ABCdário do Metal da Baixada Santista

Foto: Santuário

O metal sempre teve muita força na Baixada Santista. Nos nove municípios, o gênero e suas vertentes sempre contou com bons representantes. Isso sem esquecer que a Vulcano foi eleita a maior banda da história do rock na região, em 2016. Confira o ABC do Metal Santista abaixo.

A

Abomydogs
Power trio formado por Fazzio (guitarra e voz), Ferramenta (bateria) e Milone (baixo), o Abomydogs iniciou a carreira em 2004. Accept the Risk é uma boa dica para ouvir.

Age of Blood
Heavy metal de Praia Grande, o Age of Blood é uma novata no cenário. Tem quatro anos de estrada,mas já cravou o seu nome. Prepare for War é o som de entrada.

Angel
Nome forte nos anos 1980, a Angel era presença constante no Circo Marinho, em Santos. O ex-vocalista Renato de Lone afirma ter perdido todo material da banda.

Asmodeu
Thrash metal do final dos anos 1980, o Asmodeu lançou três fitas demos: Apocalyptic Hour (1991), Violence, Envy & Hate (1992) e Mortal Remains (1993).

B

Burial
O thrash metal também tinha vez em Guarujá. A banda Burial é um bom exemplo de que o gênero não estava restrito a Santos, São Vicente e Praia Grande.

C

Chemical Disaster
Com mais de 25 anos de estrada, o Chemical Disaster é, provavelmente, o nome mais forte do death metal na região. Third Wound é discão para quem quer conhecer o som.

Chesed Geburah
Retornou aos palcos recentemente. Quem conhece o vocal de Goatherion e o teclado de Evagner Claus, sabe que o som do Chesed é sinistro. Trilha sonora de filme de terror.

D

Dark Eden
Representante do black metal, a Dark Eden surgiu em 1998. Se destacou pelo vocal feminino e as guitarras pesadas. Ouça The Darkness of Fate. Altamente recomendado.

Dark Saga
Fortemente influenciada pelo Big Four do thrash metal norte-americano, a Dark Saga está na ativa desde 2006. Ouça a linha de baixo de Stephanie Cunha.

Dark Witch
Formada em 1999, a santista Dark Witch lançou seu debute apenas em 2015. The Circle of Blood colecionou uma série de críticas positivas.

Demons Inside
Com riffs rápidos, pesados e agressivos a Demons Inside é um bom nome do thrash metal guarujaense atual. Não se prende aos rótulos e agrada facilmente.

E

Empire of Souls
Black metal de alto nível. É isso que o Empire of Souls oferece aos nossos ouvidos desde 1995. Para quem ainda não conhece o som, vá atrás de You Evoked Us.

Entendeu?
Grindcore combina com hardcore e metal. Talvez por isso, a praia-grandense Entendeu? consegue transitar tão bem entre os dois públicos.

Excruciation
Death metal feito por três mulheres com muita atitude. Foram apenas cinco anos de história (1994-1998), mas o suficiente para ficar marcada para sempre.

F

Funebrö
Nome novo do cenário de Mongaguá, a Funebrö reúne ex-integrantes do Kadastath, Ready to Explode e Maniac Force.

G

Gigawatts
Banda de hard rock de Santos do início dos anos 1990. Transitava bem entre os headbangers da região.

H

Heavenly Kingdom
De Cubatão, o Heavenly Kingdom é uma veterana em plena atividade. Formada em 1996, reúne ex- integrantes do Confessions.

Hierarchical Punishment
Banda santista formada em 1994 com o propósito de fazer death metal rápido e agressivo, com influências grindcore.

Hugin Munin
Com quase dez anos de estrada, o Hugin Munin é um dos grandes expoentes da região para o mundo atualmente.

I

Ícarus
Contemporânea de bandas como Pactus Fire, Mordedura, Druidas, Oryon e Warkings, o Ícarus também marcou época.

Ignorance
Os integrantes do Chemical Disaster tiveram uma experiência anterior com o Ignorance, que deu muito certo.

In Hell
Death metal de Praia Grande que data de 1991. Suffering in Hell é uma excelente porta de entrada para o som deles.

In The Profound Abyss
Representante do black metal santista da segunda metade dos anos 1990. Ouça o disco de estreia, Thorns Inside Flesh.

Infector
Death metal vicentino, surgido em 2000, já teve em sua formação integrantes do Vulcano, Matanza e ex-Krisiun.

J

Jailbait
Existe uma disputa para saber quem é o dono desse nome no Brasil. Na Baixada Santista, o Jailbait local fez bonito nos anos 1990, antes da paulistana e da alagoana.

K

Kill Mister
Tributo ao consagrado Motörhead, formado por nomes como Luiz Carlos Louzada, Gerson Fajardo, Matheus Alba e Paulo Mariz.

L

Last Joker
Banda que revelou Marcão (Charlie Brown Jr) e Cristopher Clark (vencedor do X-Factor Brasil), o Last Joker segue na ativa, na Inglaterra, com Miguel Mega.

Lei Seca
Formada logo após o término da Angel, a Lei Seca segue na ativa. Capitaneada por Sandro Butcher, a banda muitas vezes é associada ao classic rock.

Lord Haunted
Para quem busca um som pesado e um vocal extremamente afiado, o Lord Haunted é uma excelente pedida. Ouça Bang’em Till Bleed the Bone e comprove.

M

Minato No Nezumi
Doom metal também tem vez na região. Formada por Gabriel Ardanuy, Rafael Sales e Rafael Yaekashi, está em plena atividade.

