Fleabag: a queridinha das premiações que merece ser maratonada

Nos últimos anos, a série Marvelous Mrs Maisel (Amazon Prime Video) dominou quase todas as premiações possíveis. Foi unanimidade para os críticos e público. A soberania era tão grande que bastava ver a produção entre as indicadas que o público já a apontava como vencedora. Esse cenário, no entanto, mudou de 2019 para cá. O motivo? Outra produção exibida pela Amazon Prime Video: Fleabag.

Já encerrada, a série criada, roteirizada e protagonizada pela britânica Phoebe Waller-Bridge simplesmente ganhou tudo que disputou. Inclui nessa conta o Globo de Ouro, Critic’s Choice Awards, Emmy e Screen Actors Guild Awards.

A segunda e derradeira temporada foi a responsável por esse estouro na popularidade de Fleabag. Lançada três anos depois da primeira etapa, a parte final da série foi muito bem amarrada por Phoebe. Pode se considerar um final marcante ou mesmo dando espaço para uma continuação.

Apesar de todo apelo do público, Fleabag não deve ter uma terceira temporada. Quem crava isso é Phoebe Waller-Bridge. Ademais, o assunto é levantado em todas as entrevistas e discursos de agradecimento.

Blefe ou não, a verdade é que Fleabag está disponível no Amazon Prime Video e pode ser maratonada em um fim de semana. São apenas 12 episódios, com duração média de 25 minutos.

Mas fica o questionamento. Vale assistir Fleabag? Sim, as conquistas não são nada forçadas.O trabalho de Phoebe Waller-Bridge é incrível. Conhecia apenas por seu papel em Crashing, outra série britânica que já chegou ao fim. E o crescimento dela como estrela chama bastante a atenção.

Aos 34 anos, Phoebe não para nunca. Entre as duas temporadas de Fleabag, ela ainda se destacou como showrunner (desenvolvedora) da primeira temporada de Killing Eve, outra produção premiada.

Enredo de Fleabag

Voltando ao assunto principal, Fleabag, sua personagem na série homônima, é uma bagunça, cheia de atitudes inapropriadas, humor ácido, que não tem vergonha de se relacionar com vários homens e ser a única a desafiar sua madrasta e madrinha, Olivia Colman.

A interação de Phoebe com o espectador, sempre dizendo o que pensa de forma tão natural, nos faz cúmplices de seus atos. Aqui, não existe a quarta parede. A atriz fala diretamente com o público, aproximando ainda mais dos seus fãs. Um deles é o ex-presidente dos Estados Unidos Barack Obama, que listou a série como uma das melhores em 2019.

A protagonista tem um café com tema de porquinho da Índia. No entanto, o estabelecimento está por um triz de abrir falência. A sociedade foi feita com a amiga Boo, mas ela morreu e Phoebe tem uma participação direta nisso.

Além disso, Fleabag também possui uma vida muito diferente de sua irmã Claire, que é uma alta executiva, casada e está tentando ter filhos. Apesar do apelo feminino, a série também é muito interessante para os homens. Assista!

Comentários

Comentários