Novos ares no indie brasileiro: 4 artistas para acompanhar!

indie brasileiro

Não sei se é apenas impressão, mas apesar da quarentena, muitos artistas e bandas independentes tem lançado material novo. Bem, pelo menos isso preenche um tanto a nossa saudade de sair de casa pra dançar ou curtir shows e afins.

Tendo isso em vista, resolvi trazer uma breve listinha pra vocês. Fechou?

Pedro Lucca – Noite de Chuva

Violão ala Vitor Kley é o espírito por aqui. Um pitada de romantismo, outra de pop acústico. E assim temos o single Noite de Chuva. Influenciado pela nova leva da MPP (Lagum, Lorena Chaves, Anavitória), Pedro Lucca deve lançar o seu segundo álbum de estúdio ainda neste ano. O álbum inclui o single, lançado na última sexta-feira (24)

Tagua Tagua – Mesmo Lugar

Soul music e indie. É com essa proposta que o produtor Felipe Puperi, que encabeça o projeto Tagua Tagua, disponibiliza o single Mesmo Lugar. A faixa é lançada via Natura Musical e antecipa o disco Inteiro Metade.

Segundo o músico, essa é uma faixa que embala e faz o corpo dançar. “Com certeza, uma das mais animadas do disco. Foi a primeira a ser composta quando imaginei ter um álbum completo, pois flerta bastante com o soul, gênero que eu gosto muito. Isso é bem notável na levada da bateria e também nas frases de sopros”.

The Walts – 1954

The Walts, por sua vez, se faz uma boa pedida para quem curte algo mais voltado pro rock e que até remete ao rock alternativo dos anos 1990 (principalmente Pixies, diga-se de passagem). O novo single 1954 é bem interessante para quem curte essa pegada de som do power-trio.

MASM (feat. Tolentino) – Cachorro do Ano

No universo eletrônico, temos o single Cachorro do Ano, de MASM em parceria com Tolentino. A faixa é perfeita pra quem curte “fritar” em meio as batidas. A letra da música delineia uma relação de entrega completa – seja de um cão para seu dono, seja de um amante para outro.

Comentários

Comentários