Resenha – To Battle From The Throat of Cowardice – Vitriol

Vem de Portland essa autêntica fábrica de pesadelos que atende por Vitriol, formada por Kyle Rasmussen (voz e guitarra), Scott Walker (bateria), Adam Roethlisberger (baixo) e Mike Ashton (guitarra). Quatro animais em seus instrumentos.

To Battle From The Throat of Cowardice é o álbum de estreia da tropa, que sucede o EP Pain Will Define Their Death (2017). O estilo? O bom e velho death metal.

Armados com uma produção de primeiríssima linha e com garra e sangue nos olhos de sobra, o quarteto entregou um monumental trabalho de death metal. Técnico e pesado na medida certa, To Battle não deixa a temperatura cair em nenhum momento, seja através dos violentos guturais de Rasmussen ou das batidas selvagens de Walker.

Mas o maior destaque acaba sendo as guitarras. Riffs intrincados e sujos se unem a solos dissonantes, lembrando os melhores momentos de bandas como Suffocation e Defeated Sanity, entre outras.

Se você arregalou os olhos só de ler esses nomes, faixas como The Parting of a Neck, Legacy of Contempt, Victim e A Gentle Gift irão explodir sua pobre mente. Para fãs do doentio e distorcido death metal.

To Battle With The Throat of Cowardice
Ano de Lançamento: 2019
Gravadora: Century Media

Faixas:
1-The Parting of a Neck
2-Crowned In Retaliation
3-Legacy of Contempt
4-I Drown Nightly
5-The Rope Calls You Brother
6-A Gentle Gift
7-Violence, a Worthly Truth
8-Victim
9-Hive Lungs
10-Pain Will Define Their Death

Comentários

Comentários