Canto do Historiador #08 – Do Hillbilly ao Country Rock

ALDO FAZIOLI

São inúmeras as histórias sobre a origem do gênero musical que hoje é chamado simplesmente de rock, contudo muitos são unânimes em afirmar que o rock não foi inventado por alguém inspirado, nem nasceu da obra do acaso e muito menos foi o resultado de uma experiência ou descoberta científica.

O rock foi evoluindo através dos tempos com a mistura de vários gêneros e ritmos musicais difundidos por todo território norte-americano. Entre eles está o country music, do qual faremos uma breve retrospectiva.

O country music que em simples tradução significa “música do interior”, também se fundiu com outros estilos musicais encontrados inicialmente nas regiões junto aos sopés dos montes Apalaches no estado do Alabama à sudoeste dos Estados Unidos.

Suas sementes foram plantadas ainda na década 1920 com a música oriunda do velho mundo, trazidas por britânicos, franceses e espanhóis.

Com voz de tom grave e anasalada, violas, banjos e acordeões, suas músicas eram tocadas ao redor das fogueiras por trabalhadores rurais, cowboys e escravos com seus cantos e lamentos da sua cultura.

Até os anos de 1940, o country music era chamado de hillbilly (música caipira), termo comumente considerado pejorativo.

Foi em 1927 que o pai do country music, Jimmie Rodgers, gravou seu primeiro disco, e desde então, o gênero foi passando por derivações como o country boogie, western swing, bluegrass até chegar ao honky tonk com o cantor e compositor Hank Williams, lá pelo final dos anos 1940.

Hank Williams foi o primeiro grande astro americano de cor branca do século 20. Suas canções influenciaram Buddy Holly e James Dean, e abriram o caminho para o surgimento do rockabilly dos anos 1950.

O rockabilly é considerado a versão branca e mais genuína do rock ‘n’ roll. Entre os artistas mais famosos estão Jerry Lee Lewis, Bill Haley, Buddy Holly, Roy Orbison, Carl Perkins, Johnny Cash, Elvis Presley e seus inúmeros imitadores.

Mais para o final da década de 1960, artistas e bandas de outros gêneros, principalmente do rock, começaram a aderir a sonoridade e temáticas musicais típicos do country. Esse cruzamento de influências deu origem a um novo sub-gênero do rock, o country rock.

A popularidade do country rock, no final dos anos 1960 e início dos 1970, foi tão marcante que influenciou até bandas e astros de outras vertentes musicais.

Invariavelmente ele era encontrado em álbuns do Bob Dylan, Beatles, The Byrds, Rolling Stones, Creedence Cleawater Revival, Leon Russel, ZZ Top, Neil Young entre outros mais conhecidos.

Das bandas “caipiras” de raiz, isto é, as de country rock autêntico, destacamos The Eagles, Poco, Canyon Stone Band, que tinha Ricky Nelson no vocal, Blue Ridge Rangers (do ex-Creedence John Fogert), e os Doobie Brothers, conhecidos como cowboys modernos.

Depois de quase um século o hillbilly, com todas as suas derivações e sub-gêneros, está vivo e divertindo todo mundo até hoje.

Um rock abraço,

Aldo Fazioli

Comentários

Comentários