a tabela de transição quem já estava no seguro social em 1991, e cada ano que foi passando o período de carência aumentava 6 meses até atingir em 2011 os 15 anos.
      Pardal

  135. lucimar vieira de lima disse:

    olá tenho 66 anos e 10 anos de contribuição posso pedir a aposentedoria?grata.

  136. Adriano Bellaver disse:

    Olá, Professor Pardal.
    Gostaria de agradecer aos seus esclarecimentos e, aproveitar a oportunidade para parabenizá-lo pela iniciativa do blog!

    Att.: Adriano Bellaver.

  137. Ingrid Koplin disse:

    Olá, Professor Pardal.
    Meu marido até 1996 trabalhou no bco do Brasil com salário alto, (média de 8 salários), por 16 anos. Ficou até 2004 sem contribuir, desde então contribui com salário minimo como individual. Minha duvida se vale a pena pagar por mais 5 anos (vai receber mais de 2 salários?) ou ir para a proporcional, que provavelmente será salário minimo a receber. Preciso resolver pois no ano que vem vou continuar a pagar a minha contribuição de 15 anos. Agradeço desde já, Ingrid.

    • Oi, Ingrid, se o seu marido está contribuindo desde 2004 sobre um salário mínimo, será muito difícil melhorar a média, já que contabiliza os maiores salários representando 80% de todos desde julho de 1994 e tem como divisor mínimo o valor de 60%. Se ele já conta com 65 anos de idade, a melhor saída será se aposentar já, com um salário mínimo.
      Pardal

  138. silma rocha disse:

    Olá tenho 52 anos e 22 de contribuição, sou funcionária pública e gostaria de sabr com quantos anos posso me aposentar. Ou já posso pedir a aposentadoria parcial.

    • Oi, Silma, não existe aposentadoria parcial. Se você é servidora pública, deve estar vinculada a um regime próprio de previdência social e deverá obedecer às regras de transição, especialmente se quiser se aposentar com o valor do último salário.
      Pardal

  139. Leni Santeramo disse:

    Boa Noite,
    minha dúvida é a seguinte trabalhei em uma empresa em 1984 foi a primeira empresa que trabahei foram 2 anos lá e verifiquei pelo CNIS que ela só recolheu por 6meses e os outros 1ano e 4 meses não recolheu mas na minha carteira consta o registro e também no CNIS hoje tenho 18anos de contribuição e 47 de idade com quantos anos irei aposentar por contribuição e quanto falta ainda para contribuir.

    • Oi, Leni, a aposentadoria por tempo de contribuição exige da mulher 30 anos de contribuição e do homem 35. Se a sua carteira de trabalho não tem qualquer rasura, o INSS terá que aceitar o tempo, afinal a responsabilidade contributiva é do patrão e de fiscalizar é do INSS. Será importante se você tiver alguma documentação da época, como por exemplo a rescisão do contrato.
      Pardal

  140. Leni Santeramo disse:

    Minha tia trabalhou em 1970 e nunca mais contribuiu para previdencia ela tem 60 anos de idade o marido é autonomo e não tem renda boa, ela poderá se aposentar por idade ou solicitar o beneficio da prestação continuada ou se ela começar a contribuir com carnê o que pode acontecer?

    • Oi, Leni, para a aposentadoria por idade, a mulher precisa ter 60 anos de idade e 15 anos de contribuição em qualquer momento. Para o benefício assistencial, sem contribuições, terá que ter 65 anos de idade e estar em condições de miséria.
      Pardal

  141. eliane tavares disse:

    Olá professor
    Meu pai completará 65 anos em março, ele tem 13 anos e 3 meses de contribuição,ele não trabalha mais, poderá se aposentar por idade?
    E o tempo de contribuição que falta pode ser pago ainda?de uma só vez, para que tenha todos os benefícios?

  142. David de Oliveira da Silva disse:

    minha mãe tem 57 e contribuio alguns anos e ela que saber o que fazer para ela se aposenta ou ficar pagando algum preço para ter direito a aposentadoria,grato

    • Oi, David, a aposentadoria por idade exige da mulher 602 anos de idade e o mínimo de 15 anos de contribuição. Assim, sua mãe deve verificar quanto tempo já tem de contribuição e pagar o restante, lembrando que não é possível pagar de uma vez.
      Pardal

  143. Elisângela disse:

    Boa noite!

    Minha mãe contribui por um período aproximado de nove anos nas décadas de 70 e 80, depois parou de contribuir, hoje aos 60 anos de idade irá reiniciar a contribuição. Existe a possibilidade de pagar o montante restante somando os 15 anos, visto que ela já atingiu a idade de 60 anos?

    Desde já agradeço sua atenção!

    Elisângela

  144. Ingrid Koplin disse:

    Bom dia,
    Agradeço sua resposta. Gostaria de saber sobre quantos salários devo pagar mensalmente como individual para que me aposente entre dois a tres salários, já contribui por 6 anos pelo salário mínimo e falta 9 para completar os 15 anos e tenho 49 anos.
    Agradeço, Ingrid.

  145. Ana Célia Alves disse:

    Dr. tenh o 53 anos e 28 anos e 7meses de contribuição. Posso pedir minha aposentadoria quando completar 30 anos de contribuição. Como se aplica o fp no meu caso?
    Att.
    Ana Célia

    • Oi, Ana Célia, pode se aposentar, sim, quando completar os 30 anos de contribuição, e o fator previdenciário será calculado levando em conta o tempo de contribuição, a sua idade e a expectativa de sobrevida, provavelmente reduzindo o valor do benefício.
      Pardal

  146. Luiz Antonio Lopes disse:

    minha tia tem 65 anos de idade, foi professora do estado por 17 anos, depois pediu exoneração. Nunca mais trabalhou em nenhum regime.

    Poderá pedir aposentadoria por idade ao INSS, com a certidão de tempo de serviço da secretaria de educação?

    Existe no serviço publico estadual rj, aposentadoria por idade? Se existe, qantos anos de contribuição se faz necessária para aposentadoria?
    Obrigado

    • Oi, Luiz, não é possível fazer a transferência do tempo e se aposentar por idade no INSS. Seria necessário que os 15 anos de contribuição fossem diretos no regime geral, para valer como período de carência. E no serviço público não existe esta possibilidade, deixando de ser servidor público perde o que representaria a qualidade de segurada.
      Pardal

  147. antonio disse:

    tenho 49 anos, trabalhei no meio rural em regime de economia familiar desde criança,atualmente trabalho com carteira assinada em atividade urbana a quaze 14 anos, minha pergunta é eu posso juntar o tempo de atividade rural com a atividade urbana para me aposentar por tempo de serviço?

  148. Ingrid Koplin disse:

    Gostaria de saber sobre quantos salários devo pagar mensalmente como individual para que me aposente entre dois a tres salários, já contribui por 6 anos pelo salário mínimo e falta 9 para completar os 15 anos e tenho 49 anos.

    • Oi, Ingrid, a aposentadoria por idade se calcula sobre a média dos maiores salários que representem 80% de todos desde julho de 1994, sendo o divisor mínimo calculado em 60% do mesmo período, podendo atingir até 100% de todo o período de contribuição. Isto significa que todos os salários serão utilizados na sua média. Portanto, os seis anos de contribuição sobre um salário mínimo serão computados na média. Lembre também que com 15 anos de contribuição, a aposentadoria por idade será calculada em 85% da média.
      Pardal

  149. roberto anjuleto disse:

    Dr sergio mais uma vez boa tarde fiz uma simulacao + detalhada no site da previdencia e constatei que ,minha esposa tem 14 anos e 1 mes de contribuicao destes 12anos,e 5 meses sao graficas ou seja isalubre se eu consequir o ppp sera que acresenta alguma coisa na contagem de tempo/ contribuicao

  150. Enrique ruiz disse:

    Dr Sergio , tenho 70 anos ,15 anos contribucao….penso me aposentar agora. Tenho uma duvida, meu salario beneficio será 70 porcento mas 1 porcento por ano de contribucao, ou será 70 porcento mais 5 porcento por ano que pasa do 65?…obrigado

    • Oi, Enrique, o acréscimo de 1% é para cada ano de contribuição que o segurado tem. No seu caso o cálculo seria 70% mais 15%, ou seja, 85% da média. Na grande maioria das vezes o resultado é um salário mínimo.
      Pardal

      • Enrique ruiz disse:

        Obrigado,..80 de meu contribuição são por o teto , então será 85 % do teto salario beneficio..

  151. Mayck disse:

    Boa tarde Dr Sergio, minha mãe é aposentada por invalidez pelo IPAJM – ES,antes de contribuir para o IPAJM ela contribui 15 anos para o INSS pois ela éra celetista. Esse mes de janeiro ela completou 60 anos, ela pode ir ao INSS pedir aposentadoria por idade sem perder a aposentadoria por invalidez do IPAJM.
    Te agradeço pela resposta.

    • Oi, Mayck, se ela não se utilizou do tempo de INSS (através de certidão) no cálculo da aposentadoria por invalidez no serviço público, pode sim requerer a aposentadoria por idade no INSS. Basta ir à autarquia e verificar se ainda mantém 15 anos de contribuição no INSS.
      Pardal

  152. Ana Célia Alves disse:

    Dr. Sérgio, tenho uma inscrição de INSS do ano de 1997 e não reconhi nada nesta inscrição. Será que posso reconher hoje pagando os burracos de contribuição do INSS?
    Att.
    Ana

  153. antonio disse:

    DR SERGIO PARDAL bom dia!agradeço muito pela resposta tenho 49 anos trabalhei no meio rural até 1999 sem carteira mas como tinha pequena propriedade rural eu tirava algumas notas de venda de mercadoria depois disso trablho na cidade com carteira, tenho duvidas quanto ao periodo de trabalho rural se pode ser somado integral ao urbano para aposentadoria por tempo de serviço. pelo que pude entender é que o trabalho rural só pode ser contado se for antes da lei 8212/91 e depois disso somente com contribuiçao.agradecido.

    • Oi, Antonio, ocorre que a partir de 1991, leis 8.213 e 8.212, o trabalhador rural foi incluído no sistema previdenciário, e portanto passou a ser segurado obrigatório, mediante inscrição e contribuição, mesmo que como segurado especial.
      Pardal

  154. marcio olivato disse:

    meu irmão deixou de recolher por uns 3 anos e agora quer aposentar, pois faltam esses 3 anos, será que ele pode pagar esses anos e se aposentar?

    • Oi, Marcio, só é possível pagar o passado se tiver caracterizado a dívida. Por exemplo, se você estava inscrito no INSS como autônomo e pagou algum tempo, é possível ir ao INSS e calcular o pagamento do passado.
      Pardal

  155. doutor sérgio, minha mãe tem 62 anos de idade e completou os 15 anos de contribuição em 2011 só que ela esqueceu e deu entrada na aposentadoria dela nesse ano de 2013, nesse caso ela pode ser ressarcida desses 2 anos em atraso? como funciona?

  156. Amanda Amorim disse:

    Bom dia! dr° eu gostaria de saber quando a pessoa contribui 15 anos, e ela ainda não atingiu a idade de se aposentar ela precisa continuar contribuindo? e como faz para receber 2 salários minimos?
    obrigada!

    • Oi, Amanda, a média para os benefícios utiliza os maiores salários que representem 80% de todos desde julho de 1994, ou seja, para receber dois salários mínimos, deveria estar contribuindo neste valor por quase todo o tempo. Para a aposentadoria por idade, no valor de um salário mínimo, basta haver contribuído por 15 anos em qualquer tempo, mas é bom lembrar que existem outros benefícios do INSS, auxílio-doença, aposentadoria por invalidez e pensão por morte, que podem ser necessários em qualquer tempo e exigem a qualidade de segurado, estar contribuindo.
      Pardal

  157. Tenho 48 anos de idade hj trabalho registra gostaria de saber se posso pagar retroatrivo os meses que fiquei sem contribuir para o inss entre um registro e outro para fins de aposentadoria Desde setembro 1994 trabalhei 2 ano registrada o contrato terminou em stebro setembro de 1996 outubro novembro e dezembro sem recolher registrad em janeiro de 1997 ate março 2000. sem registro fevereiro março abril 2000 registrada novamente ate agosto 2002 trabalhando para mesma empresa sem registro e assim trabalhei muito tempo para essa mesma empresa sem registro e sem contribuir.. gostaria de saber se posso contribuir retroativo para fins de aposentadoria. desde ja agradeço.

    • Oi, Angela, só é possível contribuir no passado se houver comprovação da dívida. Assim, para resolver os tempos sem contribuição o empregador teria que admitir o seu erro, registrar com as datas corretas e pagar por isto.
      Pardal

      • Muito Obrigada por me responder, é uma pena pois a firma de trabalhei hj nao existe mais, e desde setembro de 2009 trabalhei num Shopping em Osasco e na quarta feira dia 06/02/2013 qd cheguei para trabalhar minha encarregada me dispensou segundo reduçao de funcionarios, mentira pq ela ja havia pedido pra que eu trabalhasse na minha folga por estar faltando funcionarios, sem motivos pq sempre cheguei no horario antecipada , respeitava como chefe, nunca faltei e minha conduta exemplar, nunca me envolvi com colegas, so uma coisa que me intriga e que nao é justo é ser demitida por nao aceitar assedio sexual de uns dos chefes que manda mais do que um engenheiro, td pq a chefia maior tem rabo preso com ele, sou adoradora do Senhor nosso Deus, a unica coisa que peçoa Ele justiça por mim.

  158. milton Geier disse:

    Trabalhei com carteira assinada por anos até 1996. A partir de 2004 pago como autônomo, nesse período ficou 4 anos atrasados, posso pagar todos estes atrasados em uma só vez ou tem quantidade máxima para ser pago?

    • Oi, Milton, só é possível pagar o tempo passado quando se comprova a dívida. Portanto, sem estar inscrito no INSS como autônomo, e com pelo menos um mês de contribuição, não será possível pagar o passado.
      Pardal

  159. milton Geier disse:

    Obrigado pela resposta. O período que estou atrasado no INSS eu já estava inscrito, portanto poderei pagá-la em uma vez.
    Agradeço, Milton.

  160. Ana Célia Alves disse:

    Muito obrigada pelas informações. É muito bom saber que ainda existem pessoas como o Dr. que disponibiliza o seu tempo para ajudar o próximo.
    Att.

    Ana Célia.

  161. zete disse:

    olá,minha mãe trabalhou de 1976 a 1994 como trabalhadora rural empregada, de 2000 ate 2009 realizou trabalhos urbanos, de 2009 ate hoje mora na zona rural e contribui para o inss como segurada especial, ela completara 55 anos no proximo mes. ela pode requerer aposentadoria por idade rural?
    Desde já agradeço pela resposta.

  162. PAULO RUBENS NOGUEIRA DE AGUIAR disse:

    Prezado Sr. Sergio Pardal Freudenthal, eu trabalhei em uma empresa desde 04.12.1979 e fiz acordo em 31.07.1995 (15 anos e meio de contribuição), sempre contribuindo pelo teto máximo (10 salários mínimos). Parei de contribuir a partir de 01,08.1995. Vou completar 65 anos de idade em 11.09.2015. Como será o cálculo do benefício ? Será pela média dos 10 maiores valores de contribuição, ou será somente um salário mínimo ? Se eu voltar a contribuir com um (1) salário mínimo, isso diminuirá o valor do benefício, já que de 1994 para cá, o cálculo é pela média dos maiores valores de contribuição ?
    Muito obrigado pela atenção que puder dispor à essa minha dúvida, pois tenho muita vontade de voltar trabalhar, só que não poderei contribuir com o teto máximo.

    • Oi, Paulo, para os benefícios voluntários, como a aposentadoria por idade, o mínimo enquanto divisor da média é 60% do período entre julho de 1994 e a concessão do benefício. Assim, a interpretação do INSS será um benefício de um salário mínimo. As contribuições que você faça até 2015 não vão influenciar, talvez sejam mesmo desnecessárias.
      Pardal

  163. antonio marcos pereira gomes disse:

    minha irmã trabalhou com carteira registrada na década de 70 e 80, totalizando 60 contribuições este ano ela faz 60 anos de idade, não contribuiu mais, para aposentar por idade ela precisa contribuir mais 120 meses para totalizar os 180 meses totais?

