Resenha: Ablaze – Nervochaos

E os incansáveis do Nervochaos atacam novamente! Com mais de 20 anos de álbuns e tours no exterior, a banda paulistana já pode ostentar o título de lenda nacional. O que sem dúvida não é para qualquer um. Seu destruidor thrash/death metal chega ao oitavo capítulo com Ablaze, gravado na Itália, com produção de Alex Azzali. Já a bela capa foi cortesia da Ibex Designs.

A formação conta com Eduardo Lane (bateria), Thiago Anduscias (baixo), Guiller (guitarra e voz) e Diego Mercadante (guitarra e voz).

Fiel a seus princípios, Ablaze mostra o Nervochaos fazendo o que sabe de melhor. Ou seja, death metal com fortes influências de thrash e pegada old school. A produção direta reforça esse lado do grupo, garantindo ótimos momentos de porradaria extrema.

Faixas como Whisperer in Darkness, Feast of Cain (ótimo trabalho de backing vocals), Death Rites , Into Nightside e Cave Bestiam comprovam isso, apesar de todas as faixas seguirem o padrão Nervochaos de qualidade.

Individualmente, é desnecessário dizer que cada músico cumpre sua parte com conhecimento de causa, fazendo de Ablaze um dos principais lançamentos do metal extremo em 2019. E o grupo embarca agora em junho em uma gigantesca tour mundial, que inclusive terá datas em nosso país. Massacre!

Ablaze
Ano de Lançamento: 2019
Gravadora: Hammerheart Records

Faixas:
1. Necroccult
2. Demonic Juggernaut
3. Feast of Cain
4. Whisperer in Darkness
5. Death Rites
6. Shamanic Possession
7. Into Nightside
8. Cave Bestiam
9. Dawn of War
10. Mors Indecepta
11. Stalker
12. My Dues
13. Downfall
14. A World Between Worlds
15. Walk Away
16. Of Evil And Men



Comentários

Comentários