Mordedura
No final dos anos 1980, metal e punk andavam juntos. Mordedura é prova disso, tal como Tropa Suicida e Pesadelo.

Mournful Tears
Black metal guarujaense do início dos anos 2000, Mournful Tears tem um belo registro: Under the Guidance of the Moonlight.

Mr Green
Tal como o Last Joker, também foi lançada pela M Records, do Pepinho Macia. Instrumental de altíssimo nível.

N

Necrodulia
Veterana banda que retornou ao cenário recentemente, o Necrodulia executa um black metal que é prato cheio para fãs do Blasphemy, Mystifier e Beherit.

Ninurta
Formada em São Vicente, a banda tem na bagagem a elogiada demo Eternity in Pain, que saiu pela Nocturnal Age Recs, em 2003. Surgiu em 1997 com o nome Dunkel.

No Sense
Grindcore de protesto, o No Sense é uma grande referência musical na Baixada Santista. Marly, Morto, Guilherme e Paulinho formam esse time.

O

Opus Tenebrae
Tambor celta, gaita de fole e uma temática do ocultismo, medievalismo e paganismo. Na ativa e sempre com grandes shows.

Oryon
O guitarrista Milton Medusa é um dos maiores talentos musicais da região. E o Oryon foi um dos seus principais trabalhos.

P

Predatory
Mais um exemplo de banda boa que demorou para lançar seu primeiro álbum. Criada em 1999, soltou o debute em 2013.

Push
Heavy metal pesado e agressivo, mas com melodia. Surgiu em 1999 da junção de Savage Power e No Warning.

Punisher
Thrash metal do início dos anos 2000. Entre os integrantes estava Claudio Azevedo, das colunas Brasil Extremo e Mundo Extremo, do Blog n’ Roll.

Q

Queen
Não há banda na região com essa letra. Mas a locadora Queen, certamente, foi onde muitos headbangers alugaram seus VHS. Se você tem uma banda, com single, EP ou álbum, me avise!

R

Ready to Explode
Apesar de ser uma cidade pequena, Mongaguá tem fortes nomes no metal. O Ready to Explode é um belo exemplo.

Renascença
O Renascença é da época que Santos viu o surgimento de vários nomes. Do Alta Tensão ao Trava e Yardrats.

Rippery
Heavy e speed metal oldschool de Santos. Surgiu em 2015, influenciada por Exciter, Saxon e Exodus.

Rygel
Do hard rock ao death metal, o Rygel é um bom exemplo de banda versátil e eclética. Está na ativa e em plena produção.

S

Santuário
Do início dos anos 1980, o Santuário é um dos pioneiros do metal em São Vicente. Ouça Espártaco, Gladiador Rei.

Sephion
A nova geração do metal santista também atende como Sephion, a vencedora do Imagine Brazil, que a levou até a Croácia.

Shadowside
Coma carreira projetada no exterior, a Shadowside é quase uma banda sueca. É sucesso na Europa e Estados Unidos.

Sanguinolência
A ex-Summersaco segue com shows agendados e gravações. O lema Caiçaras From Hell segue na bandeira.

Surra
Um dos nomes mais empolgantes da atualidade, a Surra é prato cheio para os fãs de thrash metal, punk, grind e crossover. Recentemente, foi eleita a segunda banda mais influente da Baixada Santista no século 21.

T

Tosco
Formado em 2017, o Tosco tem se notabilizado por ser uma das bandas que melhor representa a mistura do hardcore extremo com o metal. É indicada para os fãs de Slayer, Napalm Death, Hatebreed, Exodus e D.R.I.

Trava
Mais uma representante do cenário efervescente santista do início dos anos 1980. Deixou saudade.

Two Old Men
O nome não é uma mera coincidência. Two Old Men é bem representativo quando se trata de dois músicos com vasta experiência no cenário. Cláudio Cardoso (guitarra e voz) e Paulo Ferramenta (bateria e voz) são os responsáveis por esse duo.

U

Urano
Guarujaense com 32 anos de história. É um dos nomes mais lembrados entre as bandas da Pérola do Atlântico.

Usina
Fortemente influenciada por Pantera e Biohazard, a Usina tem em sua formação, Tadeu Neto (ex-Odum e Schizophrenia).

V

Vetor
Iniciada no início da década 2000, a Vetor surgiu logo após o fim das atividades da banda de power metal Ravenlord.

Violent Disorder
Formada em Santos, em 2011, a Violent Disorder carrega no seu DNA o peso de nomes como Sodom, Onslaught e Kreator.

Vulcano
Eleita a maior banda de rock de Santos na história, o Vulcano é headliner em vários festivais. São mais de 35 anos de estrada.

W

Warkings
Contemporânea da Merlin, Last Joker e Mr Green, a Warkings escreveu seu nome no cenário roqueiro local.

Wrinkled Witch
Black metal capaz de deixar muito moleque com medo. Daemonum Opera Adeptis, de 1995, é excelente pedida para conhecer.

X

Xanadú
Não temos nenhum nome com X. Mas o bar Xanadú representa um dos points assim como Matrix, Adega Marrocos e outros.

Y

Yankee
Conquistou um bom espaço no underground de São Paulo. Som e visual lembravam nomes como Skid Row e Mötley Crüe.

Z

Zenicodemus
Metal? Hardcore? Zenicodemus pode entrar em todas as listas. Os irmãos Zeinum fizeram muito barulho nos anos 1990.

Comentários

Comentários