  164. antonio marcos pereira gomes disse:

    Meu caso agora, tenho 42 anos e aproximadamente 19 anos de contribuição, hoje tenho condições de contribuir com o teto maximo, pretendo aposentar por tempo de trabalho, para isso preciso contribuir
    mais 16 anos para totalizar os 35 anos, certo, neste caso terei 58 anos
    com essa idade posso pedir aposentadoria? se eu continuar pagando o teto por esses 16 anos vai valer a pena ou os 19 anos que a contribuiçao foi bem menor vai baixar muito o valor final da aposentadoria?
    caso continue pagando o teto de contribuição preciso fazer declaração de imposto de renda ou não, isso pode dar problema lá no final?
    grato

    • Oi, Antonio Marcos, a aposentadoria por tempo de contribuição para o homem exige 35 anos de contribuição, com qualquer idade. O cálculo do benefício se faz com a média dos maiores salários que correspondam a 80% de todos desde julho de 1994, multiplicada pelo fator previdenciário, que eu seu cálculo leva em conta o tempo de contribuição, a idade e a expectativa de sobrevida. Se você pode pagar no limite máximo, sempre é a melhor saída, mesmo que a média perca um pouco pelas contribuições menores. Sobre o Imposto de Renda, se você declara para a previdência ganhos superiores ao limite de isenção, terá que prestar contas.
      Pardal

  165. minha vo tem 94 anos trabalhava na roça e tinha 60 alqueiros de terrra no nome dela e ate os dias de hoje recebe so a pençao do meu vo falecido a 45 anos.ela tem direito de se aposentar

    • Oi, Patricia, provavelmente será difícil provar o trabalho dela específico, principalmente se ela recebe a pensão por morte, decorrente da aposentadoria do falecido marido. Em todo o caso, não custa tentar.
      Pardal

  166. roberto anjuleto disse:

    + UMA VEZ BOA TARDE Dr SERGIO AGORA A MINHA DUVIDA E A SEGUINTE,MINHA ESPOSA TRABALHOU DE 1969 A 1982 PRATICAMENTE SEM INTERUPCAO,PAROU VOLTOU A TRABALHAR EM 2005 ATE 2006, PAROU DE NOVO AI EM 2012 NOS ESTAMOS PAGANDO O GPS COM O CODIGO 1473, TOTALIZANDO 14ANOS,1 MES,MINHA PERGUNTA SERA QUE EU POSSO PAGAR ESTES 11 MESES
    QUE FALTA PARA ELA SE APOSENTAR POR IDADEDE UMA SO VEZ OU TENHO QUE PAGAR MES A MES,MUITO OBRIGADO PELAS INFORMAÇOES, UM ABRACO

    • Oi, Roberto, será difícil pagar o passado sem estar inscrito como autônomo e ter contribuído ao menos uma vez. Você pode verificar no INSS se existe uma parcela que possa ser quitada completando os 15 anos, mas provavelmente a única saída será completar com tempo e contribuição.
      Pardal

  167. Tércio Rocha disse:

    Oi Professor.
    Eu tenho carteira assinada desde 1976, e 18 anos de contribuição.
    Gostaria de saber se pra o cálculo da aposentadoria proporcional, entra os salários desde 1976, e tenho 52 anos se já posso pedir a aposentadoria?

    Obrigado e fico no aguardo de um especialista como o senhor.

    • Oi, Tércio, não existe aposentadoria proporcional; a aposentadoria por tempo de contribuição exige 35 anos de contribuição para os homens, e o cálculo se faz pela média dos maiores salários que representem 80% de todos desde julho de 1994, multiplicada pelo fator previdenciário que é calculado levando em conta o tempo de contribuição, a idade e a expectativa de sobrevida. Já a aposentadoria por idade exige 65 anos para homem, com o mínimo de 15 anos de contribuição. Portanto, em nenhuma hipótese você poderia se aposentar já.
      Pardal

  168. LUILIA disse:

    ANO QUE VEM MEU IRMÃO COMPLETARÁ 35 (TRINTA E CINCO) ANOS DE CONTRIBUIÇÃO. DURANTE OS 34 ANOS QUE CONTRIBUI O FEZ SOBRE 5 (CINCO) SALÁRIOS MÍNIMOS, AGORA QUE FALTA 1 (UM)ANO P/SE APOSENTAR ELE QUER SABER SE AUMENTAR O VALOR DA CONTRIBUIÇÃO IRÁ MAJORAR SEU RECEBIMENTO OU NÃO? E DE QUANTO SERÁ O SEU RECEBIMENTO, CONSIDERANDO O RECOLHIMENTO DO TEMPO DE CONTRIBUIÇÃO COM BASE EM 5 SALARIOS MINIMOS?

  169. margarida rodrigues disse:

    ola boa tarde ,fiz 65 anos de idade ,tenho 10 meses de contribuiçao no inss, recebo pensao por morte , gostaria de saber se posso me aposentar por auxilio assistencial ao idoso , ou outro beneficio,

    • Oi, Margarida, não será possível qualquer benefício: para a aposentadoria por idade do INSS seu tempo de contribuição é muito pequeno, e para o benefício assistencial não será possível porque já recebe uma renda mensal que descaracteriza a miséria.
      Pardal

      • margarida rodrigues disse:

        bom dia, e se eu der entrada na aposentadoria no ceara , pois trabalhei na roça ,e la nao exije 15 anos de contribuiçao,mesmo tendo uma pensao por morte sera que consigo me aposenta, brigado pela resposta ,

  170. OLÁ ! ENTREI NO ANO DE 1985 E FUI REGISTRADO EM 1988.
    E ESTOU ATÉ HOJE NO MESMO SERVIÇO.
    ENTREI COM 15 ANOS DE IDADE .
    AGORA TENHO 45 ANOS E SÓ EU DE FUNCIONARIO.
    TRABALHO NO SERVIÇO RUARAL , PLANTO,ENTREGO VERDURAS ETC.
    SERA QUE TENHO COMO DAR ENTRADA NA MINHA APOSENTADORIA?
    PORQUE NÃO ESTOU AGUENTANDO MAIS.
    ESTOU COM DORES NA COLUNA, JÁ SÃO 30 ANOS QUE TRABALHO NESTE MESMO SERVIÇO. OBRIGADO! ROSÁRIO

  171. marcia vieira paulo disse:

    Meu filho começou a trabalhar aos 16 anos, com carteira assinada, portanto descontando INSS. Porém, precisará se demitir para cursar faculdade em outra cidade. Terá que trabalhar para se manter. Como fazer para não interromper a contribuição, até que surja nova oportunidade de trabalho? Mês que vem completará 18 anos. Poderá contribuir com carnê? (estudante)?

  172. Janicy disse:

    Olá,
    Gostaria de tirar uma duvida com o senhor.
    Minha tia sempre trabalhou como diarista sem carteira assinada e agora aos 63 anos ela gostaria de se aposentar. Ela tem direito a aposentaria?e se tem como fazer para dar entrada?
    Obrigada!

    • Oi, Janicy, se ela nunca contribuiu para o INSS não terá direito a qualquer benefício. Poderá requerer o benefício da Lei Orgânica de Assistencia Social, LOAS, quando completar 65 anos de idade se não tiver qualquer renda para sobreviver.
      Pardal

  173. EU NÃO ESTOU TANTO ASSIM SR. SÉRGIO.
    SÓ QUE NÃO ESTOU AGUENTANDO, PORQUE SOU EU DE FUNCIONÁRIO QUE RESTOU.
    E SÃO 29 ANOS DE SERVIÇO PESADO NA ROÇA.
    FORA 3 ANOS QUE NÃO FUI FICHADO, SERÁ QUE CONTA OU NÃO?
    GANHO MUITO POUCO TIRO POR DIA 23,00 REIAS.
    E ELE É UM JAPONES QUE NÃO MANDA O CAMARADA EMBORA E NÃO APOSENTA.
    E 29 ANOS DIRETO TRBALHANDO NO SOL, CHUVA NÃO A QUEM AGUENTA.
    JÁ TIVE UMA INTOXINAÇÃO, PORQUE MECHIA COM VENENO PARA PROVIZAR.
    E AGORA SÓZINHO VOLTEI A TER QUE FAZER ISSO OUTRA VEZ.
    PORQUE TENHO UMA ESPOSA QUE TOMA REMÉDIO CONTROLADO E É CARO E CUIDO DE UMA TIA DE 74 ANOS QUE TEVE UM AVC.
    E ELE NÃO AUMENTA O SALÁRIO E TENHO DIVIDAS PARA PAGAR.
    PENSEI EM SAIR DESSE SERVIÇO, MAS ELE SEI QUE NÃO FAZ ACORDO E NÃO MANDA EMBORA.
    TBM UM FUNCIONÁRIO QUE FAZ TUDO E TEM 29 ANOS DE CASA.
    ESTOU SOFRENDO E MINHA FAMILIA TBM.
    QDO SERA QUE VOU APOSENTAR?
    A COLUNA CADA FEZ DÓI MAS .ESTOU AGUENTANDO A BARRA POR CAUSA DA MINHA FAMILIA.
    OBRIGADO! ROSÁRIO AP. DE LIMA

  174. PAULO RUBENS NOGUEIRA DE AGUIAR disse:

    Dr. Sergio Pardal Freudenthal

    Referente a minha pergunta: Trabalhei em uma empresa no período de 1979 a 1995, sempre contribuindo pelo teto máximo, que no início era 15 salários mínimos e depois por força da lei, passou a ser teto máximo 10 salários mínimos.
    A lei diz que, quem contribuiu de 1994 para cá, o cálculo é feito pela média dos maiores recolhimentos. No meu caso eu contribuí sobre 10 salários mínimos nesse período de 1994 a 1995. Sendo assim, minha aposentadoria por idade vai ser pela média dos maiores recolhimento, como diz a lei ? Porque o mestre PARDAL, acha que será só de um salário mínimo ? Eu trabalhei nessa empresa durante 16 anos, portanto já tenho os 15 anos de recolhimentos, conforme exige a lei do pedágio. Se minha aposentadoria vier a ser somente um salário mínimo, terei direito de entrar na justiça, pleiteando o cumprimento da lei ? Eu tive contribuição de 1994 até 1995, onde foram com base no teto máximo de 10 salários mínimos.
    Antecipo meus agradecimentos.

  175. PAULO RUBENS NOGUEIRA DE AGUIAR disse:

    Segundo a Lei nº 10.666, de 8 de maio de 2003, a perda da qualidade de segurado não será considerada para a concessão de aposentadoria por idade, desde que o trabalhador tenha cumprido o tempo mínimo de contribuição exigido, no ano em que implementou a idade. Nesse caso, o valor do benefício será de um salário mínimo, se não houver contribuições depois de julho de 1994. Como eu contribuí após 1994, entendo que estou enquadrado no cálculo da média sobre as maiores contribuições, que no meu caso foram sobre 10 salários mínimos.

    Leia mais: http://www.blogdocatarino.com/2009/02/aposentadoria-por-idade-quem-tem.html#ixzz2JfW7TzEn

  176. josefa disse:

    Boa tarde,meu nome é Josefa sou professora, se eu pedir a minha aposentadoria agora e a acaba o fator previdenciario eu tenho direito de recorrer,pois já tenho 59 anos de idade e 33de contribuição e estou pensando em aposentadoria.

  177. Ana Maria disse:

    Boa Noite, tenho 60 anos e pretendo me aposentar por idade pelo inss levando meu tempo como professora comissionada e contratada pela prefeitura de SP só que como prof.comissionada tenho 5 anos de contribuição através do RPPS (IPREM)de 04/1989 a 04/1994 e o restante do tempo pelo RGPS totalizando 16 anos de contribuição até 12/2012 .
    O tempo do RPPS poderá ser computado e averbado no INSS? o tempo de 180 contribuições só é valida até 2011 ou poderá completarem 2012,com o meu caso.Aguardo resposta urgente e agradeço a oportunidade de tirar as dúvidas

    • Oi, Ana Maria, o tempo só não pode ser levado de um regime para o outro (geral para o próprio e vice-versa) se for concomitante, ou seja, trabalhado ao mesmo tempo. Assim, o tempo do regime próprio pode ser usado para o cálculo de sua aposentadoria por idade (70% mais 1% para cada ano), porém o INSS não aceitará para o período de carência (mínimo de 15 anos). Você terá que levar uma certidão do tempo de regime próprio para o INSS averbar e requerer o benefício. É provável que o INSS diga que está faltando um tempo na carência, mas pode ser interessante discutir judicialmente.
      Pardal

      • Ana Maria disse:

        Bom dia, Dr. Já pedi certidão do tempo de regime RPPS(IPREM)de 1989 a 1994 totalizando 5 anos como prof. comissionada . Se o INSS não aceitar esse período de carência de 5 anos ,eu posso contribuir de uma vez só com o que falta de contribuição e pedir a aposentadoria por idade já? Os outros 11 anos de 1996 a 2012 como prof.ª contratada tenho nos holerits comprovado o desconto do RGPS (INSS)que somados dá 16 anos . o sr disse que seria interessante discutir judicialmente como? Antes os servidores contribuiam com RPPS(IPREM) A partir de 16/12/1998 servidores comissionados e contratados estão submetidos ao regras do RGPS e as aposentadorias seguem as normas estabelecidas pelo INSS depois dessa lei o INSS não é obrigado a aceitar esse tempo de contribuição do RPPS? aguardo resposta .obrigada

        • Oi, Ana Maria, a transferência de tempos de contribuição de outros regimes valem para a contagem do tempo, mas o INSS não aceita como período de carência, que é o mínimo obrigatório disposto na lei para cada tipo de benefício. Atualmente você está vinculada ao INSS, e assim só pode solicitar benefício neste regime. Não é possível contribuir de uma vez, se tiver que continuar contribuindo deve ser mês a mês. Você deve juntar a certidão do regime próprio e requerer sua aposentadoria por idade no INSS. Se a interpretação deles não tiver sido modificada, é provável que venha a negativa, valendo solicitar uma cópia completa do processo administrativo e procurar um advogado especialista e de sua confiança para estudar o ajuizamento de ação.
          Pardal

  178. eline disse:

    Olá! trabalho autonomo com costura em casa, tenho 43 anos, e contribuí em carteira assinada uns 6 meses, gostaria de saber se eu posso pagar os anos que nao contribuí, pois hoje trabalho por contra propria individualmente em casa.
    Agradeço!

    • Oi, Eline, não é possível pagar o período não contribuído. Se estivesse inscrita no INSS e tivesse pago algum tempo, ainda caberia pagamento de dívida para contagem. Como a aposentadoria por idade, aos 60 anos para a mulher, exige apenas o mínimo de 15 anos de contribuição, basta contribuir daqui para a frente.
      Pardal

  179. maria jose disse:

    Boa noite,tenho 57 anos,e contribuí com a previdência no período de
    78 a 1986 e de 1994 a 1995 .Voltei a contribuir novamente em maio de 2006 com 2 salários e meio,e continuo até hoje.Posso contribuir paralelamente para aumentar a minha aposentadoria por idade já que
    trabalho com carteira assinada? Obs:Já completei 15 anos de contribuição.
    Obrigada,Mjose

    • Oi, Maria José, não é possível nem vantajoso contribuir paralelamente. Como segurada facultativa não pode porque você é segurada obrigatória como empregada; poderia contribuir como autônoma, prestando serviços, mas na hora de fazer o cálculo, a denominada atividade secundária teria uma participação muito pequena na média final. O que precisa mesmo é aumentar o salário na carteira.
      Pardal

  180. PAULO RUBENS NOGUEIRA DE AGUIAR disse:

    Bom dia Dr. Sergio Pardal Freudenthal, por gentileza, me tire desse pesadelo, pois pesquisando no site da previdência encontrei esta afirmação:
    Valor do benefício
    Corresponde a 70% do salário de benefício, mais 1% para cada grupo de 12 contribuições mensais, até no máximo de 100% do salário de benefício. O benefício não será inferior a um salário mínimo.

    O salário de benefício dos trabalhadores inscritos até 28 de novembro de 1999 corresponderá à média aritmética simples dos 80% maiores salários de contribuição, corrigidos monetariamente, desde julho de 1994. Para os inscritos a partir de 29 de novembro de 1999, o salário de benefício será a média aritmética simples dos 80% maiores salários de contribuição de todo o período contributivo, corrigidos monetariamente. A aplicação do fator previdenciário é facultativa.

    Caso não haja contribuições depois de julho de 1994, o valor do benefício será de um salário-mínimo.
    Veja só Doutor, eu tive contribuições sobre 10 salários mínimos, após 1994. Nesse caso entendo que tenho direito do cálculo do benefício ser sobre a média dos recolhimentos. Eu trabalhei na empresa de 1979 a 1995 (16 anos), sempre contribuindo sobre o teto máximo. Mesmo assim o valor do benefício será só um salário mínimo ?
    Por gentileza Doutor, dá uma olhadinha novamente na minha pergunta. Abraços e bom final de semana.

    • Oi, Paulo, como eu disse é uma questão interpretativa, lembrando que estamos falando de benefícios voluntários. Um bom exemplo seria um trabalhador com 15 anos de contribuição em qualquer tempo anterior a 1994, no mês de seu aniversário, 65 anos em 2013, contribui no valor do limite máximo e solicita sua aposentadoria por idade. Qual será o valor do benefício? De qualquer forma, existem teses bastante interessantes sobre este tema. Seria o caso de, quando se aposentar, procurar um advogado especialista e de sua confiança e ajuizar uma ação. O resultado é absolutamente imprevisível.
      Pardal

  181. JOSE CARLOS TRINDADE disse:

    OLA Dr. BOA TARDE, PARABÉNS PELO BLOG…
    A MINHA PERGUNTA É: SOU REGISTRADO DESDE 01 DE SETEMBRO BE 1.978, EM 08 DE AGOSTO DE 2013, OU SEJA, ESTE ANO, FAÇO 50 ANOS DE IDADE???? NO MESE SEGUINTE, OU SEJA, OUTUBRO POSSO REQUERER APOSENTADORIA>>>>
    OBRIGADO E SUCESSO…. OBS. NUNCA FIQUEI PARADO, SEMPRE TRABALHEI MUITOS ANOS NO MESMO EMPREGO E QUANDO SAIA JA ENTRAVA EM OUTRO COM CARTEIRA ASSINADA.

