Chef de Guarujá na semi do San Pellegrino

FrankBin fotos Alexsander Ferraz

Um guarujaense é o único brasileiro classificado para o importante e prestigiado concurso San Pellegrino Young Chef 2019-2020. Frank Bin, de 29 anos, que iniciou sua carreira há 10 anos, no restaurante Tahiti, em Guarujá, seguindo para a Enoteca Decanter, em Santos, conseguiu a vaga com uma receita com muitas referências brasileiras.
“Minha cozinha tem técnicas de vanguarda, mas sempre com o apelo brasileiro, usando ingredientes nossos, como o mel de mandaçaia, castanha-do-Brasil etc”.
Frank inscreveu a receita Nhoque de abóbora japonesa, camarão grelhado, molho à base de ostra, emulsão de limão com crocante de castanha-do Brasil. “Minha cozinha tem influência dos restaurantes por qual passei, que são bem diferente um do outro. Depois de sair de Santos, fui para o Clos e para o Kinoshita ”.
O concurso está nas etapas regionais. Frank foi o único brasileiro na disputa da América Latina — tem uma outra brasileira que está representando Hong Kong. Na próxima fase, ele irá disputar a vaga na final com 14 concorrentes de países como México, Peru, Equador, Chile, Panamá, Colômbia.
“Fiquei muito feliz, porque sempre quis representar meu país”, diz o jovem chef, formado na São Judas/Unimonte, e que mantém o projeto Anga, com jantares ‘clandestinos’, para convidados em locais sempre diferentes.
A etapa regionaldo San Pellegrino Young Chef será dia 17 de setembro, em Lima (Peru). A final acontece em 2020 em Milão (Itália).