Resenha – Outstrider – Abbath

Parece que foi ontem, mas faz uma década desde que Abbath gravou seu último álbum com o Immortal, o estupendo All Shall Fall. O músico parece ter se encontrado com sua nova banda, que leva o seu nome, já que o primeiro álbum, auto-intitulado, obteve uma boa receptividade por parte de público e crítica. O que fazer, então? Prosseguir, é claro!

Outstrider, novíssimo álbum, chega em um momento em que abundam bons lançamentos de metal extremo. Abbath tem o reforço de Ukri Suvilehto (bateria), Mia Wallace (baixo) e Ole Fastard (guitarra), uma formação afiadíssima de black metal.

A exemplo do debute de 2016, Outstrider traz aquele metal negro, gélido e com influências de heavy tradicional, que está no DNA de Abbath desde seus tempos de Immortal.

Os destaques do álbum do Abbath

Experimente ouvir a faixa de abertura, Calm in Fire (Of Hurricane) para comprovar. Riffs velozes e o vocal infernal de Abbath já deixam claro qual será a tônica do álbum.

Harvest Pyre, que já havia sido lançada em vídeo alguns meses atrás, remete à fase Immortal, podendo muito bem ter sido parte de álbuns como Sons of The Northern Darkness (2002).

Bridge of Sparms traz vocais assustadores, enquanto The Artifex é black metal veloz, como nos velhos tempos, na melhor tradição norueguesa. Velocidade, rispidez, melodias e peso, muito peso. Outros destaques ficam a cargo de Hecate e da sombria faixa-título.

Após todos os episódios que culminaram em seu rompimento com o Immortal, Abbath não teve problemas para assumir as rédeas de sua carreira. Igualmente sua ex-banda, que mesmo sem a presença do vocalista, editou o excelente Northern Chaos Gods (2018). Hail!

Outstrider
Ano de lançamento: 2019
Gravadora: Season of Mist

Faixas:
1-Calm in Fire (of Hurricane)
2-Bridge of Spasms
3-The Artifex
4-Harvest Pyre
5-Land of Khem
6-Outstrider
7-Scythewinder
8-Hecate
9-Pace Til Death



Comentários

Comentários