    • Oi, José Carlos, se você completou 35 anos de contribuição pode se aposentar com qualquer idade. No cálculo existe o fator previdenciário, que leva em conta o tempo de contribuição, a idade e a expectativa de sobrevida, e na grande maioria das vezes é um redutor. Você deve entrar no site do INSS, e fazer a simulação de sua aposentadoria para saber se já completou o tempo e quanto seria o benefício.
      Pardal

  182. Elvio Crês disse:

    Sr. Pardal.
    Gostaria de saber se o Sr. sabe dizer-me em quais agências do INSS , haveria a possibilidade de conseguir como contagem de tempo a Certidão de “ALUNO APRENDIZ”. Tal pergunta é por motivo eu residir em Mirassol-SP, e eles terem me negado essa inclusão. E aí eu fiquei sabendo que agencias de Santa Catarina-SC, concedem esse tempo. Saberia responder-me? Um Abraço!
    Elvio

    • Oi, Elvio, tempo enquanto aprendiz para contar enquanto tempo de serviço/contribuição tem que provar a remuneração. ESte tem sido o entendimento dos tribunais, mesmo que o INSS não concorde. Aprendiz sem remuneração seria exclusivamente aprendiz, sem prestar serviços. São teses que podem ter entendimentos diferentes.
      Pardal

  183. Elisóstenes Soares disse:

    Boa noite! ótimo blog! Minha pergunta é a seguinte: Minha mãe é professora e trabalha para o município. Ela tem 57 anos de idade e daqui a dois anos se aposenta por tempo de serviço. Acontece que ela foi aprovada no concurso do estado e está para ser convocada a assumir. A dúvida é: ela pode se aposentar por tempo de serviço e depois assumir o novo cargo? E caso sim, ao completar 60 anos de idade ela poderar se aposentar por idade ou não poderá, por já ter se aposentado por tempo de serviço? Obrigado!

    • Oi, Elisóstenes, enquanto professora sua mãe pode exercer a atividade na prefeitura e no estado, podendo se aposentar nos dois regimes próprios. Estando aposentada por tempo de contribuição ela não fica incapacitada para assumir o trabalho no estado. Porém, não será possível se aposentar por idade com três anos de contrbuição na nova atividade, já que no serviço público o mínimo para requerer o benefício são dez anos no serviço público, e o tempo de prefeitura ela já usou. Aos 70 anos de idade, com certeza será aposentada compulsoriamente, mas vale lembrar que em todas as hipóteses os proventos deste novo benefício serão proporcionais ao tempo contribuído/trabalhado.
      Pardal

  184. SARA JANE SALIBA DE ASSIS disse:

    Dr Sergio, boa noite! Tenho alguns anos de contribuiçoes a partir de 1987, trabalhando em empresa privada, no total de 11 anos. Tive tb recolhendo como empresaria.Hoje tenho 50 anos estou pagando como autonoma. Gostaria de saber se no tempo que contribui como empresaria tenho direito de computar para efeito de me aposentar por idade e se compensa aumentar a minha contribuiçao para me aposentar melhor por idade. Desde já agradeço.

    • Oi, Sara, se ocorreram as contribuições como empresário para você pessoalmente, o tempo será somado ao tempo como autônoma e/ou com registro em carteira. Só não se contam tempos concomitantes, trabalhados ao mesmo tempo. A aposentadoria por idade exige para a mulher 60 anos de idade e o mínimo de 15 anos de contribuição. O cálculo é feito em 70% da média com mais 1% para cada ano de contribuição, podendo chegar a 100% (com 30 anos de contribuição). A média utiliza os maiores salários que correspondam a 80% de todos desde julho de 1994. Se você vai se aposentar em 2023, serão contados por volta de 23 anos de sua contribuição, dos quais 13 já se passaram.
      Pardal

  185. Elionel disse:

    inha esposa tem 60 anos e trabalhou no estado 17 anos,como funcionaria publica na secretaria da educação,ela tem o direito de se aposentar por idade no inss.

    • Oi, Elionel, infelizmente não, ela não terá direito à aposentadoria por idade no INSS porque ela não contribuiu no Regime Geral; e nos regimes próprios dos servidores públicos não é possível qualquer benefício se não estiver vinculada, mantendo a qualidade de segurada.
      Pardal

  186. AILSONJ JOSÉ GOMES FERREIRA disse:

    Dr.Sérgio, meu irmão fará 65 anos em março/2013 e tem apenas 12 anos de contribuição até hoje (deixou de contribuir desde 1989. Qual a situação dele para se aposentar? Agradeço desde já sua atenção.

    • Oi, Ailson, ele deverá contribuir por mais três anos e depois poderá se aposentar.
      Pardal

      • Oi, professor!

        Minha mãe está com 72 anos ela ainda está trabalhando e contribui há 13 anos com um valor maior que o salário mínimo pois sua carteira carteira é assinada com R$ 865,00
        Além disso, ela tem mais 10 meses de contribuição (salário mínimo) em outro emprego.
        Ela já pode se aposentar?
        Ela se aposentando vai ter direito a receber mais que um salário mínimo?

        • Oi, Magna, como as contribuições dela são posteriores a 1991, o mínimo será de 15 anos, devendo ser completado; quanto ao valor, como será 85% da média, muito provavelmente ficará em um salário mínimo.
          Pardal

  187. NADIA henz disse:

    boa noite

    tenho 28 anos e ocntribuição e 54 anos de idade.
    Gostaria de saber se posso me aposentar ou tenho que contribuir por mais tempo, eu quero me aposentar pelo teto estou contribuindo pleo teto como faço
    grata

    • Oi, Nadia a aposentadoria por tempo de contribuição exige 30 anos de contribuição para a mulher; portanto, ainda faltam dois anos. Será muito difícil se aposentar pelo teto do INSS: a média se faz pelos maiores salários que representem 80% de todos desde julho de 1994 e assim já fica difícil atingir o limite atual; e esta média é multiplicada pelo fator previdenciário que, levando em conta o tempo, a idade e a expectativa de sobrevida, na grande maioria das vezes reduz o valor do benefício. Para o melhor benefício, você deve continuar contribuindo pelo teto até completar o tempo. Então deverá fazer os cálculos para saber se valerá a pena aguardar mais um pouco ou se deverá se aposentar imediatamente.
      Pardal

  188. LUIZ CARLOS SILVA disse:

    TENHO 47 ANOS DE CONTRIBUIÇÃO SENDO 25 ANOS NO RGPS OU CLT E 22 ANOS DE SERVIÇO PUBLICO .GOSTARIA DE SABER SE SOMANDO 25 ANOS DO RGPS MAIS 10 ANOS DO SERVIÇO PUBLICO POSSO ME APOSENTAR NO SERVIÇO PUBLICO E SE O RESTANTE DO SERVIÇO PUBLICO PODE CONTAR PARA APOSENTAR NO INNS POIS SOBRARÃO 12 ANOS ATUALMENTE TENHO 64 ANOS E COMO DEVO PROCEDER

    • Oi, Luiz Carlos, lembre que o tempo de serviço que foi concomitante, ao mesmo tempo, não poderá ser somado. Visto isto, você só poderá se aposentar no serviço público se estiver nele, e desta forma terá que utilizar todo o tempo de serviço público. Do tempo de INSS, não concomitante, é claro, pode ser somado o quanto você quiser, restando no regime geral (INSS) tempo que pode ser somado a novas contribuições que você faça para depois se aposentar no regime geral. Provavewlmente a melhor saída será somar 13 anos do regime geral, se aposentar no serviço público e voltar a contribuir para o INSS, completando os 15 anos para ter direito a aposentaoria por idade.
      Pardal

  189. Maria Nilza de Lima disse:

    A pessoa que paga mensalmente 11% do salário mínimo, caso o homem.Ao completar 65 anos de idade e 15 anos de contribuição, a sua aposentadoria será de um salário mínimo? Caso essa pessoa queira se aposentar com mais de um salário mínimo,de quanto deve ser a sua contribuição mensal?

    • Oi, Maria Nilza, a contribuição acima de um salário mínimo é 20%, e a média se faz pelos maiores salários que representem 80% de todos desde julho de 1994. Ou seja, terá que contribuir por muito tempo para ter uma média maior.
      Pardal

  190. Débora disse:

    Bom dia, trabalhei registrada por 8 anos entre 1987 e 1996, trabalhei 13 anos como autonoma, mas informalmente, consigo pagar este tempo que trabalhei informalmente?
    Hoje estou trabalhando novamente registrada já fazem 5 anos.Obrigada pela atenção.

    • Oi, Débora, se você não se inscreveu como autônoma no INSS e não contribuiu nenhuma vez, ficará difícil pagar o passado. Teria que provar o trabalho e a condição de devedora. O melhor é daqui para a frente você não ficar mais sem contribuir.
      Pardal

  191. LUILIA disse:

    BOM DIA DR. SÉRGIO! GOSTARIA DE SABER, HOJE QUAL O TETO MÁXIMO PARA A CONTRIBUIÇÃO PREVIDENCIÁRIA?

  192. Simone disse:

    Boa Tarde Dr.
    Minha mãe tem 54 anos, trabalhou como empregada domestica e agora como trabalhadora rural, somando ja dá 18 anos de contribuição tudo registrado em carteira, ela pode somar esses anos e aposentar com 55 anos/
    Desde ja agradeço.

  193. vivi disse:

    Tenho 31 anos Trabalho de carteira assinada salário de 1.400,00 posso também pagar a autonomia de 20% ? Isso contaria como mais anos de contribução?
    Já que só assinei a carteira de dez de 2004, (sem interrupção) os 3 meses de experiência já conta como contribuição?

    • Oi, Vivi, contribuições ao mesmo tempo não são interessantes. O mesmo tempo não será contado mais de uma vez, e na hora de fazer o cálculo do salário-de-benefício só valeria se todas as atividades ocorressem durante todo o tempo. O tempo que você tem em carteira representa tempo de contribuição, se o tempo de experiência está no contrato, conta sim.
      Pardal

  194. Karina Marques disse:

    Olá Dr.! Minha mãe começou a contribuir em 1978 e o fez por 9 anos, quando se tornou dona de casa. Ela completa 60 anos em 2015.Eu li que quem começou a contribuir antes de 24/07/1991 não precisa ter 15 anos de contribuição.No caso da minha mãe, ela precisaria continuar pagando até completar 15 anos? O fato de não contribuir desde 1992 implica em alguma coisa?
    Desde já agradeço!

    • Oi, Karina, não é bem assim: os que começaram a contribuição antes de 1991 entram nas regras de transição, mas acontece que estas regras terminam em 2012, e assim todos os que fazem 60 anos (mulheres) ou 65 (homens) de 2012 em diante já estão no período de carência (mínimo) de 15 anos. Portanto sua mãe só terá direito à aposentadoria por idade quando completar 15 anos de contribuição.
      Pardal

  195. Luzia Benchimol disse:

    Tenho 24 anos de contribuição, parei de trabalhar ano passado.Tenho 54 anos, preciso continuar contribuindo até completar 60 anos para aposentar por idade?

    • Oi, Luzia, para ter direito a aposentadoria por idade você não precisaria contribuir mais, já que o mínimo necessário é 15 anos de contribuição. Porém, se você contribui com valor maior que um salário mínimo deve manter a média e completar 30 de contribuição aos 60 de idade, para ter direito a 100% da média de contribuições. Lembre também que se ficar sem contribuir por mais de dois anos perderá a qualidade de segurada e então se ficar doente não terá auxílio-doença e nem, se for o caso, aposentadoria por invalidez ou pensão por morte para os dependentes.
      Pardal

  196. DENISE IRISLEIDE SANTOS disse:

    OLA, minha mãe tem 63 anos e 9 anos e 8 meses de contribuição ela pode ser aposentar por idade ja ?

    • Oi, Denise, sua mãe deve ter completado 60 anos em 2009, e portanto, se ela teve contribuições anteriores a 1991, tem que cumprir a regra de transição, com o mínimo de 168 contribuições, ou seja, 14 anos. Teria que voltar a contribuir, por mais 4 anos e 4 meses, para ter direito a se aposentar por idade.
      Pardal

  197. rita messias disse:

    Ola… Minha mae tem 58 anos e 15 anos de contribuicao…existe uma forma de pagar em uma unica vez esses dois anos restantes e se aposentar?? Ou ela tem que esperar completar os 60 anos.

    • Oi, Rita, tempo de contribuição ela já tem, o mínimo de 15 anos, de qualquer forma tem que esperar a idade, 60 anos. Vale lembrar que não é possível contribuir por um tempo “em uma única vez”.
      Pardal

  198. Alex Silva disse:

    Professor Pardal, boa noite!
    Tenho um caso em que à esposa faleceu em 2002, com câncer, tinha 56 anos de idade, e seu único emprego foi com digitadora no período de 19 anos que se deu de 1972 até 1992.Pergunto: Há algum benefício o qual, embora esse laspo temporal, esse esposo pode pleitear?

    • Oi, Alex, infelizmente não, não existe qualquer benefício possível. Para que os dependentes tenham direito à pensão por morte é preciso que na ocorrência do falecimento o trabalhador tivesse a qualidade de segurado. Para a aposentadoria por idade, as exigências seriam 60 anos de idade e o mínimo de 15 anos de contribuição a qualquer tempo; assim, se antes do falecimento ela houvesse completado as exigências, mesmo que não tivesse requerido, haveria pensão para os dependentes, inclusive o esposo.
      Pardal

  199. Adilson disse:

    Bom dia! dr° Sergio tenho 48 anos (10 anos de especial) e 8 de contribuição com 20% do salário mínimo: minha pergunta é, esta minha contribuição vale contar como tempo para minha aposentadoria ou só por idade?

    • Oi, Adilson, se a sua contribuição foi de 20%, mesmo que sobre o salário mínimo, o tempo conta para aposentadoria por tempo de contribuição. Só não vale como tempo especial, sendo os dez de especial que você apresenta convertido com a multiplicação por 1,4. Não esqueça que a média se faz pelos maiores salários representando 80% de todos desde julho de 1994.
      Pardal

  200. Antonio Ulisses Olinda de Souza disse:

    Pago 11% do salário mínimo mensalmente que a partir de janeiro corresponde a 74,58.Gostaria de saber se minha contribuição está correta para eu me aposentar com um salário mínimo.Caso o percentual mudou, gostaria de ser informado. Obrigado.

    • Oi, Antonio, está correto para a aposentadoria por idade aos 65 anos, no valor de um salário mínimo. Tem direito também aos outros benefícios, com exceção apenas da aposentadoria por tempo de contribuição.
      Pardal

  201. Adriano Bellaver disse:

    Olá, Professor.
    Tenho um caso que foi indeferido a pensão por morte em processo administrativo pelo INSS. A juíza mandou o INSS reabrir o processo e ouvir as 3 testemunhas e depois juntar ao processo judicial esse processo administrativo. Pergunto me foi oportunizado fazer mais provas de dependência econômica em relação do filho falecido perante a mãe. Gostaria de saber quais outras provas além das que juntei que poderia arranjar para haver êxito nessa ação?

  202. Patricia disse:

    Boa Tarde.
    Tenho 41 anos de idade , e tenho 16 anos e meio de contribuição , pois fiquei alguns anos sem trabalho e sem contribuir com o INSS.
    Gostaria de saber se eu começar a pagar um carne a parte até completar o restante de tempo para me aposentar antes dos 60 anos de idade…
    Sendo que tenho mais 14 anos e meio para completar 30 anos de contribuição.

    • Oi, Patricia, sempre é bom lembrar que o INSS não tem somente os benefícios aposentadorias por tempo de contribuição ou por idade, existem também os benefícios decorrentes de sinistros, que podem ocorrer sem data marcada, como o auxílio-doença, a aposentadoria por invalidez e a pensão por morte. Deve observar também se deseja um benefício superior a um salário mínimo, porque a lei atual determina a média para o calculo dos benefícios utlizando os maiores salários que representem 80% de todos desde julho de 1994, e assim, se desejar uma boa média, deve contribuir um bom tempo. De qualquer forma, como você pode verificar, sempre a melhor saída e estar contribuindo para o INSS até o momento de se aposentar.
      Pardal

  203. Priscila Lopes disse:

    Boa tarde, minha mãe completa 65 anos no mês de setembro, e completa 15 de contribuição em dezembro. Para dar entrada na aposentadoria ela deve esperar que complete os 15 anos?

  204. Flavio disse:

    Boa tarde!

    Tenho 54 anos de idade e 35 anos de contribuição do INSS. Poderia simular a minha aposentadoria?
    Grato!

  205. Antonia disse:

    eu trabalhei 15 anos de carteira assinada, parei de trabalhar e parei de contribuir quando completar 60 anos posso agendar pra se aposentadoria?

    • Oi, Antonia, pode sim. Com 15 anos de contribuição, ao completar 60 anos de idade você pode requerer sua aposentadoria por idade. Lembre apenas que sem a qualidade de segurada, sem estar contribuindo, não teria direito a outros benefícios se necessários, como auxílio-doença, aposentadoria por invalidez ou pensão por morte.
      Pardal

  206. Lucia disse:

    Fiquei grávida após ser demitida, quanto tempo a pós a demissão tenho direito ao auxilio maternidade? E quantos são os meses que tenho direito de receber o benefício?
    Como proceder quando o bebê nascer devo ligar pra previdencia pra agendar?
    Pardal Obrigada por este espaço tão informativo

    • Oi, Lucia, o período de graça é de 12 meses após o fim das contribuições, podendo em alguns casos tel período ser acrescido de mais 12 meses e até mais 12, chegando a 36 meses. Assim, se quando ocorrer o parto você ainda tiver a qualidade de segurada, terá direito ao salário-maternidade durante 120 dias. Estando desempregada mas com a qualidade de segurada, deve requerer diretamento ao INSS.
      Pardal

  207. Nair disse:

    Gostaria de saber tabalhi 8 anos de carteira assinada e venho pagando há 7 anos os 20% soma-se os anos ? tenho valendo 15 anos de contribuição valendo para qual aposentaria por tempo de contribuição ou por idade ou trabalhado?

    • Oi, Nair, o mesmo tempo não pode ser contado duas vezes, e assim o tempo concomitante conta uma vez só.
      Pardal

      • NAIR disse:

        Não foi ao mesmo tempo trabalhei de carteira assinada até 1989(8 anos) e a partir de desde 2005 comecei a pagar minha autonomia há 7 anos
        quero saber se se posso somar esses anos? tenho 15 anos de contribuição?

