Resenha – The End of Chaos – Flotsam & Jetsam

Os americanos do Flotsam & Jetsam serão eternamente lembrados por ser a “ex-banda de Jason Newsted”, antes deste ir para o Metallica. À época, Jason foi preencher a vaga deixada por Cliff Burton. Mas há mais do que isso em jogo. Álbuns como Doomsday For The Deceiver (1986) e No Place For Disgrace (1988) marcaram toda uma geração de bangers.

Seu novo lançamento, The End of Chaos (décimo quarto álbum de estúdio), mantém o legado da banda e ainda acena para o futuro, sem deixar o passado de lado.

Eric A.K (voz), Michael Gilbert e Steve Conley (guitarras), Michael Spencer (baixo) e Ken Mary (bateria) formam a tropa hoje.

The End of Chaos não terá dificuldades em agradar aos fãs da banda, pois está recheado daquele thrash metal com toques heavy que fez a história do conjunto. Muito peso, solos e riffs cortantes e a potente e rasgada voz de Eric.

Ao longo da audição, somos presentados por boas faixas como Prisioners of Time, Control, Demolition Man (ótima) e Snake Eye, números que acrescentarão bastante no novo repertório do Flotsam. E é com satisfação que vemos que a turma da velha aguarda ainda é capaz de surpreender, a exemplo do que aconteceu recentemente com os novos de Possessed e Exumer, entre outros. Keep it true!

The End of Chaos
Ano de Lançamento
: 2019
Gravadora: AFM Records

Faixas:
1-Prisioner of Time
2-Control
3-Recover
4-Prepare For Chaos
5-Slowly Insane
6-Architects of Hate
7-Demolition Man
8-Unwelcome Surprise
9-Snake Eye
10-Survive
11-Good or Bad
12-The End


Comentários

Comentários