Orquestra Brasileira de Música Jamaicana faz versão de Soul Bossa Nova

A Orquestra Brasileira de Música Jamaicana reimaginou o clássico Soul Bossa Nova, de Quincy Jones, em seu novo single. Ademais, a nova versão da faixa é um samba-jazz cheio de ritmo.

Ademais, a canção já foi marcante no cinema, quando integrou a trilha sonora do filme Austin Powers e também é lembrada na publicidade, onde foi tema do comercial da Copa do Mundo de 1998.

“Soul Bossa Nova tem mais em comum com o samba rock do que com a bossa nova, como o nome sugere, o que a torna muito mais próxima do rocksteady jamaicano, harmônica e ritmicamente falando”, explica Felippe Pipeta, trompetista e um dos criadores da OBMJ.

Em síntese, um clipe para ilustrar a nova versão também foi apresentado. Ele se passa na Casa de Francisca, localizada no centro antigo da capital paulista e conhecida por receber os maiores nomes da música brasileira contemporânea.

Comentários

Comentários