        • Oi, Nair, todo o tempo contribuído para o regime geral (INSS) vale sim, só não pode somar tempo que seja concomitante. Por exemplo, trabalha com carteira assinada e também contribui como autônomo, o tempo vale uma vez só.
          Pardal

  208. Rodrigo Vianna disse:

    olá, antes de mais nada quero agradecer pelas informações que encontrei aqui. Minha mãe completou 60 anos em 2007. e tem 164 contribuições de acordo com a carteira de trabalho. acontece que quando ela foi tirar a certidão de tempo de serviço, descobriu que o seu empregador não depositou os 2 últimos anos. o que somaria apenas 140 contribuições e não as 156 necessárias para quem completou 60 em 2007. qual seria a solução neste caso, visto que o colégio onde ela trabalhava já fechou a anos. ela poderia fazer esses 16 depósitos em nome do colégio? ela poderia fazer 16 contribuições como autônomo? isso poderia ser depositado de uma só vez ou teria que depositar ao longo de 16 meses? e onde ela poderia buscar ajuda visto que na agencia da previdência social parece que ninguém sabe nada ou não está afim de ajudar.. obrigado.

    • Oi, Rodrigo, se ela estava registrada em carteira, a responsabilidade de contribuir era do seu patrão, e de fiscalizar era do INSS. Sua mãe deve requerer a aposentadoria por idade apresentando as provas (Carteira de Trabalho) do período de carência, e se houver negativa do INSS, solicitar uma cópia completa do processo administrativo e procurar um advogado especialista e de sua confiança para ajuizar a devida ação.
      Pardal

  209. ola
    tenho 52anos comecei contribui em 1986 por 8.5 trabalhando em empresa
    contribui mais 7 onos como agricultor parei paguei o carne 2 anos como autonomo agora voltei para agricultura posso me encaixar nos posso pedir minha aposentadoria aos 55 anos
    abraço agradeço se puder me ajudar

  210. Rafaela disse:

    Olá Prof Pardal!
    Inicialmente, gostaria de parabenizá-lo pela disposição em sanar tantas dúvidas! Este seu trabalho é ímpar.
    Bom, preciso tirar algumas dúvidas sobre a aposentadoria da minha mãe. Ela deixou de contribuir com o INSS desde 1998. À época ela contribuía sobre o salário de bancária (parece-me q sobre o valor de 3 salários mínimos), tinha 42 anos e contava com 18anos/9meses/27dias de contribuição. Se ela não tivesse deixado de contribuir teria alcançado 30a de contribuição por volta de 2007. Hj, ela está com 56 anos e pretende correr atrás disso. Nossas dúvidas são: ela ainda tem direito de continuar a pagar pra tentar aposentar sobre 3 SM? Existe a possibilidade de pagar o “atrasado” todo de uma vez, pra dar entrada logo na aposentadoria? Existe juros sobre essas contribuições q deixaram de ser pagas?
    São essas as dúvidas, Professor.
    Aguardamos retorno!
    Grata

    • Oi, Rafaela, não existe a possibilidade de pagar os atrasados e seria muito dinheiro. Agora será difícil conseguir uma boa média, já que se utlizam os maiores salários que representem 80% de todos desde julho de 1994, sendo o divisor mínimo da média o valor de 60% do mesmo período.
      Pardal

  211. Maria Regina disse:

    Olá, professor.
    Bom dia!
    Fiz inscrição no INSS em agosto/1990 como autônoma.
    Paguei 3 meses e nada mais até agora.
    Quero continuar a pagar. Tenho ainda 9 anos pagos à previdência
    estando empregada.
    A minha dúvida é:
    Estou devedora junto ao INSS?
    Li no site do INSS uma nota que diz:
    À partir do momento em que for feita a inscrição, é necessário que as contribuições estejam em dia. Caso o segurado pare de contribuir é necessário solicitar a baixa da inscrição pois caso contrário ficará em débito com a previdencia social.

    Outra dúvida:
    Quem paga 20% sobre o salário mínimo como contribuinte individual
    está sujeito também às regras do fator previdenciário mesmo vindo a receber somente um salário mínimo?
    Grata pea atenção

    Maria Regina

    • Oi, Maria Regina, o autônomo quando não paga significa que não trabalhou e portanto não terá contado tal tempo para a aposemtadoria. E também não deve nada para o INSS. Sobre a outra dúvida, lembre apenas que o menor valor para um benefício substitutivo da remuneração, como a aposentaodoria, é um salário mínimo.
      Pardal

    • Maria Regina disse:

      Tem toda razão em suas respostas!
      Se não estou contando tempo para a aposentadoria, porque estaria
      devedora?
      Grata mais uma vez

      Maria Regina

  212. DENISE IRISLEIDE SANTOS disse:

    Boa noite , meu padrasto faleceu e ela não era casado com minha mãe mais estavam juntos a 18 anos para ela receber a pensão por morte dele tem que provar a união estável qual seria os documentos necessário?

  213. Carla Schroeder disse:

    Professor, boa tarde!
    Minha sogra tem 82 contribuições ao INSS e atualemtne está trabalhando com carteira assinada como doméstica, sendo que completa 70 anos em março. Ela teve contribuições antes e depois de 1991? Ela poderá se aposentar aos 70 anos ou precisa contribuir até completar 180 contribuições?

    • Oi, Carla, a sua sogra completou 60 anos em 2003, e por isso o seu período de carência, mínimo de contribuições é de 132, ou 11 anos. Isto é o que ela precisa contribuir para se aposentar por idade.
      Pardal

  214. Vania Souza disse:

    Boa noite!
    Tenho 45 anos e quero me aposentar por idade e receber uma aposentadoria acima do sálario mínimo,qual é a melhor maneira de obter esse beneficio?pagando os primeiros 10 anos 20% sobre o sálario mínimo e os últimos 5 anos pagar acima do sálario ou pagar os 15 anos completo acima do sálario mínimo?por favor tire minhas dúvidas.obrigada

    • Oi, Vania, a aposentadoria por idade paga 70% da média mais 1% para cada ano de contribuição. A média se faz pelos maiores salários que representem 80% de todos desde julho de 1994, sendo o seu divisor mínimo 60% do mesmo período.
      Pardal

  215. Joa D Arc disse:

    Boa noite!
    Eu gostaria de saber se é verdade que o professor do sexo feminino pode se aposentar com 55 anos de idade e no mínimo 180 contribuições.
    Desde já agradeço.

  216. Eliane disse:

    Bom dia , gostaria de tirar uma dúvida: meu marido vai se aposentar aos 65 por idade. Hoje ele tem 62. Começou a contribuir em 1979 sobre o teto, até 93. Parou de contribuir em 1999. Porém justo no período de 94 a 99, as contribuições foram bem menores. Vale a pena contribuir mais 3 anos sobre o máximo possível para conseguir um beneficio maior que o mínimo? Obrigada.

    • Oi, Eliane, como a média leva em conta os maiores salários que representem 80% de todos desde julho de 1994, sendo o divisor mínimo 60% do mesmo periodo, provavelmente você vai gastar muito contribuindo pelo teto e a média não ficará tão melhor.
      Pardal

  217. bruna disse:

    o filho tem direito a pensão pro morte dos pais até qual idade?
    como se exerce o direito de pensão infinita se não se casar?
    (ouvi dizer que tem uma pensão q se casar a filha perde o direito)

    • Oi, Bruna, a pensão por morte pelo INSS vale para os filhos, meninos ou meninas, até 21 anos. Se o filho casar antes disto perde a pensão porque fica emancipado. A pensão da filha maior de 21 anos não existe mais nem para servidores públicos.
      Pardal

  218. claudio g. oliveira disse:

    Boa tarde!
    Gostaria de saber se minha tia que tem 89 anos e trabalhou no campo até os 60 anos,sendo pensionista com um salario minimo pode solicitar a sua aposentadoria.

  219. Angela disse:

    Boa tarde!!
    Minha mae tem 59 anos, e contribuiu somente por 1 ano e 3 meses, ela começcou a pagar em 2011, ouvimos falar sobre um projet
    o que donas de casa pagariam 24 meses e com 60 anos se aposentavam? Gostaria so seu parecer sobre isso? Muito obrigada!

    • Oi, Angela, o projeto que inventaria um novo período de carência para as donas de casa nem foi apresentado no Congresso, e como a senadora que pensou no assunto agora é ministra de alguma coisa, eu realmente não acredito que se discuta novamente tal tese. Inclusive porque o sistema previdenciário não aceitaria os gastos que surgiriam sem as contribuições necessárias. O que realmente existe é a contribuição menor em percentual em alguns casos.
      Pardal

  220. REGINA COLOMBO disse:

    Fiz 60 anos em 2009 e tenho 163 contribuições . Quantas eua ainda preciso pagar ?
    Desde já agradeço.

    • Oi, Regina, as mulheres que completaram 60 anos em 2009 podem se aposentar com 168 contribuições, ou seja, faltariam 5 meses. Lembre que a regra de transição só vale para quem tem contribuições anteriores a 1991.
      Pardal

  221. Rosilene disse:

    Olá Dr. Minha mãe tem 72 anos e por mais de 15 anos trabalhou como agricultor e ainda continua, mas no ano passado ela caiu e quebrou o femur não tem mais condições de trabalhar e como só começou a tirar notas de agricultora em 2006 e uma que meu pai (falecido) tirou em 1996 junto com o nome dela mas ela só tirou outra em 2006, ela recbeu auxilio doença até dez/2012 cessou no mes passado, fizemos prerícia novamente, e ainda não temos resposta, agora ela não poderia se aposentar por invalidez uma vez que qd começou a tirar as notas trabalhava normalmente e só parou por doença?? o que devemos fazer pra conseguir aposentar ela que ganha só um salario de pensão de viuva.

  222. Rosilene disse:

    obs: ela tem 8 notas uma 1996 e 7 de 2006 ate 2012 este ano ela tira outra no mes que vem, ela operou, mas ficou com a perna mais curta e muita dor até pela idade os ossos não ficaram normais ela sofre muito nos ajude ja tentamos e nada conseguimos estou pensando em mandar uma carta junto com documentação solicitada pelo INSS (períto) para ver se é possivel dar continuidade ao auxilio doença, implorando pela aposentadoria, ja não sabemos mais o que fazer, ela mora sozinha no interior do paraná, viver com um salário ta mto dificil pois antes ela vendia os produtos da chacra hoje ela não consegue fazer mais nada, já caiu várias vezes tentando trabalhar e o problema da perna só agrava, atualmente até a coluna dói e ela sofre muito. obrigada por ler,

    • Oi, Rosilene, se estiver recebendo o auxílio-doença, a probabilidade de converter em aposentadoria por invalidez é grande, mas você deve procurar o INSS para saber o que acontece. Se ela não está recebendo benefício porque não tem qualidade de segurada, fica mais difícil conseguir o benefício.
      Pardal

  223. Boa Tarde
    Gostaria de saber porque tenho carteira assinada, mas tenho um processo contra o inss ja a 04anos e 04 meses, tive cancer coloquei no processo tem um ano ate hoje nao foi julgada, entao entrei no inss pedindo auxilio doença, foi concedido de novembro /12a março/13, porem o inss nao concordou com a perita e indeferiu dizendo que nao tento mas qualidade de segurada.Porfavor expilique-me se estou com processo, nao recebo da empresa ela paga apenas FGTS e PIS quem deveria pagar o inss para mim?e como posso recorrer contra a decisao do inss.porfavor respods-me urgente poia alem de tudo tenho depressao e fibromialgia e isto esta me matando

  224. Alvaro Nakamura disse:

    Bom dia! Meu pai completou 65 em novembro do ano passado. Já tem 15 anos de contribuição. Porém ele foi trabalhar no Japão em 1990, sem continuar a contribuir no Brasil desde então, ou seja, ele não tem nenhuma contribuição após 1994. Os maiores salários dele, foi na época que ele era militar da aeronautica. O benefício dele seria de apenas um salário mínimo por não ter contribuido depois de 1994, ou neste caso especial, o calculo poderia ser feito pela contribuição anterior a 1994?
    Muito grato pela atenção e pelo blog!

    • Oi, Alvaro, o benefício seria de um salário mínimo, inclusive porque ele neste momento não tem qualidade de segurado, utlizaria as determinações de uma lei de 2003. Porém, ele teria que ter contribuído por 15 anos no Regime Geral de Previdência Social (INSS) o que não ocorreria para um militar da aeronáutica. Portanto, nos regimes próprios dos servidores públicos, inclusive militares, não existem benefícios concedidos para quem não tem a qualidade de segurado, ou seja, benefício apenas para quem está em atividade lá.
      Pardal

  225. Sr. Professor Sérgio pardal
    Volto a pedir uma explicação do meu problema.
    Agora esses dias passei uma dor muito forte no peito e tive que vir embora do serviço.E fui ao médico que pediu um eletro do coração e passar no cardiologista no outro dia que me pediu 1 raio x.
    Levei atestado para meu patrão espero que não me desconte o dia. Ele pode fazer isso dr. Sergio?
    espero sua reposta desde já Obrigado!
    Parabéns por essa pagina de comunicação.
    Rosário ap.de lima

    • Oi, Rosário, seu empregador não pode descontar seu dia se você apresenta um atestado médico. Mas também não tem obrigação de manter o contrato de trabalho, ou seja, pagando as verbas rescisórias ele pode despedir. Se você estiver incapacitada para o trabalho, o laudo do seu médico deve dizer isto e você deve solicitar o auxílio-doença e até mesmo a aposentadoria por invalidez. Cabe inclusive ação judicial contra o INSS, mas você tem que apresentar um laudo médico sobre as incapacidades.
      Pardal

  226. Olá Dr.Sérgio, minha mâe é concursada há dezenove anos pela Prefeitura, ela tem 61 anos e se aposentou, mas ela quer continuar trabalhando, mas o prefeito não quer deixar, segundo ele a minha está aposentada e ela não pode continuar trabalhando. Gostaria de saber se existe uma lei que dar respaldo a minha mãe em continuar trabalhando, mesmo contra a vontade do prefeito. Caso minha mãe tiver este direito, quais providencas devem serem tomadas?

    • Oi, Ivaneide, a aposentadoria do servidor público implica obrigatoriamente no fim da atividade. O benefício do INSS não exige, mas o serviço público exige sim. É norma inclusive constitucional. Se ela não quer parar de trabalhar, sendo servidora estatutária, não poderia se aposentar, inclusive porque a aposentadoria compulsória, obrigatória, ocorre aos 70 anos de idade. Infelizmente o prefeito tem razão, sendo servidora estatutária, vinculada ao regime próprio de previdência social, ao se aposentar, deve parar de trabalhar.
      Pardal

  227. Sávio Neves disse:

    Oi Dr. Sergio
    incrivel como seu blog é famoso, parabens!!
    Gostaria de um esclarecimento seu, se possivel, e o que teria que fazer para concluir!!!
    Meu pai faleceu recentemente com 58 anos de idade, tendo contribuido durante 27 anos queria se aposentar por tempo de serviço.
    Minha duvida é se minha mãe terá algum direito??
    e o que faço para ajuda-la, pois tem 63 anos.
    Obrigado e continue fazendo um otimo trabalho, parabens.!!!

    • Oi, Sávio, se o seu pai estava contribuindo quando faleceu, não existem quaisquer dúvidas, basta requerer a pensão por morte junto ao INSS, lembrando que se demorar mais do que um mês para solicitar, só receberá a partir do requerimento. Se quando faleceu ele não contribuía há muito tempo, tendo perdido a qualidade de segurado, então, sinto muito, mas a viúva não tem direito a nada.
      Pardal

  228. oi DR Sergio, minha mãe tem 62 anos de idade , 13 anos de contribuição e dois anos de trabalho rural, já conta como 15 anos? ela já pode se aposentar?

  229. Luciene disse:

    minha mãe completa 64 anos n/semana, possui dois anos de contribuição individual, mas requereu auxílio doença pelo fato de ter diagnosticado câncer de rim. Felizmente não precisará fazer tratamento e sim apenas acompanhamento semestral, mesmo assim a minha dúvida é: ela poderá aposentar por invalidez mesmo que não tenha o tempo de contribuição suficiente de 15 anos?

    • Oi, Luciente, o tempo mínimo necessário para auxílio-doença e aposentadoria por invalidez é 12 meses; 15 anos são necessários para aposentadoria por idade. Porém, para o auxílio-doença ou aposentadoria por invalidez ela tem que estar contribuindo quando ficou incapacitada, tem que ter a qualidade de segurada.
      Pardal

  230. Luciana Azevedo Fernandes disse:

    Oi Dr Sérgio,estou com 41 anos e contribuo desde os 28 anos de idade!!Antes pagava como autonoma e de uns 7 anos pra cá,trabalho de carteira assinada!!sempre descontando sobre um salário!!mas quando me aposentar queria receber 3 salários!!isso é possivel??posso pagar por fora??qual o valor mais ou menos que devo contribuir para receber esses 3 salarios de aposentadoria!!e faltando uns 10 anos para me aposentar posso pagar essa porcentagem extra??entendeu??me fiz clara?obrigada!!

