Horror Expo: a Comic Con dos apaixonados por terror ocupa o Anhembi

A chegada ao Pavilhão de Exposições do Anhembi me deixou com dúvidas. Fui abordado por um grupo religioso que me deu as boas vindas ao Congresso Cristão. Pegadinha? Não, realmente dois eventos bem distintos dividem o local, com uma grande área isolando, claro. Mais alguns metros à frente e, enfim, estava na porta de entrada da primeira Horror Expo, feira internacional para os amantes de terror.

Logo após passar o credenciamento fui recepcionado por alguns dos personagens mais emblemáticos do cinema de terror: Pennywise (IT: A Coisa), Jason (Sexta-feira 13), Freddy Krueger (Hora do Pesadelo), Hellraiser, Michael Myers (Halloween), Chuck (Brinquedo Assassino), entre outros.

O público abraça a cultura do terror com tudo. Alguns chegam como cosplays de vilões do Walking Dead e dos filmes citados acima. Outros deixam para fazer uma maquiagem caprichada nos stands que oferecem gratuitamente esse serviço.

Diretora em busca de referências

Lilian Jolie na Horror Expo, em São Paulo (Foto: Guilherme Zeinum / Divulgação)

Entre o público que curtia a feira encontrei a diretora de cinema santista Lilian Jolie, de 40 anos, que veio em busca de referências para a sua segunda produção de horror, o curta Bloody Mary: A Lenda do Espelho, que tem previsão de lançamento para junho de 2020.

“Viemos aqui para buscar referências com grandes nomes do horror. Conhecemos pessoas fantásticas, como o Rodrigo Aragão, que é apontado como o sucessor do Zé do Caixão. Ele foi super simpático e trocou contato com a gente”, comentou a cineasta.

Aragão, por sinal, é um dos destaques do evento. Ontem, ele conversou com o público em um dos painéis mais aguardados. Além disso, o Museu do Terror traz réplicas de criaturas utilizadas em filmes como Mar Negro, As Fábulas Negras, A Noite dos Chupa Cabras, entre outros do cineasta.

“O curta é sobre uma lenda urbana. Conta a história de uma cineasta que está atrás de uma lenda urbana para um filme e se depara com a lenda do espelho. A Bloody Mary é meio que uma  justiceira. Ela aparece no espelho para pessoas com alguns desvios de conduta”, explica a cineasta.

Anteriormente, ela dirigiu outro curta de terror, Caixa, que foi para festivais do gênero e alcançou uma premiação em Gramado (RS). “Foi um trabalho experimental, mas para a nossa surpresa saímos premiados de lá”.

De fato, referências não faltam para Lilian e outros profissionais do setor. Além das maquiagens, muitos artistas desenvolvem suas criaturas no meio do salão principal da Horror Expo. O networking é fundamental para quem busca parceiros nessa área.

Stands de filmes

Todavia, a Horror Expo não é um evento direcionado apenas para os profissionais do setor. Shows musicais e atrações diversas estão espalhadas pelo Pavilhão.

A Warner, por exemplo, montou um stand com dois cenários de seu próximo filme, Doutor Sono, que chega aos cinemas em novembro. Continuação do clássico O Iluminado, de Stephen King, o longa é muito aguardado pelo público.

A Paramount, no entanto, não deixou por menos. Cemitério Maldito, que recebeu um remake no início do ano, também marca presença na feira. No Castelo do Terror, a sensação é de voltar no tempo e curtir a Noite do Terror, do Playcenter, com monstros consagrados dando sustos do início ao fim.

Neste sábado, às 17h, será exibida a pré-estreia exclusiva do filme Zumbilândia: Atire Duas Vezes, que estreia apenas na quinta-feira nos cinemas.

Serviço

A Horror Expo segue hoje e amanhã, das 12h às 22h, no Pavilhão de Exposições do Anhembi (Av. Olavo Fontoura, 1.209, Santana). Os ingressos custam entre R$ 170,00 e R$ 2.700,00. Para comprar, acesse o site www.eventbrite.com.br. A programação completa com horários dos painéis e shows está disponível em https://horrorexpo.com.br/

Comentários

Comentários