Robby Takac, do Goo Goo Dolls, fala sobre shows no Brasil e novo álbum

***Foram necessários mais de 30 anos para o público brasileiro, enfim, assistir uma das bandas mais relevantes de rock alternativo dos Estados Unidos. Em setembro, o Goo Goo Dolls estreia no Brasil, com shows no Rio de Janeiro (Rock in Rio), Recife, São Paulo, Curitiba. Em todas as datas, será co-headliner do Bon Jovi.

Mudanças em 30 anos

Quem acompanha o Goo Goo Dolls desde o início da sua trajetória sabe que o grupo já viveu tudo que um artista pode experimentar. Surgiu como um expoente do punk rock de Nova York, em meados dos anos 1980. Posteriormente, já com Johnny Rzeznik como vocalista principal, iniciou uma transição para uma linha mais pop.

Viveu o auge em 1998, quando lançou o álbum Dizzy Up The Girl, que vendeu mais de 5 milhões de cópias e rendeu o hit Iris, trilha sonora do filme Cidade dos Anjos. Esse trabalho, por sinal, foi gravado pelo produtor Rob Cavallo (Green Day, My Chemical Romance e Phil Collins), que acompanha a banda há tempos.

Depois de Dizzy Up The Girl, que teve uma turnê comemorativa de 20 anos, em 2018, o grupo alternou bons e maus momentos com os discos de estúdio.

“Todos os álbuns são uma progressão do disco anterior. Não são muitos os artistas que conseguem ouvir como sua banda soa depois de 33 anos gravando. Claro que não somos a mesma banda de quando começamos, em 1986. O álbum é um crescimento do último. Acho que é bastante otimista. Não consigo achar um termo certo, mas é um bom álbum. É fresco e é empolgante para continuar”.

Álbum novo

Enquanto se prepara para os shows no País, o Goo Goo Dolls segue trabalhando a divulgação do novo álbum, Miracle Pill, que será lançado no dia 13 de setembro. É o 12o registro de estúdio dos norte-americanos.

“Foi ótimo o processo de gravação. Fizemos na Capital Records, em Los Angeles. Passamos por um processo com vários produtores, quatro ou cinco caras, e decidimos gravar tudo por lá. Pela primeira vez na nossa carreira, gravamos mais músicas do que precisávamos para o álbum. Isso mostra que as coisas estão fluindo muito bem. Estamos muito confortáveis”, comemora o baixista.

Repertório no Brasil

Apesar de ser a primeira vez no Brasil, o Goo Goo Dolls não fugirá do script de banda de abertura. Logo, o repertório não será completo. Mas Takac promete não decepcionar os fãs com as escolhas.

“É um set curto. Vamos tocar o novo single (Miracle Pill) e provavelmente faremos uma mixtape do que temos de melhor. Ademais, sabemos o que as pessoas estão escutando do nosso trabalho no Brasil e esperamos agradar os fãs”, espera o músico.

Demora para estrear

Questionado sobre a demora para vir ao País, o baixista e vocalista, Robby Takac, que conversou com a gente por telefone, afirma não saber o motivo.

“Gostaria de ter uma resposta concreta para isso, mas infelizmente não tenho. Por alguma razão, isso nunca deu certo, mas não consigo pensar em uma forma melhor de tocar aí pela primeira vez. Afinal, vamos tocar para muitas pessoas e abrir para o Bon Jovi”.

Takac, que já foi o vocalista principal do Goo Goo Dolls nos três primeiros álbuns da banda – homônimo (1987), Jed (1989) e Hold Me Up (1990), não esconde a alegria de excursionar com os amigos do Bon Jovi.

“Abrimos para eles algumas vezes no final dos anos 1990 e início dos anos 2000. É sempre uma experiência ótima, os fãs são incríveis com a gente. Dessa vez vamos tocar em lugares enormes e vamos nos divertir bastante. Criamos uma história com eles ao longo dos anos”.

Sem nunca ter visitado o Brasil, nem por lazer, Takac comenta que pretende fazer um pouco de turismo nas folgas. Certamente com comemorações.

“Acho que nosso último dia no Brasil será meu aniversário, então vou celebrar o meu por aí. Acho que será um dia de viagem, então vou tentar aproveitar para conhecer alguns lugares. Já viajei por muitos lugares, mas ainda não conheço nada da América do Sul. Estou ansioso para passar um tempo aí e aproveitar”.

Serviço

Em São Paulo, a dobradinha Goo Goo Dolls e Bon Jovi acontece no dia 25 de setembro, no Allianz Parque. Os ingressos, entretanto, estão esgotados.

Todavia, a organização do show, inclusive, já divulgou os horários das apresentações. O Goo Goo Dolls sobe ao palco às 18h45. Bon Jovi, às 20h.

Ainda há ingressos disponíveis para Curitiba (22/9) e Recife (27/9). Para comprar, acesse o site Eventim.

*** Texto por Lucas Krempel e Caíque Stiva

Comentários

Comentários