    • Oi, Luciana, em primeiro lugar, não pode pagar “por fora”; isto não significaria a simples soma das contribuições. A melhor situação é ter uma contribuição única com valor maior. A base de cálculo para todos os benefícios é a média dos maiores salários que representem 80% de todos desde julho de 1994 até a data de início do benefício. Assim, para ter uma média melhor, teria que contribuir alto por muito tempo. Observe que todos os salários, desde julho de 1994, poderão ser contados.
      Pardal

      • Luciana Azevedo Fernandes disse:

        Muito obrigada por responder!!Então esse “desejo” de receber 3 salários quando me aposentar já era?ganho somente um salário na carteira!muito pouco!!nunca recebi na carteira mais do que um salário!!3 salários na aposentadoria seria o ideal!!poderia voltar pagar como autônoma?Assunto complicado para entender!!rs

        • Oi, Luciana, como a média utiliza os salários desde julho de 1994 (80% deles) fica muito difícil você aumentar de verdade a sua média. Nem mesmo compensa o gasto (20% todo mês), observando o resultado. Talvez agora seja melhor uma poupança deste valor tendo garantido pelo INSS pelo menos um salário mínimo (que tenha sempre bons aumentos reais!).
          Pardal

  231. sergio disse:

    Dr Sérgio. Em primeiro lugar parabens pelo trabalho que presta a esse povo sofrido .
    minha pergunta 1 = tenho 53 anos de idade , e 26 anos de contibuição em empresa privada no ramo de metalúrgico.
    2 = exposto em certas empresas agentes quimico como óleo.posso ter beneficios como insalubre, acrescentando assim alguns anos de contribuiçao.
    3 = os anos faltantes posso paga-los em carnes autonomo como facultativo , adiantado ?
    4 = trabalhei em 2011 até agosto 2012 registrado clt porém a empresa recolia inss dos funcionarios porém não pagava o inss. vale como tempo para aposentadoria. isso comprovado em CTPS e holerits.,

    Desculpe por tantas perguntas.
    Grato .Sérgio

    • Oi, Sérgio, vamos lá: 1) a aposentadoria especial exige 25 anos de trabalho com exposição habitual e permanente aos agentes nocivos, comprovada através de informações das empresas empregadoras (antigo SB40, atual PPP), e nela não incide o fator previdenciário; a aposentadoria por tempo de contribuição exige 35 anos de trabalho para o homem, e o tempo especial pode ser convertido multiplicando por 1,4, mas incide o fator previdenciário reduzindo o valor de acordo com a idade; assim, se você provar 25 anos especiais, se aposenta com o valor da média contributiva; 2) já respondida; 3) poderia pagar com facultativo, mas é tempo comum e só pode ser pago mês a mês, e não adiantado; 4) a responsabilidade de contribuir é do patrão e de fiscalizar é do INSS, pode dar algum trabalho, mas o INSS tem que admitir o tempo.
      Pardal

  232. Carlos disse:

    Tenho 60 anos e mais de 20 de contribuição, posso me aposentar?

  233. Luciana Azevedo Fernandes disse:

    Dr Sérgio desculpa o incomodo!!Te fiz varias perguntas porque algumas pessoas disseram que eu poderia,faltando 10 anos para me aposentar,pagar os 20%!só assim receberia os 3 salarios almejados!!pelo que o senhor me orientou,isso é papo furado!!melhor a poupança mesmo!!muito obrigada!!

  234. Luciana Azevedo Fernandes disse:

    E esqueci de mencionar que sou professora de Educação Fisica!!Para professor é a mesma coisa??

  235. Ademir disse:

    Professor, minha mãe tem 60 anos, ela contribuiu muito pouco para a previdência. Ela não é alfabetizada e passou a maior parte da vida no lar. Existe alguma forma de ela se aposentar sem ser por invalidez ou tempo de serviço? Desde já, obrigado.

    • Oi, Ademir, existe um benefício assistencial, devido para homens ou mulheres aos 65 anos de idade, se estiver em situação de miséria, sem qualquer possiblidade de subsistência.
      Pardal

      • Ademir disse:

        Professor obrigado pela resposta, mas gostaria de saber se após complentar 60 anos é possível pagar o INSS para poder se aposentar posteriormente? e qual é o tempo que a pessoa tem pra isso? existe um limite de idade? Att.

  236. Marilsa disse:

    Bom dia!

    Tenho 46 anos de idade, já contribui por 30anos,
    gostaria de saber se já posso me aponsetar por tempo de serviço.
    e como calcular o fator previdenciario

    • Oi, Marilsa, com 30 anos de contribuição você já pode se aposentar com qualquer idade. Para fazer os cálculos, entre no site do INSS e faça uma simulação; é a melhor forma de saber o valor do fator previdenciário.
      Pardal

  237. HELIO ALFINITO JUNIOR disse:

    Prezado Professor: Entendi do seu comentário a respeito de aposentadoria por idade que poderei me aposentar cumprindo a idade (65 anos) e a carência de 15 anos de contribuição (somando períodos de contribuição intercalados com tempo de desemprego, mesmo perdendo a qualidade de segurado). É isso mesmo? Ou devo fazer uma consulta prévia direto no INSS, para saber o que eles computaram para meu caso? Obrigado desde já pela resposta.

    • Oi, Helio, é isto mesmo, o período de carência é o tempo mínimo necessário (para aposentadoria por idade, 15 anos) para o benefício é pode ser contado com tempos intercalados, mesmo com perda da qualidade de segurado.
      Pardal

  238. Evaristo costa de souza disse:

    Meu pai tem mais de 35anos de contribuição e vai completar 65anos de idade, sabendo que ele começou a contribuir com a previdência em 1977 e nessa época não existia carnê de pagamento, ele não tem esses reciboas para comprovar , oq dar um período de dois anos. Diante dessa situação é viável requerer junto ao Inss esses comprovantes que ele pagou para requerer a aposentadoria referente a um salário mínimo ou requerer apenas pelo tempo que tem? Faz alguma diferença na hora de receber o valor da aposentadoria ,já que ele sócontribuiu com valor referente a um salário mínimo?
    Obrigado

    • Oi, Evaristo, a aposentadoria por idade, aos 65 anos para o homem, é calculada em 70% da média (dos maiores salários que representem 80% de todos desde julho de 1994), com mais 1% para cada ano de contribuição, com o máximo de 100%. Portanto, passando de trinta anos, os dois a mais não fazem diferença. Por outro lado, nenhum benefício será menor que um salário mínimo, e se a contribuição do segurado foi sempre neste valor, nem se discutem cálculos.
      Pardal

  239. Marilia disse:

    Prezado Professor,
    Contribui por 15 anos trabalhando em empresa privada, estou sem trabalhar a 3 anos. Gostaria de saber se é vantajoso contribuir como facultativo até voltar a trabalhar para ter a possibilidade de me aposentar por tempo de contribuição, pois parece que com o fator previdênciário a aposentadoria pode ser menor do que o esperado. Devo contribuir ou não vale a pena?
    Obrigada.

    • Oi, Marilia, sempre vale a pena contribuir porque existem outros benefícios do INSS além da aposentadoria por tempo de contribuição, com o tal fator previdenciário. São benefícios indesejáveis, mas que podem ser necessários, como auxílio-doença e aposenadoria por invalidez. Para estes benefícios é necessário manter a qualidade de segurada, e o melhor seria você contribuir perto do valor que recebia como empregada, para manter uma boa média. Mesmo que mantenha o vínculo com a contribuição de um salário mínimo, vale a pena.
      Pardal

  240. Beraldo Craveiro disse:

    Boa noite Prof. Sergio Pardal,
    estou em dúvida e fiquei feliz em achar o seu blog ‘Direito Previdenciário’ da Tribuna. Sou funcionário público federal e recentemente averbei 9 anos de tempo de serviço como contribuinte individual autônomo do INSS, para efeito de aposentadoria no setor público (RPPS). Depois de averbar esse tempo, continuei contribuindo normalmente na condição de contribuinte individual autônomo, pagando mensalmente o carnet. Pergunto: – poderei me aposentar futuramente pelo INSS (completados mais 15 anos de contribuição) e também pelo setor público, completando 35 anos de serviço e a idade de 60 anos? Agradeço desde já a sua resposta.
    Abraços,
    Beraldo Craveiro
    Rio de Janeiro/RJ.

    • Oi, Beraldo, é importante verificar que o tempo que você averbou não pode ser concomitante, ao mesmo tempo, que o serviço público. O tempo contribuido como autônomo pode sim completar o período de carência, 15 anos de contribuição, mas lembrando que o seu trabalho como autônomo não pode se colidir com o serviço público. Se podem ser cumuladas as duas atividades, terá sim o direito às duas aposentadoria.
      Pardal

  241. MARIA HELENA disse:

    SENHOR SERGIO
    VOU FAZER 58 ANOS DE IDADE EM JUNHO E TENHO 27 ANOS DE CONTRIBUIÇÃO, 22 COMO FUNCIONÁRIA PÚBLICA E 5 ANOS COM CONTRIBUIÇÃO DO INSS. POSSO ME APOSENTAR? É NESTE CASO QUE FUNCIONA A FÓRMULA 85? NO CASO APOSENTO INTEGRAL

    • Oi, Maria Helena, pelo que eu entendi, você não é mais servidora pública e atualmente está contribuindo pelo INSS. A aposentadoria por tempo de contribuição exige para a mulher 30 anos de contribuição com qualquer idade. O que a idade conta é no cálculo do fator previdenciário. Para o INSS ainda não existe na a fórmula 85 para mulheres. Assim, se você levou os 22 anos do serviço público para o INSS, ainda faltam 3 anos para a aposentadoria. A aposentadoria por idade exige 60 anos para a mulher, com o mínimo de 15 anos de contribuição.
      Pardal

  242. eleusa carvalho disse:

    minha tia esta com 59 anos, ela contribuiu 5 anos com inss, sendo 2 anos como funcionaria municipal e 3 anos como microempresaria, ja tem 5 anos que ela nao contribui, hoje ela e dona de casa, e enquadrada no programa social do governo, a empresa continua no seu nome, so que esta inativa, ela consegue aposentar como dona de casa? ela precisa dar baixa na empresa? estas contribuicoes anteriores valem? como ela deve proceder? grata.

    • Oi, Eleusa, atualmente, sem a qualidade de segurada, ela não tem direito aos benefícios do INSS. Apenas a aposentadoria por idade pode ser concedida sem a qualidade de segurada, tendo 60 anos de idade (a mulher) e o mínimo de 15 anos de contribuição. A aposentadoria de dona de casa, na realidade, exige as mesmas coisas que a aposentadoria por idade, o que muda é a redução na contribuição. Sobre as condições da empresa, é melhor consultar um contador (sobre fechamento etc.) e todas as contribuições valem
      Pardal

  243. Roberto Silveira disse:

    Dr. Sérgio, bom dia. Tenho uma prima que tem 5 anos e 3 meses de contribuição, mas há mais de 25 anos deixou de contribuir.
    Ela fará 60 ano em setembro de 2013. Ela consegue se aposentar?
    Obrigado.

  244. eleusa carvalho disse:

    tenho 59 anos, sou dona de casa e tenho bolsa familia, já contribui 5 anos, sendo 02 anos como funcionaria municipal e 03 anos como microempresaria, já faz 5 anos que não contribuo, só que a empresa ainda esta no meu nome, ela esta como inativa, eu posso me aposentar como dona de casa? eu preciso dar baixa na empresa? pode ser aproveitado os 05 anos que eu contribui? como devo proceder?

    • Oi, Eleusa, atualmente, sem a qualidade de segurada, não tem direito aos benefícios do INSS. Apenas a aposentadoria por idade pode ser concedida sem a qualidade de segurada, tendo 60 anos de idade (a mulher) e o mínimo de 15 anos de contribuição. A aposentadoria de dona de casa, na realidade, exige as mesmas coisas que a aposentadoria por idade, o que muda é a redução na contribuição. Sobre as condições da empresa, é melhor consultar um contador (sobre fechamento etc.) e todas as contribuições valem.
      Pardal

  245. Veronica disse:

    Boa tarde, minha mãe completou 60 anos agora , ela trabalhou poucos anos com carteira assinada, gostaria de saber se ela pode se aposentar apenas por idade, com aquele beneficio de apenas um salario minimo.
    Desde ja agradeço.
    Veronica

  246. RUBIA disse:

    Boa tarde,
    Tenho 45 anos de idade e 30 anos de contribuição.
    Gostaria de entender melhor, se eu quiser me aposentar agora, eu posso? e ganharia integral ou parcialmente o meu salario? qual a porcentagem? 2.600,00 salario atual.
    Obrigada
    Rubia

    • Oi, Rubia, a aposentadoria por tempo de contribuição para a mulher exige 30 anos de contribuição com qualquer idade. Ocorre que o cálculo será pela média dos maiores salários que representem 80% de todos desde julho de 1994, multiplicada pelo fator previdenciário, que leva em conta ainda a idade e a expectativa de sobrevida. O melhor é fazer a simulação no site do INSS para sanar as dúvidas.
      Pardal

  247. Renata disse:

    Ola, Dr. Sergio Pardal. Meu pai tem 63 anos e quer se aposentar. Possui 30 anos e 4 meses de contribuição. Até 2007 ele contribuiu sobre 3 salários e depois, durante 18 meses, contribuiu sobre 5 salários. Em 2009 acreditamos que ele já tinha 35 anos de contribuição e estavamos passando por problemas de saúde e ele parou de pagar o INSS. Depois, tentando se aposentar descobrimos que ele tinha um buraco de 3anos quase 4 anos sem contribuição (o que aconteceu mais ou menos 1994). Se ele se aposentar hoje foi informado pela previdência que receberá somente um salário mínimo. O que é melhor fazer? Contribuir sobre o minimo até completar os 35 anos de contribuição? Esperar completar os 65 anos para solicitar a aposentadoria por idade? Qual a melhor atitude agora para garantir a ele um beneficio melhor?

    Obrigada pela ajuda.
    Renata

    • Oi, Renata, se o seu pai contribuiu até 2009, em valor superior ao salário mínimo, existe erro na informação do INSS. A não contribuição nos últimos três anos pode prejudicar um pouco a média, mas não define o benefício em um salário mínimo. Faça a simulação da aposentadoria no site do INSS como se ele tivesse já 65 anos de idade e veja os resultados. A parti daí, ficará mais fácil decidir as contribuições pelos próximos dois anos. A melhor aposentadoria para ele será por idade, com o fator previdenciário só incidindo se for favorável, e a média utilizará os maiores salários que representem 80% de todos desde julho de 1994.
      Pardal

  248. Valeria disse:

    Ola Dr. Sergio Pardal!
    Estou precisando tirar uma duvida.
    Meu cunhado trabalhou 18 anos na Caixa Economica Estadual
    tinha um bom salario… Depois foi transferido para AF onde ficou 3 anos ganhando um salario minimo.
    Ele aposentou com apenas um salario. Gostaria de saber se ele pode pedir uma revisao na aposentadoria por conta do tempo que contribui com um valor mais alto?
    obrigada

    • Oi, Valéria, depende de quando ele se aposentou e em que condições. Ele deve juntar sua documentação, carta de concessão do benefício, e procurar um advogado especialista e de sua confiança.
      Pardal

  249. MARIA HELENA disse:

    PROFESSOR SERGIO ACHO QUE HAVIA ME EXPRESSADO MAL NO COMENTÁRIO ACIMA . EU AINDA SOU SERVIDORA PUBLICA, NA REALIDADE CONTRIBUI 5 ANOS – 1981 E OUTROS ESPAÇADOS, COMPLETANDO 5 ANOS DE INSS AI FIZ CONCURSO E ESTOU HÁ 22 ANOS COMO SERVIDORA PÚBLICA, TENHO 58 ANOS SENDO ASSIM EU SOU CONTEMPLADA POR ESTE 85/95?

    • Oi, Maria Helena, para ter direito à regra de transição da EC 47/05, é preciso ter 25 anos de serviço público; então sim, pode somar a idade com o tempo de serviço, contando tempo de fora devidamente averbado e não concomitante. Com 22 anos de serviço público a regra de transição ainda exige 30 anos comletos de contribuição e 55 anos de idade.
      Pardal

  250. Elizangela Campos disse:

    Dr. Sérgio
    Minha mãe tem 58 anos, e sempre foi dona de casa (nunca teve carteira de trabalho assinada), mas também nunca contribuiu para o INSS. Ela veio do interior, mais reside capital a mais de 20 anos. Não conseguimos a aposentadoria por serviço rural, pelo fato de hoje residir na cidade e ter toda uma vida instaurada aqui, etc. Gostaria de ver com você se ainda é possível aposentar por idade (com 60 anos), recebendo 1 salário mínimo, se iniciarmos as contribuições ao INSS na data de hoje.
    Obrigada
    Att.,
    Elizangela Campos

  251. Hélio disse:

    Bom dia, tenho uma duvida em relação ao BPC, minha mãe não é aposentada ainda ela tem uma renda bastante baixa e gostaria de receber este auxílio, porem falta pouco mais de 1 anos para ela se aposentar por tempo de contribuição, minha duvida é caso ela consiga esse beneficio do BPC ela pode continuar contribuindo para se aposentar por tempo de contribuição? claro que sei que se ela se aposentar por tempo de contribuição ela deixa de receber o BPC
    desde ja agradeço

  252. PAULA RAFAELA disse:

    BOM DIA,

    MINHA MÃE PAGA 20% DO SALARIO MINIMO, COM QUANTO TEMPO ELA PODE SE APOSENTAR? O INSS INFORMOU QUE INDEPENDENTE DO TEMPO DE COMTRIBUIÇÃO ELA SE APOSENTA COM 60 É VERDADE? OU SERÁ QUE É MAIS VALIDO POGAR 11% ?

    • Oi, Paula, para se aposentar por idade, 60 anos para a mulher, é preciso ter o mínimo de 15 anos de contribuição. Se ela pretende este benefício no valor de um salário mínimo, o melhor é pagar 11%, o único benefício que se perde é a aposentadoria por tempo de contribuição.
      Pardal

  253. Elizangela Campos disse:

    Olá Dr. Sergio
    Minha já teve a carteira assinada como Cuidadora de Idosos, e também como Empregada Domestica. Hoje está sem registro contribuindo pelo carnê com o valor de 20% de dois salários mínimos, acreditando que isto garantirá uma aposentadoria no valor de 2 salários.
    Expliquei para ela que isto não significa que o valor do beneficio será de 2 salários mínimos. Mas gostaria de confirmar uma informação com o senhor. Vale a pena ela continuar contribuindo com 20% de 2 salários mínimos, pois, por acaso, no momento do calculo da aposentaria, poderá contar positivamente? Ou o INSS irá mesmo é fazer a media de 70% do valor dos (80% maiores salários), independente do valor da contribuição. Podendo esta ser de 20% de apenas um salário mínimo.

