Fresno: Sua Alegria foi Cancelada – primeiras impressões

Lançado no dia 5 de julho deste ano, o novo álbum da banda Fresno conta com dez músicas que totalizam 39 minutos.

Apesar de ter um lançamento bem recepcionado pelos fãs, Sua Alegria foi Cancelada por vezes peca ao se perder demais em suas influências.

O Auge do álbum do Fresno

Podemos perceber duas partes muito nítidas dentro deste álbum. A primeira, mais puxada para o rock e influenciada bastante pelo post-grunge, é composta pelas seis faixas iniciais.

Com o objetivo de prender o ouvinte, a banda conseguiu executar muito bem um mix entre energia e melancolia. A Fresno realizou um ótimo trabalho ao intercalar as músicas mais tristes dessa primeira metade com suas canções de maior impacto. Essa técnica acaba criando no ouvinte uma expectativa por um grande climax.

Esta execução é perceptível principalmente na transição da primeira faixa para a segunda,O Arrocha Mais Triste do Mundo e We’ll Fight Together, respectivamente.

A primeira música serve bem o papel de uma introdução. Apesar dela não retratar grande parte das características do álbum, nós podemos perceber direto algumas das mudanças que a Fresno trouxe para nós. Vocais sussurrados e uma vibe meio shoegaze definem esta faixa.

Quanto a We’ll Fight Together, assim que a música se inicia já podemos perceber uma atmosfera totalmente diferente. Com uma sonoridade mais pesada, letras mais marcantes e refrões memoráveis, a dinâmica da primeira parte do álbum se encontra estabelecida.

O declínio

Apesar de ter outras músicas de destaque durante a primeira fase do álbum, creio que seja desnecessário comentar sobre elas. Digo isto pois, como já havia dito, a mecânica do álbum já foi estabelecida, resta apenas a repetição.

Partindo então para a segunda e última parte do álbum, nos deparamos com algo no mínimo esquisito. As últimas quatro faixas do álbum são, praticamente, a mesma coisa. Em contraste com as seis primeiras faixas, neste último segmento nos deparamos com quatro faixas extremamente melancólicas e monótonas. O ritmo que havia sido estabelecido, gerando uma expectativa, fora totalmente quebrado.

Quanto às influências, podemos dizer que todas têm um quê de post-rock e um pezinho no dream pop, porém nada de grande destaque. De fato, essa perda de identidade faz com que este se torne um álbum inconclusivo e confuso.

A faixa final, Eu Não Sei Lidar, tenta trazer de volta um pouco da essência mais ligada ao rock que vimos a principio. Porém, devido a uma grande mistura de influências em meio a uma péssima execução, tal essência acabou se perdendo.


Conclusão

Apesar de não ser de todo ruim, Sua Alegria foi Cancelada é extremamente inconclusivo. É perceptível que os artistas se perderam em meio às influências, o que acabou prejudicando o produto final.

Porém, este não é um álbum ruim. Apesar de tudo, ainda possui seus grandes momentos, mesmo que eles estejam presos majoritariamente em sua primeira metade.

Creio que, mesmo com seus defeitos, muitos ainda possam apreciar os novos apelos trazidos pela banda. Ao propósito, a maioria de seus fãs mostraram-se realmente contentes com o álbum.

Seja por uma quebra de expectativas ou pelos pecados da própria banda, Sua Alegria foi Cancelada passa longe de ser um dos melhores discos da Fresno.

Comentários

Comentários