Onze:20 traz Histórias Para Cantar em Santos

GUILHERME GASPAR

Trazendo uma mistura de roots, rock e reggae, a banda Onze:20 se apresenta no Arena Club Santos (Av. Senador Pinheiro Machado, 33, Vila Mathias) neste sábado (18), a partir das 22 horas. Na mesma noite, sobem ao palco a banda santista Tr3vo e o cantor Gabriel Elias.

Formado em Juiz de Fora (MG), o grupo Onze:20 passou por Santos logo no início da carreira. “Foi uma das primeiras cidades que tocamos. Fomos recebidos com muito carinho em todas as vezes que estivemos na região. Depois de quase quatro anos, estamos retornando à cidade pela qual temos um carinho especial”, revelou o vocalista Vitin.

A banda está viajando pelo País com a turnê do seu último álbum, Histórias Para Cantar, lançado em abril de 2018.

Nova fase

“Esse show é para todos os nossos fãs, dos mais antigos aos mais novos. Vamos tocar músicas dos primeiros discos e também nossos trabalhos mais recentes. Vão rolar algumas músicas de bandas que somos fãs…”, deixou no ar o vocalista. “Para não ter erro, ainda dá tempo de decorar tudo para cantarmos juntos!”, avisou ele.

Formada por Vitin (voz), MarlosVinicius (baixo), Fabio Mendes (bateria), Athos Santos (teclados), Chris Baumgratz e Fabio Barroso (guitarras), a banda está na estrada desde 2009. E Vitin resume a fase atual como uma transição.

“Mudamos agora de escritório e estamos com uma gravadora nova. Estamos empenhados nessa nova fase para fazer o nosso melhor trabalho de todos os tempos”.

No início deste ano, a Onze:20 lançou o single Baseado no Amor, que teve repercussão positiva. Agora, é a vez de pensar nos projetos para o futuro. “Já estamos trabalhando nas músicas novas. Em breve, lançaremos um EP com seis canções inéditas. Temos também a intenção de fazer o nosso primeiro registro ao vivo, um DVD contemplando toda a nossa história. O certo é que vamos ter muitas novidades em 2019”, adianta o vocalista.

Os ingressos vão de R$ 35,00 a R$ 80,00 e estão disponíveis no site Sympla ou nos postos de venda. A lista completa você também confere no site.

Trajetória

Ao longo da carreira, a Onze:20 pôde tirar vários aprendizados no mundo da música. “Como em qualquer profissão, estamos aprendendo um pouco mais a cada dia que passa. Até chegar onde estamos, conseguimos entender um pouco daquilo que devemos fazer para seguirmos firmes na caminhada. E é claro que um aprende com o outro, sempre respeitando as diferentes opiniões dentro da banda”.

Mas, antes de se tornar o popular Onze:20, o grupo era chamado de Fração de Segundos. A nova nomenclatura veio por uma ideia de Vitin, que sugeriu um relógio marcando sempre a mesma hora.

“Me perguntaram qual seria essa hora, e eu respondi com outra pergunta: ‘Que horas são?’. Eram exatamente 11h20. A partir daí, esse número ficou na nossa cabeça e começaram a acontecer várias coisas em torno de Onze:20: conta no mercado, horário de médico, corrida de táxi… E assim decidimos qual seria o nome da banda. Não tinha mais para onde correr”, explicou o vocalista.

Comentários

Comentários