    • Oi, Elizangela, as duas atividades são domésticas, contribuindo em carnês no total de 20% do salário. São necessários, no mínmo, 15 anos de contribuição para se aposentar por idade, e o cálculo se faz em 70% da média, com mais 1% para cada ano de contribuição (no mínimo será 85%). A média é calculada pelos maiores salários que representem 80% de todos desde julho de 1994, sendo o divisor mínimo em 60% do mesmo período. Portanto, para ter direito a benefício maior do que o salário mínimo deveria contribuir por muito tempo.
      Pardal

  254. Thayrone Portela de Sousa disse:

    Bom dia, meu pai contribui como empresário, empresa optante pelo SIMPLES (11% sobre um salário mínimo) se ele optar contribuir sobre dois salários, será 11% ou 20% a margem de contribuição?

  255. Thayrone Portela de Sousa disse:

    Bom dia, minha mãe contribui como individual (CÓD. 1163) 11% sobre um salário mínimo, ela nunca trabalhou de carteira assinada e ajuda meu pai no Mercadinho. Na lei fala que o contribuinte individual terá direito a contribuir com 11% se for de baixa renda? Estou certo? O que o INSS considera como baixa renda? A LEI Nº 12.470, DE 31 DE AGOSTO DE 2011 da “dona de casa” relata que o Governo considera baixa renda a família que tenha renda até 2 salários mínimos. Para ter direito a contribuir com 11% no individual, segue o mesmo pensamento?

  256. Luiz Marques disse:

    Boa noite prof. Sergio. Fineza esclarecer. Tenho 51 anos e 35 de contribuição, pretendo continuar trabalhando, mas tenho dúvida se peço agora minha aposentadoria ou espero completar 53 anos. Qual a melhor opçao neste caso? Desde já agradeço vossa atenção. Elogio o senhor por esta iniciativa de ajudar os leigos em tema tão importante.

    • Oi, Luiz, neste blog tem alguns artigos em que faço as contas em relação ao fator previdenciário. São fáceis os cálculos: faça a simulação no site do INSS e veja quanto seria a sua aposentadoria hoje; faça uma nova simulação como se você já tivesse, por exemplo 53 anos de idade e 37 de contribuição; seriam dois anos sem receber, 26 prestações contando os 13ºs, ou seja, 26 vezes o valor da aposentadoria atual; divida este resultado pela diferença entre o que seria atual e a projeção para daqui a dois anos e você verá em quanto tempo recupera o que deixou de receber, costumeiramente o resultado não é bom.
      Pardal

      • luzimar lacerda rolim disse:

        Profº Sergio,uma duvida quanto à pensão por morte sem está na qualidade de segurado, é possível ou não a viúva ter direito? No caso de um trabalhador que contribuiu com mais de 20 anos a previdência mais parou de contribuir por muitos anos. É possível conseguirmos uma pensão para ela antes de completar 60 anos ou com 60 anos ela terá direito a esta pensão? Ela pode pagar pelo falecido para obter a qualidade de segurado?
        Obrigada.

        • Oi, Luzimar, nenhuma das suas idéias será possível. Para ter direito à pensão é necessário que o trabalhador esteja com a qualidade de segurado quando falecer. Se, tendo mais do que 15 anos de contribuição, o trabalhador falece com mais de 65 anos se homem ou 60 se mulher, teria tido direito à aposentadoria por idade, mesmo sem qualidade de segurado; então os dependentes têm direito à pensão, mesmo que o segurado não tenha requerido o benefício a que tinha direito.
          Pardal

      • Luiz Marques disse:

        Prezado Professor Sergio, muito obrigado.

  257. Luciano Ogawa disse:

    Bom dia Dr. Sérgio, apesar de ser bacharel em direito não tenho experiencia com o direito previdenciário,infelizmente não constou o direito previdenciário em minha grade. Dr. minha mão tem 62 anos de idade, contribuiu muito pouco, menos de um ano, mas sempre trabalhou com costura, hoje porem, não consegue trabalhar devido a grave tendinite que ocorreu em seus dedos, devido a anos de trabalho repetitivos da costura, não sei qual poderia ser a minha alegação para solicitar com amparo legal os benefícios que ela poderia ter direito, muito obrigado pelos esclarecimentos.

    • Oi, Luciano, se ela agora não está contribuindo, não tem a qualidade de segurada, e assim não tem direito a nenhum benefício do INSS. Existe um benefício assistencial (LOPS – Lei Orgânica de Assistência Social), de um salário mínimo, para inválidos ou com 65 anos de idade, mas apenas se estiver em situação de miséria, sem qualquer possibilidade de subsistência.
      Pardal

  258. Luiz Carlos Lopes disse:

    Boa Tarde, Dr.

    Favor me esclarecer; tenho 32 anos de contribuição em empresa privada
    e 57 anos de idade hoje contribuo entre 7 a 10 salários dependendo das minhas vendas. Já posso me aposentar com 70% e em caso positivo a minha perda é grande.
    Grato.

    • Oi, Luiz Carlos, a aposentadoria proporcional não existe mais, e a regra de transição exige idade mínima de 53 anos, e ainda, além dos 30 anos de contribuição, o pedágio de 40% do tempo que faltava em 1998. Assim, se hoje você tem 32 anos de contribuição, teria em 1998 17 anos de contribuição, faltando ainda 13 para 30; 40% de 13 seria um pouco mais de cinco anos. Como a aposentadoria integral exige apenas 35 anos, a proporcional não é mais viável, e você ainda não teria direito. Completando 35 anos de contribuição você terá direito ao benefício, calculando com a média dos maiores salários que representem 80% de todos desde julho de 1994 multiplicada pelo fator previdenciário (este leva em conta também a idade e a expectativa de sobrevida); no site do INSS você pode fazer a simulação.
      Pardal

  259. alexsandro disse:

    Bom dia professor Sergio. Queria tirar uma duvida em relação a aposentadoria do meu pai se é que o mesmo tem direito. meu pai tem 63 anos e 28 de contribuição a empresa faliu em 1999, de lá pra cá vem trabalhando sem contribui com o inss. pergunto ao senhor ele tem direito a algum tipo de aposentadoria? Desde já fico muito Grato;

    • Oi, Alexsandro, mesmo sem estar contribuindo, como ele tem mais dos que os 15 anos que são o mínimo exigido, quando completar 65 anos terá direito a aposentadoria por idade, no valor de um salário mínimo.
      Pardal

  260. Marcia Martins disse:

    Comei a trabalhar em set/83, algumas vezes fiquei desempregada e nao contribui, trabalhei na Itàlia 3a e 8 meses, sei que tem a convençao, e tambem trabalhei em hospital, por 7 anos.Gostaria de saber se pra aposentar conta, a insalubridade como tempo a menos, para aposentar? ou se o tempo que me falta sem a insalubridade sao mais ou menos 3 anos eu posso pagar ao inss? Uma vez que, de 83 a 2013 , sao 30 anos e eu tenho quase 51 anos.E depois que cheguei da Itàlia pago como autonoma. Mesmo assim me falta +- 3 anos. Obrigado.

    • Oi, Marcia, o tempo da Itália, você sabe que precisa procurar o consulado e fazer a certidão de tempo para avervar no INSS. O tempo especial, a exposição aos agentes nocivos de forma habitual e permanente se comprova com as informações das empresas empregadoras (antigo SB40, atual PPP), e se converte em comum multiplicando por 1,2. A aposentadoria por tempo de contribuição exige, para a mulher, 30 anos completos, com qualquer idade. A idade e a expectativa de sobrevida se refletem no fator previdenciário. No site do INSS você pode fazer a simulação.
      Pardal

  261. Osvaldo Gomes da Silva disse:

    Senhores boa tarde tenho 27 anos de registro em carteira todos trabalhados em linha de produção minha pergunta é.
    Se usar o PPP das empresas as quais já trabalhei eu poderia dar entrada a minha aposentadoria tenho 47 anos.
    A outra pergunta sem contar o tempo que tenho em carteira eu abri uma empresa pequena e meu filho vem pagando o INSS desde 2009 referente a um salario minimo, gostaria de saber se posso acrescentar o tempo pago como autonamo.
    Minha situação tenho 27 anos de registro em carteira mais 03 anos de INSS pago como autonamo em todas as situações sitadas tenho condições de pedir minha aposentadoria.

    • Oi, Oswaldo, a aposentadoria especial exige 25 anos de exposição aos agentes nocivos de forma habitual e permanente, comprovado por informações das empresas empregadoras (antigo SB40, atual PPP), e é calculada com base na média dos maiores salários que representem 80% de todos desde julho de 1994, sem a incidência do fator previdenciário. O tempo como autônomo não vale e é desnecessário.
      Pardal

  262. jaqueline lamblet disse:

    ola minha mãe tem 64 anos de idade e 14 anos de contribuição ela deu inicio em 1989. e fez 60 anos em 2008 ela ja pode se aposentar obrigada.

  263. rodrigues disse:

    após os 63 anos de idade, como fazer para contribuir e/ou mecanismos para oficializar aposentadoria?

  264. elaine disse:

    Uma mulher tem 65 anos de idade e contribuiu de 2003 ate junho de 2010, ela terá que pagar ate completar 15 anos de contribuiçao para se aposentar por idade, ou existe outro beneficio que ela poderá requerer junto ao INSS?

    • Oi, Elaine, sem contar os benefícios por sinistros, auxílio-doença, aposentadoria por invalidez ou pensão por morte, só é possível a aposentadoria por idade, que exige, além de 60 anos de idade para a mulher, o período mínimo de contribuições de 15 anos. Como ela não contribuiu antes de 1991, nem pode utilizar a regra de transição.
      Pardal

  265. Vanessa disse:

    Minha mãe tem 69 anos, é funcionária pública municipal e tem 13 anos de contribuição junto ao INSS. Ela terá que completar os 15 anos de contribuição ou saíra na aposentadoria compulsória por completar 70 anos, com proventos proporcionais?

  266. bruno alcantara disse:

    Boa tarde Professor.
    Minha esposa esta com 47 anos,e é do lar e nunca contribuiu com a previdência. Fiz a inscrição dela em 16/02/2013, consegui o NIT,e pretendo pagar a primeira parcela no inicio de março até completar a carência de 180 meses e solicitar a aposentadoria por idade.
    Devo pagar pelos 11% do mínimo, ou poderia recolher um valor maior, por exemplo até o Teto (cerca de R$ 820,00) para que ela consiga uma média maior na aposentadoria?? (pergunta seria aplicado os famosos 60% neste caso? Ou seja vale a pena pagar este valor ou seria melhor fazer uma previdência a parte para ela?
    Obrigado pela atenção.

  267. Vanilde Souza disse:

    Ola, Sr. Sergio.

    Minha mãe vai completar 65 anos em novembro de 2013, não é aposentada, pois ela só conseguiu contribuir por cerca de 5 anos para a previdencia, minha duvida é se ela consegue se aposentar por idade ou pegar algum benefício quando completar os 65, pois a mesma não tem condições de completar os 10 anos restantes.

    Desde já agradeço.

    Vanilde Souza.

    • Oi, Vanilde, aos 65 anos de idade e sem qualquer possibilidade de subsistência teria direito ao benefício assistencial, pela Lei Orgânica de Assistência Social, administrado também pelo INSS.
      Pardal

      • Vanilde Souza disse:

        Obrigada pela orientação Sr. Sergio!
        No caso ela só pode solicitar o benefício assistencial quando completar os 65 anos, correto? E o valor seria o salario minimo?

        Obrigada.

  268. Rosa Maria Viegas disse:

    Boa noite, sou aposentada já há 4 anos.
    Quando completei os 60 anos pedí minha aposentadoria e já tinha 23 anos trabalhados, e acabei por receber sómente um salário mínimo.
    Está correto ou posso procurar a própria previdencia ou um advogado pra esclarecer ? .

    Muito obrigada e fico no aguardo

  269. bruno alcantara disse:

    Boa noite Professor,
    Agora gostaria de descrever o meu caso pessoal, Tenho 58 anos,
    contribuí até 07/de 91 perfazendo um total de 18 anos de recolhimento (CLT pelo teto máximo).
    A partir de 92 abri uma empresa em sociedade com meu irmão e nesta empresa recolhemos pelo mínimo cerca de 3 anos, esta empresa faliu. A partir de 2003 abrimos uma outra empresa de prestação de serviços e desde então apesar de emitirmos notas todos os meses e pagarmos fielmente os impostos municipais e federais “Não”recolhemos nada para a previdência.
    Pergunta: é possível pagar individual retroativo estes 10 anos pelo “Teto” ou seja até os dias de hoje, totalizando neste caso cerca de 32 anos e pagar mais três anos até completar os 35 anos a aposentadoria por tempo de serviço?
    Sei que a receita faz parcelamento em até 60 meses, evidentemente com multas, juros e correções.
    A outra saída acredito eu, seria esperar os 65 e aposentar com o mínimo.

    antecipadamente agradeço a sua atenção.
    PS: Acredito que eu tenha que contratar uma consultoria para fazer estes cálculos, e verificar a viabilidade econômica.

    • Oi, Bruno, é possível pagar o passado se você provar que é devedor enão será barato. Tudo é uma questão de contas. Para a aposentadoria por idade no valor de um salário mínimo não seria necessário contribuir, mas em compensação sem contribuir não teria direito a outros benefícios.
      Pardal

  270. Alexandre disse:

    Boa noite,

    Meu pai tem 55 anos e teve um infarto a cerca de 1 ano e meio e de acordo com os laudos emitidos pelos médicos desde então o mesmo está impossibilitado de exercer qualquer atividade física. Meu pai então pega o atestado/laudo médido e se dirige até o INSS para avaliação do médico deles, simplesmente não fazem qualquer exame e informam que meu pai está apto a trabalhar e com isso suspendem o “beneficio” do INSS. Já estamos nesse impasse a cerca de 6 meses. Diante de todo o problema enfrentado, solicito seu auxilio para sabermos como devemos proceder.

    Obrigado.

  271. Marcos Aurélio Martins disse:

    Minha mãe tem 61 anos de idade,dos quais aproximadamente 13 anos éla trabalhou com agricultura.em janeiro éla completou 15 anos de contribuição (com carteira assinada) sendo destes 15 anos, 5 anos ela ganhava um salario minimo, os outros 10 anos sendo estes os atuais éla ganha em torno de 1000 reais, qual a melhor opção de aposentadoria no caso dela.
    att:Marcos

  272. DANNILO disse:

    boa tarde Srºsergio pardal, o meu pai possue uma propriedade rural, dai podemos aposentar com 05 anos a menos em relaçao ao trabalhador urbano, gostaria de saber se eu abrindo um comercio varegista como MICRO EMPREENDEDOR INDIVIDUAL na cidade perderei o direito de mim aposentar pelo INCRA? por favor estou aguardando a resposta

    • Oi, Danillo, para se aposentar por idade como trabalhador rural, 60 anos o homem e 55 a mulher, terá que estar nesta atividade quando for requerer o benefício, tendo comprovados 15 anos na atividade em qualquer tempo.
      Pardal

  273. José Maxwell de Albuquerque disse:

    Caro Sergio

    Vou me aposentar em julho/13, e recentemente vendo meu CNIS, observei que tem duas lacunas, não registradas mes 04/2000 e meses 03 e 04/2003, qual seria minha providencia para sanar o problema. Estou com 15 anos e 01 mes de contribuição.

  274. SAMIR disse:

    Boa tarde Dr. Pardal! QUERO DAR ENTRADA NA APOSENTADORIA DO MEU PAI QUE HOJE ESTÁ COM 69 ANOS E POSSUI DOIS NÚMEROS DE INSCRIÇÃO. O INSS ME ORIENTOU QUE SERIA NECESSÁRIO FAZER UM ACERTO NA INSCRIÇÃO MAIS ANTIGA, CONSIDERADA COMO FAIXA CRÍTICA, ISTO É COMPLEMENTAR OS DADOS NO CNIS (data do desligamento e atividade desempenhada).

    O INSS DIZ QUE PARA FAZER O ACERTO SERIA NECESSÁRIO QUE EU APRESENTASSE A CTPS DESTE PERÍODO (09/1980 a 12/1998) E OS CARNÊS ORIGINAIS.

    OCORRE QUE, MEU PAI PERDEU ESTA CTPS. NA RAIS QUE CONSEGUI TENTANDO SUPRIR AS EXIGÊNCIAS DO INSS, A DATA DE DESLIGAMENTO CONSTA EM ABERTO, E NÃO HÁ ATIVIDADE INFORMADA, MAS COMO ELE ERA DIRETOR DA EMPRESA EU TENHO CÓPIA DA ATA DA ASSEMBLÉIA QUE O ELEGEU. APRESENTEI ESSES DOCUMENTOS, MAS MESMO ASSIM O ACERTO FOI NEGADO PELO INSS.

    DIANTE DO ACIMA EXPOSTO, PRETENDO RECORRER, MAS QUERIA SABER QUE OUTROS DOCUMENTOS POSSO JUNTAR COMO PROVA PARA SUBSTITUIR A APRESENTAÇÃO DA CTPS E DOS CARNÊS QUE FORAM EXTRAVIADOS.

    • Oi, Samir, principalmente quando a responsabilidade contributiva é do segurado, como o autônomo e o empresário, a cobrança de documentação por parte do INSS é bem grande. Em alguns casos, quando o INSS não se sente convencido, é possível ajuizar uma ação e aguardar a solução dos tribunais.
      Pardal

  275. DANNILO disse:

    MAS SERA QUE PODEREI ENTAO ABRIR MEU COMERCIO COM UMA ATIVIDADE RELACIONADA A TRABALHADOR RURAL (EXEMPLO: ATIVIDADE DE HORTIFRUTIGRANJEIRO) COMO UM MICRO EMPREENDEDOR INDIVIDUAL, APENAS PARA VENDER OS MEUS PRODUTOS VINDOUROS DA FAZENDA?
    POSSO ABRIR COM UM ENDEREÇO URBANO APENAS PARA VENDER A MERCADORIA RURAL E CONTRIBUIR COM A PREVIDENCIA?

  276. Sergio Romiro Pinto Bandeira disse:

    Quando me aposentei em 2007 tinha 67 anos e 34 anos de contribuição. Consegui me aposentar ´pelo teto já que minhas contribuição sempre foram pelo teto maximo do INSS. Me aposentei por idade. Pergunto ao Senhor a aposentadoria por idade o aposentado tem que ter no minimo 65 anos com 15 de contribuição. Como me aposentei com 67 anos, dois a mais do exigido pelo INSS, poderia solicitar o reembolso deste dois anos pagos a mais. O INSS sempre limitou minhas contribuições ao teto maximo.

    • Oi, Sergio, de qualquer forma não haveria a devolução das contribuições (são obrigatórias para o trabalhador mesmo que já esteja aposentado) e os dois anos a mais foram contados no cálculo do fator previdenciário mais favorável.
      Pardal

  277. GOSTARIA POR FAVOR DE SABER SE JA POSSO NO PROXIMO ANO 2014 REQUERER
    MINHA APOSETADORIA, CONTRIBUI DURANTE 21 ANOS JA COMPROVADO PELO INSS
    SOBRE TETO MAXIMO OU SEJA 10 SALARIOS MINIMOS. COMPLETO 65 ANOS ABRIL
    2014.QUANTO SERIA O VALOR A RECEBER.
    ATENCIOSAMENTE
    JOSE HUMBERTO BEZERRA

    • Oi, José Humberto, completando 65 anos você tem direito à aposentadoria por idade que será calculado em 70% da média com mais 1% para cada ano de contribuição. Assim, se você continua contribuindo, em 2014 terá 22 anos de contribuição, ou seja, o benefício em 92% da média dos maiores salários que correspondam a 80% de todos desde julho de 1994. Para saber o valor, você pode fazer uma simulação no site do INSS.
      Pardal

  278. roberto anjuleto disse:

    dr,boa noite por favor tire esta duvida para mim,eu me aposentei em1997 por tempo de servico 42na carta consta 36anos7 mesese20 dias
    pois bem ontem o STF decidiu que pode pedir revisao pelo que eu entendi eu trabalhei 1ano 7 meses e 20 dias a mais sera que eu posso ter alguma revisao muito obrigado.

    • Oi, Roberto, a decisão do STF se refere a quem tinha direito antes ao benefício, e tendo esperado, teve um valor menor que teria se tivesse se aposentado antes. É o respeito a direito adquirido, mesmo que não solicitado.
      Pardal

  279. Maria Silverio disse:

    Sr. Sergio muito interessante seu trabalho! Gostaria de saber se é possivel? sou aposentada por tempo de contribuição desde 2009, aposentei com 58 anos e 34 anos de contribuição. Sou funcionária publica há 22 anos e pretendo aposentar aos 65 anos, quando então terei 26 anos de trabalho. A pergunta é, poderei pedir ao Inss os quatro anos que estão a mais e que deixei lá, como posso proceder?
    Desde já agradeço e parabenizo pelo trabalho.

    • Oi, Maria Silverio, o que você pode ver e se antes de se aposentar em 2009, teria direito a um beefício mais favorável. Não será o seu caso, porque o tempo a mais que você contribuiu tiveram alguma influência no fator previdenciário, não foram absolutamente perdidos.
      Pardal

  280. Contribui 15 anos para o INSS, e por burrice minha deixei de contribuir ao parar de trabalhar. Hoje tenho 54 anos, gostaria de saber se existe a possibilidade de reverter essa situação , voltando a contribuir pra poder receber teto máximo. Sempre contribui com o vr. máximo, mas em 1994 parei de trabalhar e n mais contribui. Por favor Sergio Pardal me oriente……Grata.

    • Oi, Telma, não é possível conseguir se aposentar pelo teto nas suas condições. O cálculo dos benefícios passa pela média dos maiores salários que representem 80% de todos desde julho de 1994, e para os benefícios voluntários o menor divisor da média é 60% do mesmo período. Até 1998 o cálculo ainda se fazia pelos três últimos anos, mas existia uma tabela para o crescimento das contribuições. Se voce se aposentar por idade daqui a seis anos, ficaria muito caro pagar pelo teto, sem um retorno que possa valer a pena.
      Pardal

  281. Bom dia Sr Sérgio,gostaria de saber se o tempo do exército(6 anos e 17 dias) durante a ditadura era especial para fins de aposentadoria e se posso pagar 5 anos que falta para 15 de contribuição e pedir aposentadoria com 53 anos.obrigadoVILELA.

    • Oi, José Hélio, nem o tempo de exército vale como especial, nem poderia se aposentar com 53 anos e 15 de contribuição. Na realidade, para a aposentadoria por idade você precisa ter 65 anos de idade e 15 anos de contribuição para o INSS, neste caso o tempo de exército não vale.
      Pardal

  282. Marilsa Ferreira disse:

    Prof. Pardal,estou prestes a me aponsentar por tempo de contribuição já contribui com por 30 anos, gostaria de saber se depois de aponsentada, posso continuar com o plano de saúde da empresa, já trabalho neste mesma empresa a 12 anos, com uma observação a empresa mudou o plano de saúde a mais ou menos 3 anos atraz,será que mesmo assim tenho direito de continuar com o plano depois de aponsentada

    • Oi, Marilsa, o plano de saúde depende dos acordos das empresas com empregados, não tem qualquer relação com a aposentadoria, a não ser que existam cláusulas dispondo sobre isto. Se você continuará trabalhando na empresa, já que a aposentadoria não exige que você rescinda o contrato de trabalho, provavelmente continuará com o plano de saúde. Verifique na empresa ou no seu sindicato.
      Pardal

  283. Iza disse:

    Ola Sr Sergio, parabéns pelo belo trabalho que faz!
    Sou professora da rede estadual, com 24 anos em sala de aula e 55 anos de idade. Posso me aposentar proporcionalmente, e em caso afirmativo qual seria a porcentagem dos proventos?
    Obrigada!

  284. Bom-Dia Professoer.
    desculpe incomoda-lo uma vez mais estive lendo seu blog algo me despertou minha curiosidade, paguei ano 1990/ 2010, mais um ano antes
    disso total 21 anos sobre, 10 salarios minimo agora abril de 2014 faco
    65 anos. isso que dizer que parei de pagarem 2010 entendi que so tenho direito um salario minimo.
    com todo meu respeito
    Jose Humberto Bezerra

    • Oi, José Humberto, se você tiver contribuição em meses suficientes para representar 60% do período entre julho de 1994 e o início do benefício, terá a média completa. Se você contribuiu entre julho de 1994 e 2010 no teto máximo, sua média será bem razoável mesmo em 2014.
      Pardal

  285. BEATRIZ GOUVEIA SOUZA disse:

    ESTOU C 35 ANOS DE IDADE…TRABALHEI CINCO ANOS CARTEIRA FICHADA…A CONTRIBUIÇAO TEM QUE SER DIRETA OU NAO IMPORTA SE FIQUEI UM TEMPO SEM CONTRIBUIR?JUNTA TD TEMPO Q CONTRIBUI P VALIDAR A APOSENTADORIA?
    ABRAÇOS

    • Oi, Beatriz, todo o tempo de contribuições conta, seja como empregada, autônoma ou segurada facultativa. Não há qualquer problema a existência de tempos sem contribuição, mas estes não contam para o benefício e se ficar muito tempo sem contribuir (mais de um ano) pode perder a qualidade de segurada e ficar sem cobertura nos casos de doença, invalidez ou morte.
      Pardal

  286. josé geraldo disse:

    caro sergio meu pai pagou inss, desde 1986 e parou de pagar em 2008
    abriu uma pequena empresa e só foi começar a pagar novamente uma só vez em maio de 2011 e por problemas de saude esta afastado, ficou 1 mês e 27 dias internado com pancreatite aguda hemorragica grave, e diabete e insulficiencia respiratória, mas ja recebeu alta, ele continua com insulficiencia renal e esta voltando os movimentos da perna aos poucos, estou tentando encostar ele no auxilio doença, mas eu estou preoucupado se essa pausa que ele deu no inss íra criar algum problema e interferir.a previdencia social me pediu muitos documentos como pis,atestado, laudo médico, cpf, rg, carteira de trabalho registros individuais da empresa, comprovantes de colaboraçoes e outros não sei se ele contribui para o governo. bom isso interfere em alguma coisa. obrigadofico esperando uma resposta obrigado mais uma vez

    • Oi, José, se ele parou de pagar em 2008 e em 2011 contribuiu apenas um mês, infelizmente ele não terá direito a qualquer benefício porque não recuperou a qualidade de segurado. A única saída seria provar que em 2008, quando ainda pagava, já estava doente e incpacitado para o trabalho.
      Pardal

  287. Solange de Souza disse:

    Tenho 53 anos e já contribui para a previdencia durante 9 anos 1 mês e 25 dias. Faltam aproximadamente, 06 anos para eu completar 15 anos de contribuição e me aposentar por idade. Como ainda faltam 06 anos de contribuição e quero me aposentar com uma renda de pelo menos 5 saláros mínimos, devo contribuir desde já sobre esse total de salários?
    fico no aguardo de resposta,
    Grata,
    Solange

    • Oi, Solange, a aposentadoria por idade se calcula em 70% da média, com mais 1% para cada ano de contribuição; a média se faz pelos maiores salários desde julho de 1994, sendo o divisor mínimo desta média em 60% do mesmo período, entre julho/1994 e a data do início do benefício. Como você pode ver, será muito difícil conseguir uma boa média; se o seu benefício for se iniciar em 2019, o mínimo para a média será por volta de 15 anos.
      Pardal

  288. Meu pai nasceu no ES NA ZONA RURAL e sempre morou e trabalhou na zona rural.Sempre trabalhou com seu pai e irmãos nas terras de sua própria família! Alias trabalhou desde criaça. Aos 52 anos de idade, por necessidade da comunidade rural, precisou de um enseminador de vaca, então ele com toda sua sabedoria de um simples agricultor, no qual trabalha com pequeno rebano de vacas, se prontificou em fazer esse serviso, que seria pago pela prefeitura do municipio, mais para receber precisou fazer um contrato, e ele homom simples, sem muito conhecimento, aceitou. So que agora ele completou 60 anos de idade e não conseque se aposentar, devido a prefeitura descontar INSS. Mesmo ele nunca ter saído do pedaço de terra dele, no qual ele mora a 60 anos de idade, e até mesmo o serviço que prestava para prefeitura era na zona rural,
    Gostaria da ajuda de alguém que já conseguiu ou de alguém que entenda do assunto por favor??!
    Pois acho muito injuto, um homen que sempre trabalhou de sol a sol, na zona rural, tem toda papelada comprovando o serviço da roça, tem no rosto as marcas do tempo, trabalho sofrido, e agora a tão esperada aposentadoria, não pode vir, por simples questão democratica, ou seja, por causa de um simples contrato entre prefeitura.

    Preciso ajuda-lo pois ele merece, sempre foi um batalhador!
    Grato

  289. Pedro Henrique Nunes Marques disse:

    Boa Noite Dr. Sergio., gostaria de receber uma informação referente a aposentadoria, contribuo com o INSS desde 1977, hoje estou com 53 anos de idade, poderei pedir aposetadoria por tempo de contribuição ? o INSS tem como fazer uma previsão de quanto irei receber ?

  290. Vergílio Miranda disse:

    Minha cunhada contribuiu para o INSS 08 anos e 04 meses antes de 1991, voltou a contribuir em 02/2008 até agora. Em setembro de 2011 ela fez 60 anos. Teria ela como pedir aposentadoria por idadade?

    • Oi, Vergílio, a a aposentadoria por idade para a mulher é possível aos 60 anos de idade, mas apenas se tiver o mínimo de 15 anos de contribuição. Assim, antes de se aposentar a sua cunhada terá que continuar contribuindo até completar os 15 anos necessários.
      Pardal

  291. Joel disse:

    Bom Dia, primeiramente parabéns pela disposição em responder todos os questionamentos.
    Minha mãe tem 60 anos de idade e 8 de INSS. Porém ela tem como comprovar 23 anos de agricultura, o que fecharia 31 anos (23 rural + 8 INSS). Nesse caso é possível conseguir aposentadoria ou deve contribuir mais 7 anos de INSS?

    • Oi, Joel, completando mais de 30 anos, ela pode se aposentar por tempo de contribuição. Ocorre que o INSS pode cobrar o mínimo de 15 anos de contribuição, o que não ocorreu no tempo rural. Em todo caso, só requerendo o benefício para saber o resultado.
      Pardal

  292. Humberto Afonso disse:

    Profº bom dia! Servir o Exército Brasileiro no período de 1984 a 1996, pedi minha baixa (Art 150), meu tempo de serviço foi de 12 anos conforme certificado de reservista, minha graduação erá de cabo, e conforme o Regulamento do Exército já estavo estabelizado com mais de 10 anos de serviço. Com eu quem pedi a minha baixa na época sai sem direito a nada. Gostria de saber se tenho direito de requerer algum beneficio pelo tempo de serviço prestado.

  293. Minha sogra tem 72 anos mas não tem registro de contribuição na carteira, mas trabalhou até os 55 anos na área rural depois ficou enferma. Ela tem direito a aposentadoria ? .

    • Oi, Elicharmas, será muito difícil, passado tanto tempo, provar que aos 55 anos ela estava trabalhando na área rural e tinha mais de 15 anos de trabalho. Se você conseguir provar isto, ela teria direito a aposentadoria por idade como rural.
      Pardal

  294. Neuza Maria Pereira disse:

    Muito bom o seu Blog
    Tenho 59 anos e 25 anos de contribuição ,desempregada desde 2008 gostaria de saber se continuo pagando como autônoma ou espero os 60 anos
    Obrigada
    Neuza

    • Oi, Neusa, o grande problema de não estar contribuindo é perder a qualidade de segurada nos casos de doença, invalidez ou morte. Lembre que a base para o benefício é a média dos maiores salários que representem 80% de todos desde julho de 1994, tendo como divisor mínimo 60% do mesmo período. Assim, a contribuição de mais um ano não terá um grande efeito na média.
      Pardal

  295. Rubens Moreira Pavanelli disse:

    Sou aposentado como servidor público de MG desde 2009. Em janeiro de 2011 aos 60 anos comecei a contribuir para o INSS no código 1163 como contribuinte individual na alíquota de 11%, para me aposentar por idade aos 75 anos( 180 contribuições).Queria saber sua opinião à respeito, se estou legal nesta situação, o vou ter algum problema quando solicitar a aposentadoria ou algum benefício ? Obs:consultei na época 2 funcionários do INSS, que me garantiram que não haveria nenhum problema, pois são dois institutos diferentes(IPSEMG e INSS)

    • Oi, Rubens, realmente não me parece haver algum problema, já que são instituto diferentes; porém, eu não me lembro o que é o código 1163, mas não aconselharia a contribuir como segurado facultativo, e sim como autônomo, com alguma atividade.
      Pardal

      • Rubens Moreira Pavanelli disse:

        Código 1163:Contribuinte individual(autônomo que não presta serviço à empresa); segundo o site da própria Previdência Social no ítem “como preencher a Guia”

  296. wilson dos santos tito disse:

    prezado dr Sergio cabral apos ter trabalhado tantos anos dei entrada na aposentadoria em 2008 e ja estava quase 1 ano e nada de aposentar quando fui na agencia e um funcionario aconselhou-me aposentar na proporcional porem nas minhas contas somavam 35 anos como estava numa situacao caotica aceitei a proposta em uma semana estava aposentado perdendo muito dinheiro.Ao examinar minha carta de concessao depois de 3anos notei que o tempo estava 33anos e 15 dias como posso reverter isto pois tenho certeza que meu tempo de contribuicao esta errado inclusive fui vigilante e tem o PPP para incluir obrigado.

  297. Veronica disse:

    Olá Professor, muito bom mesmo seu texto e sua disposição em nos responder! Gostaria de saber se minha mãe, que tem 64 anos, com 12 anos de contribuição pode se aposentar. Quais nossas providências a tomar? Agradeço muito sua simpatia!

    • Oi, Veronica, se sua mãe completou 60 anos em 2008, são necessários 162 meses de contribuição, ou seja, 13 anos e meio. Ele deve completar o tempo de contribuição necessário e então requerer o benefício.
      Pardal

  298. Carina Soares disse:

    olá minha mãe tem 54 anos, e só contribuiu em torno de 30 meses p o INSS. Gostaria de saber qual seria a conduta que ela deveria tomar agora p ara que ao chegar aos 60 anos, ela possa ter direito a aposentadoria? Desde já muito obrigada pelo esclarecimento.

    • Oi, Carina, estou respondendo as suas mensagens: a aposentadoria por idade exige 60 anos de idade para a mulher e o mínimo de 15 anos de contribuição, e não é possível contribuir fora do tempo. Ou seja, cada contribuição em cada mês.
      Pardal

  299. Norma Matos disse:

    Prezado Dr. Sergio Cabral, Meu tio faleceu a poucos dias, nos anos anteriores ele contribuiu com a previdência social sobre 1 salário, passou um bom tempo sem contribuir, pouco antes dele falecer, ele fez a inscrição no INSS e contribuiu 6 meses para frente através do carne como autônomo, sobre 5 salários, sendo que no terceiro mês que ele estava pagando, ele veio a falecer, tendo 3 meses já pago de contribuição pela frente, a esposa dele tem direito a pensão por morte no valor de 5 salários? Responda-me, por favor, muito obrigada.

    • Oi, Norma, talvez a contribuição “6 meses para frente”, com o segurado falecendo no meio do processo, dê alguma confusão. Em todo caso, a única saída é requerer o benefício e examinar o resultado.
      Pardal

  300. Maria Lacerda disse:

    olá professor, eu gostaria de saber no caso da minha mãe que tem 56 anos de idade, trabalhou 11 anos no serviço publico como contratada e há 5 anos passou em um concurso público,se no caso de aposentadoria por tempo de serviço, os 11 anos computam ou só apartir dos 5 anos de concursada? E se o fato dela ter passado em concurso pode gerar algum problema no deferimeto de aposentadoria por idade?

    • Oi, Maria, o tempo em qualquer regime, seja o regime geral seja o regime próprio dos servidores, pode ser contado no outro para completar para os benefícios. Se ela hoje trabalha como servidora concursada, assim deverá se aposentar por idade.
      Pardal

  301. zeneide disse:

    tenho 32 anos de trabalho e 53 anos de idade , posso pedir minha aposentadoria?

    • Oi, Zeneide, a aposentadoria por tempo de contribuição exige 30 anos de trabalho para a mulher, com qualquer idade. O que a idade e a expectativa de sobrevida interferem é no cálculo do fator previdenciário. Para saber quanto seria o benefício, voce pode fazer uma simulação no site do INSS.
      Pardal

  302. Lilian Timotio disse:

    minha mãe não tem nenhuma contribuição, ela é analfabeta e tem problemas de visão, enxerga apenas 20% de um dos olhos, eu poderia pagar o valor referente á 15 anos de contribuição para que ela se aposente aos 60 anos? e sabe me dizer qual o valor correto ?

  303. Américo disse:

    Sr Sérgio
    Tenho 51 anos de idade com 30 anos e 10 meses de contribuição. Minhas contribuições foram com valores baixos.
    Qual sua orientação para uma contribuição com um valor maior, é interessante ? Muito obrigado

    • Oi, Américo, tanto para a aposentadoria por tempo de contribuição (35 anos) quanto na por idade (65) a média utilizada para os cálculos é dos maiores salários que representem 80% de todos desde julho de 1994 até o início do benefício. Assim, para melhorar a média leva algum tempo.
      Pardal

  304. BOM DIA,DR.SERGIO PARDAL,O MEU PAI TEM 65 ANOS DE IDADE E 19 ANOS DE CONTRIBUIÇÃO,ELE ERA SOCIO DE UMA EMPRESA E CONTINUO CONTRIBUIDO PAGANDO REFERENTE A TRÊS SALARIOS MINIMOS,QUAL O PROCEDIMENTO PRA ELE SE APOSENTAR COM O TETO MAXIMO.OBRIGADO!

  305. OLÁ DR. GOSTARIA DE SABER, POIS MINHA MÃE É FUNCIONARIA PUBLICA PRÓ TEMPORE COMPLETOU 60 ANOS DE IDADE E APOSENTOU POR IDADE. PERGUNTO ELA PODE CONTINUAR TRABALHANDO COMO PRO TEMPORE NO SERVIÇO PUBLICO? OBG.PELA ATENÇÃO.

  306. LEONARDO disse:

    Olá Dr. Sérgio,
    Por favor, me esclareça: atualmente, sou servidor público federal. Tenho 29 anos de idade e praticamente 7 anos de serviço público. Contudo, trabalhei de carteira assinada em uma microempresa, antes da posse no cargo público, por 6 anos (dos 14 aos 22 anos). É possível continuar a contribuir como Autônomo para o regime de previdência geral até completar 15 anos de contribuição para adquirir a aposentadoria por idade no regime geral? e desta forma, acumular a aposentadoria por idade mais a aposentadoria do cargo público. Surge a dúvida visto que não vejo vantagem em fazer a averbação deste período fora do serviço público já que terei o tempo de contribuição e idade necessários para a aposentadoria no Serviço público sem esta averbação.

    • Oi, Leonardo, o servidor público que está vinculado a um regime próprio de previdência não pode participar do INSS como segurado facultativo. Ou seja, você só poderia contribuir como autônomo se efetivamente pudesse ter uma atividade profissional desta forma. Tomando cuidado com isto, não haveria qualquer problema em gozar as duas aposentadorias já que são de regimes diferentes.
      Pardal

  307. Andreza Helena da Silva disse:

    Dr. Sergio Pardal, Boa Tarde !

    Gostaria de um esclarecimento: Minha mãe se inscreveu no INSS em 1976. Ela contribuiu por 14 anos e 7 meses. Agora ela completou 60 anos. Ela pode requerer a aposentadoria ou tem que completar o período de 15 anos de contribuição ? Caso precise completar, como podemos efetuar esse pagamento ? Seria de modo avulso referente à 5 meses de contribuição ? Desde já agradeço sua atenção

    • Oi, Andreza, precisa sim completar os 15 anos de contribuição, e deve pagar mês a mês.
      Pardal

      • Andreza Helena da Silva disse:

        Muito Obrigada Dr. Sergio Pardal.

      • Andreza Helena da Silva disse:

        Dr. Sérgio, desculpe novamente o incomodo, mas gostaria de outro esclarecimento: Como relatei acima, minha mãe completou 60 anos e possui 14 anos e 7 meses de contribuição. Ela está agendada para comparecer ao INSS dia 16 de maio. Lhe pergunto: Eu posso efetuar o pagamento do INSS em atraso dos últimos 5 meses (nov/12, dez/12, jan/13, fev/13 e mar/13) para completar os 15 anos ? Será que assim, ela adquiriria o direito à aposentadoria ?
        Grata mais uma vez pela sua atenção !

  308. ProfeGélson disse:

    Sr. Sérgio:
    Sou professor estadual(RS), 55 anos de idade, tenho 10 anos de sala de aula e trago 20 anos do privado…Gostaria de saber se já consigo me encaixar em alguma aposentadoria como professor, no caso, PROPORCIONAL!!
    Abraço!!

    • Oi, Gélson, não existe aposentadoria proporcional de professor, mas não sendo tempo concomitante, você pode levar o tempo do regime geral e completar os 30 anos de sala de aula, com 55 de idade. A aposentadoria não é proporcional, mas não pagará o valor do último salário.
      Pardal

  309. DR.SERGIO,TENHO 15 ANOS DE CARTEIRA ASSINADA E GANHO DOIS MIL REAIS ATUALMENTE,SE EU QUISER ME APONSENTAR COM UM SALARIO MAIOR,TENHO QUE CONTRIBUIR QUANTO,OU VOU ME APONSENTAR COM O MESMO DOIS MIL REAIS,ESSA E MINHA DUVIDA,OBRIGADO.

    • Oi, Elaine, a média utilizada para os benefício é a dos maiores salários que representem 80% de todos desde julho de 1994. Portanto, é difícil conseguir uma média melhor, e além disso, duas contribuições ao mesmo tempo não serão somadas, existe um cálculo considerando atividade secundária que é muito ruim.
      Pardal

  310. debora vieira disse:

    Olá,minha mãe tem 67 anos e 9 anos e meio de contribuição ela não conseguiria se aposentar?

  311. Odete de Jesus disse:

    boa noite.comecei a trabalhar em 1988 ate 1998 por exatos 9 anos e 7 meses depois parei de trabalhar e nao contribui por 10 anos. Agora trabalho a 5 anos e tenho 54 anos de idade. Quando poderei me aposentar? obrigado pela atençao.

  312. Neusa Lima disse:

    Gostaria de saber se já posso me aposentar, vou completar 54 anos de idade em maio/2013 e contribuo com a previdência há 20 anos. Se não posso, quanto tempo falta? Agradeço antecipadamente.

    • Oi, Neusa, a aposentadoria por idade para a mulher exige 60 anos de idade e o mínimo de 15 anos de contribuições. A aposentadoria por tempo de contribuição exige 30 anos de contribuição. Portanto, para você a opção será a aposentadoria por idade daqui a 6 anos.
      Pardal

  313. Acastro disse:

    Bom dia, antes de tudo quero parabenizá-lo pelo seu excelente trabalho,que tem ajudado muita gente, pelo que li nos diversos comentários. No meu caso, pretendo me aposentar por idade, já que completarei 65 anos em 2013.
    Trabalhei em várias empresas, mas apenas duas constam nos registros do INSS, nas quais contribuí pelo teto máximo, por quase 18 anos, o que daria 216 meses. A última contribuição foi em Outubro de 1998. Fiquei desempregado até 2001, quando passei em concurso público federal, por um contrato temporádio e um ano, e depois em outro concurso, onde exerço função de servidor público federal desde 2002.
    1- Vale a pena buscar declarações de outras empresas onde trabalhei(duas delas já falidas), já que o tempo que consta nos registros do INSS é suficiente(216 meses)?
    2- Ao me aposentar por idade, isso reperticutirá na minha futura aposentadoria pelo Regime Único Jurídico do governo federal?
    3- Pelo que li, contribuições anteriores a 1994 não entram no cãlculo do valor da aposentadoria por idade. Com base nisso, o valor calculado seria a média de contribuições a partir de junho de 94 até minha última contribuição, em outubro de 1998?

    Agradeço desde já.
    Acastro

    • Oi, Acastro, provavelmente a sua aposentadoria por idade junto ao INSS será no valor de um salário mínimo já que para a média para a aposentadoria por idade o divisor mínimo é de 60% do período entre julho de 1994 e o início do benefício. Assim, nem precisa de mais tempo. A aposentadoria pelo INSS não interfere em nada no serviço público. Lá a sua aposentadoria ocorrerá aos 70 anos, compulsória, e com proventos proporcionais.
      Pardal

  314. Regina Ap. Mayer de Oliveira disse:

    Boa tarde! Dr. Sérgio

    Procurando por respostas,acabei achando seus comentários.\Que por deveras,foram pertinentes ao que eu buscava.É o seguinte,completarei 60 anos, ano que vem.Tenho 24 anos e um mês de contribuição.Minha pergunta é; vou receber pelos 15 anos já pagos?(que no caso seria 01 salário mínimo)ou terei algum acréscimo dos 09 anos pagos a mais?Fui informada que independente do tempo de contribuição,só receberei um salário mínimo,isso é correto?

    Desde já agradeço sua atenção e fico no aguardo

    Att. Regina

    • Oi, Regina, a aposentadoria por idade se calcula em 70% da média, com mais 1% para cada ano de contribuição, sendo a média dos maiores salário que corresponda a 80% de todos desde julho de 1994, sendo o divisor mínimo desta média 60% do mesmo período. Portanto, se o seu tempo de contribuição é posterior a julho de 1994, com salários superiores ao mínimo e com pelo menos 60% do período, sua aposentadoria será em 94% da média, e assim maior que o salário mínimo.
      Pardal

  315. Dimas gomes disse:

    Professor,pergunto se uma pessoa tem 60 anos e 19 anos de contribuição, ela pode requerer sua aposentadoria,sem mas nada para o momento, agradeço pelas informações que tem me ajudado muito,Parabéns e muito sucesso em sua trajetória.

  316. Andre Linzmeyer disse:

    Ola Sergio que bom encontrar uma pessoa como vc pra nos ajudar. Moro no Canada e contribui’ ao inss no Brasil ate’ 1996, teriam sido 23 anos mas numa consulta vi q o inss so tem 19 anos la’. Como tenho 52 anos penso em contribuir para o inss pra completar minhas contribuicoes e ter direito a aposentadoria. Um contador simplesmente me indicou a pagar uma guia mensal com base em R$2.000,00 (R$400/m de contrib) eu pergunto se eu começar agora a contribuir novamente quando posso me aposentar? ou sera que nao adianta contribuir agora e devo esperar para contribuir somente nos ultimos 10 anos ate completar 65 anos como ouvi de um amigo.
    Muito obrigado

    • Oi, André, a aposentadoria por idade, aos 65 anos, é calculada em 70% da média, mais 1% para cada ano de contribuição. Ocorre que esta média é calculada com os maiores salários que representem 80% de todos desde julho de 1994 até o início do benefício. Os benefícios voluntários terão como divisor mínimo da média 60% do mesmo período. Assim, ou você contribui desde já tentando buscar uma média melhor e com alguma dificuldade, ou nem precisa contribuir pois com mais do que 15 anos de contribuição você terá direito a aposentadoria por idade aos 65 anos no valor de um salário mínimo mesmo que não esteja contribuindo.
      Pardal

      • Andre Linzmeyer disse:

        Pardal muito obrogado pela resposta.
        Vc recomendaria que eu fizesse contribuicoes desse valor que lhe disse (base R$2.000,00) ate os 65 anos? Sera’ que vale a pena eu pagar R$62.000,00 (em 13 anos a R$400/m) pra receber mais do que o salario minimo?
        Muito obrigado

  317. roberval gonçalves disse:

    tenho 34 anos de contribuicao e 61 anos de idade devo sera que compesa aposentar proporcional

    • Oi, Roberval, a aposentadoria proporcional não existe mais, e as regras de transição a tornam muito ruim. Só não vale a pena esperar os 35 anos completos se a sua contribuição for salário mínimo.
      Pardal

  318. Marilsa Ferreira disse:

    Boa tarde!, estou prestes a me aponsentar por tempo de contribuição 30 anos, gostaria de saber se o valor do beneficio pode ser menor que 70% do salário que ganho hoje,pois continuo a trabalhar tenho 46 anos de idade.

    agradeço desde de já.

    • Oi, Marilsa, pode ser menor que 70% do seu salário atual. No site do INSS você pode fazer uma simulação bem próxima de quanto pode ser o seu benefício.
      Pardal

      • Marilsa Ferreira disse:

        obrigada pela informação! ainda tenho uma dúvida, antes de dar entrada na aponsentadoria, posso solicitar o PPP da empresa que estou trabalhando, pois tenho intensão, de aposentar e continuar a trabalhar na mesma empresa.

        desde já agradeço!

        • Oi, Marilsa, pode requerer o PPP sim, mas se você se aposentar na especial não poderá continuar trabalhando em exposição habitual e permanente aos agentes nocivos.
          Pardal

          • Marilsa Ferreira disse:

            obrigada! mais uma dúvida o INSS reconhece o PPP no caso se eu mesma for até a previdencia,ou há necessidade da ajuda de um advogado.

          • Oi, Marilsa, para requerer o benefício no INSS não precisa de advogado. Advogado é mesmo necessário para as ações judiciais, mesmo que sejam no juizado especial.
            Pardal

  319. Adriano Bellaver disse:

    Olá, Professor.
    Tenho uma dúvida no que se refere a uma aposentada como segurada especial (rural). O caso é que ela já se aposentou como segurada especial, tinha imóveis mas não estavam alugados, ou seja não auferia rendas, caso contrário não iria conseguira aposentadoria! Peço ao professor passados um ano e meio se é possível essa pessoa que se aposentou alugar esses imóveis e auferir rendas sem perder a aposentadoria como segurada especial?

    Att.: Adriano Bellaver.

    • Oi, Adriano, se a aposentadoria é de trabalhador rural, não tem nada a ver com a situação financeira da pessoa; diferente seria se o benefício fosse decorrente da LOAS, Lei Orgância de Assistência Social, então sim dependendo da situação de miséria.
      Pardal

  320. MARINALVA disse:

    Gostaria de saber o seguinte: Uma pessoa com 65 anos completo, ainda trabalha com CTPS anotada, está de auxílio-doença há dois anos, mas só tem 8 anos de contribuição. O que é melhor ela fazer, já que não tempo de contribuição suficiente.

  321. MARINALVA disse:

    Gostaria de saber o que posso fazer, para me aposentar por idade ou tempo de contribuição, já tenho 50 anos completos e sou filiada a Previdencia há mais de 24 anos. Atualmente pago o INSS sobre um salário mínimo, o que posso fazer para me aposentar com uma renda melhor?

    • Oi, Marinalva, tanto a aposentadoria por tempo de contribuição (30 anos para a mulher) quanto a aposentadoria por idade (60 anos para a mulher) tem como base de cálculo da média dos maiores salários que representem 80% de todos de julho de 1994 até o início do benefício, sendo o divisor mínimo desta média 60% do mesmo período. Assim, tanto contribuindo mais dez anos para a aposentadoria por idade, quanto mais seis para a aposentadoria por tempo de contribuição (este com o fator previdenciário), a média não será muito boa.
      Pardal

  322. Jodeir Braga de Oliveira disse:

    Ola, bom dia. Como e quando me aposentar. Tempo de contribuição. Marinha, (fronteira-Corumbá, BrasilxBolivia)5 anos 10 meses17 dias. Lojas Riachuelo 01c ano. B. Brasil 18 anos 4 meses, individual 2 anos e 3 meses. Idade 60 anos e 7meses. (Se tempo de serviço militar tem bonificação). Na sua maioria as contribuições foram teto máximo. Nos ultimos anos foram poucas as contribuições. Como e quando posso aposentar?? Abraços e obrigado.

    • Oi, Jodeir, o tempo de serviço militar conta como comum para o INSS; a aposentadoria por idade para o homem exige 65 anos de idade e no mínimo 15 anos de contribuição. O cálculo é feito em 70% da média com mais 1% para cada ano de contribuição e a média se faz sobre os maiores salários que representem 80% de todos de julho de 1994 até o início do benefício, sendo o divisor mínimo em 60% do mesmo período.
      Pardal